1. Spirit Fanfics >
  2. Os casais mais improváveis do zodíaco! >
  3. Apenas um dia normal, para tantas loucuras.

História Os casais mais improváveis do zodíaco! - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiii! Turu pão? Estou criando mais uma fic! Mas essa é completamente loucaaa! Eu espero que tenham poucos capítulos. Não pretendo ficar muito tempo com ela. Foi só pra verem o nível da loucura do ser aki kâridos! Vamo lá povasso!

Capítulo 1 - Apenas um dia normal, para tantas loucuras.


Fanfic / Fanfiction Os casais mais improváveis do zodíaco! - Capítulo 1 - Apenas um dia normal, para tantas loucuras.

Hoje é mais um final de tarde no Santuário, onde se encontram os cavaleiros. Todos estavam contemplando a beleza do entardecer, com as belas rosas do jardim de Afrodite e Albafica. Estavam apreciando tudo normalmente, como sempre fazem finais de tarde. Deu a hora de irem, cada um para suas casas zodiacais. Eles vão embora, dão boa noite, e dormem tranquilamente. No dia seguinte, eles acordam animados, pois iriam acampar todos juntos pela primeira vez. Todos levantam de suas, fazem sua rotina matinal como de costume, e descem até a primeira casa zodiacal onde todos se encontrariam. Lá todos se cumprimentam, e vão para o bosque perto do Santuário. Mal sabiam eles, que algo de inesperado iria acontecer todos eles. 

Eles chegam no lugar onde acamparam, armam as barracas, pegam lenha para fazer fogo e descansam um pouco. Mais tardezinha, eles sobem uma pequena montanha para poderem apreciar a Aurora Boreal de perto. Eles Assam alguns Marshmallow's e ficam conversando e brincando. Depois disso, eles vão dormir, pra no dia seguinte tomarem banho em rio próximo a eles. 

No dia seguinte, eles acordaram, comeram e foram se banhar. Se divertiam muito, muito mesmo! Mas... O pequeno Shun de Andrômeda está nadando com seus amigos e seu namorado (Hyoga), e sem querer pisa em algo que supostamente parecia uma pedrinha. Ele mergulha e pega a pedra. Era verdinha, muito linda. Parecia ser uma Esmeralda. 

Shun- Pessoal! Achei uma Esmeralda! 

Ikki- Mas ela está aqui conosco! Sempre esteve! 

Shun- Não estou falando disso! Estou falando, que achei a pedra Esmeralda! Venham ver! 

Todos correm para ver a tal pedra que o garoto de cabelos castanhos achou. Eles acham a pedra lindíssima. 

Ikki- Tão linda! Parece a minha Esmeralda! 

Esmeralda- Para seu bobo! Está me deixando envergonhada! 

Ikki- Ai e qual o problema nisso? 

Shun- Ela é um pouquinho estranha... Parece que quer fazer algo de errado...

Hyoga- Deve ser só sua imaginação amor. Vem, vamos continuar nadando! 

Seiya- Hyoga espera! Ela está começando à brilhar! 

A luz na pedra vai aumentando cada vez mais, mais e mais... 

Shaka- Ah! Meus olhos! Está luz é muito forte! 

Albafica- Não para! Ahg!

Shunrei- Eu não estou me sentindo muito bem... 

Milo- Eu também não... 

Todos começam à se sentir mal, até que finalmente desmaiam. 

Um tempo indeterminado depois, Saori acorda e percebe que ainda estão no rio. Ela se levanta, e vai acordar Camus que aparentemente estava despertando também. Eles acordam o pessoal, e ficam tentando lembrar o que havia acontecido naquele lugar. Então que Saga chega à uma conclusão:

Saga- O Shun havia encontrado uma aparentemente "esmeralda", e nos chamou para a vermos. Nós a vimos, mas de repente ela começou à brilhar e então nós desmaiamos. Agora o que aquela luz pode ter causado é um mistério. 

Misty- Bem, vamos voltar para o acampamento. Precisamos nos secar e comer. Ficamos muito tempo aqui. Eu acho... 

Hasgard- Tens razão. Vamos voltar. Lá poderemos tentar descobrir o que houve por aqui. 

Shura- Vámonos pegar nuestras ropas, e podemos ir. 

Todos vão pegar suas roupas e vão embora. Chegando no acampamento, eles se secam e comem. E enquanto esquentavam os Marshllow's, ficavam conversando sobre coisas banais da vida. Até começam a sentir sono, e vão todos para suas barracas descansar. 

De manhã, eles trocam de roupa comem, arrumam suas coisas e vão para o Santuário. No templo de Atena, todos conversavam sobre o fato do que poderia ter acontecido no rio, que ainda era um mistério. 

Saori- Então gente. Alguém tem algum palpite? 

Manigold- Pode ter trocado nossas personalidades? 

Saori- É um bom palpite. E acho que seria isso. 

Afrodite- Sinto que não foi isso... Tem alguma que não se encaixa nessa história... 

Dohko- Verdade... Mas é difícil saber o que seria... 

Camus- Acho que já sei o que foi... 

Saori- O que Camus?

Camus- Seus namorados! Olhem cada um pro seu par, e depois olhem em volta e digam o que sentem pela pessoa em que parou o olhar!

Aldebaran- Pra que exatamente? 

Camus- Só façam isso. 

Aldebaran- Meu parça, acho que cê tá brisando aí meu chapa! 

Asterion- Só vamos fazer né! 

Todos se olham. Cada um para seu par. Em seguida olham em volta, e cada um para o olhar em outra pessoa. 

Camus- Ok... Eu digo primeiro, ou um de vocês? 

Seiya- Eu primeiro, tudo bem?

Camus- Ok. Diga o nome da pessoa, e o que sente por ela. Sem medo! 

Seiya- Shiryu... Eu te amo, muito mesmo. Sou completamente apaixonado por você... 

Shiryu- Eu também...

MdM- Shunrei... Nunca pensei que poderia me apaixonar por alguém que quase matei... Foi um erro ter tentado aquilo... 

Shunrei- Eu não me importo... Eu te amo assim mesmo... 

Aiolia- Kanon, você continua sendo a pessoa por quem meu coração continua palpitando todos os dias! 

Kanon- Você também! 

Milo- Asterion, você é quem meu olhar se prontificou à ficar. É você quem ele procura... 

Asterion- Milo de Escorpião. O cavaleiro mais forte, poderoso, e formoso que já pode ter existido um dia. Só você tem sempre você! 

Shun- Dégel, você é quem eu amo. É a pessoa da minha vida. 

Dégel- E você é meu pequeno menininho perfeito que eu amo demais... 

Aiolos- Shura, você é meu grande amor! 

Shura- Nem sei o que dizer pra uma pessoa tão maravilhosa como você! 

Afrodite- Misty, você é meu tudo, minha vida, meu mundo! 

Misty- Você é só meu, e eu só seu todinho. 

Aspros- Regulus, você é meu leãozinho preferido! 

Regulus- Você é perfeito demais!

Defteros- Asmita, você é o loiro mais encantador que já vi. 

Asmita- Você é o cavaleiro mais forte que existe! 

Ikki- Manigold, El Cid. Nunca imaginei fazer um triângulo amoroso. Mas aqui estou eu..

Manigold- Aqui estamos nós três! Juntos! 

El Cid- Sempre coladinhos! 

Shion- Marin de Águia. A mulher mais formosa que já vi na vida! 

Marin- Shion, o homem perfeito demais pra ser real. Só com sorte! 

Saori- Esmeralda. Bela como a própria pedra. Perfeita como uma jóia rara.

Esmeralda- Saori Kido. A Atena de todos, mas somente minha menina. 

Camus- Hyoga... Mesmo sendo meu discípulo é quem eu sou completamente apaixonado. 

Hyoga- Mesmo sendo meu mestre, amo como só meu. É meu grande amor! 

Hasgard- O cavaleiro mais belo que já existiu... Sempre preocupado com os outros, do que consigo. Sempre protege os outros. É uma verdadeira pessoa do bem. O amor da minha vida! 

Albafica- Hasgard, o cavaleiro mais charmoso dos de touro. O melhor que houve na face da Terra! 

Shina- Não tão melhor quanto o Aldebaran. Que é lindo, perfeito, maravilhoso! 

Aldebaran- É você quem me encanta todos os dias em que acordo é vivo mais um dia. Uma mulher verdadeiramente corajosa! Cheia de poder em si! 

Dohko- Shaka de virgem. Ele sim é o cavaleiro mais forte. Só usa seu cosmo para o bem. Sempre compreensível, verdadeiro cavaleiro de Atena. 

Shaka- Dohko de libra. O cavaleiro cujo corpo já foi idoso, mas cheio de amor e compaixão para com seu discípulo. Sempre o tratou tão bem, trata todos perfeitamente bem, sabe julgar sem machucar e magoar. 

Saga- E por fim, Mu de Áries. Nunca maltratou pessoa alguma, sempre calmo e educado. Você sim merece ser reconhecido como mais forte! 

Mu- Eu não mereço coisa maior do que você. Até porque não existe melhor que você. Azarado quem não pode tê-lo. 

*silêncio*

Camus- Só um minuto... 

Milo- Eu acabei de dizer que amo Asterion... 

Shiryu- Todos confessamos quem amamos... 

Shun- Será que essa pedra nos mostra, quem realmente amamos no fundo? 

El Cid- No puede ser. Debe ser algo amas ahí. Yo siempre dice que amabas el Sísifos! Por qué no amaría ahora? (Traduzindo, porque eu sou muito bilingue. #sqn#) (Não pode ser. Deve ser algo a mais aqui. Eu sempre dice que amava o Sísifos! Por que não o amaria agira?) (Sim, ele é espanhol assim como Shura)

Hasgard- Isso é verdade. Não tem porquê acontecer isto conosco agora. 

Saori- Bem. Eu vou ir até lá, e tentar descobrir o q... *interrompida*

De repente, um nevoeiro começa à aparecer, fazendo eles tossirem muito. Um luz aparece também, os deixando completamente indefesos. Eles não enxergaram absolutamente nada, não conseguiam parar de tossir. Até que uma figura conhecida por Saori, entra no campo de visão deles. 

Saori- Z-zeus? 

Zeus- Eu mesmo querida. Está surpresa em me ver?

Saori- Confesso que sim. Mas o que faz aqui?

Zeus- Os vi se divertindo muito. Também vi que não largaram de seus namorados. Então resolvi fazer um teste, para ver se realmente os amavam. Este efeito sairá, quando eu perceber que era tudo mentira, ou... 

Seiya- Ou?

Zeus- Ou se não aguentarem ficar longe deles. Os vejo daqui um mês. 

Saori- Espera, um mês? 

Zeus- Sim. Um mês. Irei ficar vos olhando do Olimpo. Até mais. 

Saori- NÃO! ESPERA! NÃO VAI! COMO VAMOS VOLTAR AO NORMAL? 

Shion- Venha Atena. Venha descansar um pouco. Depois descobriremos como fazer isto. 

Ela cede ao pedido de Shion, e vai descansar um pouco. Na verdade todos foram fazer o mesmo. 

Quando acordaram, haviam esquecido completamente do que havia acontecido. Não lembravam, e nem tentavam. Era apenas mais um dia normal pra cada um. Já era dia quando acordaram. Fizeram sua rotina matinal, e foram treinar etc. 

Neste treinamento, Shun e Dégel se encontram. Eles ficam se encarando por num tempo, até que Camus chega com seu pupilo Hyoga. Shun sabia que sentia algo por Hyoga, mas também por Dégel. Hyoga sentia o mesmo, mas sentia algo a mais por seu mestre também. Todos estavam desta forma. Mas o problema, foi Zeus, deus do Olimpo ter juntado Afrodite e Misty. Afrodite estava treinando com Albafica, e não parava de olhar para Misty, que também não desviava o olhar de Afrodite. Mas o problema era o que viria depois... 

{Quebra de tempo}

~Um ano depois~

Afrodite- Misty, vamos ali na floricultura? Quero ver como estão as flores que desenvenenei para poder vender. 

Misty- Estou indo. Vou só prender o cabelo. Está muito calor! 

Afrodite- Está mesmo. 

Misty- Até acho que fico super bem de rabo de cavalo! 

Afrodite- Fica mesmo! Eu também acho que fico bem legal! 

Misty- Não tanto quanto eu né! 

Afrodite- Tanto faz. Agora vamos. 

Misty- Tanto faz nada! Eu sou muito mais belo do que você!

Afrodite- Ninguém liga! Agora vamos! 

Misty- Não vou à lugar nenhum com você. 

Afrodite- Então fica aí sozinho sem nada pra fazer. Tô indo fazer alguma da vida pelo menos. 

Misty- Está insinuando que eu sou um inútil?! 

Afrodite- Não  insinuei nada queridinho. Só estou dizendo, que se você me acompanhasse faria algo um pouco diferente. Mas já que não quer ir, problema seu. 

Misty- Então tchau pra você. Vou atrás do Asterion, que sempre me entende. Diferentemente de você. 

Afrodite- Vou pedir pro Mask me acompanhar. Ele sabe ser mais compreensível do que você! Tchau! 

Misty- Já vai tarde! 

Afrodite- Ótimo namorado você! 

Afrodite vira as costas pro namorado, e sai andando, a procura de MdM, que estava por aí. 

Mas, o que ninguém percebeu, é que todos os... Como posso dizer... Os supostos "casais" que Zeus juntou, estavam brigando menos Kanon e Aiolia. O que surpreendia à todos. Para ver, à quem eles recorreriam ajuda, como de esperado ao deus, todos foram para seus pares verdadeiros. Mas, vamos para um casal que já estava quase voltando ao normal... 

Shun aparece chorando na casad e aquário, pedindo ajuda para o "melhor amigo", pois não sabia o que fazer mais. Já fazia muito tempo que eles estavam brigando daquela forma. Hyoga como bom "amigo", consolou o pequeno. Hyoga fazia cafuné em seus cabelos castanhos, enquanto cantarolava para o acalmar. O menino, se acalmou mais, para o alívio de Hyoga, que odiava ver o "amigo" chorando. 

Hyoga- Mais calmo Shunny? 

Shun- Tô sim Oga! Obrigado! ^^

Hyoga- De nada! Vem aqui, deita aqui. 

Shun se levanta, e deita sua cabeça no peito de Hyoga. O Russo continua afagando os cabelos sedosos de Shun, beija a cabeça dele como forma de conforto. Naquele momento, os dois sentem algo diferente em seus coraçõezinhos. Hmmm... Sabe aquele friozinho na barriga? Mais ou menos isso que eles sentiram. No momento Dégel aparece, e vê a cena. Ele não liga, mas ainda sim decide perguntar. 

Dégel- Tá tudo bem aqui? 

Shun- Ah, oi Dégel. Tá tudo bem sim. -diz o menor com voz um pouco tristonha. 

Hyoga- Tá tudo bem Shunny? Parece um pouco chateado. 

Shun- Tá tudo bem Oga. Obrigado por se preocupar.

Hyoga- Sempre que precisar de minha ajuda, é só contar comigo. 

Shun- Obrigado. Bem, eu já vou indo. Já atrapalhei demais seu dia. 

Hyoga- Não atrapalhou em nada! Nunca atrapalha! Você é meu "amigo"! Vou te ajudar sempre! (Não, ele não fez aspas. É porque eu não acredito que sejam apenas... "amigos". Entende?) 

Shun- Bem, eu já vou indo. Meu irmão deve estar preocupado me procurando. 

Hyoga- Bem, eu te acompanho até a porta. 

Shun- Obrigado. Tchau Dégel. 

Dégel- Tchau. 

Hyoga o acompanhamento dito, abre a porta, e quando Shun a atravessa, ele a fecha somente quando ele sai do campo de vista do loiro. Ele volta para a sala e encontra Dégel jogado no sofá, com cara de quem está com dor de cabeça. 

Hyoga- Sabe me dizer o por que ele estava chorando? 

Dégel- Nós brigamos de novo. 

Hyoga- O que você fez dessa vez? 

Dégel- Ele com o ciúme besta dele! 

Hyoga- Duas coisas que eu sei sobre o Shun: primeira: ele não tem ciúmes. Segunda: ele não age da forma que você tá falando, sem um motivo. Assim mesmo, o Shun só sente ciúmes dos amigos. 

Dégel- Tá, precisa jogar na minha cara que ele prefere você do que eu? 

Hyoga- Não estou jogando nada na cara de ninguém. Estou dizendo, que pra ele sentir apenas ciúme dos amigos do que do namorado... É quebra queixo isso viu! 

Dégel- Olha só quem fala! Sempre recorre pra ele também, quando briga com o Camus! *se levanta ficando de frente pra Hyoga*

Hyoga- Porque diferentemente do Camus, o Shun me escuta, me entende. E como entende! Ele passa pela mesmíssima coisa! Nada melhor que nós nos ajudarmos né? 

Camus- Tá tudo bem aqui? 

Dégel- Tá sim. 

Camus- Tudo bem Hyoga? 

Hyoga- Tá tudo ótimo Camus. Vou sair pra pegar um ar puro. 

Camus- Tá esquentadinho demais! 

Hyoga- Tô é? Pergunta pro seu mestre o porquê! Ele deve saber o motivo! Mas agora, se me dão licença vou sair daqui porque estou ficando sufocado já! 

Camus- Hyoga, pra que tudo isso? 

Hyoga- Me deixa em paz Camus! Eu quero ficar sozinho! 

Camus- Hyoga volte aqui! 

Hyoga- Não vou voltar pra lugar nenhum. Agora me deixa em paz. Se quiser, vai chorar pro Milo que você ganha mais. Agora eu quero ficar sozinho. 

Dégel- *suspira* Eu também vou pegar um pouco de ar. Recomendo fazer o mesmo. É bom que você esfria a cabeça, e fica mais calmo. 

Camus- Não, tudo bem. Eu marquei de ver o Milo hoje na vila. É bom que eu converso com quem me entende de verdade. 

Dégel- Exatamente o que o Hyoga disse. Sabe, as vezes acho que não fomos feitos um pro outro, não deveríamos estar juntos. 

Camus- Eu também. Estive pensando esses dias em terminar com o Hyoga. Mas não sei se é o certo. 

Dégel- Acho que seria sim. Quero terminar com o Shun também. Mas tenho medo que ele fique tão magoado quanto estava agora pouco pelo que Hyoga disse. 

Camus- Acho que eles dois combinam mais um com o outro. 

Dégel- Eu também acho. Eles sim foram feitos um pro outro. 

Camus- Bem, eu vou lá. Não gosto de chegar atrasado. Depois quando eu chegar, eu converso com ele. 

Dégel- Acho melhor eu conversar com o Shun agora. Vai ser melhor pra ele. Ele é muito sensível. 

Camus- Ok então. Tchau! 

Dégel- Tchau! 

Camus sai da casa de aquário, e Dégel fica assistindo um pouco. Mais ou menos vinte minutos depois, Shun, Seiya, Hyoga, Shiryu e Ikki apareceram dando risada. Dégel vê Shun tão alegre. Não queria fazer aquilo, mas era necessário. 

Ele então chama o castanho para um canto, e avisa que ele ia falar rapidinho com ele, para os meninos. 

Shun- O que foi?

Dégel- Eu preciso te falar uma coisa, mas não quero estragar sua felicidade. 

Shun- Fala, e eu penso no seu caso. 

Dégel- Eu quero terminar. Não podemos mais ficar juntos. Temo que um dia você se frustre demais por minha causa. É melhor assim.

Shun- Tudo bem. Eu também estava pensando nisso. 

Dégel- Que bom que entende. Agora pode ir. Era só isso

Shun- Tchau Dégel! 

Shun sai da presença de Dégel e vai para o quarto de Hyoga, onde se encontravam os outros. 

Este é só o primeiro caso. Ainda temos muito mais. 


Notas Finais


Primeiro cap! Acho que serão apenas três mesmo! Mas nós vamos ficando por aqui pessoinhas! Essa fic, foi uma ideia que eu tive. De casais completamente trocados. Eu sorteei os personagens, e a cada dias pessoas, eu ia anotando. E como eu não sabia como fazer isso, eu fiz assim! Espero que tenham gostado dessa bagunça que eu fiz! Kkkkkk, é isso e tchau para todos!

Ps: Sim, se passou um ano desde o acontecimento. Assim a fic tem mais graça.

Beijos de chocolate!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...