1. Spirit Fanfics >
  2. Os contos de Mikasa Ackerman >
  3. Uma nova amizade

História Os contos de Mikasa Ackerman - Capítulo 5


Escrita por: saori_frr

Notas do Autor


Hello! Estou de volta.

Primeiramente queria agradecer a vocês que estão favoritando a fic... Muito obrigada!.♥️

Segundamente... Queria avisar vocês que eu estou escrevendo outra fic. É uma one-shot, eremika. Se vocês quiserem eu aviso quando estiver pronta.

Boa leitura ♡︎

Capítulo 5 - Uma nova amizade


Mikasa estava sem animo algum, sua cabeça latejava. Mal dormirá noite passada... E agora estava naquele inferno. A sala estava um silêncio total, todos copiavam o texto, que estava na lousa. Menos ela, não conseguia se concentrar. Queria ir embora na estava se sentindo nem um pouco bem. Mas... Ela não queria  deixar seus amigos sozinhos... Principalmente Eren.

Notou que o professor não estava na aula, ela estava tão desligada que nem ao menos percebeu. Alguns minutos depois ele voltou a sala, sentou em cima de sua mesa, ele queria falar algo.

- Teremos um aluno novo na sala de aula, por favor sejam gentis com ele.- o professor falava enquanto limpava seus óculos com sua camiseta- Pode entrar Jean.

A morena arregalou os olhos. Era possível? Não ela devia estar enganada... Mais e se  fosse o lutador?. Ela agora  tinha certeza que era ele, sabia que o garoto tinha dado um tempo do boxe, assistiu a sua "última" luta.

Ele era muito jovem, tinha a idade da mesma. entendia o seus reais motivos. Mesmo que fosse o sonho dele e dela. Era muito conhecidencia!.

Olhou para porta viu um par de tênis da nike... Era um jordan. Foi subindo seus olhos lentamente no garoto. Quando finalmente o viu. Era o lutador, ficou muito surpresa, apesar de sentir que seria ele.

- Por favor Jean se apresente- o mais velho da sala continuou.

- Eai, como vocês escutaram meu nome é Jean. Alguns de vocês devem me conhecer...- ele deu uma pausa na fala, finalmente havia visto a garota. Sorriu de lado, ficou feliz em vê-la. Logo de cara ela notou que o olhar dele se direcionava a ela... Revirou o olhos.- Sou um lutador em ascensão que deu um tempo. E bom... É isso não tenho nada mais para compartilhar com vocês.- Jean viu uma carteira vaga atrás de Mikasa, era ali que ele sentaria. Era a unica que conhecia daquela sala. Ele não se sentia tímido ou constrangido, já estava acustumado com lugares novos e diferentes. Pra ele não fazia diferença alguma estudar em outra escola.

A acakerman sabia que ele iria sentar atrás dela, não era nem um pouco boba, se ele viesse de "conversinha" fiada... Iria apenas igunora-lo. Não estava com paciência e muito menos ânimo para responde-lo.

Quase todos sabiam quem era Jean khristen. Sasha, Eren, Connie e História eram super fans de lutas. E bom em especial Sasha era muito fã do jovem lutador que sentava-se atrás de Mikasa.

Será que mikasa o conhecia?. A garota com os cabelos preso em um rabo de cavalo pensava com sigo mesma. Era possível?


Senti um cutucar leve no meu ombro, sabia de quem era.  Virei para trás. O encarando.

- Eai morena, não sabia que você estudava aqui.

- hum, você por acaso é meu amigo pra me chamar assim, cavalo?. - ela faz uma cara de carranca com os braços cruzados.

E ele apenas riu, riu muito. Era engraçado o jeito que ela se socializava com as pessoas. A pose que ela estava fazendo, a  deixava assustadoramente bonita. - E desde quando precisa de intimidade, pra te colocar um apelido?. A propósito você acabou de colocar um apelido nada apropriado em mim.- ela revira os olhos em reposta.

- Você é bem importunante, cavalo.- ele realmente era muito burro. Arg baka.

- Ora ora, a gente mal se conhece e você já está me tratando super mal. 

- Eu não...- ela da uma pausa, sim... Ele tinha razão ela estava sendo bem " mal educada" com ele. - Droga, eu não vou te pedir desculpas, mas eu admito!.

- Não precisa pedir desculpas mikasinha.- sorriu de lado.

Cara de pau.

- Outro apelido?.- A Acakerman revirou os olhos. 

- Esse é o seu castigo por ter me tratado mal.- ele coloca seus dois braços atrás da cabeça, se esticando.

 Já ela, apenas sorri de lado. E ele nota isso. E logo depois a morena vira para frente novamente.


De vez ou outra sentia pressão em sua cabeça, a dor ja estava ficando insuportável. O barulho que os alunos faziam por conta do novo aluno, piorava mais a situação.

- O QUE??? VOCÊ QUER FICAR COM A HISTÓRIA??!- um grito ecoou no fundo da sala. 

Mikasa virou rapidamente pra ver de quem era aquala fala. Assim como todos fizeram. Olhou diretamente para Connie. Era ele que tinha acabado de gritar. A angústia a flingiu. Seu coração batia descompassadamente, ela estava nervosa... 

- Quer ir conversar com o Erwin,Connie Springer?. - o professor fala calmamente enquanto segurava o giz em uma de suas mãos. O diretor Erwin,era totalmente rígido. Alguns até o temiam.

- Sinto muito sensei- o garoto fala se sentando.

Ainda que sua amiga não estivesse aqui... Com toda a certeza, ela iria ficar totalmente corada e com a cabeça baixa. Turbilhões de pensamentos passava em sua cabeça, o que causava mais dor ainda.

- Mikasa você está bem?- assustou-se com a pessoa. Conhecia aquela voz, era Armin.

Sorriu e logo em seguida respondeu ao amigo. - sim eu estou bem, só com um pouco de dor de cabeça.- mais uma vez ela havia mentido. Se sentia horrível por mentir justo a ele. Mas não queria preocupa-lo. 

- Quer ir na enfermaria tomar algum medicamento?-  falava em um tom calmo e procupado.

- Bom...-olhou para trás, viu um Jean totalmente concentrado e seu melhor amigo tagarelando com o Springer. Levantou-se, ajeitou seu cachecol e saiu em direção a sala depois de ter avisado o professor. Estava com pressa... O motivo? Não sabia.

- Te espero aqui fora- o loiro disse sorrindo pra ela. 

A morena apenas assenti com a cabeça e abre uma porta branca com uma placa verde dizendo: "enfermaria".

Sentou-se em uma espécie de maca e começou a dizer o que sentia. Logo depois a enfermeira lhe dá um analgésico. A dor estava sumindo aos poucos, menos mal... Sua cabeça parecia que iria explodir anteriormente.

Finalmente voltaram pra sala, o remédio parecia lhe dar sono. Estava ficando lerda aos poucos. Não podia dormir justo na sala de aula. Se sentou novamente em seu lugar.

- Onde você foi?- o garoto interrompe seus pensamentos.

- A enfermaria.

- Você tá bem?... Quer dizer. O que aconteceu?.- ele pergunta com um tom mais sério e a cara fechada, se aproximau um pouco mais, se sentando corretamente.

- Eu estou melhor agora, dor de cabeça.- sorriu forçadamente.

- Ei Mikasa?!.- a voz interrompe a conversa dos dois. Mikasa conhecia bem aquela voz, se afastou um pouco vendo seu amigo lhe chamando. Jean apenas revira os olhos.

Ela se levanta novamente, vai até o rapaz. 

- O que foi?- ela questiona o amigo na expectativa de que ele perguntasse se ela estava bem...

- Você sabe o por que da História ter faltado hoje?- ele pergunta curioso esperando ansiosamente a resposta. Mais uma vez ela se depcionou com seu amigo, ele nem se quer estava interessado nela. Ficou profundamente triste, aquilo tinha a afetado muito. O choro estava vindo, a garganta doía conforme o segurava. Não iria chorar na frente do garoto, ele acharia uma bobeira.

- E- eu não faço ideia- fechou a cara e logo depois voltou a se sentar. Virou-se novamente para frente.

Jean quis ver se ela estava realmente bem,  parecia estar triste e talvez muito decepcionada. Mais achou melhor deixá-la quieta, talvez gostaria de ficar um tempo pensando sozinha. A questionaria depois. Respeitaria seu espaço.


O sinal tinha acabado de bater, saiu em direção ao refeitório junto de seus amigos, a conversa fluía normalmente entre eles, apenas ela que estava um pouco calada. 

Sentou-se para comer, a verdade é que não estava com nem um pouco de fome, mais comeria mesmo assim. Enquanto tomava seu suco de caixinha, que já estava no fim. Observava o lutador acompanhado da loira. Ela tinha uma pequena impressão de que Annie e Jean se conheciam. Claro que a garota estava com a mesma carranca de sempre, ela era totalmente indiferente sobre seus acontecimentos. Já o boxeador andava despreocupado. 

Ela então resolveu iguinorar seu recentes pensamentos, comeria e depois iria apenas olhar a paisagem lá fora na sua árvore favorita do colégio. Gostava de descansar seu corpo na grama, enquanto ouvia os passarinhos cantarolar. Fecharia seus olhos e respiraria o ar puro.

E foi exatamente o que ela fez, deixou seus amigos de lado, apenas para tirar um tempo pra si, queria repor seus pensamentos e sentimentos. Tudo estava uma completa bagunça. Fecheu seus olhos e suspirou... Por que tudo era tão difícil???.

Estranhou não estava claro como antes, algo estava tampando sua visão. Abriu os olhos lentamente, colocou a mão em frente aos olhos, mesmo alguém entrando na frente do sol, ainda assim a luz era bem forte. 

A primeira coisa que notou foi seu rosto, tinha um belo sorriso com os dentes bem brancos. As mãos no bolso da calça jeans dava seu belo charme. Sabia quem era, só pelo sorriso e a cor do cabelo.

A figura mais alta sentou-se ao lado dela. O lugar em que ela estava era silencioso, então podiam conversar sem ter dificuldades para ouvir.

- Por que você estava tão estranha na sala, depois que falou com aquele garoto- o rapaz logo a questionou, não gostava de vê-la triste, dava a impressão de que o brilho no seus olhos eram apagados. 

Mikasa abaixou a cabeça e tampou a metade do seu rosto com cachecol, era embaraçoso. Surpreendia-se como Jean a observava tão bem.

- Bom... Não é nada demais.- em reposta ele apenas arqueou a sobrancelha, algo dizia que a garota estava mentindo. Se fosse isso ela era uma ótima mentirosa. Parecia que a morena não estava confortável sobre a conversa. Então apenas mudaria de assunto, não gostava de pressionar as pessoas. 

- Qual é a do cachecol.- ela olhou de relance para ele, e novamente voltou a olhar o tecido que estava enrolado em seu pescoço.

- Um amigo me deu- não gostava de falar sobre o passado. Ela ganhou o tecido justo no dia do assassinato de seus pais estava frio no dia. O amigo tirou de seu pescoço para enrola-la no precioso tecido. - Uso-o como lembrança e assessório, quem me deu foi uma pessoa muito querida por mim- ela terminou acariciando o objeto.

- Entendo, nunca usei acessórios igual ao seu, na verdade para mim é colares.- ele aponta para seu pescoço. Ela observava o objeto, sorriu era muito bonito.

-. Seu colar é muito atraente.

- Você gostou?. Ela afirma com a cabeça e ele apenas sorri de volta. Tira o objeto de seu pescoço, a morena apenas o observava, estranhou, o que iria fazer?. - Toma- Jean estendeu o braço, com o colar em mãos. Mikasa surpreendeu-se. Daria seu colar a uma desconhecida?.

- Eu não posso aceitar- ela fala recusando o presente.

- E por que?- ele a pergunta um pouco desapontado.

- É muito lindo. Encarou o acessório novamente,  tinha um pingente com uma espécie de pedra azul, ela realmente se interessou pelo colar, estava facinada.-mas eu ainda sou uma estranha... Talvez outra hora.- continuou.

Em compensação o rapaz deu um pequeno sorriso compreendeu a situação.

- Entendo... Vou guardar isso, cedo ou mais tarde eu tenho certeza que você vai aceitar.

- Eu- 

Foi interrompida pelo sinal, significando que o intervalo tinha acabado.

Jean se levantou primeiro, estendendo seu mão novamente, para ajuda-la a se levantar. Mikasa não recusou, muito pelo contrário, aceitou sua gentileza. 

Eles estavam começando a se entender, talvez virassem amigos daqui para frente.







 





  











Notas Finais


Fim demais um capítulo... Espero muito que tenham gostado.

* O capítulo está REVISADO.

Até a próxima!.♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...