1. Spirit Fanfics >
  2. Os cinco universos. >
  3. A Guerreira.

História Os cinco universos. - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Isso é uma história mais explicada da Estrela, criei esta personagem já faz um tempo, mas decidi contar melhor isso por aqui, se quiserem ver mais da Estrela, e de outros personagens que criei, vá no canal "Os cinco universos", e se não achar, vá para o "Suh fox br", que na descrição do vídeo está o link do canal, espero que gostem.

Capítulo 1 - A Guerreira.


Fanfic / Fanfiction Os cinco universos. - Capítulo 1 - A Guerreira.

Em 2003, nasceu uma menina linda, com longos cabelos rosas e olhos com o mesmo.

No parto de sua mãe, Eva, ela preocupada com o futuro de sua criança. 

Dois meses depois, o seu marido, Ares, conversa com Eva.

Ares: Sabemos amor, que ela nunca terá uma vida normal, nem uma mente de um ser humano normal. 

*O homem chega perto da sua linda Esposa, com olhos azuis e cabelos negros e curtos. sentada em uma cadeira no lado da janela, tentando esconder o choro* 

Eva: Eu sei, não precisa me lembrar disso. 

*Ela se levanta e olha para Ares, a olhando com os olhos Vermelhos e trêmulos, o homem tinha um olhar cansado com seus cabelos longos rosas e meio esbranquiçados.*

Ares: Am-.. *sua voz é cortada por um choro fino de neném, Eva se levanta e vai ajudar Estrela, com uma música estranha*

"Olhe, amor, não se preocupes, que agora a anoitecer, o seu olhar, puro está, com sangue irei os manchar..."

*14/5/2006*

Estrela: Maaaaam-ma, essa faca é muito grande pra mim. *A pequenina estendia o braço para Eva*

Eva: Eu concordo. *A mulher pega o objeto afiado e o coloca na manga de sua camisa* 

Ares: *O homem pega sua filha no colo e entrega em suas pequenas mãos uma mini bomba* 

Ares: Coloque isso na roupa de pessoas que te chatearem, menos familiares, ok, minha linda? Eles vão pagar pelo que fizeram.

Estrela: Ok, papai! 

*14/8/2010* (Aniversário de Estrela.)

*A menininha colocava uma roupa camuflada, se olhando no espelho dando uma pequena risadinha enquanto tocava em sua roupa*

Estrela: Eu arraso! *A menina saia do corpo morto que estava usando como apoio para se ver no espelho*

*Ares pega o cadáver e o coloca em um saco, o jogando dentro de um porão*

Eva: *A mulher pega uma arma de fogo e dá dois tiros na janela, fazendo a sair de casa e escutando gritos de homens e mulheres assustados.*

Estrela: Hoje foi um graaaaaaaaaaaaande dia!! *Ela levantou os seus braços para o teto e deu varias rodinhas entre si, enquanto gargalhava*

*Ares sorri para sua filha, mas logo depois olha para sua mulher, com medo, com nojo, com.. tristeza.*

*15/8/2013*

*Estrela acorda e senta na sua cama, olhando em volta, ela se levanta e olha pela janela, saindo lágrimas de seu rosto, sem ela mesma perceber, a menina decide ignorar isso, limpa aquele choro matinal, e vai na sala tomar seu café da manhã, com suas mãos tremendo, sem saber o pq.* 

*Ares acorda, e consegue ver sua filha naquele estado estranho, ele chama baixinho o nome de sua esposa, a fazendo acordar, e os dois observam como Estrela está estranha nesses últimos dias.*

*Eva puxa o braço do seu marido, e entram em seu quarto novamente.*

 

*Estrela termina, chega perto de um pote, cheio de facas, a abre, e sai pela porta da frente, abrindo um grande sorriso torto*

Eva: Ela está esquisita, parece triste.

Ares: pois é.. eu realmente não entendo. 

Eva: Vamos tirar ela deste lugar, vamos tentar... a ajudar, de alguma forma.

Ares: Sim... nós erram-

*Um gatinho pula na janela do casal, os fazendo pular de susto*

*Ares pega uma arma e atira no felino, com raiva e desprezo.*

*Não muito longe dali...*

Estrela: Parece que vc não nos deu dinheiro hoje, acho que vai ter que pagar!

*Um homem de meia idade, acorrentado, com sangue saindo de seu nariz e boca, a olhava com tristeza* 

*A menina coloca a faca em seu pescoço, e o homem percebe que em volta de seus lindos olhos rosa, ficaram vermelhos, parecia que poderia chorar a qualquer momento.*

*Um vulto grande, veloz, com as cores meio vermelhas e azuis passa pelos dois, Estrela tenta identificar, mas já era tarde, aquilo passou na velocidade da luz.* 

*Ela olha para o homem novamente, se levanta, e o deixa preso, vira de costas, e vai andando para onde ela acha que aquela sombra estranha passou, mas não encontrava nada, além de sangue junto com uma gosma estranha.*

*A pequena menina volta para sua casa, e toma um delicioso e refrescante banho, se olha nua no espelho, percebendo sua falta de seios, coxas, e bunda, ela dá um longo suspiro e quebra o espelho jogando uma pedra* 

 

*13/7/2016*

*Eva e Ares estavam segurando seis malas, e sua filha segurando duas, eles estavam em um avião, se preparando para ele descer.*

*Um senhor aparece de um canto e tenta conversar com a jovem menina, ficando em pé ao seu lado.* 

Senhor: Boa tarde, meu nome é Nick, muito prazer em conhecer vc.*

*Estrela sorri e aperta sua mão com vontade, dizendo:* Muito prazer em te conhecer, oq o senhor precisa??

Nick: Bem.. de uma ajuda, se é que vc me entende.. *O homem dá carinho no rabo de cavalo que Estrela fez no cabelo, e coloca sua perna encostada na menina, a puxando para um pouco longe de seus responsáveis.*

*Estrela olha por canto de olho para seus pais, e depois volta para o abusado.*:

*Ela dá um potinho para o senhor*: Este é o meu nú

mero, me liga quando puder! *Ela dá uma piscadinha pra ele e depois se afasta, puxando os seus pais.*

*Eles conseguiram sair do avião, e a menina de olhos inocentes olha para o senhor, que estava sorrindo para Estrela, andando para dentro de um carro.*

*Estrela sorri de volta olhando para ele indo embora.*

*Ela vira de costas e vai andando até uma lanchonete, e o carro que Nick estava, explode, fazendo muitas pessoas gritarem de horror, vendo o corpo daquele senhor sair em partes do carro.*

*Estrela, Ares, e Eva, comem seus sanduíches, a menina estava sorridente, mas seus pais, ciom olhares sérios e assustadores, perceberam as lágrimas de Estrela escorrendo, enquanto ela delicadamente comia.*

*Ela olha para o lado e avista uma menina de cabelos castanhos, e olhos do mesmo, gordinha, parecendo ter uns 10 anos, abanando sua cauda laranja, e depois sorri para a menininha.*

*Os pais de Estrela entram em um carro, e todos ficam muito quietos, com a Estrela tocando o vidro do veículo enquanto sussurrava palavras sem sentido, tocando em seu pescoço, peito, e logo depois sua barriga, tirando de uma pequena carteira uma cruz com sangue, a menina pega um papel, e tenta a limpar, o colocando em volta do seu pescoço, com curtas lágrimas saindo de seu rosto, olhando para o chão das ruas que passavam na sua frente.*

*Ao chegar em casa, a menina fica diferente*

- NOSSA, QUE CASA GIGAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAANTE!!! 

*Ela corre em volta do local, gritando sorridente e alegre*

- ISSO É MUITO PERFEITOOOOOOOOOOOOOOOOO, NÃO ACHAM?? HAHA!! 

*ela senta na frente da porta da sua nova casa, fazendo barulhos*

- IUUUUUUUUUUU IUUUUUU UIIIIIIIIIIIIIIII UIIIIIIIIIIII!!! 

*Eva dá carinho no cabelo de sua filha, enquanto abria a porta e Ares entrava, dando gargalhadas.*

*Estrela pulava, e corria, vendo todos os lugares da sua casa, inclusive, seu quarto, grande, com cores vivas e lindas.*

*A garota bateu em sua cama, fazendo sair poeira, abriu rapidamente sua mala e tirou a roupa de cama, e colocando nela, e depois pulando com alegria.*

*Ares entrava em seu quarto, com as mãos na cintura.*

-É um lindo quarto, fico feliz que tenha gostado.

*Estrela tocou na parede colorida, olhou para o seu pai e deu risadinhas.*

- Olhe, eu toquei um arco-íris!

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado da história.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...