História Os opostos se atraem? - Capítulo 29


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Personagens Originais, Professor Faraize, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Visualizações 23
Palavras 832
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiramente peço desculpas pelo atraso do cap.
Espero que gostem ❤.

Capítulo 29 - Enfim, o casamento (Parte 1)


Carol on

Após a formatura, cada um foi para sua casa e eu me deitei logo para dormir.

No dia seguinte 

Assim que acordei, fui para a cozinha tomar café e depois fiquei sentada no sofá com Viktor.

-Carol, eu pedi a Ambre em casamento- Disse ele.

-MAS JÁ?- Gritei.

- Eu não tenho tempo para ficar só namorando, eu amo ela e ela me ama, não tem porque esperar mais.

- Então tá.

- Você também não pode falar Nada, você e o Nathaniel namoraram alguns meses só.

- Meu caso foi diferente.

- Não foi não, Ambre está grávida também.

-UQUEE?

-Estou brincando haha.

- Você quase me matou de susto seu estrupicio.

- Mas então, já falei com o Nathaniel e ele concordou, só falta falar com você.

- Falar o que?

-Vamos nos casar juntos.

- Você e o Nath?

- Não idiota, nós quatro juntos, fazer dois casamentos em um, entendeu?

-Ah tá, entendi, é uma ótima ideia, minha cunhada se casando com meu irmão...isso é clichê, mas é uma ótima ideia.

-Um clichê que muitos gostariam de viver.

-É.

- Então, você concorda?-Perguntou ele.

-Claro, vocês já foram ver todos os preparativos?

- Já, a mãe foi com ela ver.

-Engraçado que comigo a mãe não foi.

- Você foi com suas amigas.

-Enfim, mudando de assunto, eu não falei com o Nath hoje, será que ele conseguiu arranjar algum emprego? Ele nem vai poder fazer faculdade...

- Não fique assim...

-A culpa não é minha afinal.

- Não mesmo, a culpa é dos DOIS, tanto sua quanto dele.

- Nós estávamos bêbados.

- Quem mandou beber? Ninguém.

-Ai tá Bom.

-Mas ele conseguiu arrumar emprego sim.

- Como sabe?

- Ele é rico, pra começo de conversa nem de emprego ele precisa, mas já que quer, com certeza conseguiu, com o pai sendo proprietário de várias empresas.

-Claro que precisa de emprego, ele não vai querer que as filhas dele sejam sustentadas pelo vô.

- Tem razão.

-Mas fala aí, o anel de noivado que você deu para a Ambre não é o mesmo que o da Beatriz né? (Capítulo 6)

-Quê?! Claro que não. 

Ele me empurrou.

-Ou, perdeu a noção do perigo menino?

-Nossa, eu nem te empurrei forte dramática, e me respeita menina, sou mais velho.

-Grande bosta.

Em seguida Ambre e minha mãe entraram na sala cheias de sacolas nas mãos.

-O que é isso aí?- Perguntei.

- Sapatos, joias, maquiagem- Respondeu Ambre.

-Mas você não marcou a maquiagem no salão de beleza?

- Não, vou me arrumar aqui, junto com você.

- Eu vou fazer o penteado de vocês- Prosseguiu minha mãe.

-E eu vou fazer a unha de vocês queridas- Disse Viktor imitando mulher.

Ele deu um beijo na Ambre, que estava rindo de sua palhaçada, e depois foi em seu quarto experimentar o terno.

Eu e as meninas ficamos conversando sobre qual penteado iríamos fazer, etc.

1 mês depois.

Faltando 4 horas para o casamento.

Estava tudo corrido com os preparativos, enquanto eu e Ambre estávamos terminando o cabelo, Viktor e Nathaniel andavam nervosos de um lado para o outro. E minha mãe acabou batendo o carro em um poste, enquanto ajudava a levar o bolo para o salão de festa junto com Dimitry. O bolo se despedaçou todo e o carro amassou na parte da frente.

-E agora?- Perguntou Dimitry- O bolo já era.

- Não acredito nisso- Respondeu minha mãe, tentando ligar para a confeitaria onde foi feito o bolo.

Após várias ligações não atendidas, minha mãe colocou suas mãos no rosto e jogou o celular no banco.

-Calma, vá até a confeitaria, eu vou levar o carro no mecânico- Disse Dimi.

Ela apenas assentiu com a cabeça e foi correndo até a loja. Assim que chegou, entrou com tudo assustando todos que estavam lá dentro.

- Minha filha...o bolo...meu carro...casamento.

Ela não aguentou dizer mais nada e desmaiou.

Quando ela acordou, Francis estava lá também, conversando com uma funcionária da loja.

Ela se levantou com tudo e foi até ele.

-Francis, aí que bom que está aqui- Disse ela.

- Me ligaram e disseram que você havia desmaiado.

-Mas como eles sabem quem sou eu?

- Eles viram seu documento, viram que você é a mãe da noiva.

-Ata, Enfim, eu bati o carro sem querer, o bolo despedaçou e só faltam 3 horas e meia para o casamento.

-Com licença senhora, já estamos preparando outro, não se preocupe- Disse a funcionária.

- Dimitry me ligou avisando sobre o bolo, e logo após a confeitaria me ligou, eu já pedi para prepararem outro bolo, agora vá se arrumar.

- Tem razão, você, me daria uma carona até em casa?

- Claro, vamos.

Ele a levou até em casa e após tudo ser resolvido, e assim que todos terminaram de se arrumar, entramos no carro para irmos ao salão de festa onde todos já estavam lá.

Quando chegamos no local, eu segurei a mão da Ambre de nervosismo, assim que nos acalmando um pouco e antes que pudéssemos entrar e dar início a cerimônia, Jade apareceu com uma rosa e foi em minha direção, lhe dei um abraço.

- Você está linda- Disse ele- Vocês estão lindas.

-Obrigada, sua mãe veio?- Perguntei.

-Veio sim, ela quer tanto vê-la.

- Eu também.

Ele ficou inquieto por um momento, e logo chegou bem perto do meu ouvido.

- Você tem certeza de que é isso o que quer?





Notas Finais


E agora?
O que vai acontecer?
Espero que tenham gostado ❤.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...