História Os cinco (ÚLTIMOS) melhores dias da minha vida - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Comedia, Doença Terminal, Hoseok, Jimin, Jungkook, Sad, Taehyung, Triste, Yoongi, Yoonkook
Visualizações 85
Palavras 1.123
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - A melhor ( ÚLTIMA )briga da minha vida


- Jungkook esse já e o segundo beijo que você me rouba... - ele selou novamente os meus lábios.

- terceiro - me beijou novamente. - Quarto. Quer mais ? - Chegou bem próximo ao me rosto. Me encarando com firmeza afastei um pouco a cabeça.

- Tadinha da sua namorada. Pra ter um namorado assim eu nem quero. - Ri e outro me encarou novamente daquele jeito assustador. - Já te falaram que você e assustador ? Se não estou dizendo agora. - Disse me afastando.

- Eu não tenho mais namorada, ela terminou comigo depois d'eu terminar com ela. Aquela louca se fingiu de louca, eu terminei com ela aí ela disse que ela havia terminado primeiro. - Disse com uma cara de indignado. Ele estava fofo não posso negar.

- olha Jungkook eu não vou ser seu conselheiro já que você terminou o namoro okay, onde já se viu um piralho, praticamente uma criança. O mundo está perdido. - Balancei a cabeça negativamente, olhando a o bico de Jungkook. Realmente ele parece mais uma criança.

- Ah é ? Vou te mostrar quem e a criança aqui. - Ele me levantou de uma vez me assustando, me preensou na parede tomando meus lábios novamente em um beijo dessa vez mais profundo e com malícia e desejo, o que aquele bastardo estava fazendo ? Não sei, mas eu estava correspondendo. Logo sua língua adentrou em minha boca, como era inexperiente apenas deixei Jungkook tomar conta da situação. Podia ser mais velho mas não era experiente nessas coisas de beijo, ficar, namorar e muito menos casar.

Tudo que Jungkook fazia era rápido demais. Por isso logo estávamos na cama, ele estava por cima de mim, ele havia tentado abrir o seu terno mas não havia conseguido por isso puxou de uma vez fazendo alguns dos botões voarem para fora, ó desespero. Vi pela primeira vez na minha vida e talvez a última vez o tórax malhado de Jungkook, ele tinha cara mesmo de ser malhado. Mas não como ele é, me deu vontade de tocar e foi isso que fiz arranhei seu peito com minhas curtas unhas fazendo o menor se arrepiar. Logo Jungkook veio tirar a minha blusa, o impedi.

- Deixa que eu tiro porque essa é uma das minhas blusas preferidas. - Tirei a minha blusa com calma e ouvi uma risada do Jungkook.

Ele puxou sua calça, oh dessa vez não estourou os botões, que educado. Jungkook veio subindo até mim. Morreu o lóbulo de minha orelha e logo Sussurrou na mesma.

- eu vou te mostrar o que a criança e capaz de fazer. - Disse me fazendo arrepiar meus pelinhos.

Jungkook veio descendo a mão sobre meu corpo enquanto beijava a minha clavícula. Gemi aos toques de Jungkook. Ele veio passando sua língua, me fazendo arrepiar, por todo o meu peito, liso. Logo chegando em meus países baixos, abaixou minha calça de forma rápido, sem tirar os botões, e isso que dá comprar calça folgada.

Me virou de uma vez fazendo-me ficar de bruço.

- Que bundinha branca - Deu um tapa me fazendo gemer sôfrego em baixo de si. Puxou minha cueca com força. - Bem como imaginei. - Deu outro tapa. - O sortudo que te namorar vai ter o prazer de marcar bem essa sua bunda branca. - Disse e deu mais um outro tapa, meus olhos estavam lacrimejando.

- Tem preconceito contra pessoas brancas Jeon ? - Falei em um sussurro.

- Não, não me importo com cor e sim com o que a pessoa pensa ou o que tem por dentro. - Palavras bonitas senhor Jeon.

- Órgãos - Ri, pelo que eu conheço provavelmente ele revirou os olhos. - você é e sempre será uma criança Jeon. - Sorrio do mesmo e senti ele apertar a minha bunda. Logo senti algo molhado em minha bunda. Não sentia mais o peso de Jeon sobre mim. Era sua língua. De início me assustei e demorei pra me acostumar com aquilo entrando no meu oríficio. Mas logo depois rebolava, minha bunda ia de encontro com seu rosto enquanto sua língua 'trabalhava' em meu oríficio. Logo ele tirou, soltei um gemido em reprovação e logo senti a ponto do que deduzi ser um dedo gemi. Aquilo encomodava. Mas como disse o encomodo passou rápido assim como o da língua.

UM

DOIS

TRÊS DEDOS. ELE TA ACHANDO QUE MEU CU VIROU CASA DA MÃE JOANA.

Logo ele tirou me senti um pouco mais tranquilo mas logo veio algo maior. Era seu pênis. Um encomodo maior que o da língua e também maior que os dedos. Mas logo aquela anaconda estava dentro de mim. Os gemidos, os barulhos de corpos se chocando, o suor que escorria de ambos os corpos, o tesão, ow tudo aquilo era completamente excitante.

Após meu orgasmo vir o de Jungkook veio logo depois. Nós deitamos. Em sua cama mas logo lembrei que ia ter que embora. Tomei um banho rápido junto dele e sai indo pra minha casa. Ao chegar lá me deparei com Jimin na porta e ela não estava nada boa.

- Jimin o que foi ? Porque está aqui na porta ? - Perguntei o olhando. Ele logo levantou sua cabeça me encarando logo soltando uma risada cínica.

- Eu vi tudo, ouvi tudo. Você e um monstro Yoongi. A pior pessoa que já conheci em toda a minha vida. - me aproximei perto dele e senti cheiro de bebida. Nem pude falar nada, ele me puxou pra dentro de casa e na sala tinha toda a família reunida até mesmo o Jungkook estava ali e eu nem sabia como. - O convidado de honra chegou. - Riu sarcástico. - Já estão todos aqui Yoongi, já pode falar o que você vem mentindo, não, não omitindo. Você não mente, você apenas omite os fatos. - Riu mais uma vez, a cara de confusos das pessoas que estavam ali era grande. - Não vai contar ? Eu conto por você. Sabe gente o nosso querido Yoonnie ? Então ele vai morrer e bem mais antes que o esperado. Faltam quantos dias uh ? Quatro, faltam apenas quatro dias pra ele partir, sabe ele vem mentindo pra todos vocês. - Jimin jogou a verdade em minha cara, nesse momento as lágrimas já desciam de meu rosto molhando o meu rosto com tanto desgosto me causando mágoas.

- Isso e verdade Yoongi ? - A voz de minha mãe se fez presente.

Fiquei um tempo em silêncio.

- Sim. - Não consegui falarmos nada.

- Ele te usou Jungkook, ele não queria morrer virgem, você foi apenas um brinquedinho na mão do nosso querido Yoonnie. - Disse e logo vi Jungkook saindo com raiva.


Notas Finais


Desculpa o capítulo pequeno. Comentem isso me ajuda a ter inspiração


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...