História Os opostos se atraem - Capítulo 31


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 50
Palavras 829
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Não me matem ao fim do capítulo!
A roupa da Hannah e do Bruno está na capa.
Boa leitura!

Capítulo 31 - Dando adeus.


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem - Capítulo 31 - Dando adeus.

 Já é domingo e eu ainda não falei com o Bruno, o ensaio de sexta foi cancelado por causa do que aconteceu na quinta e eu não sei como arrumar alguém para participar tão encima, mesmo com os meninos vai faltar uma líder, já são 10 da manhã, então eu levanto, faço minhas higienes e coloco uma blusa de moletom rosa, um short jeans, um meião preto e branco e um tênis preto. Desci as escadas correndo e fui pra cozinha pegar algo pra comer.

-Bom dia família! – entrei na cozinha mas só tinha o Bruno, quando ia me virando pra sair ele segurou meu braço.

-Por que você está me evitando? – ele olhava nos meus olhos.

-É... é... – gaguejei – Eu não estou te evitando, só estava ocupada. – sorri falso.

- Sei... – ele voltou a se sentar e eu fiquei estática na porta da cozinha – Quais são seus planos para hoje?

- Er... Eu acho que vou para o parque, por quê?

- Vou com você! – Ele disse sorrindo, um sorriso de parar o trânsito.

- O. O. Okay – eu tenho que parar de gaguejar, fui na mesa e peguei alguns waffles para comer.

*

Já estamos no parque, o Bruno faz de tudo para deixar um clima leve e descontraído, mas as palavras da Britany não saem da minha cabeça, eu precisava saber o porquê do Bruno ter aceitado namorar a Mérida. Estou sentada no banquinho esperando ele trazer nossos algodões doces, o Bruno quer porque quer ir na roda gigante mas não estou com a mínima vontade.

- toma! – ele se sentou ao meu lado e me entregou meu algodão doce – vamos na roda gigante agora? – eu revirei os olhos e ele riu com o nariz – por favor!

- Tá bom! Vamos logo antes que eu me arrependa. – levantei e segui para a fila.

- Preciso falar com você... – eu olhei para ele preocupada – Sinto que estou em dívida com você, nós estávamos tão bem, eu ferrei tudo! – chegou nossa vez e nos sentamos.

- Tudo isso porque você me trocou pela Mérida? Que apareceu do nada e você fingiu que eu não fui nada para você... – meus olhos estavam querendo começar a arder.

- Eu não te larguei do nada, o único problema é que eu não podia cometer o mesmo erro duas vezes – dava para ver seu semblante triste.

- Do que você está falando?

-Eu não podia fazer o mesmo, três dias depois da festa a Mérida veio me procurar. – não pode ser o que eu estou pensando, aquelas duas não pode ter sido tão cínicas. – Ela chorava muito e eu não sabia o que fazer, primeiro eu pensei que ela tinha se apegado a mim depois da transa, mas a coisa ficou bem mais séria, ela disse que estava grávida e eu não sabia o que fazer – a cadeirinha balançou e eu percebi que estávamos no topo -, eu me lembrei de você e não podia deixar a história se repetir de novo. Eu não gosto da Mérida, nunca gostei, é você que eu amo, só estou com ela por causa da criança...

Eu não estava mais prestando atenção, sentia as lágrimas escorrendo em meu rosto, o Bruno olhava a paisagem em quanto a roda dava sua última volta, não era possível que a Mérida e a Britany, tinham feito aquilo, o culpa não era do Bruno, ele era tão vítima quanto eu, não posso contar a ele o que aconteceu, se Mérida está grávida de verdade, ele não pode saber, se não terminaria com ela.

Britany usou Mérida para me separar do Bruno, não poderemos mais ficar juntos.

Desci do brinquedo e sai correndo, ouvi o Bruno me chamar ao fundo, mas como nas últimas vezes não prestei atenção e fui embora, eu precisava de um momento sozinha.

*

Subi correndo para meu quarto, não posso mais atrapalhar a vida de todos, tenho que dar um jeito na minha. Peguei minha mala e coloquei toda as roupas que tinha, é hora de dar um jeito em tudo. Troquei de roupa e liguei para quem era necessário, preciso dar adeus a tudo que ficará para trás.

Desci as escadas e peguei o avião para o aeroporto.

Pov's Jô

Entrei no quarto de Hannah para ver como ela está, mas não tinha ninguém, somente uma carta.

“Não sei quem está lendo esta carta, mas desde já peço perdão por não falar pessoalmente.

Nesse momento da minha vida acho necessário resolver tudo,

Estou indo embora, não vou mais atrapalhar a vida de ninguém...

Não vão atrás de mim, estou indo para a casa da minha vó, então estou bem.

Fale para o Bruno, que ele será um bom pai.

Para a Kelsey realizar todos os sonhos dela.

Para tia Jô que a amo muito e que ela é muito importante na minha vida.

Diga para as líderes de torcida que a liderança está de volta nas mãos da Britany.

Adeus, amo muito vocês.

Hannah Fins”


Notas Finais


Final da primeira temporada!
Perdoem por ter terminado a primeira temporada sem avisos prévios mas prometo que ela terá continuação!
Obrigada por lerem até aqui e não esqueçam de ler a segunda temporada, para isso é necessário me seguir para receber as notificações.
Até a próxima temporada ❤️❤️❤️
Bjs de sdds!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...