1. Spirit Fanfics >
  2. Os Hatake's - KakaSaku. (Livro 01) >
  3. Nova Ameaça...

História Os Hatake's - KakaSaku. (Livro 01) - Capítulo 20



Notas do Autor


Agradecer minha amiga @Sakura_Haruno6 ajudou e muito...🥰❤️


Espero que gostem...

Capítulo 20 - Nova Ameaça...


Fanfic / Fanfiction Os Hatake's - KakaSaku. (Livro 01) - Capítulo 20 - Nova Ameaça...

Kakashi POV

Sakura conseguiu mesmo me convencer, aqui estou eu e Yamato indo em direção à mansão dos Hyuuga’s pedir a mão da filha mais velha do senhor Hiashi para Naruto. Ainda pior foi que Sakura conveceu iria fazer compras junto com Ino e Naruto iria acompanhar só espero não me arrepender das minhas decisões que tomei.

Assim que chegamos em frente da casa dos Hyuuga’s, somos recebidos por Neji Hyuuga o sobrinho do senhor Hiashi, ele é um dos homens de sua confiança. Logo Yamato e eu descemos do carro e somos seguidos por alguns homens de minha inteira confiança.

*Cosa devo l’onore della sua visita, signor Hatake! — (*O que devo a honra dessa sua visita senhor Hatake!)  Neji fala tom irônico.

* Sono venuto  a discutere di um símplice affare com tui zio! — (*Vim tratar de um negócio simples com seu tio!) falo.

*Não capita tutti i giorni che Capo Hatake lasci la sua fortezza per fare semplici affari... — (*Não é todo dia que o Capo Hatake sai da sua fortaleza para tratar de simples negócios...) Neji continua sua irônia.

*Penso che la questione che mio fratello abbia a che fare com tuo zio non sai la tua. — (*Acho que o assunto que meu irmão tem a tratar com seu tio não te diz respeito... Leve-

Yamato não é muito de levar insultos de ninguém e ainda mais de moleque, já que tem o temperamento bem explosivo assim como o meu, tento me controlar. Esboço um sorriso sínico para esse garoto petulante.

*Calma Yamato... Neji, portaci da tuo zio... — (*Calma Yamato... Neji só nos leve até seu tio...) falo tom autoritário.

Logo entramos na mansão seguimos aquele franguinho até o escritório do seu tio, que logo Neji se posicionou ao lado do mesmo. Senhor Hiashi estava sentando quando me vê se levanta para me cumprimenta e aperta minha mão, fez o mesmo com Yamato.

— O que devo a honra do Capo Hatake na minha residência... Por favor, sente-se! — Hiashi cumprimento.

— Meu amigo vim tratar de negócios! — falo.

— Seja mais claro! — Hiashi bem direto.

— Vim aqui pedir a mão de sua filha mais velha... — falo.

— Quem seria o pretendente? — Hiashi pergunta

Vejo que Neji faz cara feia olhando para o tio, sei muito bem senhor Hiashi que seria mais vantajoso casar sua filha com alguém da minha família ou ligada a ela.

— Naruto Uzumaki é um dos meus homens de confiança e filho de Minato Kamikaze meu consigliere... Naruto mostrou interesse em Hinata... — só bastante direto.

— Qual seria as vantagens neste casamento? — Hiashi pergunta.

— Sua família teria mais poder se é que me entende... Perante as outras máfias se aliando a mim é claro! — também estou buscar de aliados.

— Tio você não pode casar Hinata assim... Ainda mais com Naruto! — Neji fala com raiva.

— *NEJI ARRIVA... SOGGETTI IL MIO! — (* CHEGA NEJI... O ASSUNTO É MEU!) Hiashi fala sobrinho.

* Si signore! — (*Sim senhor!) Neji fica calado.

Yamato me olhar pensou o mesmo que eu, esse garoto gosta da prima, isso não importa agora só preciso saber se o senhor Hiashi aceitara minha proposta.

— Pois bem Kakashi... Aceito sua proposta e ambos se casaram daqui dois meses... — Hiashi fala.

*Grande!Il piacere fa affari come il signor Hyuuga... — (*Ótimo! Foi um prazer fazer o acordo com senhor Hyuuga...) falo.

*Tutti il mio piacere di fare affari come Capo Hatake! — (* O prazer é todo meu de fazer negócio com você Capo Hatake!)

Apertamos a mão em sinal que nosso acordo tinha sido feito, teríamos vantagens de ambos os lados. Jogamos algumas conversas fora entre mafiosos sobre o carregamento de armas e drogas, tínhamos o mesmo inimigo em comum os Uchiha’s.

Sakura POV

Entediada de ficar em casa tive a brilhante ideia de pedir para Kakashi que eu queria sair de casa um pouco para fazer compras com Ino.  No início ele me disse um grande “NÃO” de cara mais depois que falei que iria comprar uma lingerie nova para usar com ele e logo aceitou, disse que Pakkun iria com a gente. Convenci Kakashi de que Naruto também iria com a gente ele ficou um pouco pensativo mas aceitou, disse Kakashi também que iria na casa dos Hyuuga trata do casamento do mesmo, isso me deixa feliz.

No início quando falei para Naruto que o mesmo iria ao shopping comigo e Ino fez uma cara feia, mas logo se empolgou quando disse que eu ajudaria a escolher uma joia para sua futura esposa. Assim que chegamos ao shopping Pakkun preferiu ficar no estacionamento, quando Naruto, Ino e eu fomos às compras.

Foi muito divertido preciso fazer isso mais vezes, melhor do que ficar trancada dentro de casa, já estava cansada e com fome, resolvemos parar na praça alimentação para comer algo. Pedi um hambúrguer grande, batata frita e copo de Coca-Cola, Naruto e Ino pediram o mesmo mais o tamanho menor. Depois que terminamos resolvemos ir embora já passamos quase a manhã toda no shopping.

Quando andamos para saída em direção ao estacionamento percebo que Naruto ficou estranho e só pediu para que andássemos logo, não discutimos descemos em direção ao estacionamento logo Pakkun nos vê e abriu a porta. Naruto faz um sinal de balançar a cabeça e logo entra no carro e sai rapidamente do shopping.

Naruto não tirava os olhos do retrovisor isso chama minha atenção, logo ele tira a arma do cos da calça e isso não é boa coisa, Ino não percebe estava mexendo no celular.

— O que está acontecendo Naruto? — pergunto

— Não é nada! — Naruto fala.

— Eu sei que está acontecendo alguma coisa... Melhor falar de uma vez! — questiono.

— Estamos sendo seguidos desde que saímos do shopping! — Naruto fala calmamente.

— POR QUE NÃO FALOU NADA ANTES SEU BAKA... — Ino grita.

— Para vocês não fazerem o maior escândalo! — Naruto fala. —  Pakkun tente despista-lo... — dar ordem para Pakkun.

—  Claro!

Pakkun acelerou o carro tentando despistar o carro preto que estava nos seguindo entramos em várias ruas de Veneza sem sucesso. Naruto estava tenso com a situação, Pakkun tentava achar uma solução para despistar o carro que nos seguia. Ino e eu estávamos abraçadas com um medo enorme, logo Pakkun chama a nossa atenção.

— Naruto! Liga e peça reforço para Kakashi ... AGORA! — Pakkun fala

— Ok!

Naruto tira o celular do bolso e ligar para Kakashi.

Kakashi POV

Assim saímos da casa dos Hyuuga sinto meu celular vibrando no bolso da minha calça quando tirou, vejo a chamada Naruto, “o que aconteceu para Naruto estar me ligando, será que Sakura passou mal”, resolvi atender.

- Naruto...  — falo

-  Kakashi estou com um probleminha aqui! — Naruto esta voz estranha.

-  Fala logo... — fico sem paciência.

-  Preciso de reforços... Estamos sendo seguidos por um carro preto desde que saímos do shopping... Pakkun está tentando despistar mais não deu muito certo...  — Naruto fala preocupado.

-  Como está Sakura e Ino? — pergunto.

-  Estão bem... Mais bastante assustadas... — Naruto fala.

Repeti e ouso vários tiros e o silêncio toma conta da ligação

-  Naruto.... Naruto... — chamei.

-  Kakashi mande reforços... — Naruto fala

-  Onde vocês estão? — pergunto

-  Quase chegando na sua casa... — ele passa condenada.

-  Estou indo...

Desligo a ligação peço ao motorista que siga em direção a minha casa o mais rápido possível, Yamato fica me olhando preocupado.

— Naruto... Informou que estão sendo seguidos... Desde que saíram do shopping... — falo preocupado.

*CAZZO! — (*PORRA)  Yamato xinga.

Sakura POV

Só queria chegar em casa logo e que tudo isso acabasse, Naruto nos pediu para ficarmos abaixadas, Ino estava chorando muito eu tento acalma-la. Naruto começa a atira em direção do carro que nos segui.  Logo chegamos em frente do portão em nossa casa, Pakkun entra com o carro, logo ele e Naruto descem do carro e começam a atira, do nada aparece outro carro que para do lado do nosso de onde desce Kakashi, Yamato e alguns soldados e começam um intenso tiroteio.

 Ino chorava e eu tentava acalma-la mais eu também estava em pânico. Logo o tiroteio parar, alguém abrir a porta do carro vi que era Kakashi corri e o abracei com força, precisava daquele abraço ele começa a fazer caricias no meus cabelos e começo a chorar desesperada.

— Calma meu amor... Já passou... Estou aqui com você... — Kakashi tenta acalmar.

— Ka-kashi ti-ve tan-to me-do... — gagueja.

— Shhh... Fica calma... — Kakashi abraça mais forte.

Estou tremendo tanto e Kakashi continuava abraçado comigo, ele dá a ordem que seus soldados se livrassem dos corpos, Naruto estava abraçado em Ino e a levava para dentro de casa. Kakashi faz o mesmo comigo, eu não queria sair de perto dele.

Já dentro de casa Mara e Luna levam Ino para cozinha, me recusei sair do lado de Kakashi. Quando percebo que sua camisa tinha sangue fiquei preocupada.

— Você está sangrado! — falo.

*Non ti preocupare amore... Solo tiro al pascolo... — (* Não se preocupe amor... Só foi um tiro de raspão...) Kakashi fala calmo.

Kakashi abriu um sorriso mesmo com aquela máscara dava para ver, logo Yamato entra na sala com uma expressão séria é entrega uma carta para Kakashi que logo começa a ler e depois fica furioso...

*QUESTO VIENE SAD...  —  (*ESSE VERME DESGRAÇADO...)  — Kakashi fica furioso.

— O que aconteceu? — pergunto.

— Mais uma ameaça... — Yamato responde.

— Kakashi! Não me esconda me dá, por favor! — falo.

— Aquele verme ameaçou você! — Kakashi fala ódio.

*Fammi leggere questa lettera! — (*Deixa eu ler essa carta!) peço.

— Sakura!

*Per favore, Kakashi! — (*Por favor, Kakashi!) insisto

Kakashi me entrega a carta mesmo contra a sua vontade, quando pego carta começo a ler fiquei em choque.

Sakura...

Hoje foi só um aviso meus homens te seguirem depois de sair do shopping, na próxima vez será serio irei trazê-la para mim...

Ah! Antes que me esqueça e melhor se afastar de Kakashi ou você vai pagar um preço altíssimo pela sua teimosia, sabia que você me pertence e não a esse almofadinha do Hatake. Nós nos veremos em breve “Il mio fiore”

 

Ass.: Uchiha

Começo a tremer e chorar, Kakashi tira a carta da minha mão e entrega a Yamato. Ele me pega nos braços e começa a subir as escadas me levando para o nosso quarto me colocando na cama, depois volta fecha a porta logo em seguida se deita na cama e me puxa para si, me abraça forte.

* Amore... Non piangere... Non lasceró che accada niente di brutto come te... —  (* Amor... Não chora... Não vou deixar nada de ruim acontecer com você...) Kakashi tenta acalmar.

*Ho paura! — (*Estou com medo!) falo.

*Ma non c’é bisogno dia ver paura... Ti proteggeró... Se il matto non ti metterá le mani addosso... Smetti di piangere... Non voglio vederti cosí... Voglio vederti sorridere... Amore mio! — (* Mais não precisa ter medo... Vou te proteger... Esse louco não vai colocar as mãos em você... Para de chorar... Não quero ver você desse jeito... Quero te ver sorrindo... Meu amor!) Kakashi acaricia meu rosto.

— *Stai com me... Per favore! — (* Fica comigo... Por favor!) peço.

*Staró... Adesso riposati... — (* Vou ficar... Agora descansa...)

Kakashi começa a fazer afagos no meu cabelo eu fechei os olhos me entreguei aos seus carinhos, me sinto bem porque estou em seus braços e seu perfume me acalma de uma forma. Kakashi pode até ser um mafioso impiedoso mais comigo ele se mostra ser muito carinhoso alguém que faz eu me sentir bem, não demorou muito eu me entrego ao cansaço e acabo dormindo em seus braços.


Notas Finais


Até próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...