1. Spirit Fanfics >
  2. Os Odiados >
  3. O Trem da Noite

História Os Odiados - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - O Trem da Noite


Fanfic / Fanfiction Os Odiados - Capítulo 1 - O Trem da Noite

- VOSMICÊ FICOU MALUCO? A GENTE TA FODIDO CARA! Eu disse Mac eu disse que isso não ia dar certo tu..quer assaltar o maior banco de Pavilone!

- Estamos ricos meu rapaz! 

- E AGORA TEMOS O PAIS TODO ATRAS DA GENTE!


"O ano é 1901, os Estados Unidos da América está começando a ter leis, todos aqueles que buscavam liberdade e seguiam suas próprias regras, morreram, a época do velho Oeste acabou e temos que viver fugindo agora, eu estou cansado dessa vida e estou em busca de redenção, meu nome é Muller Wanderssonn e eu... me rendo....."

                       Rancho selvagem

- Bem vindos rapazes! Essa é sua nova casa duvido aqueles filhos da Puta de Pavilone nos encontrar aqui!- Dizia O líder dos Windsors seu nome era Mac Windsors Ele usava um chapéu marrom com detalhes vermelhos um casaco preto com colete amarelo e uma bandana preta em seu pescoço, ele usava um cavanhaque e tem 51 anos 

- É...até que  parece ser agradável..Mas não duvido até os vermes nos encontrar- Dizia John Rake, ele tinha o cabelo longo, usava um chapéu e terno cinza, com um colete branco, ele usava também um coldre com balas em seu peito.

A gangue começava a se hospedar em seu novo acampamento depois de fugir de um assalto a mão armada em uma cidade do interior dos Estados Unidos, entre eles estava Muller Wanderssonn ele usava um chapéu preto com uma curvatura na aba com detalhes marrons, ele usava um casaco vermelho e um colete jeans, ele tem 33 anos e tinha uma barba média, ele caminhava com suas mãos em seu cinto na direção de Mac:

- Me parece um lugar agradável...Mas sabe que não poderemos ficar aqui por muito tempo....eles vão nos achar

- Eu já pensei tudo meu rapaz, agora....podemos descansar por um tempo.

 Muller caminhava e então senta em sua cama dentro de sua cabana e então pega uma foto que ficava encima de seu travesseiro e começa a admirar, na foto tem uma bela fotografia de uma mulher E então ele pensava:

" Eu....ainda não posso...tenho coisas a fazer"

 Ele se levanta e mais homens chegam, entre eles uma criança e uma mulher:

- Esse lugar é lindo John, Bruce vai adorar- Dizia uma mulher segurando a mão de uma Criança que tinha 8 anos.

Ela era Stella, era namorada de John e o garoto era o filho do casal.

Eles iam até uma cabana onde eles ficariam, a gangue tinha um modo de funcionar bem profissional, tinham  cozinheiro e até uma caixa para arrecadar fundos para remédios e comidas para os membros.

 Mac sentava-se em torno de uma mesa e tirava seu chapéu, e começava mexer em sua cabeça como se estivesse desesperado até que Muller e John chegam nele :

- Mac? Está tudo bem? - Pergunta Muller

- É....está...bem, saímos na pressa daquela maldita cidade minúscula e deixamos muita coisa para trás....O dinheiro que temos não dá....

- Espera aí, Vosmicê acha que quase morremos naquele roubo para dizer para gente que não é suficiente?  - Dizia John.

 Outro rapaz que era nativo americano se aproximava, seu Nome era Kairo Taklin, ele tinha um cabelo grande, usava uma boina e roupas escuras:

- Mac.....tem que ser hoje a noite....não teremos outra chance.

Muller olhava estranhamente para os dois e então perguntava a Mac:

- Do que ele estar a dizer? Mac? Acabamos de chegar...você não esta a planejar outro roubo certo?

- É preciso Muller....

- Preciso? Estamos a dias viajando a cavalo, perdemos o Dan, o James a Selly, passamos numa nevasca insuportável...estamos exaustos para mais uma maluquice dessa...

John senta junto de Mac e diz:

- Bem....diga o plano....está molenga demais Muller, tem que abrir mais o olho....estamos sem comida cara...vamos aproveitar que Está chegando a primavera.....como vai ser?

Kairo abre um gigantesco mapa naquela mesa e diz:

- Como estamos no final do Oeste....vários trens de cargas passam por aqui levando mantimentos e dinheiro para o resto do pais..inclusive para Nova Iorque....bem..ele passará pela colina sanfield hoje ao anoitecer....É uma ótima presa.

- Hmmm....bem, quatro homens são bons para esse serviço...mas..precisaremos de mais um.....EI! ARMANDO! VÉN AQUI, Quiero que me hagas un favor- Dizia Mac

Armando Castello era um Cubano refugiado que tinha entrado na gangue, ele se aproximava e dizia:

- Que quieres? - perguntava Armando 

- aquí hay una pequeña granja, roba un carro con un caballo y tráelo antes de que oscurezca- Dizia Mac

Armando apenas balançava a cabeça e saia andando:

- O QUE disse a ele Mac? - perguntou John

- Disse para ele roubar uma carroça com um pequeno cavalo na fazenda ao lado...fará parte do plano.

- E como vai ser Mac? - Dizia Muller

- Eu, John, Você, Armando e Kairo, ficaremos encima do penhasco a observar o Trem..um de vocês poderá plantar a dinamite nos trilhos, enquanto Armando deixará a carroça sem a roda encima do trilho... O que obrigará o maquinista a parar...após isso entraremos e roubaremos- Explicava Mac

- Eu não entendi a Dinamite Mac...por que elas se usaremos a carroça? - Perguntava Kairo

- É um plano B....- Dizia Muller

-Exatamente! Rapazes...se preparem para essa noite!.

Armando chegava com a carroça, o sol já estava quase a se pôr;

- Armando, ¿qué pasó? - Perguntava Mac

- Mac perdón, los ganaderos me vieron y tuve que matar a todos.

Mac apenas cobria seu rosto com sua bandana e gritava:

- Vamos Rapazes!!!

 Muller andava com sua bandana no rosto e segurava uma dinamite, alem de ter duas armas em suas costas e suas pistolas:

- Tchau papai!! - Gritava Bruce para seu pai John que devolvia com uma piscada

- Sabe John.....eu acho que vou cair fora...- Dizia Muller

- Ué...mas Muller..tem a tal da lealdade...O Mac não vai gostar! - Respondia John

- Bem...eu já me dediquei muito a eles...mas não sei...irei pensar mais sobre isso - Dizia Muller subindo no cavalo.

Eles corriam de cavalo na direção da colina até que chegam e Mac pega um binóculo para observar:

- Ele está chegando...Muller! Vai lá embaixo e planta a dinamite entre as árvores e o trilho.

Muller pega seu cavalo e desce a colina, Mac faz sinal para Armando posicionar a carroça e esperar.

- Tudo já está pronto, eu pedi para o Mark ficar na tocaia com os reforços..mas espero não precisar. 

      " Barulho de trem"

- EI MULLER, VEM! VEM! ELE ESTA CHEGANDO!

 Muller corria muito na direção da colina para não ser visto pelo maquinista, ao chegar ele saca sua arma e fica aposto junto da gangue.

Armando estava no trilho fazendo um sinal com a mão e dizendo:

- Detén el tren! ¡Detén el tren!

  O trem para bem encima da carroça, o maquinista coloca a cabeça para fora e diz:

- lo que passa? Você não é americano?

   Na colina Mac começa a sorrir e diz:

- Quer saber...vamos explodir a dinamite!

- O QUE? Mas do nada? -Perguntou John

- Sim! Pode apertar Muller!

 Muller aciona a bomba mas ela falha e não acontece nada, Armando fica esperando demais para dizer e o Maquinista percebe homens estranhos em cima da montanha, ele então entra correndo e começa a andar o Trem de novo com tudo para cima da carroça:

- ¿qué estás haciendo? hijo de puta!- Gritava Armando

- Puta que pariu! Andem rapazes corram na direção do trem! John e Muller saltem encima dele pela colina! VAI!

Muller corria com sua Springfield em direção ao trem junto com John com sua espingarda de cano duplo eles então conseguem saltar no teto do último vagão do trem:

- ESTÃO NOS ROUBANDO!! - Dizia um segurança que estava dentro do trem, que pega uma um revólver e começa atirar no teto para afastar os dois foras da lei:

- Vai morrer! Filho da Puta!- Diz John

  Muller pega uma corda e joga para John que segura com força, Muller então usa como apoio para ir pro lado do trem e quebrar a janela, após isso ele pega sua Calibre 38 e acerta um tiro em cheio na cara do segurança do trem, fazendo ele morrer na hora, Muller então arruma seu chapéu que estava torto, guarda sua Calibre e pega sua Springfield:

- Então...vocês tem 2 direitos, colocar toda sua grana nesse saco! E ficarem quietinhos- Dizia Muller apontando para John entrando no vagão.

Muller apontava a arma para as pessoas quando John recolhia o dinheiro, até que um senhor de roupa casual diz:

- Vira essa coisa para lá, seu marginal! Eu não te darei nada!

- Anda velhote!! Ou eu vou te matar!!- Dizia Muller

O Senhor nem mexeu a mão, Muller então carrega a arma e acerta um tiro em cheio na cabeça do senhor fazendo ele morrer na hora:

- Panaca!

  Eles recolhiam o dinheiro de todo mundo, até que mais seguranças começaram a vir do último vagão, o que causou um imenso tiroteio:

- Caralho...não vai dar pra matar todos esses John.

- Porra! Mais um plano....

  Até que o reforço citado por Mac chega e começa a atirar, Mark era um homem que parecia ter uns 36 anos, tinha um bigode grande da cor loira, era careca mas usava um chapéu de vaqueiro, ele e os outros membros da gangue, inclusive Mac e Armando chegaram atirando, eles mataram muitos seguranças mas também mataram muitos inocentes:

- Cacete! Era sem vítimas Mac!- Gritava Muller

- VÁ PEGAR  O MAQUINISTA MULLER, PARE O TREM!!! - Gritava Mac

- JOHN SALTE  NO CAVALO DE ARMANDO! ANDA! - Gritava Mark a John

Muller saia correndo no meio do tiroteio e John corre para o lado de fora do trem, ele sobe em cima do vagão e salta na direção de Armando:

- Meu Deus!! Isso foi muito foda! - Dizia Mark dando risada

Mac para de atirar e pergunta a Armando:

- ¿Todavía tienes algunas dinamitas? - Dizia Mac

- si, pero no muchos, que hacemos?- Responde Armando

- abramos un agujero en el puente!

  O trem se aproximava de uma ponte, onde o Mac tinha mandado Armando e John explodir ela, eles então saem correndo para tentar ultrapassar o trem 

Muller andava em vagão em vagão sorrateiramente, até chegar no vagão do maquinista onde ele penetra a faca no pescoço do homem que cai e começa a agonizar até a morte, Muller então puxa a alavanca que faz o trem começar a parar.

 Ele então começa a voltar os vagões para checar se tem alguém vivo ainda. John e Armando passam o Trem e consegue implantar as dinamites no meio da ponte e então eles começam a correr e explodem a ponte que cai pela metade:

- Meu Deus...que loucura você tá fazendo Mac...- Diz John

Mac, Mark e os outros Paravam seus cavalos e começaram a olhar dentro de cada vagão:

- Vai! Andem, vocês aí, Vão embora! - Mac começava a mandar os passageiros embora do trem

- Espera aí Mac, não era um roubo de carga? Então por que diabos tem passageiros nesse trem? - Perguntava Mark

- Me parece que esses filhos da Puta querem poupar dinheiro- Dizia Mac  abrindo um vagão onde tinha cargas distintas de comida, munição e até dinheiro.

Muller se aproximava e dizia:

- Mac! Esse trem...ele está indo para Nova Iorque! 

- Por isso que ele esta tão farto! Peguem tudo rapazes!

 Alguns guardas aparecem, eles estavam fingindo estar mortos e tentam atirar em Mac mas Kairo atira com seu arco e flecha neles, Mark então consegue render dois seguranças e prende eles com uma corda e jogam eles para fora do trem:

- Esse trabalho, realmente foi divertido- Dizia Mark acendendo um cigarro e apontando sua arma na direção dos guardas.

Kairo e Mac desciam do trem com grandes sacos fartos de mercadoria e dinheiro, até quem Muller, John e Armando se aproximam do restante:

- O que faremos com eles? - Pergunta Muller

- Bem, decida você Muller, Dar dinheiro para ficarem de bico calado, matar, deixar ir embora, a decisão é sua! Vamos rapazes! Encontre a gente no acampamento quando acabarem - Dizia Mac

- Eu vou ficar aqui com Muller, Depois encontro vocês- Dizia John

Mac e os outros montavam em seus cavalos  e iam até o seu esconderijo:

- O que vai fazer com esses aí Muller? 

- Mac, monta um Puta assalto gigantesco a essa hora da noite e não quer sujar as mãos com 2 homens.....quer saber de uma coisa John...eu tive uma ideia!

Os dois foras da lei pegavam os dois homens amarrados e jogavam dentro do trem:

- Por..favor.. eu tenho dinheiro....deixa a gente ir- Dizia O homem desesperado.

Muller acendia um cigarro, mostrava o dedo do meio para eles e saia do vagão:

- John, prepara o cavalo!

 Muller pegou seu cavalo e cavalgou até o primeiro vagão, onde tirou o freio fazendo o trem andar:

- Meu Deus Muller....isso é cruel, hahahaha- Dizia John

Muller então pegava seu cavalo e ele e John iam até o esconderijo, os dois homens choravam por suas vidas porém o trem andou até a ponte quebrada e caiu no Rio, fazendo os dois homens morrerem afogados.

Dois viajantes passavam ali perto  e olhava aquilo tudo então eles saiam correndo em direção ao correio.

Chegando no acampamento um jovem rapaz negro chamado Christopher, com roupas brancas e laranjas chega perto de John e Muller e diz:

- Mac me contou o que fizeram, porra não vejo a hora de começar a fazer isso, vai ser incrível

- É garoto...mas talvez isso não seja o melhor caminho - Dizia Muller

John e Chris olham estranhos para Muller mas nada demais:

- PAPAI!! - O pequeno Bruce abraçava seu pai 

- Teremos comida boa essa semana garoto!

  Stella estava de cara emburrada e entra em sua cabana bem irritada:

- É...garoto...fique aqui fora alguns minutos..eu ja volto

John entra atrás de Stella e diz:

- Querida...algum problema?

- Mac disse para todos o que fizeram...John...você matou pessoas inocentes! Quando isso vai acabar?...eu quero criar nosso filho como uma família normal..e não no meio de pistoleiros e foras da lei!

- Querida..vamos poder comer até encher agora.....temos a lealdade..não posso fazer isso e também somos foras da lei! As pessoas não vão nos ajudar com boa vontade, mas o Mac disse, uma hora isso tudo vai acabar e viveremos normalmente, só temos que ser forte mais um pouco.

               Estado de Nova Iorque 

- Senhor governador...me parece que chegou uma correspondência ao senhor, parece ser sobre  o trem que estar a chegar.

- Obrigado Lenny- Dizia O governador Chamado Billy Monroe

Ele lia a carta e fazia uma cara de raiva, até que ele bate sua mão com tudo na mesa e diz:

- Como ousam! Nosso trem foi roubado por uma gangue famosa no Oeste, a gangue de Mac Windsors...um fora da lei desgraçado! Essa carta é uma denúncia, eu sabia que o Oeste é um lugar perigoso.

- Quer que eu avise o xerife senhor?

- O que o Xerife de Nova Iorque poderia fazer com esses filhos da Puta do Oeste, chame ele, Jake Sharpe, mande uma carta para ele.

- Sim senhor.

                   Rancho Da meia noite

- Senhor Sharpe! Temos uma carta para você....me parece ser...DO GOVERNADOR DE NOVA IORQUE!!

- De-me, ora isso me parece ser bão até demais....rapazes, arrume suas maletas e peguem um bão armamento.

- Vamos para onde? Jake?

- Vamos para o véio e bão Oeste....temos um trabalho a fazer por lá, ordens do governador e dará uma ótima grana pra nóis.

- Para o Oeste? Fazer o que por lá?

- Matar....uns Fio da Puta aí!







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...