1. Spirit Fanfics >
  2. Os Dois Lados da Moeda - Taeyoonseok >
  3. É só um trabalho.

História Os Dois Lados da Moeda - Taeyoonseok - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oioi, como estão?? Espero que estejam bem :3

Desculpem se o capítulo estiver mais ou menos...

Boa leitura (^w^)



(Revisado)

Capítulo 2 - É só um trabalho.


Fanfic / Fanfiction Os Dois Lados da Moeda - Taeyoonseok - Capítulo 2 - É só um trabalho.

É só um trabalho. 

— Por favor, me deixe entrar. – pedia Taehyung ao porteiro da universidade.

— Está dez minutos atrasado, senhor Kim. Só será permitido tua entrava após o intervalo. – disse o homem sério.

Taehyung bufou e se sentou no chão, encostado na parede ao lado do portão principal. Só por ter passado em uma lojinha de doces antes de chegar na universidade, se atrasou e isso impediu sua entrada. Logo hoje em que teria aula junto aos estudantes de medicina, junto ao seu melhor amigo.

Um carro prata chique estacionou em frente ao portão, fazendo Tae e o porteiro direcionarem seus olhares até o mesmo. Um garoto de cabelos esverdeados saiu de dentro do carro, ele vestia uma camiseta branca com buraquinhos, que deixava a pele de seu peito pouco a mostra. Usava uma calça de couro preta e um casaco comprido também preto. Em seus pés, um tênis cano alto preto de uma marca que Tae nunca havia visto em toda a sua vida, tentou olhar em seus olhos, mas o garoto usava óculos escuros e uma mochila era carregada por si.

Tae já havia o visto ali, só não sabia teu nome. Não tinha como não saber quem ele era, sempre chegando com carros chiques e roupas de marcas caras, parecia ser do tipo arrogante. Após o esverdeado sair do carro, o motorista saiu disparado.

— Senhor Min! – exclamou o porteiro, abrindo o portão para o mesmo entrar.

Taehyung arregalou os olhos.

“Só por ele ser rico, o porteiro abriu?” – Tae se perguntava enquanto soltava um sorrisinho debochado para o nada.

— Ei, garoto. – Tae se virou ao ouvir a voz grossa do garoto rico se direcionar para si – Não vai entrar?

— Não posso.

— Por quê? – perguntou tirando os óculos escuros, dando a Tae a visão de seus olhos castanhos.

— Cheguei atrasado. – deu de ombros, fazendo o garoto levantar as sobrancelhas.

— Venha. – chamou e Tae o olhou receoso, enquanto se levantava – Deixe-o entrar mesmo que esteja atrasado. – disse ao porteiro – Não só hoje como em todos os outros dias. – mandou e o homem concordou, confuso mas não questionou – Vamos. – falou para Tae e o segurou pela mão, o puxando para dentro da universidade.

— Ah, obrigado. – falou, ao caminhar ao lado do outro até chegarem em frente a um dos prédios da universidade.

— Não agradeça. – antes que pudesse sair, Tae o chamou.

— Qual é o seu nome?

— Min Yoongi, prazer em conhecê-lo, Kim Taehyung. – sorriu fofo e entrou no prédio em que pararam na frente anteriormente.

Tae estava confuso, como aquele garoto sabia seu nome? Resolveu deixar lado essa questão e correu para dentro do prédio também, em direção a sua sala. Aquele era o prédio de medicina, todas as disciplinas que envolviam a medicina estavam naquele lugar.

O moreno chegou em sua sala, vendo todos os alunos fora dos lugares e a professora apoiada em sua mesa, mexendo em seu celular. Entrou na sala e foi para o seu lugar, atraindo a atenção de Jimin, seu melhor amigo.

— Oi Tae. Está atrasado de novo. – Jimin riu alto, mas não chamou a atenção de ninguém, afinal todos estavam falando alto.

— Oi Ji. – chamou Jimin por seu apelido e sorriu.

— Como conseguiu entrar? O senhor Albert não é nada legal para ter te deixado entrar sem mais e sem menos. Já sei, vai ter que ficar até tarde para limpar a sala?

—Não, tive ajuda de Min Yoongi para conseguir entrar. – disse e ao mesmo tempo, Jimin arregalou os olhos.

— Min Yoongi?! – falou alto, fazendo algumas garotas olharem para si.

Yoongi era venerado por muitas garotas naquela universidade. Mas havia um boato de que ele era gay, o que fazia muitas meninas chorarem por si ou acharem aquilo uma besteira.

— Sim, ele mesmo. Ele disse para o porteiro não me barrar mais quando eu estiver atrasado.

— Ai meu Deus! Meu casal! – exclamou animado e Tae levantou uma sobrancelha.

— Casal? Não somos um casal. – negou – Você sabe como ele sabe meu nome?

— Ele sabia seu nome sem você se apresentar? – Jimin perguntou e o outro assentiu, viu o sorriso do amigo abrir ainda mais – Amigo, ele está tão na sua. – ambos começaram a rir.

— Bom dia, alunos. – ouviram uma voz grossa na porta da sala e todos voltaram para seus lugares rapidamente, a professora quase deixou seu celular cair quando o homem chegou a sala.

A mulher arrumou sua blusa social depois de guardar o celular no bolso da calça. Era o professor do curso de medicina. O mesmo entrou na sala junto a todos os seus alunos, que ficaram atrás de si.

— Olá, como já sabem a partir de hoje, todas as segundas, quartas e sextas os alunos de medicina e os alunos de medicina veterinária terão aulas juntos. – comentou o professor, indo para o lado da professora – Faremos duplas conforme os números em que vocês são na pasta, serão duplas de cursos separados, para termos mais interação. Bom, vamos começar.

E assim os professores começaram a falar os números de ambos os cursos, e os alunos se juntavam ao seu “par de número” em mesas de duplas.

— Número vinte e seis, Park Jimin. – falou a professora, e o mesmo levantou a mão.

— Vinte seis, Jeon Jungkook. – disse o professor.

Tae olhou para o rosto de Jungkook e o mesmo estava corado, todos sabiam que Jeon Jungkook, o melhor aluno de medicina gostaria de namorar com Park Jimin. Jimin sorriu para o garoto, que agora parecia um pimentão, arrumando seus óculos.

Os dois selecionados foram até uma das carteiras de dupla e se sentaram juntos. Tae era o único que sabia o quanto Jimin gostava de Jungkook e que queria tirar sua inocência, estava cansado de ouvir Jimin falar o quanto que queria dar para o moreno.

Logo, o número de Taehyung foi ouvido.

— Número trinta, Kim Taehyung. – chamou a mulher.

— Trinta, Min Yoongi. – disse o homem.

Tae arregalou os olhos, só poderia ser brincadeira, não?

Não, não era. O esverdeado veio andando até sua direção e se sentou no mesmo lugar em que Jimin estava pouco tempo atrás, o mesmo sorriu para si. Tae retribuiu o sorriso, envergonhado, vendo Jimin fazer um “joinha” com o polegar para si.

As meninas observavam os dois juntos, umas dando gritinhos de felicidade e algumas os encarando com cara fechada. Todas queriam estar ali, no lugar de Kim, menos Roseanne, que estava encarando sua namorada em pé junto aos outros estudantes de medicina.

— Ei, posso te perguntar algo? – perguntou Tae, atraindo mais ainda a atenção do outro para si. O garoto concordou com a cabeça e Tae prosseguiu – Como você sabia meu nome?

— Eu te observo a muito tempo. – falou dando de ombros, observando sua melhor amiga se sentar junto a sua namorada.

— Me observa? Você é um stalker? – Yoongi arregalou os olhos e começou a rir.

— Stalker? – limpou uma lágrima de seus olhos – Estou mais para um idiota apaixonado. – soltou vendo Taehyung corar.

— O-o que? – se perguntou baixinho. Sentiu um carinho em seus cabelos e percebeu que Yoongi o acariciava ali.

— Não precisa ficar constrangido, Honi*. – Tae corou ainda mais com o apelido carinhoso.

Logo, todos os alunos acharam suas duplas e a aula começou, Tae teve que aguentar a aula inteira a mão de Yoongi em sua coxa. Não era um ato malicioso, mas sim carinhoso, o polegar fazendo um carinho gostoso naquele local. Depois da aula, tiveram mais duas com as mesmas duplas e logo após, o intervalo.

— Quer ficar comigo no intervalo, Honi? – convidou Yoongi.

— Eu não sei, o Jimin pode ficar com a gente? – perguntou, nervoso em ficar sozinho junto ao outro.

Yoongi assentiu e observaram Jimin e Jungkook vindo juntos até eles. Jeon parecia muito nervoso e estava muito corado pela aproximação do mais baixo.

— Jungkookie vai ficar com a gente no intervalo. – avisou Jimin.

— Yoongi também. – avisou Tae, sorrindo para o esverdeado.

Os quatro foram juntos até o refeitório. Se sentaram em uma grande mesa redonda.

— V-vou buscar algo para comermos. – disse Jeon com vergonha, Yoongi se levantou e foi junto ao moreno.

— O Jungkookie é muito fofo, Tae! – exclamou Jimin ao ver os dois saindo – Ele também é muito inteligente, bonito, esperto, gostoso, fofo... – antes que pudesse continuar, Tae o interrompeu.

— E você quer tirar a inocência dele, já sei. – comentou e o loiro assentiu.

— Eu vi a mão bonita de Yoongi em sua coxa a aula inteira. – afirmou animado

— Eu sei, mas não foi algo com segundas intenções, ele estava me fazendo carinho. Acredita que ele disse que era um bobo apaixonado por mim e me chamou de Honi?

— Meu Deus, vocês são o casal do ano! Claro que depois de mim e do Kookie.

Tae contou para Jimin sobre Hoseok e o quanto o garoto ruivo era bonito.

— Está apaixonado pelos dois?

— Eu não gosto de nenhum dos dois, Jimin. – afirmou e antes que Jimin retrucasse, o esverdeado e o moreno voltaram, trazendo duas bandejas cada – Obrigado. – agradeceu quando Yoongi colocou uma das bandejas em sua frente.

Jungkook fez o mesmo com Jimin, e ganhou um carinho nos cabelos morenos pela parte do mais baixo. Após o intervalo, todos voltaram para suas salas de aula, onde os professores passaram um trabalho para eles fazerem com suas respectivas duplas.

— Podem usar a biblioteca, a sala de informática ou podem fazer em suas casas. Apenas peço que tragam os trabalhos semana que vem. Estão dispensados. – concluiu a professora, deixando os alunos suspirarem livres.

— Honi, quer ir lá em casa para fazer o trabalho? – perguntou Yoongi.

— Pode ser. Só preciso que me passe o endereço, por favor. – pediu, entregando seu celular para Yoongi que ficou confuso – Teu número. – explicou e o outro pegou, anotou seu número e devolveu o celular – Te mando um “oi” e você me manda seu endereço. – ambos assentiram um para o outro.

— Preciso ir, meu pai está me esperando lá fora. Até mais tarde. – Yoongi disse e saiu depois de deixar um beijo estalado na bochecha do moreno, que ficou corado.

— Eu vi isso! – exclamou Jimin, pulando em cima do amigo com Jeon ao seu lado – Hoje tem! – gritou alto.

— Hoje tem o que, hyung? – perguntou Jungkook baixinho.

Sim, Jungkook era mais novo que Jimin. Enquanto Jimin tinha seus dezenove anos – por ter repetido alguns anos no passado –, e Jungkook tinha dezessete, igual a Tae.

— Não tem nada, bebê. – disse Jimin para Jeon, que ajeitou os óculos caindo – Tae, depois eu quero que me fale tudo o que aconteceu, ok? Vamos, Kookie. – Jungkook assentiu e antes que saíssem, Tae perguntou:

— Onde vão?

— Temos um trabalho para fazer, Tae. – disse Jimin – Vamos para a casa do Kookie. – concluiu e Taehyung assentiu, se despedindo dos dois.

Tae saiu da universidade e caminhou até seu condomínio, ansioso para ver Hoseok. Claro que não estava com medo do outro roubar suas coisas e fugir, mas se ele tivesse o feito, não o julgaria. Chegou em seu lar depois de cumprimentar o porteiro idoso, e entrou em casa, vendo ela arrumada e um cheirinho gostoso vinha da cozinha. Ficou confuso por sua avó ter voltado mais cedo que o normal.

— Oi vovó! Cheguei! – falou Tae, indo em direção a cozinha, mas e surpreendeu quando viu Hoseok e não sua avó.

— Oi Tae, estou fazendo o almoço, tem algum problema? – perguntou, com um avental em seu corpo e uma colher de madeira em sua mão.

— Tudo bem. Precisa de ajuda?

— Não, obrigado.

Tae assentiu e foi para seu quarto, tirou as roupas em que foi para a escola e trocou para um pijama, seus planos eram dormir um pouco antes ir para a casa de Yoongi e depois ir trabalhar. Voltou para a pequena cozinha e foi em direção a lavanderia que era ali do lado, colocou as roupas que estavam no cesto de roupas sujas dentro da máquina de lavar e colocou os produtos necessários, para assim ligá-la.

— Tae, eu estava pensando e... Gostaria de entrar em uma faculdade. – comentou Hoseok depois de experimentar o molho de tomate que estava em sua mão.

— Faculdade de que?

— Enfermagem. Vi na TV que na sua universidade está abrindo vagas em enfermagem para trinta pessoas, e eu queria entrar.

— Isso seria incrível, Hobi. Estaremos no mesmo prédio, você pode conhecer o Jimin. – disse animado.

— Quem é Jimin?

— Meu melhor amigo. – explicou. Pegou seu celular e mandou uma mensagem para Yoongi, que logo foi respondida com seu endereço e um coraçãozinho preto no final – Hobi, hoje eu vou na casa de um... Um amigo, para fazer um trabalho, pode ficar aqui?

— Posso ir com você? Assim posso conhecer ele antes de eu começar a faculdade, vai ser legal conhecer mais pessoas.

— Acho que tudo bem, ele é legal. – assentiu.

Ouviram a porta da frente ser aberta e Dongsun junto a mãe entraram em casa, logo Hoseok terminou o macarrão ao molho de tomate e todos almoçaram, soltando elogios para Hobi pelo delicioso macarrão. Tae realmente se surpreendeu, não sabia que Hoseok cozinhava.

Depois do almoço, Tae lavou a louça e foi para seu quarto, afim de dormir um pouco. Hoseok estava deitado na cama de cima enquanto lia algum livro que pegou de Taehyung, o moreno se deitou em sua cama e em menos de minutos, apagou.

Hoseok desceu da beliche e se sentou no banquinho que tinha do lado da cama de Taehyung e o observou dormir. Ele era tão lindo dormindo. Suas sobrancelhas estavam levemente franzidas, um biquinho se encontrava em seus lábios grossos, suas bochechas gordinhas estavam mais cheinhas do que o normal, seu cabelo comprido caí sob o rosto angelical, Taehyung realmente era lindo. Jung levou sua mão até os cabelos levemente bagunçados e fez um carinho gostoso ali.

Uma hora depois, Tae finalmente havia acordado, abriu os olhos e bocejou, tomou um susto ao ver Hoseok dormindo com a cabeça apoiada na madeira que segurava a cama, sua boca estava levemente aberta e ele ressonava baixinho, era lindo dormindo. Se levantou, e começou a se vestir. Colocou uma blusa fina de manga comprida que era metade preta e metade cinza, colocou um shorts e um tênis preto, olhou em seu relógio e já eram duas horas da tarde, resolveu acordar Hoseok.

Tae cutucou o corpo do ruivo até o mesmo acordar e assim que o fez, colocou uma roupa que Tae havia separado para si. Era uma camiseta branca simples e uma calça moletom preta, junto a tênis brancos. Ambos saírem de casa depois de avisar Dongsun que iriam sair. Começaram a caminhar em direção ao endereço dado, e quando chegaram, viram que a residência ficava em um bairro chique, apenas tinham mansões e condomínios caros naquele lugar.

— Você já veio aqui? – perguntou Hoseok.

— Não, e você? – devolveu a pergunta e o outro negou.

— Seu amigo é bem rico, não é?

— Para falar a verdade, conheci ele hoje.

— E já veio para a casa dele? – perguntou indignado.

— É só um trabalho. – respondeu parando na frente do endereço.

A casa era grande, branca e muito linda. (Notas finais). Tocaram a campainha e Yoongi apareceu na porta, desceu as escadas e abriu o portãozinho de vidro meio azulado e sorriu. Ele estava usando uma camiseta listrada de preto e branco junto a uma calça jeans preta, usava um tênis branco da Fila.

Taehyung sorriu para o esverdeado que retribuiu.

— Oi, Tae! Que bom que você chegou, estava com saudades. – deixou sair e viu o moreno corar, olhou para o lado do mesmo e viu um garoto de cabelos ruivos, seu sorriso desmanchou e uma expressão séria tomou conta de seu rosto bonito – Quem é esse?

— Yoonie, esse é Jung Hoseok, Hobi, esse é Min Yoongi. – Tae os apresentou.

Os apresentados se encaravam com expressões sérias, analisando-os de cima a baixo. Hoseok sentiu algo crescer dentro de si, algo que ele nunca havia sentido, apenas com Taehyung, seu coração pareceu acelerar gradativamente com apenas o outro o observando. Yoongi deixou um suspiro e um sorriso lateral crescer em seu rosto, para depois dizer:

— Isso vai ser interessante.


Notas Finais


Honi*: Honi em coreano significa Querido.

Casa do Yoongi: https://br.pinterest.com/pin/630081804108426020/

Obrigada por ler <3


Leiam minhas outras fics:

Meu Melhor Amigo Hétero: https://www.spiritfanfiction.com/historia/meu-melhor-amigo-hetero--jikook-19274855
Meu Dominador: https://www.spiritfanfiction.com/historia/meu-dominador--jikook-19409511


Se você gostou, deixe um coraçãozinho e um comentário para me incentivar a continuá-la.
(。♡‿♡。)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...