1. Spirit Fanfics >
  2. Os Originais e Humanas e Humanos >
  3. Convivendo com os Mikaelson na adolescência

História Os Originais e Humanas e Humanos - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo pra hoje bjs
Não preciso relembrar que os personagens usados em minha história não são meus.

Capítulo 2 - Convivendo com os Mikaelson na adolescência


Fanfic / Fanfiction Os Originais e Humanas e Humanos - Capítulo 2 - Convivendo com os Mikaelson na adolescência

Narradora on

Os seis conseguiram entraram na faculdade de Nova Orleans sem precisarem viajar para distante da mãe e dos Mikaelson eles não se consideravam prisioneiros, mas não tinham viajar em mente.

Já a mãe deles decidiu viajar com seu novo namorado que seus filhos a apoiaram e os Mikaelson viriam que o novo romance a fazia feliz e disseram que tomariam contra dos seus filhos e filhas com todo cuidado.

Vanessa sabia que seus patrões e patroas e amigos tinham sentimentos por seus filhos e filhas e não sentia nojo disso por que sabia que eles cuidariam deles sem decepcionar nenhum deles.

Mas ficaria pra sempre viajando elas queria ver seus filhos encontrarem o amor e construírem suas próprias famílias mesmo que eles se tornem imortais para não morrerem.

Narradora off

Nikolle on

Fico feliz por minha mãe tenha tomado a decisão de viajar e cuidar de si mesma ela precisava e eu quero vê-la feliz como minha irmã Emma e minha  irmã Giovanna também estão felizes com seus companheira e companheiro.

Já Hayley não logo tomou coragem e se confesso para Elijah que correspondeu seus sentimentos já que ele sentia o mesmo me fazendo feliz por ela.

A minha situação não é tão difícil assim e já estou pronta para me declarar para Niklaus ou Klaus como ele prefere ser chamado e só eu tenho o direito de chamá-lo como Nik meu híbrido rei de Nova Orleans.

Não diria o mesmo de Davina e Marcel os dois tem a mesma idade, mas ainda são mais novos que Kol e Rebekah mesmo eu tenha uma amizade com a loira e com Freya também.

Eu também me dou com o resto da família e mais tarde farei parte dela, mas um passo de cada vez tenho que ser cautelosa para dar tudo certo. Fácil falar eu quero ver eu conseguir fazer isso sem fraquejar.

Como todos estavam espalhados na mansão por estarmos de férias por esses meses e eu decide ir até o ateliê de Nik que não demore a encontrar e sorri ao encontrá-lo ali pintando como sempre.

Ele já deve ter sentindo minha presença só pelo meu cheiro e me envergonhe por tentar entrar de fininho.

Klaus: Bela tentativa love, mas vai ter que treinar para me pegar desprevenido.

Disse largando o pincel e se virando para me olhar me fazendo corar mais ainda.

Klaus: Eu gosto de vê-la corada já que só eu consigo deixá-la constrangida assim love.

Nikolle: E óbvio que só você love.

Eu responde sorrindo provocativa sabendo que não devia cutucar o lobo com vara curta,mas não estava arrependida do que fiz.

Klaus: O que faço com você love.

Ele estava perguntando a si mesmo me fazendo sorrir e dar mais um passo para perto dele que não se moveu com minha aproximação.

Nikolle: Nik eu tenho que lhe confessar uma algo.

Klaus: Então diga love eu estou ouvindo.

Eu respire fundo não deixando a timidez me dominar e responde.

Nikolle: Desde do momento que eu o conhece me sentia segura sabendo que podia contar e confiar em você desde daquele momento,mas uma simples sentimento de proteção começou a mudar com meu amadurecimento já que não sou mais uma menina e sim uma mulher em um corpo de adolescente. O que eu quero dizer é eu me apaixonei por você.

Disse mais calma e ainda apreensiva por sua reação.

Klaus: Você sabe o que vão pensar em nós ver juntos depois de dizer que também me apaixonei por você e não consigo ficar muito longe de você só lhe dou o espaço que você precisa para crescer e amadurecer em sua adolescência assim não terá problemas em tomar suas decisões love.

Nikolle: Já tome minha decisão sobre me confessar pra você agora a decisão e sua de ficar ao comigo ou não.

Disse já sentindo lágrimas ameaçando cair dos meus olhos e abaixe a cabeça.

Klaus: Você acha que eu não quero ficar com você só por causa do que os outros irão falar  eu nem estou para opinião deles só quero você love.

Ele disse me fazendo olhar pra ele ao toque de sua mão em meu rosto.

Nikolle: Não quero que fique comigo por pena Niklaus.

Disse triste e me afastar de seu toque,mas ele foi mais rápido ao me puxar contra ele me fazendo corar mais ainda ao olhar nos seus olhos azuis.

Klaus: Eu quero ficar com você de verdade Nik eu amo você minha linda.

Nikolle: Eu também quero ficar com você Nik eu também amo você meu lobo.

Klaus: Não me provoque quero mantê-la virgem até nosso casamento love.

Nikolle: Estraga prazeres.

Disse emburrada e ele me beijo e eu corresponde com meus braços em volta do pescoço dele até que o ar se fizesse necessário.

Klaus: É melhor pararmos por aqui minha rainha se não eu perco o controle antes da hora.

Nikolle: Concordo Nik.

Disse o abraçando e ele retribuiu e ficamos o resto da tarde pintando quadros até eu cansar ou chegar a hora para jantarmos.

Nikolle off

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...