História Os galinhas da mundial. - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Clementina Soares, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Rabito, Valéria Ferreira
Tags Ciriquina
Visualizações 81
Palavras 1.148
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 39 - Incidente


Fanfic / Fanfiction Os galinhas da mundial. - Capítulo 39 - Incidente

No caminho de volta pra casa,alguns felizes,outros tristes,ainda mais ao saber que maria joaquina iria embora,Paulo carregava sua cesta,enquanto cirilo tentava carregar a sua,jaime ao ver aquilo diz

_ deixa te ajudar.

_ valeu.

_ não comeram nada?

_ ela não quis.

_ bem que o paulo falou,cheia de frescura,mulheres.

Ao ouvir aquilo margarida pergunta

_ mulheres o que jaime?

_ não é nada,mulheres são demais,você é demais,linda.

_ hum,acho bom mesmo!

Elas iam na frente,e jaime diz

_ eu heim.

_ tá arrependido maninho?

_que?claro que não.

_ então me abandonaram,agora vou ficar sozinho,primeiro o mario,agora perder dois de uma vez.

_ é a vida,eu sempre era gamado na alicia,você sabia disso.

_ eu sei,mas o jaime?

_ bom,no início gostava da carmen,mas ela combina com daniel,e a margarida é legal,linda,vamos ver no que dá,se nao der certo,é uma experiência boa.

_ tá certo e desejo muitas felicidades ao dois.

_ e você?

_ o que tem eu?

_ não vai mesmo falar com ela?

Ele suspira e diz

_ ela não é pra mim,funcionamos só como amigos mesmo e acho que depois de hoje,vai querer ficar longe de mim.

A conversa também rendia mais na frente e alícia pergunta

_ Ele atendeu uma ligação,segundo ele seria o seu josé,mas nao acreditei muito.

_ você acha que era alguém?

_ sim,se fosse o seu josé,não precisava dele atender longe.

_ isso é verdade!

_ A valéria estava lá.

_ A valéria?

_ sim,tava passeando com o davi,quando me viu sozinha sentada,o que achei estranho foi o davi insinuando que o cirilo é um idiota.

_ isso já sabemos amiga.

As duas começam a rir,os meninos se aproximam e jaime pergunta

_ ei,ei,o que as mocinhas tanto riem?

Margarida se vira para o namorado e diz

_ nada lindo!

E dá um beijo no rosto dele e o mesmo sorrir,alguns metros dali,quase na esquina do bairro onde os medsen e os riveras moravam,eles se despedem da amiga.

_ bom,a sua casa fica pra ca,tchau.

_ tchau meninas,tchau meninos.

_ os dois não moram no mesmo bairro,porque não vão juntos?

_ tudo bem pra você?

_ sim!

Ele se despede dos garotos,pega a cesta e os dois saem juntos,ela percebe que a cesta está pesada e pergunta

_ posso te ajudar?

_ não precisa,deixa que levo.

_ tudo bem!

Os amigos viam eles se afastando e alicia diz

_ precisamos fazer alguma coisa.

_ o que?

_ juntar os dois.

_ impossivel,ele acabou de falar que fez uma coisa e não sabe se ela vai querer algo com ele.

_ quem manda ele ser idiota,ficar atendendo ligação de ficante na frente dela.

_ ele fez isso?

_sim!E se ele não fizer nada,vai perdê-la pra sempre.

_ o que podemos fazer?

_ eu não sei,mas assim do jeito que tá,não dá,se ele deixasse pelo menos esse orgulho de lado e ir atrás dela,já ajudaria bastante.

_ correr atrás dela de novo,mas do que ele correu?

_ ali não era correr atrás e sim um grude,não precisava ficar assim o tempo todo.

_ não fica assim,a gente vai conversar com ele.

_ a gente quem jaiminho?

_ nós dois paulo,quem mais seria?

_ não sou bom nisso,prefiro a prática.

_ e o que ta pensando em fazer.

_ espera e verás.

____ Enquanto isso,na mansão Rivera ____

Na sala estava paula e sua sobrinha conversando,quando ele entra cabisbaixo,paula conhecia o filho muito bem e pergunta

_ o que aconteceu?

_ nada mamãe!

Ele coloca a cesta no chão e se senta no sofá,e letícia pergunta

_e o encontro como foi?

_ péssimo!

_ a garota não foi?

_ ela foi sim,eu que não fui.

_ como assim filho?

_ não é nada!

Ela pega a cesta e percebi que está pesada e pergunta

_ não comeram nada?

_ ela não quis.

_ porque?

_ só come comidas lite,acho que esse foi o meu erro,perdi o foco totalmente.

Ele se levanta e diz

_ vou tomar um banho e me deitar

_ não vai sair hoje?

_ não,pra mim esse dia já deu,só quero dormir.

E sobe para o seu quarto,paula estava preocupada com o filho,pois fazia tempo que não o via assim.

_ meu filho ainda ama e não assume.

_ ama quem?

_ o cirilo sempre foi apaixonado por uma menina,só que ela não o queria.

_ e a menina por acaso é a vizinha?

_sim!

_ hum!

_ bom vou ali,quer ir comigo?

_ deixa pra outro dia tia.

_ tudo bem!

Paula sai de casa deixando a sobrinha sozinha,essa que não é nada boba,assim que a tia sai,corre para o seu quarto,que ficava no mesmo andar,ao passar pelo o quarto do primo,que perto tinha o banheiro dele,abre a porta devagar,pelo box de vidro ver a silhueta dele,tira a sua roupa e entra nua dentro,o pegando desprevenido.

_ o que faz aqui?

É a única coisa que consegui pronunciar antes de ser calado com um beijo quente,as carícias são mais precisas,ardentes,ele não se conteve e aprende na parede levanta a perna e a penetra debaixo do chuveiro,com o barulho da água,não ouve os gemidos que continham ali em quatro paredes.

____ Enquanto isso,na mansão medsen ____

Maria joaquina estava deitada,quando joana entra no seu quarto e diz

_ menina tem visitas.

_ que susto joana,não te ensinaram a bater?

_eu te chamei,mas você não ouvia,desculpas.

_ tudo bem,mas quem está aí?

_ a senhora rivera,como a sua mãe saiu com o seu pai,então resolvi chama-la.

_ sim,diga pra ela que já vou.

Quando joana sai,ela se levanta,se arruma de frente ao espelho,esse que tava acesso totalmente ao quarto de cirilo e se depara com algo inexplicável e as lágrimas caem,ela pega um objeto e joga no espelho,fazendo se espatifar estacilhos de vidro por todo lado e acertando-a

Na sala paula e joana,estavam lhe aguardando,quando ouve aquele barulho.

_ onde foi isso?

_ deve ser no quarto da maria joaquina.

E correm às pressas para o andar,quando entram se depara com ela desmaiada no chão e sangrando,joana se aproxima chorando.

_ meu deus maria joaquina!

_ chama uma ambulância joana por favor.

_sim senhora.

Joana pega o telefone e liga para o resgate.

___ Enquanto isso no quarto ao lado ___

Cirilo estava com sua prima na cama.

_ aprendeu isso onde priminho?

_ tive umas aulas particulares

E a beija novamente,quando sente algo e parar imediatamente.

_ não posso.

E sai de cima dela e a mesma pergunta

_ não pode o que?

_ sai melhor ir para o seu quarto.

Ele se vira e fica de frente pra janela do seu quarto,quando ver sua mãe e maria joaquina deitada no chão.

_ o que foi isso?

Logo escutar uma sirene tocando,pega qualquer roupa e sai da sua casa,quando chega no lado de fora,ver que ambulância estava em frente a mansão medsen e corre,quando entra às pressas,sobe e ver maria joaquina no chão inconsciente,se aproxima dela e diz

_ o que houve meu amor!

Os enfermeiros chegam e diz

_ tá licença rapaz,precisamos leva-la.

Paula se aproxima do filho e diz

_ vem cirilo.

E o abraça forte,miguel e clara havia acabado de chegar,pois joana tinha ligado pra eles e clara pergunta

_ o que houve com a minha filha?

_ não sabemos senhora.

Cirilo tava chorando,mesmo assim consegue passar uma mensagem para os amigos.

*whatsapp*

_ alicia!

Alicia:_ oi!

_ a maria joaquina,sofreu um acidente,avisa os outros.

Alicia:_ tá,vou avisar e tô indo para o hospital.

Ele sai do online,guarda o celular,a maca onde ela estava,passa por eles,a mesma estava imobilizada e a leva para colocar na ambulância,joana estava chorando,pois maria joaquina era como uma filha,paula a consolava e cirilo havia saído sem ser visto por ninguém.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...