História Os opostos se atraem - Finn Wolfhard - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Beverly "Bev" Marsh, Dustin Henderson, Edward "Eddie" Kaspbrak, Eleven (Onze), Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Richard "Richie" Tozier, Will Byers, William "Bill" Denbrough
Tags Beverly, Bill, Caleb Mclaughling, Dustin, Eleven, Finn Wolfhard, Gaten Matarazzo, It: A Coisa, Jack Dylan Grazer, Jaeden Liberher, Lucas, Madmax, Mike Wheller, Millie Bobby Brown, Noah Schnapp, Richie, Sadie Sink, Sophia Lillis, Stranger Things, Will Byers
Visualizações 49
Palavras 920
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá terráqueos!!!
Gnt, quanto tempo!!
Como tá a mãe, o pai, a tia, a vó?!
Tô meio doida/extressada, e sem contar que eu estou extremamente ocupada esses dias, pq digamos que eu tenho outros compromissos, como ensaio de desfile, estudos e tretas para resolver... então, fica meio complicado escrever.
Mas já estou escrevendo o cap da Mr. Destiny e da They are popular.
{A ft de cap, eh uma ft bem aleatória}
💙 🍃

Capítulo 3 - EP Calpurnia (part. 2)


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem - Finn Wolfhard - Capítulo 3 - EP Calpurnia (part. 2)

Eu estava furiosa, não queria a ajuda de Finn. Na verdade, eu estava furiosa pelo fato de minhas irmãs dependerem de mim, mesmo sendo mais velhas, eram dependentes de mim.

—Oi, sou o Finn.. — Ele fala chegando do meu lado

—Eu sei. — Eu falo dando um sorriso cínico e ficando séria

—E você é... — Finn pergunta

—Melinda. — Falo num tom seco

—Bom, como já se conheceram. Já podem levar as meninas? — Pergunta Noah

—Oh, sim. Até porque eu não saí do meu show para ficar batendo papo. — Eu falo entrando na casa de Noah e Finn vem atrás

Assim que entro, vejo que tinham várias pessoas jogadas pela casa, provavelmente bêbados. Fui andando pela casa, até chegar na parte externa da casa, na piscina vi Brittany dentro, ela estava em cima de uma boia em formato de pizza. E deitada na cadeira de tomar sol, vi Becca.

Acordei Becca, e a puxei para Irmos embora, enquanto Finn tentava puxar a boia onde Brittany estava. Assim que conseguimos acordar as meninas, (o que não adiantou muito, pois estavam bêbadas e saiam tombando nas coisas. Seria mais fácil carregá-las no colo do que conduzi-las até o carro) fomos em direção ao carro de Finn, mas Noah me chama antes de ir. 

—Melinda, poderia me passar seu número? — Ele pergunta e eu faço uma cara confusa — É que sempre acontece da suas irmãs ficarem bêbadas e não conseguirem voltar sozinhas. Qualquer coisa quando isso acontecer, eu te ligo e levo elas. Pode ser?

—Nossa Noah, você me ajudaria muito com isso! —Falo e logo o mesmo anota meu número em seu celular.

Entramos no carro e logo começa o diálogo que eu não queria que começasse...

—Então, Melinda, o que você faz? Qual é o seu Hobby? — Finn pergunta

—Por que está interessado? — Eu pergunto sendo fria

—Bom, não estou interessado, era só para puxar assunto... — Ele fala sem graça, me deixando com um pouco de dó

—Mas já que perguntou, sou babá de duas adolescentes. —Eu falo brincando para descontrair o clima

—Estamos ouvindo — Brittany fala embolando as palavras

—Ouvi você dizer que estava em um show...— Diz Finn

—Sim, eu estava. — Eu falo

—Gosta de que tipo de música?

—Depende do clima. Sou bipolar em relação à música. — Eu falo sorrindo fraco. Ele também riu, e logo nós chegamos em casa. Finn tentou me desenrolar para eu passar meu número, mas eu não sou tão fácil assim.

—Eu não tenho telefone... — Eu falo inventando uma desculpa

—Como é? — Finn pergunta rindo

—Não vejo graça. Eu não tenho telefone! — Eu falo permanecendo séria

—Ah, me desculpe! — Ele fala se recuperando de sua crise de risadas

—Na verdade, ela... — Becca ia falar toda a verdade, mas eu a interrompo

—Entra em casa, que daqui a pouco eu já entro também... — Eu falo empurrando as duas para dentro de casa

—Já que estão entregues em casa, eu vou indo.— Ele diz revirando os olhos — A gente se esbarra por aí...

—Eh... A gente se esbarra por aí. —Mentalmente eu estava torcendo para que não nos encontrássemos nunca mais!

Entro em casa e vejo as duas crianças jogadas no sofá... Eu mereço! Ajudo as duas a subir para seus quartos e logo vou para o meu. Assim que me deito na cama vejo que recebi mensagens.

                               --Menssage

Wendy: Eii, ainda não entendi porque tu saiu do nada do show. Nem para esperar, estava na última música!

Me: Eu sei... Mas você sabe como é, minhas irmãs são dependentes de mim!

Wendy: Bom, não fez MUITA diferença, um dos vocalistas também teve que sair mais cedo..

Me: Finn?

Wendy: Como sabe?

Me: Longa história... Segunda-feira eu te conto!

__

Madson: Eitaaa, eu vi as fotos que estavam postadas no insta da sua irmã...

Madson: Ela conhece o mundo dos famosos, como assim?!

Me: Você sabe como são as minhas irmãs...

Madson: E como elas estão?

Me: Um amigo foi nos levar para casa, por enquanto estão bem.

Madson: Vish, um amigo?!

Me: Eu hein... Qual o problema?

Madson: Cheia de amiguinho ela!!

Me: Cala a boca Mad!!

                                --Menssage

Após responder suas mensagens, fui em direção ao banheiro, onde tomo banho e escovo meus dentes. Como eu ainda não estava com sono, fui assistir algum filme para o sono vir.

O filme já estava acabando e eu já estava cochilando, quando ouço um barulho vindo do corredor... Estranhei, mas não abri meus olhos e nem fui ver o que era, {não gente, isso não eh um filme de terror} o barulho tinha parado, mas logo alguém abre minha porta me fazendo tomar um susto.

—Eii, acorda! — Sussurra a pessoa abrindo a porta com tudo

—CARAMBA, QUE SUSTO! — Eu grito assustada e pulando da cama

—Cala a boca, Brittany não pode acordar! — A pessoa que logo vejo que era Becca fala.

—Ela está bêbada. Inclusive, eu imaginei que você também estivesse! — Eu falo franzindo a testa

—Eu te explico no caminho... Porque não dá tempo. Vai se arrumar! — Ela fala

—Me arrumar para quê? — Pergunto confusa

—Eu já disse que te explico depois!

Me arrumei colocando uma touca preta, moletom cinza que passava da cintura, uma calça jeans e meu tênis da Vans. Eu nem tinha passado maquiagem, pois Becca estava me apressando.

—Vamos, estamos atrasadas! — Becca fala me puxando.

—Onde vamos? — Pergunto descendo as escadas

—Vamos para a casa do Noah...


Notas Finais


Hahaha
Eita... O que será que vai acontecer na casa do Sr. Schnapp?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...