História Os frutos da pedra da fertilidade - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Little Witch Academia
Personagens Akko Kagari, Diana Cavendish, Personagens Originais
Tags Akko Kagari, Charoix, Diakko, Diana Cavendish, Dianakko, Drama, Lésbica, Little Witch Academia, Mães Lésbicas, Pedra Da Fertilidade, Yuri
Visualizações 11
Palavras 1.127
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Gabriella Morris


Fanfic / Fanfiction Os frutos da pedra da fertilidade - Capítulo 3 - Gabriella Morris

Manhã de 30 de Janeiro de 2033 Marianne acorda ao lado da Charlotte.

- Bom dia meu amor.

Diz Marianne acariciando o rosto de Charlotte.

Charlotte acorda.

- Digo, digo bom dia Charlie.

Diz Marianne corada.

- Bom dia Mary, é muito bom dormir aqui na sua casa ao seu lado.

Diz Charlotte bocejando.

- Vo... Você acha?

Diz Marianne corada.

- Apesar de pegar nos meus peitos toda hora eu gosto de ter você por perto.

Diz Charlotte.

Charlotte coloca o dedo na boca e passa na boca da Marianne.

- Tenha um bom dia Mary.

Diz Charlotte se levantando.

Marianne se joga nos travesseiros envergonhada e começa a surtar.

- Mary?

Diz Charlotte.

Marianne pula em Charlotte a abraçando.

- Hoje nós vamos nos divertir muito.

Diz Marianne.

- Claro que vamos.

Diz Charlotte.

Algumas horas depois Charlotte e Marianne estavam andando por uma praça esperando por Wendoline até que uma garota ruiva de olhos verdes se encontra com as duas.

- Olá.

Diz a garota.

- Oi.

Diz Marianne.

- Tudo bem?

Diz a garota.

- Tudo e como você se chama?

Diz Marianne.

- Eu me chamo Gabriella Morris.

Diz Gabriella.

- Eu te vejo algumas vezes nos observando.

Diz Marianne.

- Vocês tem uma amizade tão legal, eu queria poder ser assim como vocês.

Diz Gabriella.

- Então seja nossa amiga.

Diz Marianne olhando para os peitos de Gabriella.

- Mary, os olhos delas estão em cima.

Diz Charlotte empurrando Marianne.

- Tudo bem, eles são grandes mesmo.

Diz Gabriella rindo.

Gabriella abraça Marianne e ela cai de cara em seus peitos.

- Que bom ter amigas!

Diz Gabriella.

Charlotte sorri olhando um pouco enciumada para Gabriella.

- Ah me desculpe, vocês devem ser namoradas pelo visto.

Diz Gabriella.

- Somos só amigas!

Dizem Marianne e Charlotte coradas.

Wendoline chega.

- Olá garotas e olá garota ruiva.

Diz Wendoline.

- Olá eu me chamo Gabriella Morris e você?

Diz Gabriella.

- Eu sou Wendoline England Parker, sou amiga de Marianne e Charlotte desde a infância.

Diz Wendoline.

- Posso te chamar apenas de Wendy?

Diz Gabriella.

- Claro já que somos amigas fique a vontade para me chamar do que quiser.

Diz Wendoline.

- Está bem Wendy.

Diz Gabriella.

Wendoline cora ao olhar para os peitos de Gabriella balançando ao mandar um sinal de jóia.

- (Essa garota é tão peituda quanto a Charlotte).

Gabriella abraça Wendoline colocando a cara em seus peitos.

- Não sei porque se impressionaram tanto com esses peitos. Charlotte tem mais peito que eu e vocês não se impressionam tanto.

Diz Gabriella.

As meninas ficam caladas olhando para Gabriella.

- Não precisam ficar caladas meninas, eu estou acostumada a ver pessoas falando dos meus peitos mesmo.

Diz Gabriella apertando os peitos.

- Você é bem bonitinha até Gabriella.

Diz Wendoline.

- Que nada Wendy você que é.

Diz Gabriella.

- Você é bem estranha Gabriella, nem corou nem nada. Então você não é lésbica?

Diz Charlotte.

- Eu sou lésbica, mas não fico sem graça com tanta facilidade.

Diz Gabriella.

- Que interessante.

Diz Wendoline.

Wendoline começa a encarar Gabriela tentando a deixar sem graça, mas de nada adianta e Gabriella continua sem reação e Wendoline congela.

- Wendy?

Diz Charlotte.

- Eu estou bem, mas como você é impressionante Gabriella.

Diz Wendoline.

- Percebeu como é difícil me deixar sem graça.

Diz Gabriella.

- Como você consegue?

Diz Wendoline.

- Sempre fui assim.

Diz Gabriella.

- Entendi.

Diz Wendoline.

- Vocês duas se importam se eu conversar um pouco a sós com Marianne?

Diz Gabriella.

- Está bem.

Diz Charlotte um pouco enciumada.

Marianne e Gabriella vão até um banco da praça afastado dali.

- Eu não estou gostando dessa Gabriella.

Diz Charlotte.

- Fala isso porque está enciumada.

Diz Wendoline.

- Não é isso Wendy e eu não estou com ciúmes.

Diz Charlotte.

- Não imagina Charlie, pela forma que você olhou para ela.

Diz Wendoline.

- Não gosto dela colocando a cara da Mary nos peitos dela, aquela cara só deve ir para os meus peitos.

Diz Charlotte emburrada.

- Eu não estou ouvindo isso, espe...

Diz Wendoline.

Charlotte coloca a mão na boca da Wendoline.

- Wendy! Esquece o que eu disse.

Diz Charlotte.

- Você gosta da Mary?

Diz Wendoline

- Eu?

Diz Charlotte corada.

- Não fique se segurando Charlotte, Mary também gosta de você, quem você acha que dá conselhos amorosos para aquela pervertida, pena que ela não consegue aprender com os meus conselhos.

Diz Wendoline.

- Eu sei que a Mary gosta de mim, mas somos muito novas para namorar.

Diz Charlotte.

- É serio isso Charlie?

Diz Wendoline com a mão no rosto.

- Mas é verdade Wendy Nós só temos 14 anos, não é idade para namorar.

Diz Charlotte.

- Onde você ouviu isso?

Diz Wendoline.

Charlotte fica sem resposta.

- Olha Charlie eu não vou tirar sua razão, mas acho bom você dar uma chance para a Mary. Ela quer muito namorar com você.

Diz Wendoline.

- Quem sabe eu pense nisso Wendy.

Diz Charlotte.

No banco da Praça Marianne e Gabriella estavam conversando.

- Você tem uma aparência familiar.

Diz Gabriella.

- Como assim?

Diz Marianne.

- Seus cabelos são castanhos, mas você tem mechas escuras e claras, você deve ser de alguma família de bruxas conhecida.

Diz Gabriella.

- Eu sou filha de uma Cavendish com uma Kagari.

Diz Marianne.

- Cavendish? Mas de cabelos castanhos.

Diz Gabriella.

- Sim todos falam isso, eu detesto ser lembrada pelos meus cabelos castanhos.

Diz Marianne.

- Te entendo, você poderia tingir magicamente como eu.

Diz Gabriella mostrando suas raízes castanhas.

Diz Gabriella.

- Seus cabelos são mais bonitos castanhos, mas eu entendo você deixar ruivo também fica bonito assim. Mas eu gosto dos meus cabelos castanhos é por parte da minha mãe japonesa.

Diz Marianne.

- Então o seu pai é Cavendish? Não sabia que tinham homens na família Cavendish.

Diz Gabriella.

- Não sei se você vai acreditar, mas sou feita por uma pedra da fertilidade e sou resultado de um casal lésbico, eu tenho duas mães.

Diz Marianne.

- Nossa! Isso é impressionante, eu já ouvi falar sobre a pedra da fertilidade antes.

Diz Gabriella.

- Pensei que era uma raridade, mas que bom você ouvir falar.

Diz Marianne.

- Sim é muito interessante, eu ainda vou poder usar a pedra da fertilidade.

Diz Gabriella.

See you, new witches...

Gabriella Morris: Uma bruxa misteriosa, Gabriella é uma garota reservada e carinhosa, ela é uma garota de personalidade reservada, é uma bruxa com uma extrema força física e poderes mágicos, Têm longos cabelos ruivos que são magicamente tingidos, olhos verdes, usa óculos, têm 1,62m de altura, 54 kg e sua data de nascimento é desconhecida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...