História Os opostos se atraem - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Gravidez Masculina, Originais, Romance, Yaoi
Visualizações 29
Palavras 877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então ne 8 meses sem escrever 😅 me perdoam? Ainda querem que eu continue a historia?
Agora voltamos do ponto do luca

Capítulo 18 - Separados...


Acordei no outro dia com dor de cabeça lembrando do dia anterior suspirei e fui ao banheiro tomar banho e pensar apos o banho eu arrumei o quarto e fui arrumar as mamadeiras das crianças olhei o relógio que marcava 10:00 horas olhei meu celular e estranhei nenhuma chamada ou mensagem de steven respirei fundo e subi para acordar os gêmeos dar banho e mamadeira coloquei os dois lado a lado nas cadeirinhas coloquei um desenho na televisao arrumei a cozinha e liguei para Steven mas quando chamou oela primeira vez alguem tocou a campainha quando abri a porta o vi em minha frente e o abracei mas ele me afastou e colocou em minha mão sua aliança

Luca - steven o que você 

Steven - cala a boca eu nao quero ouvir sua voz vi você e seu irmão e pra mim ja deu chega Luca você ta acabando comigo a única coisa boa que me trouxe foi o sexo e meus filhos nos acabamos aqui e no próximo fim de semana eu pego eles e o tempo de eu arrumar algum lugar pra morar vou pegar minhas coisas 

Eu ouvi aquilo e mesmo estando em estado gélido senti uma lagrima cair virando gelo em metade de meu rosto aquilo perfurou meu coração me machucando profundamente eu o segurei o olhanfo surpreso

Luca - o que você ta falando? Achei que tínhamos resolvido e...

Ele puxou o braço me olhando com nojo

Steven - aceita acabou aqui Luca deu pra mim esquece 

Ele subiu as escadas e eu fiquei estático sem entender olhando as crianças um tempo depois ele desceu com malas em mãos e outras flutuando atras dele eu me pus a sua frente o olhando com raiva

Luca - então e isso? Vai jogar tudo que passamos no lixo? O nosso casamento nossas promessas e dizer que eu sou o frio na relação caralho eu te amo sua anta eu só fiquei com raiva ontem e...

Steven - e por isso transou com seu irmão?

Ele disse alterado com os olhos e cabelos vermelhos eu me assustei mas não entendi

Luca - como sabe que ele esteve aqui ontem?

Steven - então admite que me traiu com ele?

Luca - não! Ele veio me pedir desculpas por tudo jantamos e conversamos ele...

Steven - como quer que eu acredite você mentiu de mais pra mim Luca como posso acreditar em você? Não posso 

Luca - então você nao me ama mais?

Steven - ...

Eu me posicionei a frente da porta

Luca - só deixo você ir se disse olhando nos meus olhos que não me ama e nao quer mais nada comigo se conseguir eu juro que te deixo em paz

Steven - para com isso Luca 

Luca - me diz fala na minha cara

Ele me pegou pela roupa e me ergueu me pensando contra a parede

Steven - não posso dizer isso pois ainda te amo mas não vou continuar com você você me faz cada vez mais mal voce e frio e não sabe demonstrar sentimentos tem um gênio insuportável eu nao vou me machucar mais que isso então acaba aqui

Eu não aguentei e me soltei no chao chorando

Luca - some daqui agora

Eu o vi sair e fechar a porta e fiquei chorando deixando gotas congeladas caírem e o ambiente ficando gelado aquelas palavras... aquelas palavras nunca vão sair da minha mente 


P.o.v Steven

Eu fechei a porta atras de mim com lágrimas nos olhos por deixar chorando a pessoa que mais amei e mais me magoou minha vontade era de abraça-lo e soca-lo ao mesmo tempo mas eu nao podia continuar me machucando ali foi a decisão mais difícil da minha vida mas naquele momento e o que eu precisava e devia fazer seria o melhor no momento eu segui para a casa de minha mae apos chamar um táxi precisava de um tempo 

P.o.v Luca

(Após algumas horas)

Estava no sofa da sala com várias fotos rasgadas no chao e vidros quebrados de porta retratos que eu havia jogado no chao retalhos das pelúcias e roupas que ele havia me dado esse ano e tantos outros presentes quebrados estava bebendo uma garrafa de whisky que já estava na metade o ambiente ja estava totalmente congelado e os gêmeos dormindo no quarto eu ouvi a campainha e ignorei mas ela insistiu 

Luca -  vai embora nao quero ninguem aqui

Eu gritei mas ouvi a porta sendo destrancada e sthefany a porta me olhando

Sthefany - o que te deixou descontrolado?

Luca - do que vocêta falando?

Sthefany - ta nevando no quintal... e estamos no verão 

Eu suspiro e virei o rosto mas ela veio e se sentou ao meu lado me abraçando 

Sthefany - volta ao normal e pode chorar...

Seus cabelos estavam em meu rosto e eu tentei me soltar

Luca - eii eu nao... não quero... chorar

Eu disse ja em estado normal desabando em lágrimas a abraçando e sentia ela fazer cafuné em meu cabelo nao chorei por muito tempo pois senti um vendo forte entrando pela janela da cozinha junto com um brilho e pétalas de rosas que giravam no meio da sala uma onde de choque virou o sofá nos deixando no chao e me levantei pronto pra atacar quando vi uma figura conhecida e minha garganta travou e meu olhos voltaram a se encher de água 

Luca - Dayana...



Notas Finais


Isso é tudo pessoal


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...