História Os opostos se atraem-yoonmin - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 47
Palavras 2.284
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


boa leitura

Capítulo 21 - Por favor, fique bem...


Fanfic / Fanfiction Os opostos se atraem-yoonmin - Capítulo 21 - Por favor, fique bem...

Pov. Yoongi

 

Estava a caminho da faculdade, confesso que estou preocupado com o Jimin, ele não está querendo comer, e ele precisa, ainda mais agora que tem um bebe a caminho, (se eu to feliz com isso? É a melhor coisa que poderia me acontecer.)

 

Assim que chego na faculdade estaciono minha moto e logo vou indo em direção a minha sala de aula, a caminho de lá encontro Lisa, minha prima, (desde o dia que Jimin ficou mal, e saiu mais cedo da faculdade eu percebi que ele e Lisa não se deram muito bem, não sei o que aconteceu, mas vou descobrir). Ela veio em minha direção sorrindo.

 

Lisa- Oi Yoon, onde está o Jimin? E por que não veio ontem? - Ela pergunta se pendurando em meu pescoço, não gosto muito disso, e nem do jeito que ela me chama, só o Jiminie pode.

 

Yoongi- Ah oi, o Jiminie está em casa, não virá hoje, e não vim ontem pois fui levar ele no médico. - Falo tirando ela do meu pescoço.

 

Lisa- Sério? Mas o que ele tem? -Pergunta fingindo preocupação.

 

Yoongi- Eu vou ser pai. - Falo simples vendo sua cara se fechar, ela ficou brava.

 

Lisa- C-como?

 

Yoongi- Isso que você ouviu o Jimin está grávido de um bebe meu- Falo com um sorriso bobo no rosto. Lisa me puxa, contudo me levando para o terraço do prédio. - Por que me trouxe aqui?

 

Lisa- Me explica isso direito, como você pode ter transado com aquilo lá. - A olho desacreditado, como ela chama meu Jiminie de “aquilo lá”.

 

 Yoongi- Você está chamando quem de aquilo lá? - Ah pergunto esperando resposta, mesmo sabendo que ela falou do meu Jiminie. - E sim eu transei com ele, namoramos então podemos e vamos ter um bebe. - Falo vendo ela fechar a cara.

 

Lisa- Como você pode ter certeza que esse filho é seu, ele deve dar para qualquer um, eu sei que você não o ama e nem esse bb, você não se importa nem um pouco. - Eu não acredito que ela disse isso.

 

Yoongi- você está escutando a merda que está falando? Como você ousa falar isso do Jimin? Ele não é igual a você que dá para qualquer um. - Falo revoltado. - Cara não fala mais comigo se for continuar falando isso do meu namorado. Tchau. - Estava saindo e a escutei falar algo que me gelou o coração.

 

Lisa- Tudo bem, mas saiba que se depender de mim essa gravidez não vai para a frente como esse seu namoro. - Ela fala isso e eu saio logo o dali, senão seria bem capaz de eu fazer uma loucura.

 

Depois de sair dali eu fui para a sala e confesso que não consegui prestar a atenção na aula, só me vinha Jimin na cabeça toda hora.

 

 

<Quebra de tempo>

 

Assim que bateu para o recreio nem me preocupei em pegar comida, fui até onde era a sala do Taehyung, queria saber direito dessa história. Ele saiu e se assustou ao me ver ali, o puxei e o levei até a árvore onde sempre ficávamos juntos.

 

Tae- O que aconteceu Yoongi? Eu não fiz nada, pode perguntar para o Jimin. - Ele estava com medo, afinal foi pego de surpresa.

 

Yoongi- Não Tae, não tem nada a ver, eu só quero saber o que você sabe sobre o Jimin não comer e qual o motivo. - Ele solta um suspiro cansado.

 

Tae- Promete que não vai contar pro Jimin?- Pergunto e assenti.- Naquele dia que o Minnie tava estranho não querendo comer foi porque, quando foi no banheiro na aula, sua prima entrou lá e falou um monte de coisas, dizendo que ele estava gordo, ai você ia trocar ele por alguém mais magra, que não o amava, que você só estava se aproveitando dele, foi horrível, ainda mais pro Minie que é muito sensível, que ficou muito mal, só depois que enchemos ele de bebida, foi ai que se animou um pouco e minha sobrinha foi concebida.- Assim que ele terminou, fiquei pasmo, não sabia o que dizer,( Por que ele não me contou?) Tinha tantas coisas na minha cabeça, sentei no banco que tinha ali e passei as mãos no cabelo na tentativa de me acalmar. (Por que ela disse aquilo para ele?)

 

Yoongi- tudo faz sentido agora, tudo faz sentido. - Sorri sarcástico, me levantando.

 

Tae- Aonde você vai suga? Não fala nada que vá se arrepender. - Falou segurando meu braço preocupado.

 

Yoongi- Eu não vou fazer nada, só vou comprar algo para comermos. - E era real, não ia fazer nada, mas minha vontade era de esganar aquela cobra.

 

Depois de comermos nossos lanches voltamos para a sala, e eu rezei para que acabassem logo e isso demorou um inferno para terminar.

 

Só bateu o sinal joguei os materiais de qualquer jeito na mochila e sai praticamente correndo.

 

Quando cheguei em casa estava tudo um completo silêncio, mas lembrei que Jimin estava arrumando as coisas para o pedido de desculpas dos meninos.

 

Estou preocupado, ainda mais agora com esse negócio da Lisa, do Jimin ter caído na cozinha, eu vou ter um treco.

 

Como combinado eu levei Jin e Taehyung para o meu quarto, bom precisava conversar com eles também.

 

Jin- Suga o V me contou que falou para você daquela garota, não gosto dela, ela fez meu bb sofrer. - Ele fala e eu tenho que concordar, to começando a não gostar também.

 

Tae- Suga aconteceu alguma coisa na faculdade hoje para você estar desse jeito? - Pergunta e assinto. - Então conta homem. - Fala engraçado e rio, mas logo volto a ficar sério.

 

Yoongi- Eu cheguei na faculdade e tava indo direto pra sala afinal meu Jimin não tava junto se não iria ficar um pouco no pátio, mas do nada Lisa apareceu e começamos a conversar, fomos até o terraço da escola, contei que vou ter um filho ela ficou super revoltada e começou a dizer um monte de coisas do meu namorado, ela disse que eu não dou a mínima pro Jimin e pro BB, assim que eu cansar deixo ele e essa criança, que nem deveria estar a caminho, eu não o amo e nunca vou o amar, até parece, espero que ele e esse BB desapareçam da minha vida, quem garante que esse filho é meu...-  Paro de falar assim que ouço um fungar vindo da porta, tanto eu quanto V e Jin viramos o rosto e vemos ali a única pessoa que não deveria ter escutado isso. Lembro do que o médico me falou sobre ele estar mais sensível que o normal, sinto um desespero enorme tomar conta de mim que não sei explicar- Jiminie amor não é nada disso que você está pensando. - Tento me aproximar, mas ele dá um passo para trás.

 

Jimin- E-entao  e-esse tempo todo você só estava me usando é isso. - (Droga ele entendeu tudo errado.) Ver ele chorar daquele jeito estava me matando.

 

Yoongi- Amor não é isso. - Novamente me aproximo e ele se afasta, confesso que isso doeu, mas não o culpo.

 

Jimin- NÃO ME CHAMA DE AMOR. - Grita quase sem ar de tanto chorar, um choro sofrido, que me quebrava por dentro. Ele levanta a mão a altura dos olhos e olha a aliança que eu o dei, o pequeno tira e joga em mim.- Você só me usou, eu me entreguei pra você, eu pensei que seria tudo diferente com você, que meu amor era recíproco, que algum dia iria conseguir esquecer aquele pesadelo que foi com meu ex, mas era tudo mentira, como eu pude acreditar quando você dizia “eu te amo”, ela estava certa... Parabéns, você conseguiu transformar o amor que sentia por você em ódio, e não se preocupa eu cuido da minha filha sozinho, não preciso de você.- Tento me aproximar mas vi que era impossível, me segurava para não chorar.- Não toca em mim, eu te odeio Min Yoongi, não se preocupe, vou cuidar dessa criança longe de você, ela nem vai saber que tem você como pai, eu vou sumir da sua vida como tanto deseja, que nem vai mais ouvir falar de mim.- Quando ele fala isso eu me desespero, ele não pode me deixar assim e nem tirar meu filho de mim, enxugo rápido as lagrimas que caíram dos meus olhos. Ele foi andando para trás chorando, e muito, até enroscar seus pés nas fitas que tinha ali e se desequilibrar e cair escada abaixo, nesse momento meu coração gelou, não posso ter perdido o amor da minha vida e meu bb.

 

Corri rápido até seu corpo caído no chão, Jin e V vieram logo depois, me ajoelho no chão, derramava lágrimas, estava com medo, peguei sua cabeça e pus no meu colo e comecei a fazer carinho em seu cabelo, V ficou desesperado e Jin chorava muito, do nada entram Namjoon e Jungkook pela porta com as coisas nas mãos para aquela surpresa e tals, ambos sorrindo, mas o sorriso morreu quando viram Jimin deitado no chão, Kook foi confortar Jin enquanto Nam estava parado olhando tudo como idiota em vez de ligar pra ambulância.

 

Yoongi- N-Nam-Namjoon ok, liga para a porra do hospital agora. - Falei soluçando de tanto chorar. O maior pegou seu celular e ligou para o hospital, disse que logo chegaria. Enquanto isso fiquei conversando com Jimin desacordado nos meus braços.- A-amor acorda por-por fa-favor.- A cada palavra que dizia uma lágrima caía, coloquei a mão em sua barriga e chorei mais.-  BB fique bem, papai tá muito preocupado, por favor fique bem.- Como estava com a aliança dele na mão decidi por de volta em seu dedo, mas só foi eu pegar em seu braço que senti algo molhar minha mão, olhei a mesma e vi sangue, rapidamente subi a manga de sua blusa e vi que em seu antebraço continha vários cortes. Aquilo me doeu mais ainda. Encostei minha testa na sua e chorei mais ainda, escutei a sirene chegando e dei graças a Deus que chegaram. Dei um selinho em sua boca enquanto tirava o cabelo de sua testa.

Os paramédicos entram, pegam seu corpo e colocam na maca, fazem os primeiros atendimentos, logo o colocam na ambulância com alguma coisa de respirar no rosto.

 

Médico- Quem vai com ele? - Perguntou e eu levantei a mão, não conseguia falar. - O que você é do paciente? - Pergunta, mas não consigo responder.

 

Namjoon- Ele é o namorado do paciente.

 

Médico- Ok entre. - Entrei e deu partida, em momento algum soltei a mão de Jimin.

 

      Pov. Jimin.

 

Abro os olhos lentamente e vejo tudo embaçado, estava com dificuldade para respirar, minha cabeça doía. Senti algo quente segurar minha mão, não sabia o que era, virei minha cabeça tentando saber o que era e vi embaçado Yoon Ali chorando e ele que segurava minha mão. No momento em que ele viu que eu estava acordado ele sorriu e começou a falar.

 

Yoongi- Amor você está bem? - Escutei isso, mesmo que ele estivesse do meu lado parecia que estava falando de um lugar distante. Meus olhos começam a pesar novamente estava quase os fechando, até os fechar por completo.

 

   Pov. Yoongi

 

Yoongi- Amor fica acordado por favor. - Quando vi que ele apagou de novo voltei a chorar.

 

Assim que chegamos no hospital Jimin foi levado para a emergência, e quanto eu esperava notícias dele na sala de espera. 30 minutos depois e nada, os meninos acabaram de chegar e estão comigo, Jin está mais calmo e tenta me acalmar, mas está difícil.

 

Jin- Suga calma, ele irá ficar bem, o BB também. - Ele sorri de modo confortador para mim que faz me sentir melhor.

 

Estava esperando notícias ali, estava quase entrando naquela sala de tão nervoso. Do nada o médico do Jimin sai da sala e vem até nós.

 

Doutor- Senhor Min.- Me chama e levanto num raio indo até ele esperando o mesmo falar. - Por sorte o BB está bem, na queda não foi muito afetado, mas a gravidez é de risco. - Ele fala isso é fiquei mais calmo por saber que meu filho está bem, a gravidez é de risco é, mas ele continua bem. - Mas...- Sempre tem esse, mas.

 

Yoongi- Mas...? - Já perguntei temendo o que ele ia dizer.

 

Doutor- Fizemos vários exames no Jimin e ele sofreu uma forte pancada na cabeça, difícil que se salve, ele está inconsciente agora é não sabemos quando ele vai acordar. - Ele fala isso e meu chão cai. (Como? Por quê?), deixo algumas lágrimas cair. - Nós daremos no máximo um mês para ele acordar, se isso não acontecer, só iremos deixar os aparelhos ligados até o final da gestação e depois desligaremos, porque se ele não acordar em um mês, ele não acorda mais. - Depois que ele fala isso meu choro se intensifica, (não quero ficar sem meu filho e sem o Jimin.), sento novamente tentando me acalmar. - Vamos torcer para ele acordar logo.

 

Jin- Obrigado doutor. - Ele me abraça tentando me consolar. - Calma Yoongi vai ficar tudo bem, o Jimin é forte e ele vai acordar, eu sei que está sendo difícil para você, está sendo para todos nós. - Me agarro nele e choro mais ainda, ele se assusta, afinal em todo tempo que nos conhecemos ele nunca me viu chorar assim.

 

(Agora tenho que ser mais forte do que nunca, por mim, pelo Jimin e pelo nosso BB.)

 

 

Continua...?


Notas Finais


NAO ME MATEM PLEASE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...