História Os Novos Vizinhos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Alaric Saltzman, Bonnie Bennett, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elizabeth "Lizzie" Saltzman, Hope Mikaelson, Jeremy Gilbert, Lucy Bennett, Matt Donovan, Personagens Originais
Tags Crepusculo, Crossover, Tvd
Visualizações 14
Palavras 699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ehehehe, 6 pensaram que eu não ia voltar? Pois estão muito enganados!

Como eu nunca sei o que dizer aqui, só desculpe pelos erros ortográficos que possa ter, e boa leitura!

Capítulo 2 - Aeroporto


Fanfic / Fanfiction Os Novos Vizinhos - Capítulo 2 - Aeroporto

   POV BONNIE

   Observo as nuvens abaixo de mim, enquanto o piloto do avião diz aquelas coisas de sempre, me deixando entediada. Quarenta minutos depois da decolagem, fecho o livro que estava lendo e coloco os fones de ouvido, escolhendo a playlist aleatória. Enquanto as músicas vão passando sem que eu preste atenção, penso em como vai ser chato ter que arrumar minha casa, quando chegar.
   Estou voltando para Mystic Falls depois de dois anos rodando o mundo. Ainda há vários lugares que planejo conhecer, mas preciso dar uma pausa, viver uma vida normal. E é claro que também quero ver meus amigos. Eu tenho falado com eles pelo telefone, mas não é a mesma coisa. Voltar para casa, depois de tanto tempo, é... Animador.
   Quando presto atenção na música que está tocando, Wannabe das Spice Girls, a frase que eu ouço é:
   "Friendship never ends"
   Bem apropriado, considerando meu pensamento de agora a pouco.

          ~Quebra de Tempo~

      Quando o avião pousou, tive um problema com uma bolsa que ficou presa no compartimento de bolsas, e por causa disso fui a última a sair do avião. Quando entrei no aeroporto fui logo procurar minhas malas, mas não as via, nem na esteira nem na câmera. De repente ouço uma voz familiar atrás de mim:
   - Procurando isso?
   Me viro, vendo meu melhor amigo afastado com as minhas malas, sorrindo pra mim. Sorrio de volta e faço a coisa mais racional do mundo (só que não). Corro rindo/gritando e pulo nele com tudo. Coloco minhas pernas ao redor de Damon e ele me abraça, me segurando. Todos nos olhavam como se fôssemos doidos, mas eu não ligava.
   Desço dele, pego uma das malas, e começamos a andar.
   - Por que não avisou que vinha me buscar? - Perguntei, apontando com a cabeça para o Pizza Hut do aeroporto, que estava mais ou menos vazio.
   - Estragaria a surpresa, ué!
   Entramos no estabelecimento, e escolhemos uma mesa com janela, porque eu adoro sentar na janela, e olhamos o cardápio.
   - E como está Elena? - Perguntei, analisando as opções de pizzas.
   - Ah, tá ótima. - Falou meio desanimado.
   Tirei o cardápio de suas mãos, fazendo-o me olhar.
   - O que houve? - Questionei, levantando uma sobrancelha.
   Ele respirou fundo e começou:
   - Já faz umas semanas, nós estamos brigando muito. Ela chega estressada do trabalho, e então qualquer coisa que eu digo ou faço deixa ela mais irritada. Eu tento ser compreensivo, mas até eu tenho meus limites, e acabo discutindo também. - Damon pegou o cardápio de minhas mãos e completou - E antes que você pergunte, sim, estamos dormindo em quartos separados.
   A garçonete chega e pedimos uma pizza meia mussarela meia frango com catupiry, e uma Coca-Cola.
   Olho para Damon e pergunto:
   - Que tipo de coisas tem irritado ela? Porque talvez sejam coisas pequenas pra você, mas que pra ela não são tão pequenas.
  - Pra você ter uma idéia, uma vez eu bati o meu dedo na parede sem querer e ela começou uma discussão sobre como eu não presto atenção em nada. - Tive que me segurar pra não rir. Realmente é muito exagero da parte dela.
   Passamos um tempo conversando sobre eles, mas Damon resolveu mudar de assunto alegando que "não queria me incomodar com isso". Logo, falei sobre como foram minhas viagens, e os lugares e culturas que conheci. Ele comentava sobre um ou outro lugar que também já tinha ido, e a conversa fluiu divertida.
   A pizza chegou e começamos a comer, falando alguma coisa vez ou outra, tentando ao máximo matar essa fome enorme.
  - Deviam construir um templo pra quem inventou essa obra prima, vulgo pizza.
   Ri do comentário, e olhei ao redor. Reparei que havia uma família, que aparentemente também tinha chegado de viagem, comendo, conversando e rindo. Não dava para ouvir o que falavam, mas um deles parecia estar contando uma piada, ou história engraçada.
    - Bonbon, se continuar secando o cara assim, ele morre de sede. - Encarei Damon, vermelha e irritada com a piada. Joguei uma azeitona nele, e começamos uma mini-guerra. Depois de pagarmos a conta, saímos do aeroporto e eu entrei em seu carro.


Notas Finais


E aí? Digam aí como estou indo, lembrando que nunca li os livros de TVD, então não tem como eu saber como é a narração deles e td mais.

Mas e então, o que acham que é esse problema com a Elena?
Quero saber o que estão achando de tudo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...