História Os Desejos Secretos De Yamato - Capítulo 70


Escrita por:

Postado
Categorias Digimon
Personagens Agumon, Angemon, Angewomon, Biyomon, Cody Hida, Daemon (Demon), Davis Motomiya, Gabumon, Gomamon, Greymon, Joe Kido, Jun Motomiya, Ken Ichijouji, Koji, Koushiro "Izzy" Izumi, Mimi Tachikawa, Myotismon (Vamdemon), Palmon, Patamon, Personagens Originais, Sora Takenouchi, Taichi "Tai" Kamiya, Takeru "T.K." Takaishi, Takuya Kanbara, Tentomon, Tommy Himi, Veemon (V-mon), Yamato "Matt" Ishida, Yolei Inoue, Zoe Orimoto
Visualizações 27
Palavras 2.999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa Leitura a Todos!

Capítulo 70 - A Luz Do Amor


Fanfic / Fanfiction Os Desejos Secretos De Yamato - Capítulo 70 - A Luz Do Amor

Mais um dia raiava no Digimundo e pós mais uma noite de descanso, Sora e Hikari continuavam a caminhada sem rumo com Tailmon e Piyomon e ela sobrevoava a procura de algum sinal dos outros mais não encontrou nada.

- Alguma coisa Piyomon? –Gritava Sora esperançosa.

- Não, não vejo ninguém mais estamos indo pelo caminho certo, se seguirmos em frente sairemos da floresta.

- Ótimo então vamos continuar seguindo esse caminho não é? – Perguntou Hikari com Tailmon no colo.

- Sim vamos, Piyomon você pode nos guiar daí de cima?

- Sim Sora me sigam. – Disse voando adiante e elas a seguiam pela terra.

- Eu sinto que em breve encontraremos todos Sora, eu não vejo a hora de revê-los e fazer o que viemos fazer aqui e irmos embora.

- Você tá com saudade do Lee não é?

- Sim, muita eu imagino como ele deve estar preocupado sem saber de nada, e ao mesmo tempo imagino que todos foram avisados então... O jeito é resolvermos o que viemos fazer aqui e ver no que vai dar.

- Pois é, eu também queria voltar pra minha casa, nem aproveitei muito desde que sai do esconderijo onde fiquei tanto tempo.

- Nossa, eu... Eu imagino o quanto foi difícil.

- Pois é, apesar de todos acharem que eu sempre os trai que estava super bem vendo todos sofrerem, eles não sabem o quanto sofri também, eu via aquele clone nojento fazendo coisas que eu jamais faria, tentando separar casais quando eu tenho brasão do amor, eu sei que ninguém é um adivinha mais me doeu tanto acharem que eu era capaz daquilo e principalmente o... – Disse parando e Hikari se virou olhando pra ela com Tailmon e ela foi direta.

- Principalmente o Taichi não é? – E ela abaixou a cabeça.

- Sabe Sora, eu tenho uma pergunta pra te fazer só não sei se você vai querer responder.

- E o que é? – Perguntou a olhando nos olhos.

- Você ama o Taichi, você é apaixonada pelo irmão? – Tailmon arregalou os olhos surpresa com a pergunta e Sora se aproximou de Hikari, abriu um sorriso e a respondeu...

- Não Hikari, eu te juro que não, Taichi pra mim é como um irmão é um bom amigo que sempre esteve comigo mais eu não tenho esse tipo de sentimento por ele, pode acreditar. – E logo Piyomon foi até elas.

- Hey o que ouve porque pararam? Eu fiquei preocupada quando não as vi.

- Desculpe Piyomon, é que a gente estava falando sobre um assunto pendente mais agora está tudo bem.

- Tem certeza?

- Sim, agora vem eu vou te levar no colo também você precisa descansar. – Disse a abraçando e então elas seguiram pela caminhada em direção a saída da floresta e Tailmon estava curiosa.

- Hikari.

- Oi.

- Você sente muita falta do garoto que você ama?

- Sim, por quê?

- Porque eu achei que você estava feliz de estar comigo.

- Hey mais eu estou, é ótimo estar com você outra vez, eu só sinto a falta dele assim como sentia de você quando estava com ele.

- Eu sei, mais eu vou sempre estar com você porque eu te amo tá?

- Ah eu também te amo. – Disse a beijando e Piyomon estava curiosa.

- Sora você tá bem?

- Sim por quê?

- Está cabisbaixo, com um olhar triste, do que você falou com a Hikari?

- Sobre... Sobre o tempo que passei escondida sem poder fazer nada contra a Sora que estava acabando com minha reputação com meus amigos.

- Ah Sora mais isso já passou e você está de volta, a verdadeira e amorosa Sora. – Disse a abraçando.

- Pois é, eu estou de volta, mais nem todos acreditam mais em mim... – Falou também a abraçando e logo elas ouviram Hikari.

- Sora, Piyomon venham aqui! – Gritou do outro lado dos arbustos e então elas seguiram até lá e viram que enfim tinham saído da floresta.

- Conseguimos Hikari, saímos da floresta.

- Pois é, agora pra onde vamos? – Disse olhando para as varias estradas a sua frente.

- Bom, tem muita estrada tá tudo confuso mais... Acho melhor seguirmos por essa a nossa frente o que você acha Hikari?

- Sinceramente eu não sei, mais pode ser uma boa idéia seguirmos reto, vamos por essa mesmo.

- Ok, então vamos. – As duas seguiram em direção a estrada a sua frente e ao darem o segundo paço o chão se rachou rapidamente e antes que elas pudessem pelo menos pensar despencaram em uma enorme cratera juntas as Digimons mais antes de se chocarem contra o chão elas pararam no ar.

- O que é isso? – Perguntou Tailmon sem entender.

- Não sei, o que é que esta nos segurando? – Falou Sora assustada e logo elas ouviram um sorrisinho diabólico e uma voz que elas conheciam.

- Como foi fácil, vocês caíram como patinhos literalmente. – Falava a voz doce vindo de toda parte e Piyomon viu que a coisa estava feia.

- Pinochimon?

- O próprio, sentiram minha falta? – Disse aparecendo as controlando com as cordas de marionetes.

- Você não vai nos deixar presas, Furacão Espiral! – Gritou Piyomon  lançando um espiral verde nas cordas de Pinochimon soltando Sora, Mimi e Tailmon que logo a ajudou.

- Garra Relâmpago! – Saltou em Piyomon tirando as cordas dela e as duas estavam livres para enfrentá-lo.

- Há, há, há vocês são muito patéticas, não são nada para mim!

- Isso é o que nós veremos! Pronta Tailmon?

- Sim! – Tailmon se aproximou de Hikari mais antes de conseguir evoluir Pinochimon a acertou.

- Marreta voadora! – Tailmon foi arremessada longe com a marretada.

- Tailmon! – Gritou Hikari correndo até ela.

- Afaste-se dela. – Falou lançando as cordas em Hikari a puxando pra perto de si. – Você não vai fazê-la evoluir e você também não tente. – Disse apontando a marreta pra Sora. – Ou a luz será a primeira a ser destruída! – Sora e Piyomon ficaram sem saída, Tailmon estava desacordada e Hikari nos braços de Pinochimon, literalmente.

- Então Digiescolhidas, prontas para o fim de vocês? Porque ele acaba de chegar. – Pinochimon se glorificava e Tailmon acordava aos poucos e viu a cena.

- Não... Hikari! – Falou tentando se levantar então Pinochimon agarrou Hikari pelos cabelos e começou a levantá-la e se preparou. – Adeus garota da luz! – Disse sorrindo então levantou a marreta a levando com toda força na direção da cabeça de Hikari que apenas fechou os olhos.

- Nããããããããããããão! – Gritou Tailmon estendendo a pata então o Digivice de Hikari vibrou liberando a luz da evolução que cercou Tailmon.

- Tailmon super digivolve para... – O símbolo do brasão da luz desceu sobre seu corpo dando sua nova forma ainda em dados recebendo os raios do poder e logo os anéis da evolução passaram por seu corpo revelando sua nova forma e ela estava pronta.

- Angewomon!  Flecha Celestial. - Angewomon disparou uma flecha sagrada feita de trovão cujo poderoso raio também é conhecido como "Punição do Céu" e assim atingiu em cheio a marreta de Pinochimon a derrubando e então Hikari correu até Sora.

- Vem Hikari! – Disse a abraçando. – Piyomon tá pronta?

- Sim! – O brasão de Sora também vibrou liberando a luz do amor que cobriu Piyomon por completo.

- Piyomon digivolve para... – Os dados de ovo a cercaram a prendendo dentro se transformando em um circulo de luz onde recebeu os raios do poder até que se rachou liberando a nova Digimon ainda em forma de dados que recebeu o anel do poder sobre si revelando sua nova fase.

- Birdramon! Asa Meteoro! - Ela começou a bater as asas até que pequenos meteoros apareceram e atingiram Pinochimon em cheio.

- Ela conseguiu? – Se perguntou Sora confiante sem ver nada em meio o fumaceira mais ela teve sua resposta.

- Patéticas acham mesmo que vão me destruir com isso? Sintam o que é poder, cruz voadora! – Ele lançou uma shuriken que sempre carrega nas costas e conseguiu atingir Angewomon e Birdramon em cheio e logo a cruz voltou para sua mão e ela encaixou de volta nas costas sorrindo.

– Viram o que é poder?

- Não pode ser Sora, ele acertou as duas!

- E agora é a vez de vocês! Marreta de marionete! – Ele disparou vários tiros na direção de Hikari e Sora mais suas Digimons foram rápidas.

- Charme do Céu! – Angewomon destruiu as balas da marreta com uma cruz mortal de luz sagrada que é cheia de beleza e afeto.

- Venham comigo! – Disse Birdramon pegando as duas as levando pra fora daquele buraco mais Pinochimon logo a seguiu e Angewomon também foi.

- Sua enxerida quem mandou sair de lá?

- Você não vai feri-las Pinochimon! Tempestade de Fogo. – Ela lançou fogo com as próprias asas mais outra vez não fez nada com ele que ficou furioso e foi pra cima dela dando vários socos em seu rosto sem que ela tivesse chance de se defender.

- Angewomon ajude-a, por favor. – Pedia Hikari angustiada e ela voou até lá e o agarrou por trás.

- Já chega Pinochimon! – Enquanto ela o segurava Birdramon despencou dos céus fraca e completamente machucada e aquilo fez o amor de Sora dá poder pra ela.

- Birdramon não! – Gritou com as mãos no peito e seu Digivice tornou a brilhar e ela tornou a ganhar força...

- Birdramon super digivolve para... – O símbolo do amor desceu sobre ela dando sua nova forma em dados que era cercada por raios de poder, e o anel sagrado passou sobre seu corpo revelando sua nova forma e poder que em meio piruetas no ar e chamas libertas de si anunciou sua nova fase.

- Garudamon!

- Maldita me solte! Nariz de furadeira. – Pinochimon acertou a mão de Angewomon que o soltou na hora com a enorme dor mais Garudamon foi rápida.

- Lamina alada. – Ela liberou uma lâmina de vácuo a super velocidade, cortando tudo a sua frente e ela conseguiu atingir Pinochimon em cheio nas costas destruindo sua cruz e ele não gostou.

- Desgraçada isso doeu! – Disse se virando furioso.

– Agora você vai ver! Gigante de madeira. – Ele criou um megazord com o formato de uma casa que surgiu do nada do meio da floresta se aproximando da batalha e Garudamon se preocupou.

- Hikari, Sora venham pra cá! – E elas correram até o outro lado ficando por trás dela e Pinochimon tentou fugir.

- Você não vai a lugar nenhum! – Disse Angewomon atravessando em sua frente.

- Sua idiota você não consegue me segurar!

- Isso é o que veremos! – Disse parada em sua frente e ele logo preparou sua marreta.

- Marreta de marionetes!

- Flecha celestial! – Os dois poderes se chocaram no ar causando uma enorme explosão e Garudamon enfrentava a casa.

- Garra de Águia. - Golpeou o megazord com as garras nos pés o fazendo tombar, mais logo ele voltou com todo acertando um murro em cheio a arremessando em meio as arvores da floresta e seguiu atrás dela.

- Hikari Garudamon precisa de mim!

- Vai lá eu fico com a Angewomon. - Sora saiu correndo seguindo a destruição pela floresta e Hikari observava a sua Digimon lutando.

- Você já está me cansando sua anja ridícula.

- Acho melhor você desistir Pinochimon.

- Jamais eu vou é te matar! – Disse indo pra cima dela a agarrando pelos cabelos e foi na direção do chão em alta velocidade a arrastando junto e logo a soltou causando um enorme impacto no chão e Angewomon ficou dentro de um enorme buraco completamente machucada e Hikari correu até ela.

- Angewomon não, acorda apor favor angewomooooooooon!- Gritou derramando uma lagrima sobre o rosto de Angewomon e a luz tornou a brilhar em seu Digivice dando mais força e poder como nunca, o chão sumiu sobre os pés de Angewomon se transformando em luz.

- Angewomon mega digivolve para... – A luz sobre seus pés se transformou em anéis que passaram por seu corpo dando sua nova forma ainda em dados coberta por raios, o anel do poder passou por seu corpo liberando sua nova forma que em meio uma pirueta no ar em uma chuva de luz anunciou sua nova forma.

- Ophanimon! - Ophanimon é um anjo Digimon. Como um dos "Digimons Celestes", é um ser sagrado que transmite o lado amoroso e misericordioso de Deus. É a forma final de Tailmon como Angel Digimon feminino.

- Angewomon mega evoluiu! – Disse Hikari animada a observando no céu e Pinochimon ficou surpreso.

- Não pode ser, como evoluiu porque evoluiu?

- Porque o poder da luz nunca perderá para o das trevas e agora chegou à hora de seu julgamento final Pinochimon.

- Não, você não vai me vencer! – Disse segurando sua marreta, e Sora após tanto correr enfim chegou até Garudamon que já estava de pé lutando contra o megazord.

- Garra da Fênix. – Ela avançou na casa cortando um dos seus braços com as garras nas mãos.

- Muito bem Garudamon destrua ele! – Gritava Sora torcendo e ao olhar pra ela Garudamon foi fortemente atingida por tiros que saíam das janelas da casa e ela logo tombou.

- Garudamon  não!

- Sora se proteja você não pode ficar aqui! – disse se levantando e tornou a atacar.

 - Garra Carmesim. – Ela cobriu o punho em chamas e jogou na casa que com o braço ainda no corpo pegou o outro no chão usando como taco devolvendo o poder de Garudamon nela que se desviou rapidamente então ela tornou a atacar.

- Furacão de Fogo! – Ela criou um enorme tornado de fogo jogando na casa que foi coberta pelas chamas mais nada aconteceu então ela voou até lá e começou a atacá-la com vários chutes, a casa era arrastada pra trás com cada soco que levava mais nada acontecia, então ela abriu a porta e com um canhão atirou contra o peito de Garudamon a fazendo dar um enorme grito com a dor e cair causando uma grande destruição na floresta, e ela estava gravemente ferida e Sora correu até ela chorando desesperada e Ophanimon continuava com Pinochimon.

- Marreta de marionetes!

- Dardo do Éden! - Ela Irradiou um feixe de luz purificadora de seu dardo acertando a marreta de Pinochimon a purificando a transformando em luz e depois pó o deixando assustado.

- Como... Como se atreve?

- Eu avisei que seria seu fim. – Disse se aproximando, e Sora tentava acordar Garudamon.

- Garudamon acorda, por favor, acorda abre os olhos, não morre, por favor! – Ela fazia de tudo e nada acontecia então a casa se aproximou de lá cada paço tremia o chão e Sora estava sem saída, ela não saiu do lado de Garudamon então a casa estendeu seu único braço e a pegou.

- Não! Me larga me deixa em paz. – Gritava tentando se soltar. – Garudamon, Garudamon acorda, por favor, corda... – Gritou com todo coração e seu Digivice vibrou ficando vermelho e a luz foi até Garudamon a cobrindo por completo e logo ela estava de pé e forte outra vez.

- Garudamon mega digivolve para... – Um raio desceu sobre sua cabeça e a luz se transformou em anéis que cobriram seu corpo liberando sua nova forma ainda em dados, e logo ela estendeu suas novas e gigantescas asas que foram cobertas pelo anel do poder e em meio uma explosão de fogo se revelou a ultima fase da Digimon do amor.

-Hououmon! - É um Animal Digimon cujo nome e design são derivados do mitológico Hō-ō. É um santo Digimon que possui quatro asas que brilham ouro.

 - Hououmon, ela... Ela evoluiu.

- Sim Sora graças ao seu amor e agora vou colocar fim nisso tudo! Explosão de Luz de Estrela. - Solenemente bate as quatro asas, fazendo com que chova grãos dourados que dizem purificar toda a maldade daqueles que sofrem esta técnica e a casa foi atingida pelos grãos dourados e logo ficou parada sem fazer mais nada e Ophanimon continuou com Pinochimon.

- Você é uma maldita não pode me destruir eu sou criação do mal, das trevas e você não pode me vencer!

- Eu já te venci! Cristal de Sefirot. - Ophanimon manifestou dez cristais entre as mãos, em uma formação Sefirot, e os disparou atingindo todo o corpo de Pinochimon.

- Nããããããããããão!!! – Gritava sentindo a dor da morte e logo ele começou a se desfazer se tornando em dados e Hououmon também deu seu ataque final na casa.

- Chama carmesim! – Ela liberou varias chamas de todo seu corpo atingindo a casa por completa, logo ela pegou Sora e saiu daquele local e a casa explodiu se transformando em pó assim como Pinochimon e logo Ophanimon voltou à fase de treinamento caindo nos braços de Hikari assim como Hououmon que ao pousar com Sora voltou a sua fase bebê e elas se animaram.

- Sora conseguimos! – Disse se aproximando e as duas se abraçaram felizes comemorando pelas evoluções de suas Digimons e no castelo Meiko estava pronta.

- Idiotas, fracos, foram todos destruídos, mais tudo bem eles agora estão em mim, deram suas vidas e poderes por mim e agora é minha vez de enfrentar os escolhidos, agora eles serão destruídos de vez. – Disse passando a mão a sua frente abrindo um portal e então apareceu em outra parte do Digimundo e estendendo a mão pro céu lançou uma bola de fogo que era visível a toda parte e era possível ouvir o som das labaredas de qualquer parte do Digimundo e logo Koushiro e Davis ouviram o barulho subindo ao céu e viram à chama, Ken e Joe também viram.

- Olha aquilo! – Disse Tokomon mostrando a Taichi e Takeru, Mimi e Yamato também viram a chama no céu assim como Sora e Hikari e Meiko aguardava todos.

- Muito bem, agora sim nos encontraremos, venham a mim Digiescolhidos e eu os matarei!

 

O Amor é Uma Luz Que Não Deixa Escurecer a Vida.


Notas Finais


Obrigado por Lerem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...