História Os Guardiões Das Estações - Capítulo 25


Escrita por: ~

Visualizações 77
Palavras 1.094
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Escolar, Fantasia, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei! Estava preparando um "quebra clima" da historia original. Bom, digamos que foi um presente de dia das crianças para vocês leitores. Vamos lá, boa leitura!

Capítulo 25 - Brincadeiras De Criança (Bônus Parte 1)


Pov. Jackson – O dia havia amanhecido tão calmo e tranquilo, como se nada pudesse apagar o brilho do sol iluminando tudo... era o que eu pensava... o que eu havia esquecido era o talento tempestuoso do meu certo namorado.

- JAIME SEU FILHO DA MÃE! VOLTE AQUI AGORA! (Hic corria de um lado para o outro do campo de treinamento com sua espada nas mãos perseguidor Jai por culpa de uma simples frase).

- JACK SOCORRO! Eu só falei que ele poderia... AAAHH! (Jai não consegui terminar de falar pois Hic lançou um poderoso raio nele, que tratou de se proteger antes que o golpe o acertasse).

- O que aconteceu aqui mesmo que estou sem entender? (Falei, como apenas Hic e Jai foram os primeiros a chegar na base, tanto eu quanto as demais garotas estávamos sem entender o que acontecia ali).

- Acho melhor vocês pararem de tanto alvoroço, parecem duas crianças! (Quando Rinda terminou sua frase, Hic fuzilou a garota como se ela tivesse pronunciado o pior dos tabus).

- Então você está assim por ser chamado de criança? Não acha que é algo bobo demais para se observar nessa altura do campeonato? (Els foi a que se intrometeu no assunto).

- Não foi por isso não, foi pela ideia que eu sugeri que ele e Jack fizessem! (Jai lançou a frase tão rapidamente que Hic não o conseguiu interromper, o jovem se lançou através do solo e em instantes já havia saído dentro do escudo de Jai o agarrando pelas pernas e o lançando ao chão, Jai apenas soltou um urro de dor).

Todos rimos do ocorrido, Jai tratou de se teleportar para perto de mim e ali ficou, ao menos eu poderia impedir de Hic acabar com ele naquele momento. Depois dessa confusão tratamos de irmos treinar, já que era esse o motivo de estarmos todos reunidos ali, mas como era de se esperar, Hic a todo instante queria fulminar Jai, antes que todos caíssemos exaustos Punzie fez uma última interferência entre Jai e Hic e sua “briga visual”, lançando uma poderosa rajada de luz em forma de arco-íris nos jovens juntamente com seu chicote, os amarrando um ao outro e os puxando até ela como se não fosse absolutamente nada. Decidi não fazer nada contra aquilo, a força física de Punzie era algo que eu não queria confrontar.

- Agora parem com isso, essa é a última vez que eu falo, não tenho mais paciência, mais uma palhaçada entre os dois e eu os lanço até o Homem da Lua! (Os dois acenaram que sim e ela os soltou, tentei segurar uma gargalhada, mas foi inevitável, eu ainda gostaria de saber o que Jai havia dito para irritar tanto o Hic).

Depois do treinamento e de uma pequena conversa de grupo resolvemos voltar cada um para suas casas, antes que Jai e Hic fossem embora eu tratei de puxar Jai até mim e questiona-lo.

- Jai, me diga, porque Hic está assim tão mal-humorado com você? (Apesar de ter perguntado baixo, tinha certeza que o olhar de Hic era de alguém que lia os meus lábios, mas eu o ignorei naquele momento).

- É que eu imaginei que vocês dois andavam muito distantes por culpa do tio, e como também sei ser alguém legal eu sugeri que vocês dois saíssem ou algo assim para se divertirem sozinhos hoje, se é que me entende! (Jai tinha um sorriso debochado, fiquei rubro por um momento, mas logo voltei a questiona-lo).

- Apenas por isso que ele ficou assim? Ainda não vejo nada de mais nisso! (Minha curiosidade estava a um nível inimaginável naquele momento, o porquê de todo estresse).

Jai olhou para um lado e para o outro, encarou Hic por um instante e sorriu sadicamente, logo depois tive apenas o tempo de entender que ele nos havia teleportado para o quarto dele e de Hic, fiquei meio assustado com aquilo, mas nem ao menos tive tempo de perguntar, quando olhei para a cama de Hic uma surpresa havia me deixado ainda mais rosa do que eu poderia estar antes, todos os meus pensamentos se tornaram brancos e eu simplesmente cobri o rosto, quem havia preparado aquilo?

- Eu comprei isso para vocês dois se divertirem, sim, eu meio que fui ao extremo com isso, mas foi por uma causa nobre.

- VO... (Antes que eu pudesse gritar Jai tapou meus lábios, havia esquecido que os pais de Hic poderiam estar ali). - Você comprou isso para que o Hic?

- Para os dois, eu mostrei a ele de relance e logo depois nos teleportamos para a base, e quando vocês chegaram já estavam vendo o ataque de loucuras que ele estava desferindo sobre essa pobre alma pura e imaculada, tão santa e inocente quanto uma freira! (A forma debochada que Jai falava me causava arrepios).

- Sei... agora vamos embora antes que seus tios apareçam!

No mesmo instante estávamos de volta na base, os outros estavam nos esperando para sairmos, Hic não olhava para mim, apenas caminhou na frente de todos e nós acompanhamos sem questionar. Quando chegamos no final do parque todos começamos a ir cada um para suas casas, o parque não estava tão cheio quanto poderia estar em um dia daqueles, calmo e tranquilo, mas ainda assim havia crianças se divertindo por todos os lugares, algumas em piqueniques, outras pulando e gritando umas com as outras, sorriso alegres e radiantes, era algo ótimo de ser observado, mas eu ainda tinha na minha cabeça as imagens de antes.

- Jack... (Hic me arrancou de todos os pensamentos que poderiam ser formados em minha mente). - Você quer sair comigo?

O pedido de Hic me surpreendeu, havia um tempo que não saiamos juntos devido a vigilância constante do pai dele ou de Jai, ou mesmo até do colégio ou das missões, mas ainda assim, ter o Hic me convidando era algo que eu nunca poderia recusar!

- Posso pensar? (Falei, caminhando calmamente até ele e pegando em sua mão, beijando-a levemente e olhando em seus olhos, todos os outros apenas no observavam com um olhar divertido pela cena, Hic vermelho e eu beijando sua mão, acho que até mesmo Jai me daria aquele dia de folga então apenas continuei). - Na verdade, não preciso pensar, claro que eu aceito!

Logo depois deixei uma corrente de ar percorrer os nossos corpos, me certifiquei que mais ninguém poderia nos ver antes de partir pelo céu com Hic em meu colo, eu só queria aproveitar esse dia da melhor maneira possível!


Notas Finais


Não mesmo! Ainda não acabou! Porque eu sou desses! Já já eu voltou com o presente de verdade ^-^ kkkkkkkkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...