História Os opostos se atraem - Namjin. - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Namjin, Taekookmin, Yoonseok
Visualizações 95
Palavras 902
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Que tal um coraçãozinho?💜
Um comentário?💕
Vamos compartilhar?✨
O que estão achando?

Boa leitura

Capítulo 57 - 57


Y O N G I

Acho que é a primeira ou segunda fez que eu narro minha vida, mais foda se, ninguém liga.

Eu estou a caminho da casa do Jin, faz tempo que não conversamos, e isso é culpa do Namjoom. Se quiser achar Jin, pode saber, ele está com Namjoon. E um milagre quando eles não estão juntos. Desde que Jin começou a sair com Namjoon eu quase não o vejo.

Eu estou usando meu moletom preto com o capuz e uma calça jeans, um tênis branco, e é claro, não pode faltar meu fone, não saio de casa sem ele, em circunstância nenhuma.

Ao chegar na casa de Jimin e do Jin, eu bato na porta na esperança que alguém abra a mesma. Depois de alguns minutos eu sou atendido pela senhorita Kim, māe do Jin.

- boa tarde senhorita Kim - tiro os fones de ouvido e me reverencio para comprimenta-la.

- que saudades do meu pequeno Yoon - ele me puxou para um abraço caloroso.

- também senti saudades, tia Kim - eu retribui o abraço da mais velha. Ja virou mania eu chamar a senhoria Kim de tia, mesmo ela não sendo minha tia - Jin esta em casa?- pergunto desfazendo o abraço.

- não, ele foi num tal de "NamHum" - ela falou e eu seguirei o riso. Não poder rir na frente dela, a inda mais dela.

- ah sim, o Namjoon - a corrigi.

- esse mesmo - ela pareceu pensar um pouco.

- obrigada Senhorita Kim, mais eu ja vou indo - me reverencio para a mais velha e a mesma fala um "até mais" e eu vou até o portão.

Saio e caminho sem rumo pelas ruas frias de Seul. Eu penso em todos os lugares que eu posso ir, até que vem um em mente.

A casa do Hoseok.

Ah sim, não é longe, e eu posso o atazanar.. rsrsrs.

[>>>]

- Hoseok! - eu batia na porta, mais o lesma do Hoseok não abria - Hoseok eu vou arromba essa porta!

- calma estressado, eu tava tomando banho - disse hosoek que abriu a porta da frente, me dando espaço para entrar.

Hobi estava apenas com uma toalha em volta da cintura e seu abdômen definido estava úmido pelo recente banho. Eu estava hipnotizado em seu corpo, que só poderia ter cido esculpido pelos anjos.

Ele me olhava com uma internsidade me fazendo desviar o olhar. Ainda não me acostumei com Hoseok me olhar tão intensamente, é estranho, meu corpo todo esquenta, é preciso confessar, é maravilhosa essa sensação.

- eu vou me vestir volto já - ele disse mais eu o puxei - o que foi? - minhas bochechas provaveimente estavam coradas, eu coloco minha mão em sua nuca e o puxo para um beijo repleto de desejo.

Ele segura minha cintura me puxando para ficar colado em seu corpo, senti suas mãos descerem para o meu bumbum, ele apertou com certa força me fazendo arfar, ele mordeu meu lábio e puxou até que parou o beijo para respirar.

- a cada dia que passa, você me excita mais - ele falou selando nossos lábios em um breve selinho - vou me vestir, fique a vontade.

Ele foi para deu quarto me deixando na sala, eu sendo no sofá e ligo a TV, aliás ele disse "fique a vontade". Procuro vários canais para ver se passava algo bom, mais nada.

Sinto uma respiração em contato ao meu pescoço, eu apenas inclino meu pescoço para o lado, deixando ele totalmente exposto para que o maior deixasse selares e assim o mais velho fez.

Ele se sentou ao meu lado no sofá e me colocou em seu colo para que ficasse com uma perna de cada lado do seu corpo e de frente para si.

- que tal sairmos hoje? - pronunciou ele.

- para aonde? - eu falo já curioso.

- você saberá quando chegarmos..

- quando mistério - eu rio e ele me acompanha.

[>>>]

- segure-se firme - ele colocou minhas mãos em sua cintura.

Estávamos indo ao tal lugar, nós vamos de moto, eu amo motos, ainda mais que eu fico coladinho no meu alfa.

[>>>]

O percurso foi ótimo, de noite a cidade fica maravilhosa, ainda mais quando voce está de moto e com seu alfa te levando para um lugar totalmente desconhecido.

Ao chegar em frente ao tal lugar, vi que era um parque de diversões, e eu amo, só fui uma vez em minha vida, quando era apenas um filhotinho.

- gostou??- perguntou Hoseok me encarando, vendo se eu aprovei ou reprovei passeio.

Que tal uma brincadeira para descontrair, não é mesmo?

- não - eu falo - não gosto de parques de diversão, são tão infantis e chatos e principalmente Clichê. Pensei que você seria mais original Hoseok- falei fingindo estar desapontado.

Eu o olho e ele parece meio desapontado, eu rio e vou até ele.

- eu to brincando meu amor eu dou um selinho - eu amo parques de diversão - sorri.

Logo vejo o sorriso que mais me encanta, o sorriso que me ilumina, o sorriso que me faz sorrir. Esse sorriso é do meu amado, meu alfa, meu Hoseok.

Cada detalhe do Alfa me encanta, cada palavra que ele prefere, cada toque. Tudo em Hoseok é especial. E ele ainda será meu, só preciso arranjar uma maneira de fazer ele ser apenas meu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...