História Os opostos se atraem - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 2
Palavras 331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Mais parecidos doq imaginam


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem - Capítulo 2 - Mais parecidos doq imaginam

Jeongin on 

Estavamos conversando sobre coisas aleatórias e enquanto eu falava sobre meu primeiro cachorro percebi que jinnie não estava me ouvindo e notei que seu foco agora eram em meus lábios nessa hora eu já tava criando fantasias na minha cabeça e nem eu me lembrava mais o que eu tava falando.

Hyunjin on

Eu estava tão focado nos lábios dele que nem me lembrava mais qual era o assunto foi aí que percebi que o garoto ao meu lado se encontrava mais vermelho que um tomate tentei cortar a tensão sugerindo comermos pipoca e assistirmos um filme ja que estavamos em uma sala de cinema né o garoto assentiu e eu fui em um armário pegar os grãos de pipoca e ligando a pipoqueira, perguntei para ele qual filme ele queria assistir ele falou que podia ser de terror mas ele tinha um pouco de medo, assenti e coloquei o filme, notei que o mais novo estava se aproximando cada vez mais até o momento em que ele se assustou e enterrou o rosto no meu braço segurando com força o que me fez corar por tamanha proximidade do mesmo, quando me dei por conta I.N estava com a cabeça no meu ombro o mesmo se encontrava dormindo parecia um anjo, seu cabelo brilhava com o pequeno raio de luz que passava pela cortina, seus lábios vermelhos e cheinhos, as maças do seu rosto estavam coradinhas por conta do mínimo calor. Quando me dei por conta estava completamente apaixonado por ele, céus e agora? E quando ele acordar? Como vou falar com ele? Tanta coisa se passando na minha cabeça que chega a latejar. Apoiei a cabeça do menor na cadeira de couro  preto vou até um armário de madeira velha e retiro de lá um cobertor de tecido fino mas suficiente para aquecer seu corpo, sento na cadeira novamente apoiando a cabeça do menor novamente em meu ombro, e sem perceber deixo o sono tomar conta de mim. 


Notas Finais


Que merrda hein pessoaaas mais é minha primeira fanfic então eu to tentando bastante espero que gostem 2bjs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...