História Os quatorze anos - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Original
Visualizações 2
Palavras 240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E ai galera, me desculpem por demorar é que tive prova esses tempos e acabei desanimando mas não se preucupem vou voltar com tudo!

Capítulo 10 - O meu oposto


Fanfic / Fanfiction Os quatorze anos - Capítulo 10 - O meu oposto

Em um dia comum eu Zafiz um ser humano normal estava vagando pelo tempo e espaço da filosofia gastronomicas no recreio da minha querida escola, onde ningem me intende, na verdade algumas pessoas como meus querido amiguinhos Loky, Lydia e Cristy.

Eles são legais mas as veses me decepsinam, mas isso é para outra hora. VOLTANDO A HISTORIA VERDADEIRA!

Eu estava na cantina lanchando quando senti uma sensação de estar sendo atacado, nao sabia o que era, mas estava me incomodando, parecia ser um outro novato Edward Clinn, um garoto estranho com tatuagens por todo o corpo, seus olhos eram vermelhos por algum motivo nao especificado até onde eu conheço, ele parecia me olhar com um olhar de morte.

Tentei me afastar, mas ele estava ate na minha sala o unico jeito era conversar com ele, entao me aproximei:

- Ola percebi que voce esta me obcervando. - ates que em percebece ele me jogou na parede e disse:

-Eu sei de onde você veio e o que você é! Antes que pergunte vim do oposto do lugar de onde voce veio!- percebi que o tempo paro

-VOCÊ CONGELOU O TEMPO?

-SIM, AGORA VOLTE PARA SEU LUGA SE NÃO VOCE SABE O QUE VAI ACONTECER!!!

Voltei normalmente para meu lugar, não contei para os outros o que aconteceu para não colocalos em perigo, principalmente Lydia pelo fato de ela saber o que eu sou.
O medo me condena e minha raça também.


Notas Finais


Não reclamem pelos capitulos serem curtos , poucos sabem mas eu faço as historias pelo meu celular então faço proporcinal ao meu celular.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...