1. Spirit Fanfics >
  2. Os poemas mais rápidos da história >
  3. 00:02:34 ( dois minutos e trinta e quatro segundos )

História Os poemas mais rápidos da história - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - 00:02:34 ( dois minutos e trinta e quatro segundos )


Fanfic / Fanfiction Os poemas mais rápidos da história - Capítulo 4 - 00:02:34 ( dois minutos e trinta e quatro segundos )

Oque eu quero pra hoje é a gente vivendo oque era pra ser ontem


Então fiquei meio confuso


Porque eu quero oque era de ontem e

as vezes a vida é tão confusa

que a última coisa mais confusa que aconteceu na sua vida pode ser tão normal quanto a última coisa que confundiu a sua mente,

por ser confuso demais para confundir uma mente que na verdade

já é confusa


Por isso vezes o amor não é amar o próximo mas sim amar o interior do próximo

Isso é que é amor!


E as indiretas da pessoa que está recebendo indiretas

Sabe que é indireta pra ela

Pois está emplacada e fixada.

diretamente direcionada para pessoa que na verdade

está recebendo diretamente

uma mensagem de amor







Palavras aleatórias escolhidas por:


Sophia



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...