História Os Novos Vingadores - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Dr. Bruce Banner (Hulk), Loki, Natasha Romanoff, Personagens Originais, Steve Rogers, Thor
Tags Capitão América!jm, Design Feito Por Httpten, Homem De Ferro!jk, Hulk!yg, Jikook, Jimin!tops, Jin! Viúva Negra, Jk!bottom, Jm!seme, Jungkook Uke, Minimignon, Nj!gavião Arqueiro, Spider!hs, The Avengers, Thor!tae
Visualizações 195
Palavras 1.753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente, turu bom com vocês? Hum?

Era pra mim estar aqui no domingo com o novo capítulo, mas não deu muito bom. Meu celular foi para o concerto e eu só consegui terminar ontem. Desculpa gente. :'(

Boa leitura, meus lindos Vingadores!

Capítulo 6 - Capítulo VI


Fanfic / Fanfiction Os Novos Vingadores - Capítulo 6 - Capítulo VI

Nova York; 18:05

Jeon Jungkook Stark

— Mas o que…?!

Jungkook ergueu a cabeça do chão pronto para xingar ao mais velho por querer arranhar sua armadura bem polida, mas assim que seus olhos se encontraram com o esverdeado ficou pasmo de tamanha incredulidade.

Na sua infância inteira ouvia falar que Hulk era um herói de corpo forte e verde, que sempre prezava por salvar as pessoas a quem ele amava. E claro, matar aquelas que se apresentavam ameaças para si e as outras pessoas que amava. No entanto, Jungkook jamais imaginaria que Yoongi seria maior que Bruce na transformação e também na força, como via ser agora em sua frente.

Jeon estava tão facinado pelo esverdeado que mal raciocinou quando a fera o prendeu em uma mão sem muita força e o parou em frente ao próprio rosto, o encarando curioso.

Jeon e o Min poderiam ficar minutos se fitando sem nenhum problema, levando em vista que o esverdeado — mesmo que sem pensar — estava encantado com o homem dentro da máquina em sua frente. Já Jungkook ainda estava incrédulo com o mesmo. Certamente ver algo pessoalmente era bem diferente do que ver em revistas e filmes antigos.

Apesar do contato estar acalmando Yoongi aos poucos, o loiro enciumado com a interação dos dois não gostou nem um pouco da cena.

E para demonstrar seu inconformismo chutou o pé da fera verde com força.

— Solta ele agora! — Jeon ouviu Jimin gritar e finalmente acordou de seu transe tentando — inultimente — se soltar do aperto. Conseguindo completar tal proeza quando Yoongi por si só o tacou em um caminhão estacionado e chutou Rogers para longe.

— Mini Senhor Stark, devo acionar os outros Vingadores?

— Não, está tudo sobre controle, Jarvis.

Lançou seu olhar para o lado e viu de relance Jimin se erguendo do chão e sendo surpreendido por mais um chute, o fazendo voar mais alguns metros de distância.

— Vamos correr! — ouviu o Park gritar ao longe tentando se levantar outra vez. Conseguindo completar tal feito quando Yoongi se distraiu com algo, o dando a chance que precisava para acertar uma barra de ferro na cara do mesmo e se esconder ás pressas.

Jungkook suspirou triste consigo mesmo e parou para analisar se deveria mesmo estar ali.

A ideia inicial de Jeon para criar os Vingadores era montar uma equipe forte, que saiba encarar tudo de frente e sem medo, que saiba derrotar vilões e principalmente salvar a população do mal. No entanto tudo se tornou ser o contrário do que imaginava em sua mente quando se puseram em frente a uma ameaça. Naquele momento Jungkook se alto julgou inferior aos outros Vingadores.

Digo, Jimin demonstrou que tinha uma força de outro mundo para aguentar apanhar e se defender do Hulk bravamente, Yoongi se denominou poderoso se transformando em uma fera enorme,Taehyung era um semi-deus e, Jungkook, apenas um humano fraco que dependia de sua armadura para lutar. E nem isso sabia fazer direito, visto que olhava Jimin tentando se defender enquanto estava onde foi tacado por Yoongi, pensando em como teve a coragem de pensar em ser líder sabendo que mal conseguia manusear a armadura direito.

— Jungkook!

Novamente se viu fora de seus pensamentos quando recebeu um novo ataque de Yoongi, e a única coisa que pôde fazer naquele momento foi proteger o rosto descoberto de modo rápido, logo sendo bombardeado de várias pancadas na regional abdominal que o faziam gruir baixo.

Com os sentidos mais aguçados Jeon agarrou o braço do Hulk com os dois braços e tentou o parar por alguns segundos enquanto pensava em algo para escapar do aperto, recebendo alguns segundos depois o relatório de Jarvis sobre a perda de 458% de resistência.

— Eu não vou aguentar. — Forçou mais ainda o aperto no braço verde e quando notou ser erguido pelo pescoço com o outro braço livre do Min, trocou o braço que apertava, sentindo o material em volta do pescoço ir se fechando até encostar em seu pescoço.

— Senhor, houve mais uma perda de 242% de residência. — Advertiu Jarvis novamente. — Devo chamar os outros Vingadores? Tenho certeza que já resolveram o problema com Bruce.

— Quanto tempo essa armadura aguenta?

— Creio que em dois minutos ela esteja inutilizável.

— Droga. — sentiu o aperto mais forte no pescoço e instantaneamente olhou para os arredores, notando pessoas chegarem surpresas para gravar a cena inédita do Homem de Ferro e Hulk de volta a ativa lutando.

Contudo o que mais surpreendeu o moreno foi não encontrar o Park em nenhum lugar, o deixando mais desesperado ainda. — Eu vou morrer. — choramingou.

Jeon sempre foi um garoto orgulho e que sempre achava que poderia se virar sozinho em situações de risco como a que estava passando naquele momento. No entanto, o medo de morrer se fizera mais alto, fazendo Jungkook jogar seu orgulho de lado e fechar os olhos, torcendo para alguém o salvar, ou quem sabe Deus ter alguma piedade de si e o levar para o céu.

Por alguns segundos achou que fosse realmente ouvido por Deus e seu sofrimento estivesse chegado no fim ao que tudo que olhava ficava borrado e as vozes das pessoas fossem ficando mais baixas a cada segundo que se passava. Mas incrivelmente tudo aconteceu muito rápido.

Jeon sentiu o corpo ser envolvido por um par de braços no último segundo e o ar voltar com tudo para os seus pulmões, o obrigando a abrir os olhos e encontrar com os azuis do ser que o salvou.

— Espero que a cavalaria não tenha demorado muito. — e isso foi tudo que ouviu sair da boca do Park antes de desmaiar.

XXX

Nova York; 20:54

Jeon Jungkook Stark

Aos poucos sua visão ia voltando e quando percebeu estar deitado em sua cama macia olhou em volta em busca de seu pai o esperando acordar, mas diferente do que pensava a única pessoa que reparou estar presente ao seu lado na cama foi Jimin. Não esperava encontrar o loiro deitado ao seu lado, e ao que notou, segurando sua mão.

Jeon poderou em puxar a mão e o derrubar no chão, contudo quando bateu seus olhos no rosto alheio notou um arranhão mediano na bochecha alva, e imediatamente sentiu a vontade tocar.

Jeon mordeu os lábios tendo uma conversa interna consigo mesmo se deveria ou não fazer aquilo, mas quando notou estar pensando muito — coisa que não era de seu feitio — respirou fundo antes de se aproximar de modo calmo e impensado, não querendo acordar o mais velho.

Sua mão direita se ergueu até seus dedos tocarem a face alheia e quando percebeu que o Park não fez menção de acordar, começou a acariciar a área perto dos pontos com delicadeza, descendo o olhar pelo corpo forte do outro de maneira minuciosa.

Não queria ficar admirando demais o corpo do namorado de um amigo extremamente ciumento, ainda mais Jeon tendo seu namorado. Mas era inevitável.

Seu namorado e amigo que o perdoassem.

Jeon não era de ferro como sua armadura, não aguentava receber os olhares do Park e se manter indiferente à ele por muito tempo.

O moreno se recorda da primeira vez que viu Jimin em uma festa de aniversário. E ele até provaria da força do lutador no dia em questão. No entanto, quando notou o amigo Jackson lhe fitando com irritação evidente teve que desviar o olhar, agradecendo eternamente pelo Park ter trago um amigo gostoso, assim teria a quem substituir Jimin por uma noite quente.

Jungkook só não esperava que fosse gostar do garoto, e muito menos que mais tarde ele fosse se tornar seu namorado.

Com um pouco de pesar na mente por se lembrar do namorado em tais circunstâncias em que se encontrava se viu descendo a mão até o abdômen desnudo do outro, deslizando e fazendo todo trajeto dos gominhos, imaginando como seria poder presenciar todos se contorcendo enquanto o Park deslizava a mão de maneira sexy até sua “entrada da felicidade”.

Um pouco corado por descer mais ainda sua mão atrevida, Jeon soltou a respiração que prendia quando tocou superficialmente o falo do Rogers e arregalou os olhos. Jimin estava duro.

Será que ele teve um sonho erótico ou uma ereção matinal?

Lançou um olhar para o relógio por alguns segundos antes de voltar a encarar o membro tenso e logo descartou a segunda opção. Não havia como Jimin ter uma ereção matinal em um intervalo de tempo tão curto de duas horas. Com isso, decidiu ficar com a primeira opção, visto que já havia acontecido consigo uma vez que sonhou com um segurança gostoso que trabalhava para sua família.

Pena que ele morreu de forma misteriosa antes do Jeon ter algo mais íntimo com ele.

— Mas o que eu estou fazendo? — se questionou depois de perceber que ainda estava com a mão sobre o membro desperto.

Rapidamente tentou puxar a mão e fingir que nada havia acontecido. Todavia para a sua surpresa Jimin agarrou sua mão — ainda de olhos fechados — e a manteve no lugar. E em um momento de desespero e susto Jungkook apertou o local, podendo ouvir o gemido do Park ecoar pelo enorme quarto antes do mesmo abrir os olhos.

— Olha e-eu…. — tentou se justificar quando Jimin abriu os olhos lhe fitando, mas a única coisa que saia de sua boca era gaguejos, o deixando mais constrangido do que já estava na frente do loiro. — Nã-não é o que vo-você está pensando!

— Ah, não? — Jungkook assentiu. — Então por que ainda está com a mão em mim?

O moreno já estava um pimentão por ter sido pego em flagrante, mas quando o Park disse aquilo Stark reparou que Jimin nem mesmo segurava sua mão direito, apenas estava por cima da sua. Jeon puxou a mão com rapidez e tentou ficar indiferente outra vez.

— Eu só queria saber como você ficou ereto em tão pouco tempo. Não pense que por causa disso eu goste de você. — disse com a voz suave, mas grave, causando arrepios pelo corpo do mais velho. — Quando sair do meu quarto feche a porta. Obrigado desde já.

Fez menção de levantar da cama e sair do quarto afora, contudo o loiro foi mais rápido que si.

Segundos depois Jimin já se encontrava sobre seu corpo com ambas as mãos ao lado da cabeça do Jeon. Um sorriso safado brincava em seus lábios.

— Eu estava acordado o tempo todo, Jungkook. E sei muito bem que me quer, assim como te quero. — sussurrou ao pé do ouvido do mais novo e se afastou um pouco para ter a visão de Jungkook de olhos arregalados. — E se eu estou duro, é por sua causa.


Notas Finais


O que vocês acham que vai rolar no próximo capítulo?

A) Jimin e Jungkook vão se beijar.
B) Alguém vai chegar.
C) Jungkook vai cair na real.

É isso gente, até semana que vem. <3

Quem será o namorado do Jungkook? (Fica no ar, quem acertar vai ganhar um beijo na bunda) kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...