História Os opostos ser atraem - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (BTS), Min Yoongi, Os Opostos Ser Atraem
Visualizações 17
Palavras 2.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Mais doloroso do que parece ser


Fanfic / Fanfiction Os opostos ser atraem - Capítulo 6 - Mais doloroso do que parece ser

1°flashback

-______,vem rápido mulher
-por que a presa yumi,?o Oliver só chega mais tarde.

-quando mais rápido e cedo nos dormos,mais longe ficaremos dele.

-então,desculpa atrapalha seu plano-oliver estava em frente a porta parado com sua cara totalmente fechada de raiva-onde pensa que esta levando ________,a minha _______?

-e quem disse que eu sou sua?

-você sempre foi minha e sempre será,meu amor-ele sorriu cínico e subiu as escadas.

-não me chame de amor,você perdeu esse direito quando eu descobri que trabalhava para o lucas.

-ah..Então voce sabe...Olha meu amor não sei comi você descobriu esse assunto,mais porfavor acredite me mim.Eu fui usado,mais eu so quero proteger você.

-mentira,mata sabia-yumi sussurrou e revirou seus olhos.

-mais...E mais mentiras

-_______,você tem que acredita em mim-oliver falou puxando meu braço-eu te amo.

-você e um belo de um mentiroso!isso nao e nem considerado amo e sim possessão!-tentei me puxa,mais ele me segurou mais forte,e posicionou uma faca de abri caixas em meu pescoço,uma arma inofensiva aos olhos de qualquer um mais bastante afiada,ele estava joganod sujo,e meu medo era de nenhuma de nos duas saírem limpas.

-se você não pode se minha,não vai se de mais ninguém -oliver pressionou a faca em minha garganta,ele iria me mata.A pessoa que eu maus amei,dei amo e carinho iria me mata ali,na frente da minha amiga.Dei uma cotovelada em seu estômago dele...Ele me empurroh escada a baixo.

Flashback off

-aquele dia v-voce a matou

-nao pense nisso,apenas no nosso futuro,eu cuidarei de você ______.Confie em mim.

2°flashback

-ei garota confie em mim.

-que tal você não se meter aonde nao foi chamado,em?

-calma!você esta alucinando e aquele cara ali e que esta por trás disso.

-eu nem te conheço

-eu me chamo Seo oliver,e pelo wue eu escutei você se chama ______?,então somos conhecidos agora.-eu tentei me afasta,mais um flash veio em minha cabeça me fazendo cair-ei se segura em mim-tive que aceita a ajuda-vem,te levarei para a minha casa.

-acho que não -e ela estava ele,o meu ameçado,lucas apontando uma arma-me de a garota agora-o tal do oliver começou a anda em direção ao lucas como se não tivesse medo algum de morre.

-e-ei o-oque v-voce e-esta fazendo?-falei totalmente dislontiada,ja pelo efeito da droga que havia tomado.

-apenas confie em mim-oliver sussurrou para mim.

Ele me entregou para o lucas,que me agarrou pelo braço.Oliver o acertou em cheio no rosto fazendo ele tomba para trás,em uma forma rápida puxou a arma das mãos dele.

Flashback off

Eu dei minha confiança a ele e ele simplesmente jogou fora.Eu confiei nele e de volta como um presente ganhei uma noite de choro.hoje em dia preferia te visto lucas,mata oliver com um tiro em sua cabeça.

-va para o inferno,seu filho da puta!-eu fale para mim mesmo,em uam forma de quere acaba com aquele sofrimento.

-calma-ele me abraçou,retribui,apesar de tudo,o abracei desejando que aquele momento nunca passasse,mas meu outro lado queria solta daquele abraço e sair dali.-eu te amo _______,vou te protege e nunca deixarei que nada acontece a você.

-ja me prometeram várias coisas,mais nunca cumpriram-sussurei,meu foco estava voltando e esta conseguindo ver algo atrás dele.

-mais essa eu cumprirei-minha visão enfraquenceu o suficiente para eu pode ver...mais eu não acreditava no que acontecia.

-mais você ja descumpriu,para pode me ama e me protege,tem que protege que eu amo também-comecei a arranha suas costa de puro ódio que eu senti ao ver aquela cena,e não fazer nada.

-independentemente do que você e apenas uma ilusão.

-então,ve-lo morre e apenas uma ilusão?

-claro ate porque eu estou aqui com você.

-por pouco tempo-soquei seu abdômen o fazendo me socar de volta e o empurrei para trás-o que eu sinto por você e apenas ódio e nada mais.

-_____,do que você esta falando?se concentre,esta fazendo efeito estou preste a te-la de volta...

-eu não acredito em você-dei um soco nele,dando repetidamente varios soco e no final dei um chute em sua coxa fazendo ele se ajoelha a minha frente.

Quando estava presete a da mais um soco,ele segurou meu pulso e virou meu braço para trás fazendo eu fica de costas para ele,então ele me abraçou para trás da tentativa de me fazer parar.

-eu não quero machuca você.

-pena que eu não posso fala o mesmo-eu levantei seu braço,e passei por baixo dando uma rasteira no mesmo,cair junto dele mais escapando do abraço de urso que estava preste a me dá.Pequei uma adaga que estava escondida esse tempo todo da meia calça que eu usava,subindo encima dele e mirando a adaga em sua cabeça,mais ele segurou minha mão,ficando naquela guerra de quem era o mais forte.

-_______,eu sei que você nao quer fazer isso.

-porque eu não iria quere,eu finalmente irei te mata?

-não voce não que-de repente eu escutei apenas um tiro e alguém fim correndo ate mim me segurando pela cintura e me tirando a adaga.

-me solta-me depati nos braço da pessoa na tentativa de me solta.

-_____,nao eu não vou deixa você fazer isso.-pela voz era jungkook e me virei para frente dele e tentei o empurra,mais ele se abraçou a mim tento a vantagem de eu nao consegui me solta.

-deixa eu termina oque eu comecei-tentei empurra-lo novamente mais foi um completo de um fracasso.

-entao me desculpa pelo oque eu vou fazer-ele me virou de costa e me esforcou apenas para desmaiar.estava ficando sem ar,nao conseguia mais luta,até que eu apaguei.

[...]

Acordei num susto,pensando que aquilo não foi de um completo de um sonho,mais ao percebe que estava em uma cama no quarto de hóspedes e que os meninos estavam ali menos o yoongi,a ficha caiu e eu me sustei novamente.

-cade o yoongi,porfavor me digam que ele esta bem?

-ele esta a caminho,e sim ele esta bem-respondeu namjoon,olhei oara a janela e vi que o sol estava nascendo ainda,eu não dormi por algumas horas.

-quantos dias?-perguntei indo logo ao ponto da história

-3 dias-permacei cala,nao respondi a jin nem segue com uma expressão nao seria a primeira vez que eu passava por aquilo-tivemos que ocmora soro para você nao morre desidratada.

-se eu soube,nao teria te desmaiando lá -jungkook falou e abaixou sua cabeça.

-nao foi sua culpa,você nao sabia oque iria acontece-falei na tentativa de esconde uma parte da questão.

-voce esta mentindo,quais eram os riscos sobre o efeito dessa tal droga?

-...Bem,estado de coma-eu nao iria fala mais nada,ele ja estava triste o suficiente para sabe a outra metade da história.

-você ja passou por isso?-jin pergunto de uma forma tão calma,que dava ate inveja.

-já

-quanto tempo?-yoongi perguntou de uma forma calma,pareciam te medo de me assusta,e de eu me calar e não fala mais nada.

-4 semanas,foi quando oliver "me ajudou",contra o meu ameçador-fiz aspas com as mão,eu já sabia que eles sabiam de todo o meu passado.

1 mês antes....

Estava eu fazendo mais um dos serviços que o yoongi havia me pedido,limpa novamente seu escritório dessa fez parecia um quarto de um adolescente que promete para sua mãe que iria arruma seu quarto mais nunca fazia.

Estava limpando sua mesa,e havia varias pastas com nomes e mais um monte de coisas,olhei.Minha curiodidade despertou,procurei em meio aquelas pasta meu nome,vai que né?nunca se sabe.Achei.

Abri ela e contia várias coisas minhas fotos,meu número e tudo mais.Ate coisas minhas que eu nunca havia contado para ninguém tinha lá.E em baixo tinha escrito.

"jimin e jungkook vão olhar ela para mim e no dia em exato eu vou consegui ela"

A porta foi aberta,levei um susto deixando a pasta cair no chão,nao poderia desfaça nada,os milhares de papéis se espalharam pela sala.

-que merda que você esta mexendo?-yoongi entrou apressado pegando a pasta que apenas tinha algumas folhas-eu mandei você nao mexer em nada meu dessa sala.

-mais eu mexe,algum problema?-falei me levantando e colocando alguns papéis que eu tinha ajuntando na mesa.-eu que sou a vítima dessa história,então aquele encontro não foi por acaso?então eu estava sendo espionada?-falei indo ate ele e parando na frente dele olhando nos olhos dele.Queria a verdade.

-digamos que sim,mais algum problema-ele responde na mesma intensidade da minha fala,revirei meus olhos.

-se eu pudesse te matava aqui mesmo,mais nao posso.-ele me olhou mais,logo seus olhos mudaram de rumo,olhando fixadamente para os meus lábios -ash...Nao tem como conversa com você olha-sair da frente do mesmo,que me puxou pelo braço,fazendo nossos corpos grudarem e nossos rostos ficarem centímetros de distância.

E me beijou,o beijo era intenso com direito a mãos bobas,minhas mão no caso.Ele pediu passagem com a língua e eu cedi,nossas línguas dançavam em nosas bocas mordi seu lábio inferior,fazendo o sangra um pouco adicionando um novo gosto ao beijo.Nos separamos pela falta de ar.

Nos olhamos e eu dei um sorriso,como se tivesse ganhado na loteria,ele me pedou pela cintura e me colocou sobre a mesa,beijando meu pescoço,depois voltou a atenção a minha boca,me beijando novamente,suas mãos apertavam minha cintura intensamente.Seu membro ja ereto por debaixo da calça.

-yoongi posso entra?-era a voz de jimin,nos olhamos e nos separamos,agindo naturalmente,dei uma risada,e sai dali.

atualmente

-mais se eu não tivesse te enforcado,você nao taria em perigo certo?

-errado,uma hora ou outra eu iria desmaia de estresse,então as diferença sao nenhuma-falei.

-ham?...Pera ta tudo doido na minha cabeça,qual seria as vantagens de toma isso,sendo que qualque coisa pode leva ao coma ou ate mesmo a morte?-hoseok falou.

-ah...Digamos que a pessoa tenha sorte ela pode te cura emocional,mentalmente,aceitação de si mesmo,euforia,experiências espirituais,e oque o oliver queria causa em mim:snetimentos de amor....Mais nao funcionou.

-e os sintomas negativos seria os tramas?-hoseok perguntou novemente.

-mais ou menos,seria tambem tempo-espaço,tonturas e sons contorcidos-soa milhares de outros,mais não queria fica relebrando de todos os outros tipo,e tudo mais.taehyung olhou para mim,ele percebeu isso.

-voce nao tem culpa do que fez,estava alucinando.

-mais eu ainda rinha meu raciocinio,mais orgulhosa demais nao cedi e ate nisso fracassei-Eu só queria o yoongi aqui,mesmo que ele me odiasse ou apenas quisesse me usar,eu sei la....Eu gosto dele.ele abriu a porta e entrou,espera...E claro.Ele estava atrás da porta apenas escutando tudo.

-voce prometeu que não conheceria seus sentimentos em situações como aquela,eu deveria te previsto isso-yoongi falou isso,nao tinha qualquer sentido para ela fala aquilo,mais sua expressão havia muda.Ele estava friou.

-bom,vamos deixa vocês sozinhos-jin falou puxando taehyung junto com ele e todos saíram.

-ah agora a culpa e minha e?e owhe você que dizer com isso?

-sim,quero dizer que eu deveria te previsto que você seria incapaz de não demostra seus sentimentos.-eu apenas permaneci calada,afinal,ele estava certo.-e outra _______,você poderia te morrido-fiquei calada.

-nao era eu que estava com a adaga apontada na cabeça-falei baixinho na tentativa dele não escuta.

-a não diga,nao percebeu os revólveres apontados na sua cabeça?!

-eu não era a única -desafiei ele.Eu sei oque eu vi,independentemente do que falaram eu sei oque eu vi.-eue dtava me controlando me segurando para não mata-lo e eu conseguiria aquenta a tortura psicológica....mas eu vi....Voce perdeu a luta para dois homens,que te apunhalaram e ameaçaram atira...Você estava redido.estava lutando igual a yumi,apenas para me protege e me tira de lá.os meninso nao podiam fazer nada se não você levava duas balas em sua cabeça,enquanto eu abraçava o oliver.Mas ver você ajoelhado daquela forma,olhando fixadamente para mim,pedindo pelo seu olhar para mim volta ao normal antes que eu o visse morre,aquilo me descontrolou por completo.eu nao queria ver aquela cena,nao queria ver mais uma pessoa que eu gosto morre,se você morre eu matava oliver e depois me mataria.

-nosso pior erro,foi te envolvido sentimento onde não deveria existi,isso e perigoso-aquilo saiu tão rude que eu preferia te levado um tapa do que ouvia aquilo.

-entao oque faremos,sobre isso-falei,ja me arrependendo de ter feito aquela pergunta.

-nao existe mais sentimentos entre nós,apenas uma trabalho normal entre padrão e empregada,espero que entenda,e para o seu bem-era como se ele tivesse enviado uma espada em meu coração apenas em uma vez,eu não queria acredita nisso.eu sei que estamso errados,ja que se descobrirem esse sentimento entre nós,usariam isso contra a gente e faria ate algo pior.

-eu entendo e concordo,os sentimentos foram longe de mais,tudo foi longe de mais...-minha voz saia trêmula e eu não sabai como completa a frase,era mais fácil quando eu pronunciva ela em minha cabeça.-apenas com patrão e empregada,assim sera nosso conviveu daqui para frente.-ele nao disse nada,apenas olhou para mim e era com ele quisesse fala algo,mais se calou e respondeu um "otimo" friou e seco.

Um vazio se estalou no meu peito,as lágrimas ja escorriam pelo meu rosto.Era algo mais doloroso,mesmo eu ja tendo sentido aquilo era estranho para mim,me esqueci por comoleto do mundo la fora,dos meus pais e de yeon que não sabiam de nada.

Me levantei e joguei um pequeno pote de vidro,no chão fazendo ele se quebra em milhares de pedaços.e oque eu pensei que teria com o yoongi,terminou hoje sendo um inferno em nossas decisões






Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...