1. Spirit Fanfics >
  2. Os cinco >
  3. Capítulo quatro

História Os cinco - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


oi oi

Capítulo 4 - Capítulo quatro


Capítulo – Tipo de pessoa.


― Certo...  ― Yixing disse andando pelo apartamento e Chanyeol o encarou parando de digitar os arquivos no seu notebook ― Certo...

 

― Desembucha, eu sei que me levar ao trabalho junto com o Sehun tem algum motivo ― O Park disse e Yixing riu negando fingindo começar a arrumar a estante de livros e filmes. ― Zhang Yixing, seja sincero.

 

― Eu estou sendo ― riu e Chanyeol assentiu voltando a digitar ― É, Sehun disse que há novos professores na escola.

 

― Sim, como todo o ano ― Chanyeol disse sem dar importância ao chinês ― É normal a escola chamar novos professores ou trocar, boa parte acaba saindo porque se mudou de casa e procura por uma escola que seja próxima.

 

― Hm... ―resmungou ― E quem são os novos professores?

 

―Por que você quer saber? ― perguntou e riu.

 

― Nada demais ― murmurou e Junmyeon entrou na sala e o encarou sério ― Sehun falou em um tal de Luhan.

 

― Ah o Luhan ― Chanyeol riu e olhou para o chinês percebendo que Junmyeon havia entrado na sala ― Ele veio de outra cidade, é chinês também, mas morava aqui no interior ― contou ― Ele de cara se deu bem com o Sehun, o que chocou a todos.

 

― Sehun se dar bem de primeira com alguém é um milagre ― Junmyeon comentou e sentou no sofá ao lado de Chanyeol ― Por isso ele está todo feliz essa semana.

 

― Quando ele viu que Luhan tinha um estojo do Bob Esponja ele surtou ― O Park contou ― Qual a fascinação dele com Bob Esponja?

 

― Jongdae acha que ele se despertou gay por causa do desenho ― Junmyeon disse e Chanyeol o encarou incrédulo pela maneira de falar do amigo ― Palavras do Jongdae, não minhas.

 

― Jongdae é um idiota ― Chanyeol murmurou ― Luhan é um bom professor, nessa semana eu não vi uma criança do maternal chorar,  o que é um milagre porque elas sempre choram quando são deixadas pelos pais.

 

― Falando em Jongdae, ele disse que acha que o JongIn vai pedir o Kyungsoo em namoro sério ― Junmyeon contou ― E aí chegaremos a uma parte legal de nossa amizade.

 

― Chegarão na parte de seres ridículos e fazerem perguntas para o Kyungsoo?

 

― Não, isso só com você mesmo ― Yixing disse e o Park lhe deu língua ― A parte legal de zoar com a cara do JongIn que sempre diz que nunca teria o pau enlaçado.

 

― JongIn fala cada merda, meu Deus ― Chanyeol fechou o notebook ― Não consigo trabalhar com vocês por perto, com licença.

 

― Queremos sair hoje a noite, dar uma volta naquela rua de barraquinhas de comida, o que acha? ― Junmyeon perguntou e Chanyeol assentiu antes de sair da sala ― Você disse que não iria ficar perguntando sobre o professor, Yixing.

 

― E eu não perguntei ― sentou.

 

― Mas estava dando bandeira que iria perguntar ― apontou ― Deixa ele, prometemos ir com calma. E como eu disse, não vai acontecer, o cara é professor, Chanyeol não iria ficar saindo com ele.

 

― Sei não hein, o cara me parece um tarado.

 

― Você tem cara de fumante e nem por isso digo em voz alta ― Yixing bateu na coxa do namorado.

 

[...]

 

Semanas depois.

 

― Lembrando, eu quero que falem sobre depressão, forma de relevo, sabem? ― os alunos do sétimo ano riram ― Não quero que cheguem aqui falando depressão a doença, os sintomas, causas, tratamentos e tal. Entenderam?  ― perguntou e eles assentiram ― Ótimo, sobre o que mesmo vocês devem falar?

 

― Com licença ― Chanyeol abriu a porta e os alunos se ajeitaram na cadeira ― Eu vi hein, vocês deitados. ― alguns riram ― Eu só vim avisar que amanhã começa o cadastro na biblioteca, lembrando que eu preciso de uma foto de vocês e assinatura dos pais para poder fazer a carteirinha de lá, certo?

 

― Vocês tem carteirinha na biblioteca? ― Baekhyun perguntou ― No meu tempo eu tinha que assinar em um caderno imenso que fedia a mofo.

 

― Estão vendo? E ainda reclamam quando eu digo que é bom ter a carteirinha ― Chanyeol disse e olhou para Baekhyun ― Terminou aqui, te espero na minha sala.

 

― Ih, professor mal chegou e já vai ter que se ajeitar com o pedagogo ― um dos alunos falou. ― O que o senhor fez?

 

― Nasci lindo demais, tanto que até o pedagogo não resiste ao meu charme ― piscou e Chanyeol fechou a porta rindo enquanto ouvia a gargalhada dos alunos.

 

O Park ainda foi nas outras salas avisar sobre a carteirinha da biblioteca, depois seguiu para ver se precisam de algo na secretaria, mas estava tudo normal por isso passou para a sua sala e encontrou Luhan encostado em sua porta.

 

― Oi  ― sorriu e o homem fez o mesmo ― Precisa de algo?

 

― Podemos conversar um pouco? ― pediu e Chanyeol assentiu abrindo a porta da sala e dando espaço para o professor entrar ― Eu queria saber se posso levar as crianças para a quadra, eu sei que é grande e eles podem se machucar, mas eu tenho um tipo de lona fofinha que eles podem ficar em cima.

 

― Qual seria a sua aula? ― perguntou sentando atrás de sua mesa ― Porque seus alunos estão na faixa de 2 e 3 anos nesse ano é seu maternal II, e eu não acho que seja tão bom assim tirá-los da sala.

 

― Eu sei, mas é porque eu acho que trabalhar com eles em sala de aula em algumas atividades é meio fechado, entende? ―  sorriu sem jeito. ― Eu queria trabalhar o equilíbrio.

 

― Eu posso ver um dia em que a quadra não seja utilizada e que também esteja mais arejado, tudo bem? ― perguntou e o professor assentiu ― Eu não sou do tipo de negar as coisas aos professores, mas eu preciso que me explique sempre quais serão suas ideias e o que você pensa em ganhar com isso, qual ponto quer chegar.

 

― Eu entendi ― sorriu ― Eu vou voltar para sala, deixei a auxiliar sozinha. ― riu sem graça ― Obrigado por ter permitido, qualquer dia eu acho ótimo.

 

― Você pode falar com o Sehun, se eu não me engano ele também tem uma dessas lonas que você comentou, pode servir ― contou.

 

― Ele é uma graça ― Luhan soltou e logo ficou vermelho ― Ah desculpe, acho melhor...

 

― Ele é mesmo uma gracinha, um dos meus melhores amigos ― comentou e Luhan assentiu ainda com vergonha e andou até a porta ― Qualquer coisa é só me avisar.

 

― Tudo bem, obrigado de novo. ― saiu da sala.

 

Chanyeol estava pronto para pegar a pasta que tinha que rever os nomes de alguns alunos, quando Baekhyun entrou em sua sala, o pedagogo nem havia ouvido o alarme tocar.

 

― Atrapalho? ― perguntou o Byun e Chanyeol negou ― Minha presença foi tão requisitada assim que os próprios alunos do sétimo A me expulsaram.

 

― Eu só preciso que você faça o seu diário logo, digo, eu fui olhar alguns e você não adicionou os conteúdos que vai passar durante esse mês ― disse e Baekhyun sentou na cadeira ― Eu só não quero que fique para última hora, eu odeio chegar no final do mês e ver que os conteúdos programáticos nem foram adicionados.

 

― Eu sou muito perdido em nesse fato, mas vou arrumar ― sorriu pequeno ― Eu deixo para escrever quando está próximo do final do mês, desculpe.

 

― Não, que isso, eu só estou avisando para que também te poupe de um trabalho maior, você tem muitas turmas, Baekhyun ― disse ― Outra coisa, atestado médico mudou, nós não só retiramos como também agora colocamos na parte de observações a data, o nome do aluno e o porquê do atestado, é mais trabalhoso,  no entanto são ordens.

 

― A vida de professor ― ele murmurou e Chanyeol riu. ― Eles comentaram que tem a sala de mídia, posso usar?

 

― Precisa marcar um dia, você vê com uma das secretárias ou com os meninos que ajudam nessa parte se a sala vai estar livre no dia que você quer usar ― explicou ― É muito utilizada pelo professor do oitavo ano e também pelos professores de história e ciência.

 

― Terei concorrentes ― brincou ― Eu vou já me informar. ― levantou ― Ah, eu acho que vou almoçar por aqui pelas redondezas, você não quer ir comigo?

 

― Claro, sem problema. ― sorriu.

 

― Podemos chamar outros professores também ― deu a ideia e Chanyeol assentiu. ― Te vejo depois.

 

[...]

 

Chanyeol nunca foi o tipo de pessoa que se apaixona rápido, mas ele se atrai muito rápido pelas pessoas, o que é bem diferente de se apaixonar. Por isso ele não iria negar se perguntassem se ele estava se sentindo atraído pelo novo professor de geografia e seu amigo de trabalho Byun Baekhyun, porque é lógico que ele estava. Baekhyun era só sorriso, bom humor, boas conversas, e tinha um perfume que... Chanyeol amava cheirar as pessoas quando as abraçava e Baekhyun o deixava com uma grande vontade de abraça-lo e ficar cheirando seu pescoço.

Já havia passado por mais de um mês, a amizade estava se desenvolvendo aos poucos graças as chamadas do Byun que em todo o horário de almoço ou em suas folgas nas sexta feira, chamava o Park para lanchar ou almoçar. Então os dois conversavam, riam, tiravam algumas piadas e se aproximavam ainda mais.

Chanyeol estava muito atraído e isso o preocupava, porque se quisesse ter algo com Baekhyun no futuro, teria que ir com a maior calma possível e talvez o preparar para o resto dos amigos, porque com Sehun – mesmo sem saber que Baekhyun já era um possível candidato para o Park – o Byun já havia sido aprovado como melhor pessoa.

 

― E ela simplesmente diz que eu estou errado ― Sehun disse encostado no balcão da secretaria esperando Chanyeol terminar de arrumar as coisas ― Como eu estou errado se eu sou professor? Agora pronto, não posso mais ensinar as família silábicas porque a avó da aluna se acha no direito de dizer que eu não sei o que estou fazendo.

 

― Eu já te disse que lidar com avó é difícil ― O Park murmurou, Luhan e Baekhyun entraram na secretaria, o Byun com seus diários e Luhan com sua lista de presença e seus conteúdos dados no dia ― Você precisa responder com calma e não ficar falando as coisas na frente da sua aluna, sabe que ela reproduz em casa e muitas vezes de maneira errada.

 

― O famoso telefone sem fio ― Baekhyun se meteu andando até o armário e colocando seus diários dentro da grande pasta de diários de geografia ― Você fala algo e o aluno leva completamente diferente e no fim você sai como errado.

 

― E não importa a idade ― Luhan disse colocando sua lista no balcão e Chanyeol pegou guardando na pasta e pondo ao lado dos computadores ― Fique calmo, Sehun. Eu já disse que ela falou por falar, e você vai mostrar ao ensinar a neta dela a ler e isso será o suficiente para calar a boca dela sobre como você ensina ou não.

 

― É, você está certo ― Sehun fez um bico e Luhan o abraçou de lado.

 

― Tá livre hoje, Chanyeol? ― Baekhyun perguntou olhando para o Park ― Sexta-feira, dia de sair...

 

― Uh, alguém está chamando outro alguém para um encontro ― Luhan disse rindo e Sehun fechou a cara.

 

― Chanyeol tem muitas coisas para fazer ― Sehun murmurou.

 

― Tenho não ― ele sorriu e olhou para Baekhyun ― Onde você quer ir?

 

― Podemos ir naquele restaurante do centro, o que acha? ― Baekhyun arrumou sua bolsa no ombro.

 

― Uma boa,  a gente se encontra lá? ― perguntou e o Byun assentiu.

 

― Sim, você quer carona agora? ― perguntou.

 

― Ele vai comigo ― Sehun se meteu e Luhan que estava abraçando o Oh o soltou devagar e o encarou rapidamente. ― O Yixing vem buscar a gente, lembra?

 

― Ah é mesmo ― Chanyeol sorriu a Baekhyun que assentiu. ― A gente se vê mais tarde.

 

― Tchau gente, bom final de semana ― O Byun desejou saindo da secretaria.

 

Chanyeol pegou alguns papeis e disse a Sehun que o encontrava no portão, só iria guardar aquilo em sua sala. Luhan olhou para Sehun que sorriu pequeno.

 

― Você gosta do Chanyeol? ― Luhan perguntou confuso e o Oh arregalou os olhos negando com a cabeça ― Então o que foi isso agora?

 

― Nada demais, é só... Chanyeol é meu amigo e eu me preocupo com ele. ― murmurou.

 

― Sei ― Luhan sorriu pequeno ― Eu queria ter a coragem do Baekhyun em chamar os outros para sair, eu com os meus vinte e quatro e não consigo nem falar com os pais dos meus alunos.

 

― Nós como professores do infantil somos mais na nossa ou é impressão minha? ― Sehun perguntou e Luhan riu ― Eu acho que nunca conseguiria sair com alguém, tipo, eu sou meio crianção, sabe?

 

― Eu levaria a pessoa para um parque ― riu.

 

― Sim!

 

― Sehun? ― Chanyeol chamou da porta ― Vamos?

 

― Ah sim ― sorriu e olhou para Luhan ― Um bom final de semana, Lu.

 

― Pra você também ― ele sorriu sem jeito ― Ah, e para você também Chanyeol.

 

―Claro ― soltou uma risadinha ― Até segunda.

 

Sehun seguiu Chanyeol que estava rindo baixinho, entraram no carro de Yixing e o Park começou a rir alto enquanto Sehun se encolhia no banco de trás.

 

― O que foi? ― Yixing perguntou, havia acabado de sair do trabalho.

 

― Sehun quer chamar o Luhan para sair, Luhan quer chamar o Sehun para sair, mas nenhum dos dois sabe falar ― Chanyeol disse rindo.

 

― Eu não quero chamar ele para sair!

 

― Quer sim.

 

 ― Chanyeol vai em um encontro hoje a noite ― soltou e Yixing ignorou, ou tentou fingir.

 

― Q-que legal ― O Zhang disse e Chanyeol riu. ― O que?

 

― Você fingindo que não se importa e que não vai fazer fofoca com os outros é engraçado ― comentou o Park ― Ele é um amigo.

 

― Mesmo que não fosse, nós prometemos não nos meter ― Yixing lembrou ― Pode até nos apresentar, sabe.

 

― Eu não sou louco ― disse rindo ― Não dou uma semana para vocês começarem a investigar a vida do Baekhyun.

 

― Não somos assim ― Yixing riu e Sehun iria falar, mas o chinês o cortou ― Somos bons amigos que se respeitam e agora estamos trabalhando o respeito em relação aos seus relacionamentos.

 

― Sei, você e seu bonde de ridículos não podem ver uma vergonha que já querem passar.

 

― Você acha que o Luhan quer mesmo sair comigo? ― Sehun soltou e Chanyeol não se aguentou e riu de novo. 


Notas Finais


eu adorei fazer diário enquanto estava fazendo estágio, nossa, era algo tão bom pra mim, eu chegava a pedir dos professores para fazer os deles, contas as faltas, arrumar com a régua, e venho dizer que retirar falta de atestado e colocar na observação foi a pior coisa que aconteceu, é um trabalho que meu deuskk
na educação infantil nós temos lista de presença, só, não é como o diário onde você coloca os conteúdos, os dias que tiveram aulas, as reuniões, retiram faltas por atestado.
na escola onde fiz estágio tinha uma carteirinha pra biblioteca, não cheguei bem a ver como era, mas achei bem legal, quando eu estudava tinha que assinar em um caderno e tal.

próximo capítulo com o encontro de chanbaek e chegada do Minseok.
obrigada por estarem gostando :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...