História Os Mundos se Unem. - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Gravity Falls, Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug), Star vs. as Forças do Mal
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Candy Chiu, Chloé Bourgeois, Dipper Pines, Grenda, Hawk Moth, Mabel Pines, Marco Diaz, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Personagens Originais, Star Borboleta
Visualizações 10
Palavras 1.739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá! Espero que gostem.

Capítulo 32 - A grande festa.


Pov Star

Eu acordo e vou para a cozinha. Ninguém tinha acordado. Eu olho para a janela e jurava ter visto um abelha. Eu começo a fazer o café da manhã e o Alex chega.

Alex: Bom dia, Estrelinha.
            Eu: O que você disse?!
            Alex: Bom dia, Estrelinha.
            Eu: Só o Marco me chama assim.
            Alex: Dipper disse que você gostava desse apelido.
            Eu: Eu gosto, mas quando o Marco me chama.
            Alex: Desculpa. - Ele começa a fazer uma cara triste.
            Eu: Tá tudo bem. Pode me chamar assim. Eu deixo. Bom, se isso te faz feliz, me faz feliz também.
        Alex: Não é isso. Eu acabei de fazer um teste com você para saber como você trata as pessoas e comprovei algo que eu já tinha descoberto quando te conheci. Você é uma pessoa muito atenciosa e gentil. Uma pessoa que se preocupa com o bem-estar dos outros. Claro, você tem que ser séria quando preciso, mas nunca deixa de amar e respeitar as pessoas a sua volta. Você é uma pessoa perfeita, Estrelinha. É por isso que eu gosto de você.

Se alguém me visse agora, acharia que eu fosse um tomate de tão corada que eu estou. Estávamos nos aproximando quando...

Aquamarine: Gente, que melação. - Essa criatura chega na cozinha do nada.
            Eu: Que susto, assombração raquítica.
            Aquamarine: Raquítica é a palma da minha mão na sua cara, ridícula. Gente, falando em ridícula, olha Marina chegando.
            Marina: Ah, pelo amor de Deus. Querer falar mal de mim. Já o viu o seu tamanho para o meu.
            Aquamarine: Ih, gente, pisei numa coisa aqui.
            Marina: Pisou no quê?
            Aquamarine: Seu recalque. Acabei de esmagar.
            Marina: Sinceramente, você é muito careta. Muito careta.
            Aquamarine: Eu tenho cara de palhaça para fazer careta?
            Marina: Tem.
            Aquamarine: .....................Gente, vou enterrar Marina na escada.
            Dipper: O que está acontecendo? - Ele brota do nada.
            Eu: Discussão de Aquamarine e Marina. Enfim, o que vocês acham de fazer uma festa?
            Peter: Eu apoio.
            Eu: Gente, hoje é o Dia de Pessoas que Brotam do Nada?
            Aquamarine: Eu também apoio a festa.
            Dipper, Alex e Marina: Eu também.
            Eu: Ok. Então partiu shopping para comprar as coisas?
            Todos: Partiu.

Nos arrumamos e fomos para o shopping. Fomos para um chafariz que é o centro do shopping nos organizar.

Eu: Ok. Alex e Dipper vão comprar coisas relacionadas a músicas, Marina e Peter vão comprar comes e bebes e Aquamarine e eu vamos comprar decorações, enfeites e etc. Quando terminarem, vem para cá. Vamos!

Aquamarine e eu começamos o caminho para uma loja.

Aquamarine: O que vamos comprar?
            Eu: Globo de festa, balões, mesas, cadeiras....
            Aquamarine: E tu dinheiro para tudo isso?
            Eu: Não. Nós vamos roubar tudo e depois de usar, a gente vai deixar na casa da vizinha para os policiais prenderem ela. É claro que eu tenho dinheiro. Faz cara de rica, meu amor.
            Aquamarine: E aquele mel que você estava na cozinha com Alex?
            Eu: Ah, sei lá. Eu vou falar com ele hoje e vou ver no que vai dar.
            Aquamarine: Então a gente vai ter que passar numa loja de roupa.
            Eu: Pra quê?
          Aquamarine: Comprar bala. Comprar roupa, né. Hoje, eu vou trabalhar você no glamour e na falsidade pro Alex ou eu não me chamo Aquamarine Josephine Catarina de La Babaquice.
            Eu: Babaquice? - Digo começando a rir.
            Aquamarine: Minha flor, acho melhor você parar de rir ou minhas unhas vão conhecer a sua cara.
            Eu: Ok.

Chegamos na loja e eu fui para um lado e ela foi para o outro. Eu peguei um carrinho e comecei a colocar as coisas nele. Depois de um tempo, Aquamarine e eu nos encontramos em uma fila. Depois de pagar as coisas, nós fomos para a loja de roupas. Nós conversamos muito enquanto procurávamos e provávamos roupas. Ficamos super amigas. Saímos da loja e fomos até o chafariz. Fomos as primeiras a chegar.

Pov Peter

Marina e eu fomos a um mercado no shopping. Ela estava linda. Pegamos batata chips, doces, ponches, refrigerantes.

Eu: Marina, você está bem bonita.
            Marina: Tá com febre? Quanto você quer?
            Eu: Marina, você é linda.
            Marina: Sério?
            Eu: Claro. Você é uma pessoa inteligente, gentil, bonita. Você é uma pessoa perfeita.
            Marina: Peter?
            Eu: Fala.
            Marina: Você é inteligente, atencioso e um gato. Eu amo você.

Começamos a nos beijar. Fomos nos beijando até nos trancarmos em um armário que estava vendendo.

Pov Dipper

Alex e eu fomos até a loja de música e pegamos caixas de som, guitarra, mesa de dj, bateria. Estávamos indo para a fila quando um segurança para o Alex.

Segurança: Equipe, encontrei ele. - Ele fala em seu walkie talkie.
            Alex: O que está acontecendo?
           Segurança: Não se faça de desentendido. Você é o cara de relógio de ouro e cabelo preto que nos roubou ontem. E o cara do seu lado é o seu piloto de fuga. O garoto de boné azul.
            Eu: Eu só tenho 14 anos.
            Alex: Não pode prender uma pessoa que não fez nada.
            Segurança: Não seja sínico.

Os outros seguranças chegaram e nos levaram para a delegacia.

Pov Star

Depois de séculos esperando, Peter e Marina chegaram com os comes e bebes. Eles estavam suados e descabelados.

Eu: Aqua, tá pensando o mesmo que eu?
            Aqua: Tô. Danadinhos.
            Eu: Ok. Agora, só falta o Dipper e o Alex. Onde que eles se mete....

Meu celular começa a tocar. Eu atendo.

Dipper: Star! Nos ajuda!
            Eu: Onde vocês estão?
            Dipper: Estamos na delegacia.
            Eu: O que vocês fizeram?
            Dipper: Nada. Um segurança achou que o Alex fosse um ladrão que roubou a loja ontem e que eu fosse seu piloto de fuga.
            Eu: Ok. Estou indo para aí. Tchau.

Desligo o celular.

Aqua: O que aconteceu?
            Eu: Dipper e Alex foram presos.
            Peter: Por quê?
            Eu: Eu explico no caminho.

Fomos até a delegacia e fomos falar com o delegado.

Eu: Com licença, eu sou Star Butterfly e nós somos amigos de Dipper Pines e Alex Montgomery.
            Delegado: O ladrão da loja de música e seu piloto de fuga?
            Eu: Vocês tem provas de que foram eles?
            Delegado: Sim. O ladrão tinha cabelo preto e usava um relógio de ouro e o piloto de fuga usava um boné azul.
            Eu: Qualquer um tem cabelo preto e usa relógio ou usa boné azul.
            Detetive: Ela tem razão, delegado. - Ele entra na sala. - Encontramos os rapazes.
            Delegado: Ok. Pode soltar os meninos. Desculpe pelo mal entendido.
            Eu: Tudo bem.

Nós saímos da delegacia com Dipper e Alex e fomos para casa. Convidamos a vizinhança inteira e montamos a festa. Fomos tomar banho. Eu sai do banho, peguei as roupas que comprei e fui até o quarto da Aquamarine.

Aqua: Ah, chegou.
            Eu: Não. Isso é um holograma que....
            Aqua: Shh, cala a boca. Bom, vamos ver. Já sei! Vamos usar o poder Amigas Unidas.

Juntamos as mãos e nos concentramos nas roupas. 

Nós duas: Já sei!

Vesti um suéter vermelho e uma saia preta. Eu botei uma meia calça preta e calcei uma bota preta. Eu amarrei um casaco xadrez na minha cintura e fiz um coque no cabelo. Por fim, coloquei um chapéu preto.

Aqua: Amiga, você tá linda.
            Eu: Obrigada.
            Aqua: Agora, só falta um toque de glamour e falsidade.

Ela pega um frasco.

Eu: O que é isso?
           Aqua: Essa é uma fórmula que eu inventei para deixar mulheres maravilhosas e irresistíveis. O nome é Glamour e Falsidade. Vou fazer você tomar banho com isso.
           Eu: Espera aí! Eu não quero que o Alex se apaixone por mim por causa de uma fórmula. Eu quero que ele se apaixone por mim pelo que eu sou.
           Aqua: Por favor.
           Eu: Não.
           Aqua: Por favor. - Ela faz uma cara fofa irresistível.
           Eu: Ok. Mas, só um pouco.

Ela coloca um pouco na mão e passa no meu pescoço.

Aqua: Ok. Agora sai que eu vou me arrumar.

Eu saio do quarto dela e Dipper e Marina já estavam arrumados. Já tinha chegado algumas pessoas. Depois de um tempo, mais pessoas tinham chegado e Aqua, Peter e Alex já estavam na festa. Dipper era o dj e Aquamarine, Marina e Peter estavam dominando o Just Dance (Autor: Sim, tem um Just Dance/ Star: Faz cara de rica, meu amor). Era minha chance de ir até o Alex. Eu fui até ele.

Eu: Oi, Pediatra.
            Alex: Oi, Estrelinha. Que cheiro é isso?

Eu começa a cheirar meu pescoço e eu arrepio. Eu percebi que ele percebeu isso.

Alex: Glamour e Falsidade?
            Eu: Achei que fosse um fórmula "secreta" da Aqua.
            Alex: Com "secreta" você quis dizer abrir uma loja vendendo só um produto e falir em 3 meses.
            Eu: Ela não fez isso.
            Alex: Fez
            Eu: Alex, quando você disse que gostava de mim, qual foi o sentido?
            Alex: Eu disse que gostava do seu tipo de pessoa.
            Eu: Qual é o meu tipo de pessoa?
            Alex: Atenciosa, gentil, bem-humorada, bonita. - O "bonita" ele disse quase inaudível.
            Eu: Alex?
            Alex: Oi?

Eu surpreendo ele com um beijo.

Eu: Eu te amo.
            Alex: Também te amo.

De repente, o teto abre e Dipper solta fogos de artifício no céu. Eu vou até o microfone.

Eu: Gente, vamos levar essa festa para a rua!

Nós fomos para a rua e começamos andar com a festa. Chegamos na Times Square.

Eu: Vamos invadir a porcaria da Times Squares!
            Alex: Garota, você é maluca.
            Eu: Sou mesmo.

Começamos a tomar a Times Square inteira até que eu tive outra ideia.

Eu: Galera, vamos invadir a Broadway!
            Todos: Uhul!
            Alex: Star, você tá maluca?! Nós podemos ser presos por causa disso.
            Eu: Alex, para de frescurite aguda e se joga na vida, meu bem.

Nós invadimos a Broadway e começamos a fazer um musical. Depois, as pessoas que estavam assistindo começaram a aplaudir e jogar dinheiro na gente enquanto saíamos. Fomos em direção ao Empire State Building. Subimos até o topo e continuamos a festa. Só saímos de lá porque eu quase cai. Fomos até a Estátua da Liberdade e estava tendo uma feira de especiarias. Uma parte da festa ficou na feira e a outra parte, que inclui a gente, cruzou a fronteira entre os EUA e o Canadá. Terminamos a festa em um bar de ponche e dormimos em um hotel no Canadá. Esse foi um dos melhores dias da minha vida.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Beijos!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...