História Os Olhos Azuis - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Novela, Romance
Visualizações 84
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Uhhuuiii. Tô feliz. Talvez porque eu vou livrar te um trabalho dos infernos amanhã.
Boa leitura!!!

Capítulo 42 - Troca de "farpas"


- Olhem só quem encontramos aqui... - alguém disse e logo reconheci a voz fina e irritante. - A nerd espinhenta metida à famosinha e a modelo albina metida à coreana.

Olhei para trás, e, tirando as minhas poucas dúvidas, vi Amber. Seu rosto completamente rebocado de maquiagem e sua voz irritante me fizeram perceber que ela não tinha mudado nada.

- Olá, Amber. Não esperava te ver novamente... - disse, parando de andar.

Estávamos voltando para casa com as mãos cheias de sacolas, depois de comprar vestidos e sapatos.

- Eu também não. Depois de fugir para a Coréia por causa de uma certa traição, - Anna comprimiu os lábios. - você era a última pessoa que esperava ver.

- E pelo visto, você não mudou nada...

- E você mudou bastante. Cadê as espinhas e o aparelho? Agora que está famosa criou coragem para se arrumar? Falando em ser famosa, seu namoradinho veio com você?

- Ah, ele veio sim.

- Depois quero que me apresente para ele. - ela disse, com um sorrisinho no rosto, se virando para ir embora.

Pode deixar! Até parece...

- E, Amber? - ela se virou ao som da minha voz. - Vê se corta as pontas duplas!

Amber ficou vermelha de raiva. Ri da cara dela e me virei para ir embora, até que alguém segurou meu pulso, me puxando.

Senti Amber me dar um tapa e me soltar.

- Nunca mais ria da minha cara!

- E quem é você para me dizer o que fazer? Minha mãe?

- Não. Não sou uma vadia como ela.

Aí está pedindo para morrer.

- Quer morrer mais cedo, é?

- Não tenho medo de nada que venha de você.

- Pois devia ter.

Cerrei os punhos e soquei a cara da garota. Senti uma leve ardência na mão, mas nada comparado ao soco que eu tinha dado nela. Ela se virou e socou a minha cara de volta. Antes que eu pudesse dar o troco, Anna me segurou, me impedindo de fazer qualquer coisa.

- Me solta! - disse, me debatendo.

- Vamos embora.

Ela me guiou até o carro e fechou a porta.

- Por favor, me diz que não convidou ela para o casamento. - perguntei para Anna.

- Eu achei que pegaria mal não convidá-la...

- Claro que não pegaria mal não convidar a pessoa que fez bullyng com você durante toda a sua vida escolar!

Olhei meu rosto no espelho e ele estava vermelho e com alguns arranhões. Que ótimo...


**


- Cheguei! - disse, abrindo a porta e achando uma cena um pouco perturbadora.

Jungkook com uma fralda na cabeça correndo de um lado pro outro e Jimin tentando acalmar o bebê em seu braço, que chorava com intensidade. Mas, assim que me viu, a criança parou e abriu um sorriso com apenas dois dentinhos.

- Oi, minha lindinha! Esses dois cuidaram bem de você?

Peguei ela no colo, mas um fedor intenso veio da mesma.

- Vocês não deram banho nela?

- É que... Eu não sei dar banho em criança... - Jimin tentou se explicar.

- E não pensou em pedir ajuda ao Jungkook?

- Ele não sabe nem botar uma fralda.

- Vem cá. - peguei a criança e puxei a mão de Jimin até o banheiro mais próximo. - Vou te ensinar a dar banho.

Ficamos meia hora dando banho em Yang mi, e mesmo assim, acho que quem se molhou mais foi eu e Jimin.

- Agora, precisamos de uma fralda limpa. Pega uma no armário.

Ele correu até o armário que eu indiquei e voltou com uma fralda. Porém, assim que chegou, Yang mi, precisando fazer suas necessidades, urinou no pai. (n/a: ahhh!! É muito estranho escrever "urinou"...)

É lógico que Jimin ficou estático e eu só consegui rir.

- Meu Deus! - eu gritei. - Vai trocar essa camisa, vai.

Jimin tirou a camisa e saiu do banheiro. Coloquei a fralda na bebê e escutei um grito - um pouco feminino demais - vindo da sala.

Peguei Yang mi e fui para sala, encontrando Naomi, Yura, André e Anna na sala. Jimin estava tentando se cobrir ao máximo, mas depois correu escada à cima.

- De onde que tu brotou, ser humano? - perguntei para Naomi.

- Agora entendi porque engravidou tão cedo... Difícil resistir à isso... - Naomi sussurrou, ignorando meu comentário.

- O quê?! Não... - disse, corando.

Minhas amigas só riram mais, e André ficou um pouco desconfortável.

Subi para o quarto, a fim de vestir Yang mi, mas acabei encontrando meu namorado, saindo do banheiro, apenas de toalha.

- Pode colocar a roupa, por favor? - disse, engolindo em seco e me virando para a malinha de Yang mi.

- Estou te incomodando assim? - ele sussurrou, me causando arrepios.

- Jimin... A Yang mi está presente...

Ele fingiu que não me escutou e continuou beijando meu pescoço.

- Espere um pouco... - ele parou. - Vou vestir Yang mi e deixá-la com Yura. Depois eu volto.

- Combinado. Estarei te esperando.

Coloquei um vestidinho na bebê e Yura ficou satisfeita em poder cuidar da minha filha por um tempinho.

Tranquei a porta do quarto e fui em sua direção.

- Podemos "brincar" agora. - ele disse e me agarrou, nos jogando na cama e me fazendo rir.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Até a próxima!!!
Beijinhos com gosto de torta de morango!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...