1. Spirit Fanfics >
  2. Os meus 7 pecados >
  3. A Gula

História Os meus 7 pecados - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem 💕

Capítulo 4 - A Gula


Fanfic / Fanfiction Os meus 7 pecados - Capítulo 4 - A Gula

S/n: O-oi.


Jungkook nota que estou só de toalha e ele me olha enciumado.


Xxx: Prazer eu sou Jung Hoseok, a Luxúria.


Ele passa a língua entre os lábios.


Xxx: Sou Kim Seokjin, a soberba.


O mesmo da uma cotovelada em seu amigo que claramente estava ensonado.


Xxx: Sou Min Yoongi, a preguiça.


Eu percebo que todos eles são diferentes porem tem uma coisa em comum, a beleza.


Jh: E o resto não vão se apresentar? Não me digam que já sabiam disso.


Jm: Nem me olha eu acabei de conhecê-la também.


Nam: Porque não damos um pouco de privacidade para a s/n se trocar enquanto conversamos lá fora?


Todos concordam e saem do quarto fechando a porta.


Vou até o closet que havia no quarto, acho que nas devidas circunstâncias Jungkook não se importaria se eu pegasse uma roupa emprestado. Dentre as várias roupas uma me chama a atenção, era uma roupa bem bonita, estava coberta por um plástico e por incrível que pareça a roupa era feminina(foto da capa), talvez Jungkook tivesse comprado para mim.
Visto a roupa e vou até o quarto, não resisto e me encosto na porta para ouvir o que conversavam.


Jm: O que nos vamos fazer com ela?


Jk: Nós? 


Tae: Nos Jungkook, nos, não é porque você tranzou com ela que ela virou sua propriedade.


Yoon: Eu não ligo o que vocês vão ou não fazer com ela, eu vou voltar a dormir.


Jm: Ele poderia escolher com quem de nós ela quer ficar.


Jin: Isso não teria graça ela com certeza me escolheria, quer dizer, olha pra mim.


Jk: Ela nem te conhece ela vai me escolher.


Tae: Não tenho tanta certeza, não foi você que colocou ela num armário?


Jh: Gente, gente porque ela não passa um dia da semana com cada um somos 7 pecados e 7 dias na semana seria justo para todo mundo.


Nam: Não é exatamente o que eu tinha em mente mas foi a melhor ideia que tivemos.


Tae: Começamos quando?


Nam: Amanhã mesmo, mas como nos vamos decidir quem começa?


Jin: Um sorteio talvez?, Já aviso que sou muito sortudo.


Jm: Não queria interromper mas tem alguém se metendo na nossa conversa.


De repente a porta se abre e eu caio mas, rapidamente me levanto como se nada tivesse acontecido.


S/n: Vocês estão falando sobre mim não? Acho que eu tenho direito de saber.


Jm: Eu até te explicaria mas parece que você já escutou tudo.


Jk: Princesa!, Já vamos começar o sorteio porque não vem com a gente? Se quiser depois eu te mostro o lugar.


S/n: E eu tenho escolha?


Jk: Não, eu só estava tentando ser educado.


Quebra de tempo 

Os homens pegam o papel da caixa na maioria das vezes nem faziam questão de levantar só mexiam os dedos e o papel estava em suas mãos, desde pequena sonho com conto de fadas não que isso seja um, ao contrário disso, mas ainda sim me enstigava.

Aos poucos cada um foi falando o seu dia.

Jm: Terça.


Nam: Quinta.


Jin: Segunda.


Jh: Domingo.


Yoon: Sexta.


Jk: Quarta.


Tae: Sábado, ou seja, amanhã eu fico com você S/n.


Me conforto pelo fato de que ficaria primeiro com alguém que já conhecia, nem que pelas poucas palavras que havíamos trocado.


Jk: Agora que todos já sabem os seus dias se me permitem eu vou levar a S/n para conhecer a casa.


Os outros assintem.


Jk: Vem S/n.


Jungkook me leva pela imensa casa me mostrando os cômodos, até que ele me para e me beija.


Jk: Você está linda com essa roupa, princesa.


S/n: Obrigada Jungkook, mas acho que você me deve algumas explicações.


Jk: Tipo?


S/n: O fato de vocês terem poderes.


Jk: Bom eu achava que isso era óbvio.


S/n: Mas você nunca usou magia na minha frente antes.


Jk: É que eu não queria te assustar.


S/n: Por que? Ser trancada num armário não é motivo para ficar assustada?


Jk: Bem, isso são águas passadas.


S/n: Eu posso ter tranzado com você mas isso não me faz burra Jeon, se eles não tivessem nós escutado eu com certeza voltaria para o armário.


Jk: Pode até ser, mais isso é porque eu queria te protejer.


Ele me puxa pelo queixo me fazendo olha-lo nos olhos.


Jk: Olha você vai ter que me prometer tomar cuidado com os outros pecados, principalmente com a Luxúria, eu não me perdoaria se algo acontecesse com a minha princesa.


S/n: Que fofo nem parece que é um pecado.


Jk: Engraçadinha.


Nos rimos.


S/n: E quanto ao Tae ele parece ser legal, além do fato de ele comer demais ele parece até um humano.


Jk: Isso é porque ele não mostrou o lado verdadeiro dele, a gula não é só ligada a um sentido de comer e sim a todos, ou seja, se alimentar, fuder algu...


S/n: Tá, tá já entendi.


O interrompo.


Jk: Você é muito preciosa, é uma pena que não pode ser só minha.


Ele começa a beijar meu pescoço.


S/n: P-para Jungkook eu estou cansada e pelo visto vou ter semanas longas pela frente.


Jk: Tem razão.


Vamos até o quarto, Kook me empresta uma de suas camisetas para dormimos enquanto o mesmo apenas usava uma calça de moletom cinza. Deitei em seu peito desnudo e tenho que admitir que foi difícil não seder a ele, porém eu precisaria de todas minhas energias para o que vinha pela frente. Não demorou muito e nós dois pegamos no sono.


Quebra de tempo


No outro dia acordo e Jungkook não está mais lá não demora muito para Taehyung aparecer com uma grande bandeja de café da manhã.


Tae: S/n vejo que já acordou. Toma, fiz isso pra você.


Ele me entrega a bandeja.


S/n: Que fofo, Tae, obrigada.


Ele se senta ao meu lado na cama.


Tae: Sabe S/n, eu fiquei surpreso por você ter ficado com o Jungkook, eu achei que a gente tinha algo especial.


S/n: Prescisa de mais do que só comida para me conquistar.


Tae: E o que o Jungkook fez pra te conquistar? Te colocou num armário?


S/n: Parece que você está com ciúmes, Taehyung.


Tae: Não é ciúmes, ciúmes é coisa da avareza, só estou surpreso por você gostar dele.


S/n: Olha não que isso importe, mas eu só transei com ele, não foi nada demais.


Ele me lança um olhar meigo.


Tae: Já sei o que podemos fazer.Se arruma, vou te levar a um lugar.


Me ajeito e saio do quarto me encontrando com Taehyung que rapidamente me puxa pelo braço e me leva a um jardim com um grande lago.


S/n: Nossa aqui é lindo!


Tae: Você ainda não viu nada.


Ele se aproxima do lago e me estende a mão.


Tae: S/n, você confia em mim?


Lembro o que Jeon disse sobre tomar cuidado, mas Tae realmente não parece ser mal, apesar dele ser um pecado eu ainda via bondade nele.


S/n: Confio.


Nos pulamos e rapidamente me encontro em um cenário diferente e familiar.


Tae: Uau, aqui é realmente bonito, deve ser por isso que esse é seu lugar favorito.


S/n: Mas c-como? 


Esse era o lugar que eu e meu irmão costumávamos ir quando pequenos para ficar longe de Myung e de nossos pais.


Tae: O lago ele nos teletransporta para o lugar que mais queríamos estar.


S/n: E qual é o lugar que você mais queria estar?

Pensava em uma loja de doces ou algo do tipo.


Tae: Vem comigo.


Em um piscar de olhos estamos em um belo campo com algumas casas abandonadas.


Tae: Esse era o lugar que costumava morar antes de me tornar um pecado.


S/n: Espera, você era humano?


Tae: Todos nós éramos, até sermos amaldiçoados pelos pecados que cometiamos.


S/n: Isso quer dizer que vocês não escolheram ser assim?


Tae: Não exatamente, mas prefiro não falar sobre isso. É melhor voltarmos.


S/n: Desculpa Tae, eu não fazia ideia.


Tae: Tudo bem, não é sua culpa.


Voltamos para a casa e Taehyung parece estar nervoso.


Tae: Eu estou com fome, vou comer alguma coisa.


O mais velho pega alguns pacotes de salgadinho e devora em segundos.


S/n: Tae? Tá tudo bem?


Quando ele volta o olhar para mim seus olhos estão laranja.



















Notas Finais


Espero que tenham gostado 💫


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...