1. Spirit Fanfics >
  2. Os gêmeos Uchihas ( Saori e Itachi ) >
  3. O verdadeiro ninja por trás da Akatsuki e outras confusões.

História Os gêmeos Uchihas ( Saori e Itachi ) - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo pessoas, espero que gostem, bye bye ❤️

Capítulo 23 - O verdadeiro ninja por trás da Akatsuki e outras confusões.


Fanfic / Fanfiction Os gêmeos Uchihas ( Saori e Itachi ) - Capítulo 23 - O verdadeiro ninja por trás da Akatsuki e outras confusões.

Fui ao encontro de Itachi para fazer o processo de troca de olhos, nome estranho, mas é exatamente isso que vamos fazer, tudo pelo bem de todos.

Itachi:Eu trouxe uma pomada anestésica, vai doer um pouco para tirar, a gente tem ficar de olhos vendados por algum tempo, você é sensor, vai conseguir se virar.

Estou com medo, vai que da errado, se isso acontecer eu mato o Itachi.

Saori: Tudo bem, vamos começar

O processo foi um pouco doloroso, ter os olhos do meu irmão mais novo como meus novos olhos é no mínimo estranho, depois da troca, nós ficamos vendados sem ver absolutamente nada, decidimos ficar em casa para o processo de recuperação.

Mikoto: Eu espero que essa ideia maluca de vocês dê certo, por que se não, vou ter cuidar de vocês até o fim de meus dias.

Saori: Não seja exagerada mãe, vamos nos recuperar sim, e tem as células do Hashirama para ajudar caso de errado.

Itachi: Não vai dar, se funcionou no Madara, porque não funcionária em nós? Somos Uchihas.

Fugaku: Eu ainda acho essa ideia maluca, mas se deu certo com um ancestral nosso, talvez dê certo em vocês.

Itachi: Obrigada pelo apoio pai.

Alguns dias se passaram e o Shisui-san as vezes ia visitar o Itachi, sempre que ele chegava eu dava uma desculpa e ficava longe, não quero ver mais ele, quer dizer, eu não posso por causa da venda, mas, ele me magoou muito, mas acho que vou conseguir perdoar, mas confiar? Nunca mais.

Sasuke também está conversando comigo para me ajudar a me adaptar, é chato ficar sem ver nada.

Sasuke: Irmã, porque você não está falando mais com o Shisui-san?

Saori: Nada, porque? Ele e o Itachi são mais próximos.

Nossa, até o Sasuke percebeu nossa proximidade, infelizmente ela é falsa,para ele pelo menos, imbecil.

Sasuke: Eu sempre tive a impressão de vocês serem próximos.

Saori: Engano seu irmãozinho. Como vão as missões? 

Sasuke: Bem, parece que as nações estão começando a se entender.

Saori: Com a Akatsuki fora de tudo, o Naruto vai poder voltar para a vila.

Sasuke: E

Saori: Confessa que você sente falta do seu amigo.

Sasuke: Até parece....

Saori: Hahaha.

Eu fico feliz que estou próxima do Sasuke, na metade da infância, ele me detestava, agora ele me admira e conversa comigo normalmente.

Sasuke: Preciso sair mana, quer alguma água ou lanche agora?

Saori: Eu consigo me virar, anda logo e não se atrase.

Sasuke: Tchau mana.

Dois dias depois, finalmente chegou o dia de tirar as vendas, espero que tenha dado certo, se não o Itachi vai sentir minha fúria.

Hiroshi: Bom, hora de tirar a venda de vocês e ver a besteira que fizeram.

Saori: Fala sério Hiroshi 

Itachi: Você tá me deixando mais nervoso ainda 

Hiroshi: Bom, vamos lá.

Eu fiquei alguns segundos de olhos fechados quando a venda foi tirada, abri os olhos e eu estava enxergando normalmente.

Itachi: Parece que funcionou, estou enxergando, e você mana?

Saori: Tá tudo bem aqui, seus olhos são bons.

Itachi: Os seus também, haha.

Hiroshi: Ainda bem que deu certo, se não, sangue ia jorrar nessa sala.

Itachi: Sim, a mana ia me matar.

Mesmo com os olhos recuperados, ainda senti certo desconforto neles, melhor não usar ainda. Decidi procurar o Nagato e a sua parceira, quem sabe ele fale mais sobre o mascarado que apareceu.

Saori: Hiroshi, sabe onde Nagato e Konan estão?

Hiroshi: Eles já foram embora para o país da chuva.

Saori: Caramba, eu preciso falar com eles sobre o mascarado.

Hiroshi: Ele contou sobre ele.

Saori: O que? Sério?

Hiroshi: Sim

Saori: Fale mais sobre 

Hiroshi: Estou sem tempo, preciso cuidar de uns pacientes, procure a senhora Tsunade, ela vai contar o que ela sabe sobre eles.

Saori: Ok, boa sorte aí Hiroshi.

Fui até a sala da senhora Tsunade. perguntar sobre o Obito e Shisui-san estava lá, fala sério viu.

Saori: Senhora Tsunade, preciso falar com a senhora.

Tsunade: Quer saber sobre o mascarado que você viu?

Saori: Exato.

Tsunade: Tudo bem, Shisui, você pode ficar por aqui.

Ah puxa, não gostaria dele aqui,  está me observando, eu o encarei e ele parou.

Tsunade contou que o mascarado fez com que o Nagato pegasse as outras bijjus para que eles consigam o mundo dos sonhos que vai acabar com todas as guerras, isso durou muito anos, parece que ele não vai desistir, por isso a folha está em alerta.

Tsunade: Aliás, eu consegui curar as pernas do Nagato que estavam danificadas, foi um ótimo avanço para mim.

Saori: Tudo bem então, obrigada senhora tsunade.

Não esperava por isso, mundo dos sonhos? Prefiro a realidade, se bem que..... reencontrar o Haku não seria um problema.

Fui embora da sala e escutei Shisui-san me chamando.

Shisui: Por quanto tempo vai continuar me ignorando?

Saori: Achei que era você que estava fazendo isso.

Vou ser neutra, não vou tratar ele mal.

Shisui: Parece que está me evitando 

Saori: Impressão sua Shisui-san

Shisui: Eu fui grosseiro, me desculpe

Saori: Você não foi grosseiro, foi sincero, eu no fundo agradeço você por isso.

Shisui: Não, aquilo não foi sinceridade, mas.... Medo.

Saori: Medo? Ava

Shisui: Só, por favor, não fiquei me evitando assim 

Saori: Você mesmo já faz isso Shisui-san, até mais, espero que esteja bem.

Fui embora chateada, ainda tenta falar comigo, que cara insensível, mas ao mesmo tempo, eu não sei o que sinto pelo Shisui-san, e algo que eu nunca senti por ninguém.

Mas o foco agora não é isso, e sim arranjar um jeito de impedir o homem mascarado de fazer maldades.

Hiroshi: Saori, eu tenho um convite pra você.

Saori: Diga 

Hiroshi: Que tal tomarmos Saquê, um cara aqui deixou em segredo ninjas da nossa idade tomar, vai ser nossa chance.

Parece que só ninjas acima de 20 anos podem tomar saquê, uma idade bem avançada até.

Hiroshi: Você está estressada por causa do seu drama com Shisui, então talvez essa bebida dê certo para te acalmar.

Saori: Que drama o que, para com isso hahaha

Hiroshi: Mas falando sério, você é tapada, é óbvio que Shisui-san gosta de você.

Saori: gosta nada, ele mesmo admitiu que ficava comigo por pena.

Hiroshi: Eu não acho, ele ficava muito feliz em te ver, você era como uma irmãzinha pra ele, mas, parece que esse sentimento se transformou em outra coisa.

Saori: O que? Desprezo?

Hiroshi: Quer sabe, chega, vocês dois que se resolvam, vem tomar uns saquê aqui comigo, vai te ajudar.

Fomos até uma barraca até que bonita e tomamos uns goles, o Hiroshi caiu no chão nas primeiras tomadas e membros do clã Hyuuga que conheciam ele o levaram para casa, e eu, fiquei sozinha, com crise existencial, triste noite para mim, vou afogar minhas mágoas nessa bebida ruim.

Decidi me levantar e ir embora, eu estava consciente, mas bem tonta, ficava caminhando que nem uma marionete quebrada, estava noite e frio nas ruas de konoha, vou virar uma godaime da vida, bebendo bastante.

Decidi ir para alguma floresta e ficar por ali mesmo, e a mesma floresta que uso para treinar até hoje, lá tem um pequeno lago que a lua fica refletida e causa uma luz incrível.

Saori: Isso é tão lindo.

Shisui: Saori? O que está fazendo aqui a essa hora?

Esqueci que esse lugar o Shisui- San usapra treinar também, que coisa.

Saori: Estava só passeando.

Shisui: Você parece bêbada.

Saori: eu tomei uns goles de saquê, eu sou um ser humano afinal.

Estava frio e ventava bastante, eu observei Shisui-san e pensei, como ele é bonito, e com essa gentileza e doçura que ele tem, acabei esquecendo o motivo de eu estar chateada com ele,talvez ele me leve para casa, não estou bem para ir sozinha.

Shisui: Você quer que eu te leve para sua casa?

Saori: Eu..... Se não incomodar

Eu estava sentada em uma árvore e tentei levantar, mas não consegui.

Shisui: Você está tão bêbada assim? Vou ter que te carregar pelo visto.

Que droga, fique de pé garota.

Saori: Não precisa, estou bem.

Shisui: Por precaução é melhor te ajudar

Eu consegui ficar de pé, e nós começamos a caminhar devagar, a gente tinha que atravessar uma floresta cheia de galhos grossos que fazem você tropeçar facilmente.

Saori: Você tem sorte de eu estar de bom humor por causa da bebida, se eu estivesse normal, não estaria conversando com você.

Shisui: Eu te entendo perfeitamente, mas ao mesmo tempo me incomoda muito sua distância.

Saori: Por favor, para de tentar ser meu amiguinho, eu sei que você no fundo não queria nenhuma amizade comigo.

Shisui: Está sendo grosseira.

Saori: Que amigo é esse que fica ignorando, mas fica irritado quando o outro faz igual? Fala sério.

Shisui: Não é bem assim Saori, se acalme.

Eu queria correr mas ele me segurou, nós não vimos um galho que estava nos nossos pés e Shisui-san acabou caindo em cima de mim, que ótimo, vou ficar toda suja.

Saori:  Porque você teve que me segurar...

Eu nunca tinha ficado tão próxima assim, o seu rosto meigo me olhando daquele jeito, fez meu coração acelerar rapidamente, fiquei muito nervosa e não dizia uma palavra.

Saori: Shisui-san-

Ele delicadamente começa a fazer carinho no meu rosto, aos poucos ele aproxima seu rosto do meu e acabamos nos beijando e eu correspondi rapidamente, os seus lábios junto aos meus era uma sensação relaxante e bem quente, acabei ficando sem fôlego no processo.

Saori: Aaaah, Shisui-san, eu.....

Eu fui interrompida por mais um beijo quente, nunca senti um prazer tão bom assim, agora eu entendo o que sinto pelo Shisui- San, isso é amor romântico, algo que eu não deveria sentir por ele, mas, infelizmente eu não mando no meu coração, provavelmente nós vamos nos arrepender disso, principalmente ele, mas agora, eu quero aproveitar o nosso beijo o máximo que der.






















Notas Finais


Mais um capítulo pessoas, obrigada ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...