História Os Dez Desejos - Imagine Kim Taehyung (BTS) (ShortFic) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Kim Taehyung, Taehyung, Taetae, Você
Visualizações 1.371
Palavras 1.126
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Estou akii com o penúltimo cap dessa ShortFic 😭❤ ain ksk

Ela faz os dois últimos desejos nesse cap, peleza? Peleza.

Dps, vou tentar fazer um final legal ksks

Boa leitura amores.

Capítulo 10 - Nono e décimo desejo - Punição.


Fanfic / Fanfiction Os Dez Desejos - Imagine Kim Taehyung (BTS) (ShortFic) - Capítulo 10 - Nono e décimo desejo - Punição.

Os Dez Desejos - Imagine Kim Taehyung 

~ Punição ~

Franzo cenho e olho para Taehyung e depois para o tal Namjoon.

— Lucifer? Que merda! — Exclamei meio confusa.

— Namjoon, ela não gastou todos os desejos ainda. Ela ainda tem mais dois, já que esse não contou. — Taehyung explicou, gesticulando com as mãos.

— Não vim falar dela, vim falar de você Taehyung. — Ele olhou para Taehyung friamente e o mesmo engoliu a seco. — Você sabe a regra, não pode ter sentimentos por meros mortais!

— Desculpe, não pude evitar... — Murmurou.

— Sem desculpas, e ainda fez relações com ela? Com mil demônios! — As luzes do quarto se quebraram e eu agarrei o braço de Taehyung firmemente.

Namjoon caminhou até Taehyung e o pegou pelo colarinho.

— Quando acabar os desejos dela, pegará a alma da mesma e me dará. E você, irá ser condenado ao purgatório pela eternidade! — Esbravejou o maior.

Aperto as mãos de Taehyung e olho pro mesmo. Ele me olha também e faz uma expressão triste.

— Sim… Senhor. — Taehyung apenas assentiu, desviando seu olhar de mim para Namjoon, depois, para o chão.

— Pois bem. — Ele simplesmente desaparece, deixando um clima pesado no lugar.

Abraço Taehyung e ele me aperta em meio ao abraço.

— Vou arranjar um jeito de você não precisar dar sua alma ok. — Sussurrou.

— Mas e você? Você vai ficar preso pela eternidade! — Aperto Taehyung e ele suspira.

— Eu esqueci das regras de lá. Nenhum demônio poderá se apaixonar por um humano, ou terá suas consequências.

Sinto meus olhos marejar, e minha garganta fechar. Droga, por quê isso agora? Quando acho alguém que realmente gosta de mim, vem algo para tirar de mim.

Ponho a cabeça no ombro de Taehyung e o mesmo pega minha mão, fazendo carinho no mesmo.

[…]

Nós estávamos andando por um lado, com o olhar meio triste.

— E se eu nunca fazer esses pedidos? — Olho para Taehyung. — Você não iria pra lá e eu não iria dar minha alma.

— Não pode, você tem um prazo de um mês para fazer o pedido, ce não levamos sua alma do mesmo jeito. — Explicou me olhando.

— Mas que merda. — Apertei os lábios e me sentei perto de um tronco. — Eu tenho uma idéia, e se eu desejar que não levem minha alma?

— Não dá, eles vão pegar sua alma do mesmo jeito. — Fez uma cara "fodeu cara"

— Ah, por quê? Isso é tão chato…. — Olho para frente e de repente tenho uma idéia.

Me levanto e começo a correr, puxando Taehyung pelo braço, o mesmo corria ao meu lado, tropeçando as vezes e resmungando alguns palavrões. Ele sempre fala "onde está me levando?" Mas eu não ligava, apenas o puxava para um lugar.

Quando nós chegamos em uma lanchonete, ela estava lotada, cheia de pessoas em uma fila enorme.

Olho para Taehyung e o mesmo franze o cenho sem entender porra nenhuma.

— Eu desejo que a vila dessa lanchonete saia, para eu poder comprar um sanduíche.

— Mas… Seu desejo é uma ordem. — Estalou os dedos e todas as pessoas sumiram, fui até a garota que recebia os pedidos.

S/n off…. Taehyung on.…

Ela me puxou do nada, para dentro de uma lanchonete. Fico um pouco intrigado com o quê ela está tramando, ela deu tantas sugestões do quê fazer, mas nada iria dar certo.

Do nada ela faz um desejo, para que todos saiam dá enorme fila que estava quase na porta da lanchonete.

Ela quer, que eu vá embora logo?

Mordo os lábios e faço o desejo ela, fito a mesma conversando com a garota e pedindo seu hambúrguer. Por quê ela fez esse pedido tão desnecessário? Será que ela não me quer mais? Se for isso por quê ela não só deseja para que eu fosse embora de uma vez, como fez antes.

Dou um suspiro e ponho as mãos nos bolsos da minha calça. Vejo a mesma com um hambúrguer em sua mão e ela se senta. Me sento em frente à ela e a vejo devorar aquele hambúrguer sem a menor preocupação.

— S/n… — Chamo-a um pouco baixo. A mesma me olha e balança a cabeça, para que eu continuasse à falar. — Por quê está fazendo isso?

— Isso o quê? — Perguntou franzino o cenho.

— Isso.… Ah, esquece. — Olho para baixo.

Olho pro lado e vejo Min Yoongi entrar na lanchonete. O mesmo olha para S/n e vai até ela.

O quê ele pensa que está fazendo?

— S/n… Você por aqui! — Ele deu um beijo na bochecha dela.

Como ele não consegue me ver nem me ouvir, eu resmungo baixo ao vê-lo tão perto assim da minha S/n!

Vejo a mesma sorrir para ele e o cumprimentar. Agora que ele está dando atenção à ela, ela fica assim, toda feliz e esquece desse demônio desprezível em frente à ela.

— Oi Yoongi. — S/n respondeu sorrindo.

Yoongi pediu licença e se sentou ao lado da mesma. Ambos conversam sorridentes, ela as vezes me olhava e depois olhava para Yoongi.

Deveria saber, ela estava mentindo, ela não me ama…. Porquê está fazendo isso comigo? Será que é por todas as vezes que eu estraguei o desejo dela?

Me levanto e começo a andar para fora da lanchonete. Me encosto na parede de fora da mesma e ponho as mãos em meu rosto, tentando conter o choro que estava começando a se acumular em mim. Sinto pequenas mãos encostar em meu rosto e abro, vendo S/n. Tiro suas mãos de meu rosto e a olho.

— Por quê está fazendo isso comigo? Você disse que me ama! — Falo com a voz trêmula.

— Mas eu te amo, Tae... por quê está assim?

— Você está toda feliz com aquele cara, e está gastando seus desejos inutilmente. Se quer mesmo que eu desapareça, por quê não diz logo?

— Eu não quero que você desapareça… Eu estava falando com Yoongi, ele me chamou para sair, mas eu recusei. Sabe por quê? Porquê eu amo você Tae. — Ela me dá um beijo.

— Então... por quê está gastando seus desejos assim? — Olhei para ela, secando minhas lágrimas.

— Bem… eu quero fazer meu último desejo! — Ela falou decidida.

— Ae? … diga. — Falo triste.

— Eu desejo que você vire um mortal, um humano como outro qualquer e viva aqui comigo e não irá mas receber sua punição.

Olho para ela, e um sorriso surgi em meus lábios. Abraço a mesma e a beijo intensamente. Depois nos separo, sussurrando em seu ouvido:

— Seu desejo é uma ordem… — Estalo os dedos. 

Continua...


Notas Finais


Vejo vcs no último cap :3 ksks
Dscp qualquer erro!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...