História Os Herdeiros (Especial) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Visualizações 3
Palavras 1.887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá tudo bem? Espero que goste.
Boa Leitura!

Capítulo 4 - Olhos Multicoloridos


Fanfic / Fanfiction Os Herdeiros (Especial) - Capítulo 4 - Olhos Multicoloridos

                                       KALEB P.O.V

Minha mãe estava trancada em uma sala com Seiji Komori e por mais incrível que pareça o famoso caçador aceitou receber o Ayato juntamente, isso só aconteceu por conta de que Seiji descobriu que a minha mãe é filha de Carter. Enquanto isso eu e minhas irmãs estávamos no corredor. Várias freiras que passavam davam sorrisos amigáveis para mim e minhas irmãs, olhando para as minhas irmãs elas estavam mais ocupadas com tarefas fúteis tipo Safira estava olhando e sorrindo para o seu próprio reflexo no espelho e Yamara estava com a mesma cara de perturbada de sempre.

-Yamara: Você poderia parar de sorrir igual um idiota para essas freiras e Safira chega de se olhar nesse espelho!

-Safira: Não seja tão rabugenta, Yamara!

- Além do mais essas garotas só estão tentando ser amigáveis.

-Yamara: Tem razão elas estão mas você não está!

- O que eu fiz!?

-Yamara: Seus pensamentos são repugnantes.

Yamara e eu temos poderes inconvenientes...Yamara pode ver os pensamentos de qualquer pessoa é um bom modo de coletar informações. Talvez esse seja o motivo para Yamara odiar o Laito já que os pensamentos dele não devem ser nada agradáveis...Eu possuo o poder de conseguir ver através de uma porta fechada ou de paredes é um poder muito inconveniente ao mesmo tempo que é extremamente irritante.

- Quer parar de ver os meus pensamentos!?

-Yamara: Acredite eu adoraria poder controlar isso,seria agradável não precisar ler esses seus pensamentos podres.

-Safira: Por que vocês não podem parar de brigar por um minuto?

- Eu tento ser um exemplo para vocês duas!

-Yamara: Você não é exemplo nem pra um cachorro...Além do mais são eles que são exemplos para nós.

Yamara tem um grande apego sentimental por Ozzy e Falcon os cachorros do Shu. Kaos também foi responsável por ajudar Yamara, o gato deu a vida dele para proteger ela e talvez seja por isso que Yamarara nunca quis conhecer Kaila a filha da Stella com o Carla, a garota é uma NekoGirl.

-Safira: Exemplo não é bem a palavra certa para definir você.

-Yamara: Possessivo e retardado são as palavras certas para definir o Kaleb.

- Eu não sou possessivo!

-Safira: Lembra da vez que o seu peixinho dourado morreu e você guardou ele dentro de uma caixa por que não queria perder ele?

- Eu rinha cinco anos de idade!

-Yamara: Exato,  como você é um idiota por conta disso aquela sua namorada morreu...Ops, você matou ela!

- Eu já falei que me arrependo muito por isso.

-Yamara: Isso não vai trazer ela de volta.

As freiras na sua maioria eram garotas jovens uma delas chamou a minha atenção, era uma garota de longos cabelos pretos e olhos...os olhos dela tinha várias cores.

- Yamara me faz um favor?

-Yamara: Não.

- Veja a mente e os pensamentos daquela garota.

-Safira: Isso não é estar sendo perseguidor de mais?

Yamara fechou os olhos e por alguns instantes ela fez caretas como se estivesse sendo perturbada por algo...ela abriu os olhos e a respiração dela estava ofegante.

- O que você viu?

-Yamara: Uma boate cheia de luzes e de repente a única luz que restou na boate foi olhos multicoloridos.

-Safira: É meio inadequado uma devota ter pensamentos com boate.

- Então ela é um pecado em pessoa.

-Yamara: E você é um idiota em pessoa.

- Quer ficar quieta sua peste!

-Kate: Isso é jeito de falar com a sua irmã!?

Olhei para cima. Minha mãe me encarava com um olhar severo como se fosse brigar comigo mas como sempre ela deu um suspiro e retornou com o seu jeito calmo e angelical.

-Kate: Vocês deveriam parar de brigar pelo menos por alguns instantes.

-Safira: Isso é uma olheira!?

-Yamara: Isso aparece três dias antes da morte!

-Kate: Yamara!

-Yamara: O que foi mãe!?

-Kate: Está na hora de você ir para o colégio Kaleb e como eu acho que a reunião vai demorar a acabar...

-A limousine está me esperando lá fora.

-Kate: Você é idêntico ao seu pai.

- Não fale isso nem de brincadeira.

Me teletransportei para a frente da catedral e entrei na limousine. Eu odiava ir para o colégio com as minhas primas e os meus primos...que idiotice. Eu sempre fui problemático e por algum motivo eu nunca me dei bem com o meu próprio pai, Ayato é alguém que eu não consigo suportar ele tem todos os defeitos que eu não deseja ter extremamente sádico e masoquista, possessivo e de um modo mimado...eu sou a cópia dele.

                                                                              ...

              ​Quando cheguei do colégio me sentei na cama e tirei meus tênis. Quando me deitei me lembrei dos olhos daquela garota. Leo era um dos únicos que eu conseguia ter uma conversa civilizada então quando contei para ele sobre a garota ele fez uma promessa de ser o meu cupido e por outro lado eu queria que Yamara uma vez na vida tivesse consideração e me ajudasse...Ela querendo ou não vai me ajudar!

                                          YAMARA P.O.V

           Acordei com o idiota do meu irmão fazendo o maior escândalo no meu quarto e...O QUE O LEO PENSA QUE ESTÁ FAZENDO COM O MEU DIÁRIO!

- LARGA ISSO SEU IDIOTA!

-Leo: Que pensamentos mais impróprios para uma garotinha fofa que nem você.

- Fofo vai ser quando eu quebrar todos os seus ossos!

-Kaleb: Se arrume nos vamos na igreja.

- Vocês vão eu não vou!

-Kaleb: Você é uma imprestável.

- E você é um idiota! Você invadiu o meu quarto as oito horas da manhã e ainda por cima me chama de imprestável. Eu não sei por que nessa porcaria de mansão existem portas!

-Lauren: O que é essa agitação logo de manhã?

- Esses idiotas estão me obrigando a fazer o que eu não quero!

-Lauren: Vocês poderiam voltar a dormir?

Lauren se encostou no batente da porta e olhou séria para Leo e Kaleb. Eu odiava quando  interrompiam os meus pesadelos eu ansiava por saber o final dos meus pesadelos...afinal pesadelos são mais interessantes que sonhos, é um fato.

-Leo: Bonita a camisola...você ficou sexy nela.

-Lauren: Eu já disse que você é irritante?

Lauren desceu a escadas certamente ela não voltaria á dormir, só eu  sabia que todas as manhãs ela ia na sala de noivas de sacrifício do Kanato eu sabia disso por que todas as manhãs eu também fazia isso.

                                            *********

Na igreja eu me sentei nos bancos do fundo. Eu gostava de poder ver os pensamentos de cada uma daquelas pessoas que estavam sentadas nos bancos. A hora que saímos da igreja eu vi aquela garota de olhos coloridos do lado de fora da catedral e enquanto o meu irmão se distraía brigando com o Leo eu fui até ela.

-???: Poderia ajudar você?

- Na verdade não eu que vou ajudar você.

-???: Meu nome é...

- Não quero saber o seu nome apenas me escute! Fique longe de qualquer membro da família Sakamaki e principalmente do meu irmão se você deseja manter a sua reputação e ficar viva.

Saí de perto da garota e voltei pro lado do Leo. Odiava quando o Leo começava a tagarelar de alguma loira oxigenada que ele desejava pegar...era tão irritante e frustrante.

-Leo: Ela é linda os cabelos dela fazem cascatas e os olhos dela são da cor de...

- AH CALA BOCA LEO!

-Leo: Vá me dizer que você nunca gostou de algum garoto do seu colégio?

- O último garoto que eu gostei o coração dele está guardado no meu armário próximo AO OUTRO CORAÇÃO DE UM OUTRO GAROTO QUE EU GOSTEI!

-Leo: Não precisa ficar exaltada!

-Sabe por que os corações deles estão fora do lugar que deveriam estar?

-Leo: Por que...

- Por que o idiota do meu irmão arrancou o coração deles!

-Kaleb: Eu nunca fiz isso!

- Tem razão eu só estou exagerando.

-Kaleb: Você sempre exagera.

- Isso não muda o fato de que você matou a maioria das suas namoradas.

-Leo: Pra uma baixinha que nem você...

- E pra um retardado que nem você eu acho que você deveria calar a boca.

 O dia com aqueles dois idiotas foi longo, primeiro que me levaram pra tomar sorvete e me esqueceram na sorveteria por que foram atrás de duas garotas que estavam dando sorrisinhos lascivos para eles, segundo, eles com toda certeza morderam aquelas garotas já que o Leo fez o favor de limpar a boca na minha touca de orelhas de gato que eu sempre usava e terceiro que o Leo fez eu voltar pra casa mancando já que esse idiota fez o favor de me derrubar.

                                              SAFIRA P.O.V

De noite eu desci para o jantar e notei que Yamara estava com o tornozelo enfaixado, Yamara sempre foi rabugenta e por conta disso nós quase nunca conversamos sem brigar.

-Kate: Está atrasada querida.

-É por que eu não sabia se deixava o meu cabelo solto ou fazia uma trança.

-Yamara: Eu prefiro que você cale a boca.

-Reiji: Yamara tem os modos parecidos com os seus Ayato.

-Ayato: O que posso dizer? A genética é muito boa!

-Kate: Tem razão as De Angelis sempre tiveram uma genética infalível.

-Ayato: A genética dos Sakamaki só eu invejável por que eu faço parte dessa família.

-Laito: Acho que alguém está se achando irmãozinho!

-Marigold: Vocês vão mesmo discutir qual é a melhor genética?

          ******

-Kate: PAREM!

    Quando meu pai e Kaleb começaram a brigar eu não fazia ideia do por que. O que era só para ser uma conversa cheia de insultos se tornou em um confronto, Ayato apertava a garganta de Kaleb contra o chão e Kaleb tentava pegar a espada que estava no chão.

-Kate: AYATO PARE! VOCÊ VAI MATAR ELE!

Minha mãe entrou no meio da briga e empurrou Ayato e quando meu pai pegou a espada no chão para cravar no peito do Kaleb a minha mãe foi empurrada por Kaleb em um movimento brusco mas já era tarde de mais...

-Yamara: MÃEEEEEEEEEEEE!

Marigold tirou nós da sala e deixou sobre os cuidados de Ella. Mas os gritos da minha mãe ecoavam pelo corredor e podiam ser ouvidos de longe...faça isso parar.

-Yamara: ME DEIXE IR ATÉ LÁ!

-Ella: Eu não posso.

- mas a minha mãe...

-Ella: Escutem, a mãe de vocês é forte e não vai ser agora que ela vai abaixar a cabeça!

-Yamara: KALEB!

Quando Kaleb entrou na sala ele estava com os olhos vermelhos. Quando ele voltou os olhos para mim eu consegui sentir o ódio que ele emanava.

-Yamara: Kaleb me escuta.

-Kaleb: O QUE!? Agora a rabugenta resolveu falar?

-Yamara: Você não é assim!

-Kaleb: Tem razão, eu não sou assim...eu sou pior que isso!

-Yamara:  DEIXA DE SER RETARDADO!

 Kaleb desapareceu da sala. Minha mãe gritava alterada com Ayato. Kaleb não estava em lugar algum da mansão...

'' Sinto muito pelo ocorrido Mãe, Yamara e Safira''

Ele só deixou um bilhete, como ele acha que um bilhete justifica isso!?...ELE SÓ DEIXOU UM BILHETE!

    Os dias se passaram. Kaleb não estava em nenhum lugar que procurávamos e todas as noites eu sonhava com olhos multicoloridos que tinham sua luminosidade tomada por olhos vermelhos...olhos cheios de  ódio.

     Agora todas as noites os olhos multicoloridos me perseguiam e todas as noites os olhos eram substituídos por olhos vermelhos.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...