1. Spirit Fanfics >
  2. Os Semideuses A Jornada De Sasuke >
  3. Capítulo Seis - Medos após a meia-noite

História Os Semideuses A Jornada De Sasuke - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Demorei, eu sei gente pelo amor de Deus não me matem kkkkk sem palavras, essa é a verdade. Acho que todo mundo sabe que eu fiquei metade do ano aí terminado O Nosso Problema pra poder focar em semideuses de uma maneira melhor. E cá estou eu. Primeiramente, muito obrigada pelos favoritossss e comentáriossss somos mais de 800! AMOOO, muito obrigada genteee!

Galera eu tenho uns avisos por favor prestem MUITA ATENÇÃO pq se não vcs vão se perder na história.
Eu mudei um pouco algumas coisas como por exemplo o nome da comunidade God, agora está Godness que significa DIVINDADE, eu achei melhor pq God tem toda a relação com Deus e etc e eu não quero relacionar mitologia grega com outras religiões ok? Por isso modifiquei só um pouco, mas não tem muita diferença.

Gente leiam a história com todo cuidado do mundo, porque tem várias coisas que eu coloquei aí tanto no grupo dos Prometeus quanto no grupo dos Ômegas que serão bastante interessantes para os próximos capítulos futuros.

Eu tive que dividir esse capítulo em duas partes praticamente, porque se não ia ficar muito grande. Ou seja, cortei ele um pouco kkkkkkkkkk mas espero que gostem mesmo assim.

OUTRO AVISO: LEIAM AS NOTAS FINAIS PELO AMOR DE DEUSSSS!

Gente por favor preciso que vcs leiam as notas finais, pq se não é sério, vcs vão boiar muito.

Vou deixar o resto dos avisos nas notas finais.

Boa Leitura!

Capítulo 6 - Capítulo Seis - Medos após a meia-noite


Fanfic / Fanfiction Os Semideuses A Jornada De Sasuke - Capítulo 6 - Capítulo Seis - Medos após a meia-noite

Escrita por MiihSj

Os Semideuses ― A Jornada De Sasuke

    Sexto capítuloMedos após a meia-noite

Konoha, Japão

Domingo ― 23:54 PM 

Almost Olympus

 

― Sasuke você vai representar os Prometeus? ― Perguntou Shikamaru diretamente para o Uchiha e todos o encarou curiosos e surpresos pelo líder em pessoa o convidar para uma das comunidades mais fortes em tão pouco tempo. Naruto, Gaara e Neji pareciam apreensivos olhando para Sasuke.

 

― A Godness também o convidou para representação. ― Gaara se posicionou trocando olhares rápidos com Shikamaru e Sasuke. ― Agora é sua decisão. Godness ou Prometeus.

 

A tensão no ar era sufocante e chegava a incomodar Sasuke. Por mais que a imagem que o Internato transparência desde o início, fosse especial para que você se sentisse acolhido e igual a todos os outros descendentes de alguma criatura mística ou divina, havia uma clara diferença quando o assunto eram comunidades. 

 

Sasuke sabia que ali ele não ia apenas dizer qual grupo pertenceria, tanto de poder quanto de personalidade, mas também estaria dizendo um “olá” para seus futuros inimigos dos eventos. Caso fosse a Godness ele teria que encarar a fúria dos Prometeus e caso fosse o contrário, teria que lidar com a Godness que certamente parecia ter pessoas muito mais perigosas. 

 

Respirou fundo tentando demonstrar sua frieza perante aquele assunto, porém não conseguia evitar a tensão em seus ombros com os olhares curiosos das outras comunidades. Mas, sua decisão já estava feita antes mesmo deles terem a questionado.

 

― Vou ficar com a Godness, mas agradeço a oportunidade Shikamaru. ― Respondeu olhando fixamente para o próprio líder dos Prometeus que deu um sorriso de canto como se já soubesse a sua resposta, fazendo com que Sasuke se sentisse na obrigação de ficar em alerta com ele.

Shikamaru parecia muito além do que apenas um líder de comunidade e por mais que sua aura não fosse tão sombria quanto a de Sakura Haruno e tão intimidadora quanto a de Neji Hyuuga, algo nele indicava perigo.

 

― Droga, isso vai ser problemático. ― Disse Shikamaru passou a mão pelos cabelos e em seguida soltou um suspiro cansado e depois olhou para as pessoas de seu grupo que assentiram como se respondessem alguma ordem mentalmente. ― Bom, então vamos iniciar os desafios. Só lembrando que os desafios são bem específicos, por exemplo, Godness vocês tem que beijar uma menina diferente, não pode ser uma para todos. Assim como os ômegas, as pegadinhas tem que ser algo que possamos ver amanhã.

 

Após dizer aquilo, Sasuke sentiu uma ardência em seu pulso e olhou um pouco assustado para o mesmo, vendo uma espécie de tatuagem. Todos concordaram e já se posicionaram para perto de seus grupos, Sasuke sequer se mexeu pelo simples fato de que Gaara, Neji e Naruto já estavam ao seu lado.

 

― Relaxa que isso vai sumir quando cumprimos o desafio.― Disse Naruto dando um meio sorriso e Sasuke assentiu mesmo não entendendo muito. ― É para garantir que realmente conseguimos fazer a aposta, se não todos poderiam mentir. 

 

― Hum. ― Murmurou Sasuke dessa vez compreendendo e achou aquilo uma ideia bastante interessante.

 

― Caramba graças aos deuses, eu não queria nem fodendo participar disso hoje. ― Murmurou Neji com uma careta enquanto dava uma olhada de canto para Sasuke que devolveu a encarada. ― Filho de Zeus! Espero que não desonre o nome da Godness. Não tô afim de perder uma aposta. 

 

Antes que Sasuke pudesse respondê-lo da maneira mais fria possível, Gaara entrou na frente de Neji colocando a mão no ombro dele de forma desesperada. 

 

― Como assim você não vai participar? Eu pensei que se o Uchiha entrasse, eu estaria fora e não você Neji! ― O tom tenso de Gaara era visível, assim como o desconforto em seu rosto. 

 

Sasuke não fazia ideia do motivo do pânico do qual Gaara tentava disfarçar, olhou para Naruto que acompanhava a conversa com misto de ansiedade e nervosismo e foi então que o Uchiha resolveu olhar ao redor e ficou um pouco surpreso ao perceber que todos ali estavam preocupados e animados ao mesmo tempo, como se estivessem prestes a ir para uma guerra mundial. Assim como ele, os novatos também pareciam confusos com tanto alvoroço por parte dos outros garotos.

 

Aquele treinamento não aparentava ser nem um pouco saudável, talvez eles não estivessem exagerado ao dizer que corriam realmente risco de vida. Poderia ser bobeira, mas aquilo era algo importante para Sasuke, poderia testar finalmente se ele estava apto ou não para encarar aquelas pessoas. 

 

― Dá última vez você lembra o que aconteceu Gaara? Aquela pu... a Tenten ferrou comigo! O líder me tirou depois daquilo. ― A raiva nos olhos de Neji que antes estavam frios, deixou Naruto e Gaara ainda mais desconfortáveis.― Se eu for hoje vai dar uma merda maior do que a de antes. Tô fora ― Neji balançou a cabeça como se seus pensamentos fossem um absurdo 

 

Sasuke não conhecia Neji direito, porém o desprezo na voz dele indicava que o que houve no treinamento passado, não havia sido coisa boa e se ele tinha se ferrado, era porque todos os garotos tinham falhado na ideia da “missão” de treinamento.

 

― Droga. ― Resmungou Gaara um pouco nervoso aparentemente concordando com Neji. ― É melhor mesmo, vocês dois no mesmo lugar...uma hora isso vai acabar em algo muito pior do que batalha. 

 

― Também não dúvido. ― Murmurou Neji com o cenho franzido, mas logo respirou fundo na tentativa de se acalmar. ― Mas, desejo boa sorte pra vocês. Vou indo. ― Ele se despediu dando um aceno sendo retribuído por Naruto e Gaara.

 

― Acho que todos já estão prontos certo? ― A voz de Shikamaru chamou atenção de todos e ele analisava calmamente os trios escolhidos, dando no total de doze garotos. ― Vamos entrar cada grupo de uma vez, esperem pelo menos uns cinco minutos antes de entrarem. Nós dá Prometeus vamos arriscar entrar primeiro, já sabem né? O resto é por conta de vocês.

 

Aquela jogada era bem perigosa, afinal quem entrava primeiro tinha mais chances de falhar, mas ao mesmo tempo tinha mais chances de darem certo pois já poderiam fazer seus desafios primeiro e poderiam ir embora mais rápido deixando os que forem depois tendo um pouco da desvantagem de entrarem na casa com alguma menina despertada por conta da invasão do grupo anterior. Aquele cara era bem mais esperto do que Sasuke imaginava, os Prometeus certamente pareciam fortes no quesito de estratégia e inteligência como todos diziam.

 

― Seremos os segundos a entrar. ― Proclamou Sasuke friamente fazendo com que os olhares fossem direcionados a ele, alguns surpresos e outros curiosos. Afinal para eles, por mais que fosse o filho de Zeus, ele não deixava de ser um novato.

 

Apenas Shikamaru que o olhou interessado enquanto dava uma pequena risada animada. 

 

― Interessante. ― Disse ele dando de ombros e fazendo um sinal para que seus companheiros o seguisse para fora da casa, ele parecia extremamente relaxado como se soubesse o destino de tudo. ― Boa sorte para todos vocês!

 

Boa sorte parecia ser algo que eles realmente desejavam um para o outro, como se eles fossem entrar em um pandemônio.

 

― Que merda é essa de sermos o segundo, tá doido porra? ― Sussurrou Naruto para que apenas Gaara e Sasuke ouvissem, encarando o Uchiha enfurecido e o mesmo apenas mantinha sua expressão fria sem se afetar. ― Tínhamos que ser os últimos Sasuke. 

 

― Larga de ser burro, Naruto. ― Dessa vez quem se pronunciou foi Gaara que tinha os braços cruzados e uma expressão vazia no rosto, mas seu foco era em Sasuke como se estivesse avaliando calmamente ele. ― Talvez seja temporário ou não, mas acho que vai ser bom ter você na comunidade. 

 

Sasuke apenas acenou tentando não ser tão mal educado enquanto Naruto olhava para os dois ainda sem entender nada. Eles caminharam juntos em direção a porta sendo observado pelos demais que pareciam ter parado de discutir planos e estratégias para analisar aquele novo trio, afinal, era diferente ver a Godness sem Neji entre eles. O mais novo foco agora Sasuke sabia, pois sentia os olhares queimando em suas costas e ele não sabia se aquilo o deixava irritado ou ainda mais animado para saber o que iria acontecer naquela noite. 

 

― Cinco minutos, vamos. ― A voz de Gaara ficou obscura, assim como Naruto que resolveu deixar todo aquele assunto para outra hora e se concentrar. ― Acho que não preciso dizer muito, mas o foco é sermos rápido! A gente tem pouco tempo, todo cuidado é pouco e não ajam com imprudência...― Disse ele olhando diretamente para Naruto que bufou assentindo.

 

Sasuke apenas manteve sua feição indiferente achando desnecessário responder aquilo e os três finalmente saíram indo em direção ao prédio feminino, a cada passo ele sentia como se algo estivesse muito errado. Caminhando em passos rápidos, Sasuke olhou para o céu e se surpreendeu com a lua, ela estava assustadora, ele nunca havia se arrepiado por conta de uma lua e aquele pensamento fez com que ele revirasse os olhos achando patético e voltou a atenção para o que iriam fazer. 

Era apenas uma lua. 

 

━━━━━━━✦✗✦━━━━━━━━

 

Prédio II ― Área Feminina

 00:15 PM ― Grupo: Prometeus

 

O trio caminhavam cautelosos desde que haviam entrado na casa, Shikamaru quis rir lembrando de como sempre era fácil invadir aquela a área feminina, mesmo com as gênias de sua comunidade morando ali e ficando encarregadas do sistema de segurança, era algo que ele podia resolver sempre com facilidade e aquilo as irritavam, mas o foco não era aquele. O treinamento podia ser realmente algo idiota, mas sempre extraiam alguma coisa de interessante tanto das garotas quanto dos deuses. E informações eram gasolinas para Shikamaru, que no fundo, realmente gostava daquele jogo.

 

Lembrando-se de jogo seus pensamentos foram até o novato Sasuke Uchiha, era realmente uma pena ele ter escolhido a comunidade mais corrupta daquele internato, porém o garoto não deixava de ser interessante e bastante perigoso.

 

“Seremos os segundos a entrar.”― Lembrou-se daquela frase e não conseguiu evitar um sorriso. Aquela noite seria bastante emocionante, eles tinham que cumprir o desafio e irem embora o mais rápido, antes que o circo pegasse fogo.

 

― Shino e Chouji precisamos ser rápidos e cautelosos, tivemos sorte de que hoje não pegamos um desafio tão complicado. ― Em tom baixo e amistoso Shikamaru conseguiu chamar atenção dos companheiros que rapidamente o escutaram com cuidado. ― Talvez seja o destino, mas estamos no caminho dos quartos das garotas Alphinos. 

 

― Elas são semideuses do dia, certo? ― Perguntou Shino buscando a confirmação de Shikamaru que assentiu deixando claro o objetivo. ― Ou seja não teremos tanto problema ao entrar no quarto. 

 

― Exatamente. Tenho certeza que os Dracon´s serão idiotas o suficiente para acabar entrando no quarto de uma semideusa da noite, mas não estaremos aqui para presenciar a história ou virar uma história. ― Respondeu o Nara dando de ombros e Shino acabou dando uma pequena risada baixa. 

 

Enquanto Chouji franziu o cenho por conta da partes deles virarem história e Shino sentiu na necessidade de explicar. 

 

“Os semideuses homens foram extintos em uma noite no internato Almost Olympus. Porque um grupo de semideuses invadiram o quarto de uma semideusa da noite, responda a seguinte questão: Por que eles fizeram isso?” ― Murmurou Shino de maneira descontraída e desinteressada.

 

― Porque eles são burros. ― Respondeu Chouji compreendendo finalmente aonde o Nara queria chegar enquanto dava uma risada baixa.

 

― Exatamente isso. ― Disse Shikamaru balançando a cabeça pensando no quanto aquela brincadeira tinha sido um pouco malvada, mas eles realmente estavam sendo sinceros com aquela possibilidade. ― Certo, chega de brincadeiras. 

 

Os três pararam em frente a uma porta do qual eles haviam planejado atacar, Shikamaru olhou para Shino e Chouji que assentiram como se fosse uma ordem para que começassem o plano. 

 

Shino abriu sua mão esquerda e naturalmente surgiu uma mosca pequena, Chouji se aproximou e tocou no pequeno inseto que permaneceu parado graças aos poderes de Shino que era filho de uma Epigéia, uma ninfa da floresta que acabou se relacionando com um humano, fazendo com que o garoto nascesse com metade dos poderes de ninfas, porém humano.

 

Após o toque de Chouji, sem qualquer ordem, a pequena mosca voou em direção a porta do quarto e entrou pela pequena brecha que havia na fechadura. Eles ficaram alguns segundos parados, até que Shino olhou para Chouji fazendo um sinal de positivo com o dedo.

 

― Sinto muito amiguinha.― Sussurrou Chouji enquanto fechava os olhos se concentrando. ― Magia da floresta. ― Disse ele baixo, porém permaneceu com os olhos fechados por alguns segundos, até de repente os abriu. ― Pronto, a mosca já virou uma flor, vou fazer o pólen do sono emanar nela, temos no máximo quatro a cinco minutos, então...― Ele ergueu a mão e magicamente surgiu máscaras de madeira no rosto de Shikamaru e Shino.

 

Como filho de Deméter, as habilidades de Chouji eram essenciais para que o plano desse certo, motivo do qual Shikamaru havia o perturbado para participar do treinamento, já que o mesmo não tinha interesse.  Com ele ali, tudo ficaria mais fácil.

 

― Tem certeza que vai dar certo Shikamaru? ― Shino murmurou baixo com a voz um pouco abafada por conta da máscara, Chouji engoliu em seco também olhando para seu líder que tinha um olhar tranquilo. 

 

História real. ― Ao dizer a seguinte palavra, o ambiente ficou claro como se o dia tivesse surgido por alguns segundos, mas logo tudo voltou ao normal, o olhar surpreso de seus companheiros o fez dar de ombros. ― Só como garantia. 

 

Usar aquele poder certamente havia drenado uma boa energia de Shikamaru, afinal era um de seus poderes ativos mais complexos. Consistia em simplesmente escrever um destino, em um determinado local e por alguns tudo acontecesse da maneira que havia escrito, porém ele era um semideuses, havia muitas vezes que seus poderes davam errado e Shikamaru não estava sentindo uma sensação muito boa, como se tivesse um buraco na história que ele tinha escrito duas horas atrás, já que era assim que a história real funcionava. Se ele fosse seu pai, Moros, as coisas seriam mais fáceis. 

 

Mas rapidamente Shikamaru acabou descartando aquele pensamento. Ser deus era uma das únicas coisas que ele não gostaria de ser.

 

Lembrou-se em detalhes do que havia anotado no seu caderno do destino. Eles iriam entrar silenciosamente enquanto o pólen de sono faria o sono das garotas tornarem mais pesado, roubariam as peças íntimas e sairiam rapidamente sem deixar qualquer rastro. 

 

― Você é maluco, não tinha necessidade de usar um poder desses para algo tão fútil. ― Disse Shino balançando a cabeça, mas com um sorriso no rosto como se estivesse um pouco aliviado. ― Mas isso é bom, para mim você é o semideus mais fortes desse internato Shikamaru. 

 

― Vamos, porque eu ainda não sou forte o suficiente, o destino acontecerá de acordo com o que eu escrevi por apenas dez minutos. ― Disse ele e os dois assentiram. ― Chouji ― Chamou o colega que rapidamente utilizou de seus poderes. 

 

― Pólen do sono ― Chouji rapidamente ergueu suas mãos fazendo um movimento como se tivesse abrindo algo, provavelmente a flor do qual ele havia feito a transformação pelo inseto de Shino. ― Pronto, o pólen do sono já está cercando o quarto delas, agora como iremos entrar? O sistema de fechadura do quarto delas tem magia? 

 

― Iremos entrar com Isso. ― Shikamaru ergueu a pequena chave deixando novamente Shino e Chouji surpresos. ― Eu roubei uma das cópias de Shion em um evento, ela nem percebeu. 

 

― Nossa. ― Disse Shino querendo rir imaginando como elas iriam ficar quando descobrisse aquilo, eles iriam entrar no quarto delas pela maneira mais idiota possível, chegava a ser irônico. 

 

Após abrirem a porta, eles entraram e perceberam rapidamente o ambiente em tom amarelado, por conta do pólen do sono, Chouji era o único que não se afetava por ser o dono da habilidade, porém até mesmo Shikamaru e Shino tinham que se proteger com a máscara, caso contrário estariam complemente lerdos, pelo menos Shikamaru, provavelmente Shino dormiria por não ser um semideus. 

 

E eles realmente foram rápidos, Shikamaru pegou um sutiã branco do qual ele não fazia ideia de quem era, Chouji também um sutiã porém verde e Shino acabou pegando a primeira coisa que viu pela frente na gaveta, uma calcinha de renda rosa. Tirando Shikamaru, os outros dois estavam completamente envergonhados com aquela “missão”, não era o feitio deles roubarem peças íntimas de garotas, no mínimo era ridículo e vergonhoso. Mas, aposta era aposta. 

 

Assim que saíram do quarto, Shikamaru fechou a porta com cuidado e após isso a trancou novamente para que não ficasse tão óbvio e ele também não queria facilitar para as outras comunidades deixando um quarto aberto de graça. E sentiu a ardência em seu braço, olhou e viu que a marca tinha saído de seu pulso, indicando que o desafio estava cumprido. Shikamaru se surpreendia cada vez com os poderes de Nagato.

 

― Parece que deu tudo certo, agora podemos ir embora. Tão mais aliviados? ― Questionou Shikamaru com um sorriso mais tranquilo por seu plano ter dado certo, não que ele fosse um péssimo estrategista, porém até mesmo para ele aquele treinamento era bem complexo e tinha vezes que davam errado.― Vocês estão me ouvindo?

 

Mas mesmo depois de perguntar, estranhou quando ouviu Shino soltar um palavrão e Chouji choramingar atrás dele. Shikamaru estava de costas para os dois, guardando o sutiã no bolso da calça junto com a chave, ficou confuso com a atitude de seus colegas, aquilo o fez olhar para trás e ver o que haviam deixados eles tão nervosos e tensos. 

 

Foi então que ele sentiu seu corpo se arrepiar por completo ao se deparar com Temari No Sabaku, filha de Gaia com um descendente de Eólios um deus dos ventos, parada encosta em uma parede com um sorriso maldoso nos lábios.  E Shikamaru sabia o quanto aquilo era péssimo, era um dos problemas de seus poderes, por mais que seu pai fosse um deus muito poderoso e acima dos outros, Shikamaru não tinha habilidades tão fortes quanto aos filhos dos três grandes deuses que seriam Sakura, Naruto e talvez até mesmo o novato Sasuke Uchiha. 

 

Ele havia usado o poder “História real” para escrever o destino deles, naquela casa e naquele momento, mas como ele havia sentido, houve uma falha, um buraco na história. Seus poderes em relação a mudança de destino não funcionava com semi deuses tão poderosos ou mais poderosos que eles, por mais que ele tivesse decretado aquele destino, um semideuses do nível de Neji ou Naruto poderia mudá-lo fácilmente. Shikamaru sabia que aquela era a lei que o universo havia dado para seus poderes. 

 

Caso contrário ele seria completamente invencível, um exemplo era uma batalha, caso ele quisesse decretar o destino daquela pessoa, ele sequer precisaria lutar, apenas escreveria para pessoa desistir ou se suicidar. Em semideuses mais fracos que ele aquilo funcionaria, mas em outros fortes como de seu nível, aquilo não teria efeito algum. 

 

Shikamaru tinha escrito que eles escapariam sem problemas, mas Temari estava ali olhando para eles com a maior maldade, certamente na intenção de impedi-los de sair o que deixava claro que a história real não havia funcionado nela. 

 

― Então os príncipes encantados já estão de saída? ― Debochou ela rindo enquanto olhava para cada um dos meninos que estavam completamente tensos. ― Esse olhar de pânico de vocês me dá até um tesão. ― Ela mordeu os lábios sensualmente, com um olhar sádico. 

 

Todos conheciam a natureza de Temari, ela fazia parte das Medusas, uma comunidade apenas para mulheres, a Sabaku além de ser uma das mais fortes, era uma das mais sádicas. Uma das poucas pessoas que eram “semideuses híbridos”.

 

Por mais que fosse filha de Gaia, ela simplesmente não tinha herdado os poderes ativos da mãe, diferente de seu irmão Gaara. Os poderes dela em relação a Gaia era apenas passivos e o motivo era por conta do clã de seu pai. Temari era filha de um descendente de Eólios, eles serviam ao deus dos ventos e como recompensa receberam uma benção para terem habilidades com a ventania e ela havia herdado esses poderes. 

 

Os semideuses híbridos eram filhos de deuses com humanos de clãs ou famílias do qual haviam recebido a “Benção de dádiva” um poder ou vantagem que os deuses davam para uma família como recompensa por servirem lealmente, que deixava um ser humano com poderes diferenciados, como no caso do clã do pai de Temari que eram pessoas que receberam a benção de Eólios, eles serviam aquele deus a séculos, portanto tinham uma certa manipulação com o vento.

 

Porém Temari como semideusa manipulava ainda melhor, era como se fosse filha de Eólios e não de Gaia. Os clássicos cabelos dourados do clã de seu pai deixava óbvia sua descendência. Por isso além de ter poderes passivos de sua mãe, ela tinha os poderes ativos de seu clã. Uma semideusa híbrida.

 

― Então talvez pudéssemos fazer um acordo. ― A única maneira de saírem dali sem uma que acabasse em uma verdadeira batalha, seria usando a sua inteligência. Mesmo ele tendo noção de que a loira de olhos verdes não era nenhuma garota burra ou idiota, pelo contrário. ― Eu me resolvo com você, deixe eles irem. ―  Disse apontando para Chouji e Shino que permaneceram parados. 

 

― Não sei, é sempre tão divertido quando vocês homens pensam que nós mulheres somos burras, achou mesmo que vocês iriam sair daqui sem nenhuma consequência? ― Temari se aproximou perigosamente de Shikamaru que não se mexeu, mas já pensava em estratégias de batalha. Temari estava no ranking de uma das semideusas mais poderosas do internato, ela perdia apenas para Sakura Haruno que estava em outro nível. ― Mas o que você tem a me oferecer? Se for interessante, talvez eu pense no caso.

 

A proposta de Shikamaru era completamente perigosa e chegava a ser suicida, mas parecia ser a maneira mais fácil salvar tanto a sua pele quanto a de seus companheiros. Aquela noite estava cada mais vez perigosa. Ele não admitiria aquilo a ninguém, mas sentia medo do que poderá acontecer. 

 

━━━━━━━✦✗✦━━━━━━━━

Prédio II ― Área Feminina

Grupo: Ômegas

 

Kiba encarou Yagura de canto de olho enquanto segurava uma risada, o garoto estava em completo pânico afinal era sua primeira vez no treinamento da morte, depois de muita insistência eles decidiram deixar o garoto participar, mesmo sendo um pouco perigoso demais para sua idade. Porém mesmo sendo do primeiro ano, Yagura já demonstrava um forte potencial latente e sua frieza em batalhas era bastante comentada. Porém a situação ali era bem diferente, eles estavam no ninho de cobras, um passo errado e teriam um fim bastante triste e violento.

 

― Yagura, nós só trouxemos você por conta do seu poder de névoa.― Disse Kiba colocando ainda mais pressão no garoto que engoliu em seco enquanto caminhavam e o Inuzuka acabou ficando com um pouco de pena, lembrando da primeira vez que ele havia participado daquela loucura, sua reação foi quase pior que a de Yagura, não que ele tivesse perdido o medo, porém ele conseguia o básico que era andar sem que as pernas ficassem trêmulas. ― Relaxa, vai dar tudo certo moleque. Não é Akamaru? ― Olhou para o cachorro enorme ao seu lado que soltou um baixo latido. 

 

― Para com isso Kiba! Vão acabar encontrando a gente. ― Murmurou Rock Lee nervoso enquanto olhava feio para o cachorro de pelagem branca que abaixou a cabeça arrependido.― Não faça isso de novo Akamaru. 

 

― Não precisa brigar com ele, Lee. ― Kiba revirou os olhos passando a mão pelo cachorro que aceitou tranquilamente o carinho de seu dono. ― O que vamos fazer? O líder dos Dracon´s que colocou essa aposta pra gente, aquele filho da puta. 

 

― Mas e se a gente encontrar a Sakura? ― Disse Yagura do nada completamente em pânico total sem mesmo prestar atenção em Kiba e Lee que reviraram os olhos. ― Eu vou morrer. ― Choramingou até sentir Akamaru o lamber na tentativa de acalmá-lo.

 

― Você já está começando a me irritar Yagura. ― Disse Kiba encarando o garoto que mal respirava corretamente. ― Se acalma pirralho, eu sou um semideus da noite se alguma menina se aproximar eu vou sentir. 

 

O garoto parecia sequer estar ouvindo o Inuzuka por conta da ansiedade e pânico. O que era bem preocupante para os mais velhos que teriam que cuidar em dobro para que ele não estragasse tudo.

 

― Isso mesmo, é preciso ter o fogo da juventude para que possamos ganhar essa aposta. ― Animou Lee dando uns tapinhas no ombro do garoto que bufou o subestimando. ― Não precisa ficar com medo. 

 

― Até parece! Idaí que você é um semideus da noite Kiba? Você é filho de Pã o deus dos animais domésticos e natureza, você acha que poderia sentir a presença do um filho de algum deus primordial? ― Questionou Yagura com um misto de medo e nervosismo e suas palavras fizeram tanto Kiba quanto Lee o encararem chocados pela coragem. ― Tipo a Tenten e …. a S-sakura, se ela...aí pelos deuses, tomara que ela não encontre a gente. 

 

― Primeiro. ― Kiba deu um tapa na cabeça de Yagura que reclamou de dor e o olhou irritado. ― Me respeite que eu tô no ranking dos mais fortes do internato e segundo. ― Deu mais um tapa na cabeça do garoto que grunhiu. ― Akamaru está com a gente, se ela tiver por perto ele vai avisar e por último pare de ficar pensando na Sakura, parece o Lee.

 

Lee reclamou logo atrás, mas foi ignorado por Kiba que tinha um sorriso sacana nos lábios. Todos sabiam que Rock Lee tinha uma atração pela semideusa da morte e ninguém o julgava, a desgraçada era linda, mas não deixava de ser uma desgraçada. Nenhum cara tinha coragem o suficiente para se aproximar dela. A menina era simplesmente medonha, sua aura era de morte e pavor.

 

― Vai dizer que não acha ela bonita? ― Questionou Lee ainda emburrado enquanto Yagura permanecia resmungando palavras de medo sozinho. ― Não ficaria com ela? Se a resposta for não então você não conhece...

 

― O fogo da juventude. ― Completou Kiba revirando os olhos entediado. ― Achar ela bonita e ficar com ela são coisas diferentes seu maluco. Ninguém é doido de chegar perto de...na verdade teve um doido sim, mas não terminou bem então não conta como válido.

 

― Tá falando do..? ― Lee evitou dizer o nome assim que Kiba fez um gesto indicando que Yagura estava perto, o garoto por ser novo no internato não sabia da história e espalhá-la novamente não seria saudável. Porém assentiu para Lee confirmando como se concordasse com a pessoa que ele estava pensando. ― Foi um ato de coragem, eu admiro o cara.

 

― Para mim foi um ato burro, isso sim. ― Resmungou dando um suspiro de leve lembrando-se vagamente da cena. ― Aquela monstra não tem coração.

 

Todos sabiam da história dela com outro semideus, na verdade Sakura tinha mais admiradores do que parecia, mas o único que confessará se arrependeu amargamente e agora os dois se odiavam, o fora que ela havia dado tinha sido realmente maldoso, nem sequer tinha sido um fora, ela simplesmente ignorou o cara e saiu como se nada tivesse acontecido, humilhação pior que aquela Kiba desconhecia. E o outro era próximo, mas não tinha chance, assim como qualquer homem do planeta.

 

― Mas então qual é o plano? ― Questionou Lee mudando o assunto e focando-se no objetivo do qual vieram cumprir, Yagura finalmente começou a prestar atenção. ― Nosso desafio é fazer uma pegadinha com as medusas? ― Kiba afirmou contragosto. 

 

― Logo essas garotas! Isso vai ser difícil, tem que ser algo do qual os garotos possam ver amanhã, ou seja estamos fodidos. ― Reclamou com os pensamentos a milhão e seu olhar foi para Yagura que escutava tudo terrivelmente calado, mas ainda tremia igual a um pinscher, mas era de medo e talvez um pouco de raiva. ― Tem alguma ideia pirralho? 

 

― Podemos escrever algo na cara delas com uma caneta permanente. ― Respondeu ele aflito e olhando todo instante para os lados. ― Desenhar alguma coisa. 

 

― Que coisa mais infantil. ― Kiba soltou uma pequena risada maldosa e Lee rapidamente confirmou, mas o mesmo já imaginava que iria ser algo do tipo vindo de uma criança. ― Achei perfeito, podemos desenhar um pau na cara da Tenten. ― O mesmo prendeu o riso e Yagura sorriu gostando da ideia enquanto Lee os encarava chocado, principalmente por Kiba que além de gostar do plano de Yagura, ajudava a arquitetar coisas ainda mais infantis.

 

― Vocês tão falando sério? ― Lee estava incrédulo com a mente daqueles dois que discutiam coisas que iriam desenhar no rosto das garotas. ― Até parece que elas não vão acordar.

 

Aquela lógica deles era completamente insana, não faria sentido algum, as Medusas tinham algumas semideusas da noite como Tenten que era uma das mais fortes, ela sentiria no mesmo instante qualquer contato enquanto estivesse dormindo. 

 

― Ah fala sério Lee! Você tem uma ideia melhor? O trouxa do Kimimaro deu esse desafio que por mais que pareça idiota, é um completo suicídio desde o começo. ― Grunhiu Kiba começando a ficar irritado. ― Aquele bosta quer acabar com a gente, enquanto a porra do nosso líder, o Utakata dá o desafio mais fácil para eles. Fazer uma bagunça inversível no quarto das meninas sem acordá-las, coisa mais idiota de se fazer, qualquer um pode fazer isso.

 

Lee não concordava, porém também não discordava do amigo, afinal todos os desafios por mais bobos, eram difíceis pelo simples fato de que aquelas garotas eram completamente assustadores.

 

― Tudo bem. ― Rock Lee deu um suspiro derrotado enquanto analisava Yagura ficar mais animado e Kiba menos emburrado. ― Qual quarto das medusas iremos entrar? 

 

― Eu quero ir no que está a Tenten. ― Respondeu o Kiba rindo um pouco lembrando-se de sua ideia enquanto se concentrava em algo. E logo começou novamente uma de suas manias de semideus, cheirar o ar procurando por alguma coisa. ― Akamaru. ― O enorme cachorro começou a caminhar em direção a algum dos quarto e o trio o seguiu sabendo que estavam indo em direção a um dos quartos das medusas. 

 

Após caminharem por alguns minutos eles pararam em frente a um quarto e Akamaru olhou para o dono esperando alguma ordem. 

 

― Como que ele encontrou? ― Perguntou Yagura em um sussurro baixo para Kiba que deu uma piscadela. 

 

― É um dos meus poderes ativos, se chama troca de poderes, eu e Akamaru compartilhamos nossos poderes juntos. ― Explicou vendo o olhar do mais novo brilhar de curiosidade. ― Eu senti o cheiro e a aura de Tenten e compartilhei para Akamaru que nos guiou. 

 

― Você não é tão fraco então. ― Respondeu Yagura dando de ombros e Kiba rangeu pela falta de consideração do menino. ― Eu devo usar a névoa agora? ― Perguntou ele já novamente com um olhar nervoso. 

 

― Não, espera a gente entrar primeiro aí você libera só um pouco. ― Dessa vez Lee que respondeu ficando com uma aura diferente, o fato de ser filho de Gimnásia a deusa da ginástica e olimpíada, seu espírito de liderança era superior ao dos dois. ― Vocês tem caneta permanente aí? 

 

― Não, mas eu tô sentindo o cheiro de tinta daqui, no quarto delas tem é só a gente pegar. ― Respondeu Kiba ansioso já imaginando nas coisas que iria desenhar no rosto das garotas, Yagura parecia que estava prestes a passar mal. ― Fedelho, não vomita agora. Já estamos quase conseguindo. 

 

Yagura assentiu, porém parecia ter sido a mesma coisa que nada. O garoto permanecia inquieto e olhando para os lados, aquilo estava agonizando tanto Lee quanto Kiba. 

 

― Olha, Yagura você não pode falhar, se der errado a gente já era. ― Lee olhou intensamente para ele que novamente assentiu meio distante. ― Vamos. ― Sussurrou e abriu a porta já sabendo que Tenten e Karui deixavam a porta de seu quarto aberta, pois as duas eram fortes suficientes para conter qualquer ameaça, pelo menos era o que Tenten vivia dizendo para Lee.

 

Assim que entraram silenciosamente, Kiba rapidamente pegou a caneta permanente do pote de canetas em cima da mesa de estudos e Shino olhou para Yagura indicando que ele deveria soltar a névoa do sono do qual atingiria apenas seus inimigos, no caso Tenten e Karui, não que a névoa fosse forte para derrubar as duas semideusas, mais tornariam o sono das mesma mais pesado. Uma estratégia que a maioria dos grupos usavam, afinal as semideuses eram sensíveis ao sono, por isso qualquer movimento podia fazer acordá-los, principalmente os semideuses da noite que já tinha uma proteção própria para que não lhe causasse mal.

 

Kiba foi o primeiro a se aproximar indo diretamente em Tenten que dormia tranquilamente. A caneta permanente deixaria o desenho em seu rosto por bastante tempo e o Inuzuka quase riu com aquele pensamento, mas logo se esforçou para permanecer silencioso. Porém, assim que suas mãos se aproximaram próximos ao rosto da garota, ele sentiu seu pulso ser segurado firmemente o assustando por alguns segundos ao de se dar conta de que quem segurava era a própria Tenten que tinha os olhos um abertos e uma expressão furiosa. 

 

― Kiba! ― Disse Lee também assustado por terem sido pegos pela morena de olhos achocolatados, já sabendo que aquilo não terminaria bem.

 

― Que merda, vocês acham que estão fazendo? ― Gritou a semideusa e rapidamente girou o pulso de Kiba que gritou de dor ao sentir seus ossos se quebrarem indicando que ela provavelmente havia quebrado. E Akamaru latiu para a mesma pronto para atacá-la.

 

Então o caos se espalhou junto com o medo e desespero de Yagura que fez com que sua névoa perdesse o controle e começasse a sair do quarto indo para o restante da casa. E mais outro grito foi escutado, mas dessa vez de outra pessoa do qual certamente não era do grupo deles. 

 

E mais uma vez eles haviam perdido, porém aquilo parecia que iria mais longe do que uma simples derrota. Todos estavam sentindo medo. 

 

━━━━━━━✦✗✦━━━━━━━━

 

Prédio II ― Área Feminina

Grupo: Godness

 

Já faziam quase duas horas que eles andavam ao redor da casa das meninas e nenhum sinal, Gaara já estava ficando paranóico e Sasuke apenas observava a estética do lugar sem dizer uma palavra, enquanto Naruto falava besteiras pelos cotovelos. A casa era fascinante na visão de Sasuke, de um ambiente rústico e natural, ele certamente preferia aquela casa do que a dos meninos que diferente dali, tinha um padrão mais moderno e cheios de tons escuros que chegavam a ser do agrado dele, porém ali transmitia uma sensação de paz e um conforto mais aconchegante.

 

― Será que vamos ter de entrar em um dos quartos? ― Murmurou Gaara revirando os olhos pela busca incansável de acharem alguma garota perambulando pela casa, todas pareciam dormir cedo ou não saíam dos seus quartos naquele horário. ― Mas, faz sentido tem aula de manhã, então os idiotas somos nós de aprontar logo hoje.

 

― O certo seria sábado, mas...não ia rolar depois do que houve com a Sakura. ― Disse Naruto um pouco tenso parecendo se lembrar do confronto entre ele e a semideusa de cabelos róseos no dia anterior. ― A gente podia pedir ajuda para as meninas da Alphino. 

 

― Todas metidinhas, a única louca é a Yamanaka...― Gaara fez uma careta ao falar o nome da loira como se fosse um pecado.― Ela me dá arrepios. 

 

― Não deveria dizer isso de uma dama, Sabaku. ― Uma voz doce e melosa surgiu em seus ouvidos e Sasuke viu Gaara se arrepiar por completo e murmurar um palavrão. Eles pararam de andar para entender a situação. ― Sério que vocês acharam que não íamos sentir a presença de vocês? ― Perguntou a voz feminina após dar uma pequena risada sensual. 

 

― Quem é? ― Perguntou Sasuke para Naruto e Gaara que pareciam tensos por terem sido pegos pela garota misteriosa. 

 

― Ino Yamanaka. ― Respondeu Gaara passando a mão pelos cabelos e novamente a garota riu após seu nome ter sido pronunciado. ― Ela é a líder das Alphinos e filha de Afrodite. 

 

Sasuke permaneceu indiferente tentando lembrar de quem era Afrodite, ele sabia que era uma das deusas primordiais, porém não fazia ideia de que tipo de deusa seria e seus poderes. Mas, aquele momento ele não se sentiu na conveniência de perguntar.

 

― Então vocês estão aprontando novamente...interessante, deveriam parar, as últimas três vezes deram errado. ― Novamente apenas a voz da garota se fazia presente no lugar, ele ainda se perguntava como era possível, porém logo se lembrou de que era metade deuses, aquilo deveria ser completamente normal e ele teria que se acostumar. ― Se quiserem eu posso dar uma ajudinha...o que me diz? Gaara.

 

― Nem fodendo. ― Resmungou Gaara mau humorado como se não gostasse nem um pouco do que viria de ajuda dela, recebendo um olhar incrédulo de Naruto e outro confuso de Sasuke. Afinal já fazia horas que eles estavam procurando uma garota para que pudessem cumprir o desafio. ― Não confio em você, Yamanaka. 

 

Sasuke deu uma olhada sugestiva para Naruto que coçou a cabeça um pouco sem graça para explicar. 

 

― Ela é doida pra pegar o Gaara. ― Sussurrou o loiro para Sasuke que ficou ainda mais sem entender o motivo do fora que o ruivo estava dando na garota. 

 

― Ela é feia assim? ― Perguntou o Uchiha curioso olhando tanto para Naruto quanto para Gaara. Naruto negou rapidamente dando uma risada incrédula como se Sasuke tivesse dito a coisa mais ofensiva do mundo. ― De qualquer maneira é a chance de cumprir o desafio, Gaara. ― Olhou para o ruivo que tinha o cenho franzido. 

 

Sasuke ainda tentava entender o motivo do receio do Sabaku, afinal ele parecia ser uma pessoa bem objetiva como o próprio Uchiha era ou talvez tivesse uma história mais complexa por trás que claramente ele não conhecia.

 

― Eu estou na fonte termal bem próxima de vocês, acho que sabem onde é. Mas minha proposta não vai ficar de pé a noite toda. ― Disse ela novamente em um tom mais sério. ― É o que tem, o preço você já conhece Gaara.

 

― Porra. ― Grunhiu o ruivo irritado enquanto voltava a andar em direção a alguma coisa, Naruto e Sasuke o seguiram um tanto desconfiados, caminharam por pouco tempo e Gaara entrou em um corredor da casa que ia para um lugar externo, aquele lugar parecia um labirinto, mas tirando ele os outros dois pareciam conhecer bem tudo ali. 

 

O lugar onde entraram parecia até mesmo mágico, Sasuke não se surpreenderia caso surgisse uma fada do nada. Logo a frente havia uma bela fonte termal, água meio esverdeada deixava o ambiente ainda mais natural e bonito e dentro da água, havia uma garota que talvez fosse realmente uma fada ou sereia de verdade, pois sua beleza com certeza se igualaria à de uma. A pele um pouco bronzeada pelo sol, os cabelos dourados extremamente longos, olhos azuis e um sorriso malicioso nos lábios.

 

Sasuke poderia dizer que estava sentindo apenas atração, mas sentiu um incômodo em sua calça ao perceber que a menina se encontrava completamente nua dentro da fonte, os cabelos longos e liso caiam em seus seios fartos tampando-os, porém não deixava de ser uma imagem exótica e sexy. Algo que ele certamente não estava esperando, olhou para os dois companheiros e eles não estava muito diferente dele, a única coisa que não era comum ali era o olhar irritado de Gaara, por mais que ele tentasse não olhar para o corpo da loira. 

 

― Eu já deveria ter esperado esse show vindo de você, Yamanaka. ― Murmurou Gaara nem um pouco confortável com a situação e a loira deu de ombros. 

 

Sasuke olhou um tanto surpreso para Gaara, se aquela era Ino Yamanaka não havia motivos para que o ruivo a pegasse, afinal a mesma era uma das garotas mais lindas que ele já tinha visto. 

 

― Então esse é o filho de Zeus? Que lindo! tem namorada anjo? ― Questionou a loira diretamente para Sasuke que apenas negou, mas logo se lembrou de Yammi sua até então talvez namorada, mas pelo tempo que ele ficaria ali, provavelmente nem namorados eles seriam mais, estavam brigados de qualquer maneira. ― Isso sim é uma boas-vindas interessante.

 

― Fala logo o que você quer Yamanaka, estamos com pressa. ― Apressou Gaara com razão, logo amanheceria e eles tinham que voltar até às três da manhã, ou se não seria aposta perdida. ― O desafio é cada um receber um beijo de uma garota diferente, está disposta ou não? 

 

Sasuke estranhou aquilo, ele achava que pela proposta da loira ela já sabia qual seria a aposta, já que tinha deixado claro que quem ia pagar o preço era Gaara. Anotou aquilo mentalmente para questionar a Naruto depois. 

 

― Claro, quando se trata de beijo o assunto é comigo. ― Disse sorridente como se aprovasse o desafio e fez um sinal chamando Gaara pelo dedo indicador. ― Vem cá ruivinho, tenho certeza que você não vai achar ruim.

 

Aquilo certamente deixou os garotos surpresos, porém Gaara não enrolou muito e foi para perto da fonte termal. A loira levantou revelando o restante da nudez e Naruto olhou para o outro lado corado, enquanto Sasuke permanecia olhando sem importar. Pelo que Sasuke viu, o plano de Gaara era apenas um selinho breve, porém a loira não perdeu tempo e o puxou para um beijo de língua e o outro correspondeu. Após quase criarem uma cena pornografica, os dois se separaram e o Sabaku rapidamente saiu de perto indo para próximo a onde estavam Sasuke e Naruto. 

 

― Vamos. ― Disse ele um pouco atônito e os dois assentiram, antes de verem Ino acenando, mas só foi retribuída por Naruto. ― Essa maldita. ― Resmungou Gaara passando a mão pelos cabelos arrepiando ainda mais.

 

― Calma, foi só um beijo. ― Naruto riu dando leve tapinhas. ― Aliás, que beijo hein. 

 

E como sempre o loiro foi ignorado tanto por Gaara quanto por Sasuke que permaneceram caminhando e procurando por outra garota. Aquele lugar parecia coisa de gente louca, mulheres nuas e completamente confortáveis com isso, não era uma coisa muito normal, mas ele havia gostado. Talvez Almost Olympus fosse mais interessante do que ele pensava. 

 

Foi então que Naruto começou a reclamar de fome e Gaara murmurou dizendo que havia uma cozinha por perto, os três seguiram para o local sendo guiados pelo ruivo e não demorou para encontrarem a cozinha, mas algo chamou a atenção dos três. Uma surpresa nem um pouco boa. 

 

Parada em frente a geladeira enquanto tomava um copo de leite puro, estava o medo e pavor de todos daquele internato inteiro. Os cabelos róseos únicos que podiam ser identificados de longe estavam brilhosos como se debochasse deles. Sakura Haruno a única garota que eles não queriam encontrar, estava ali bem próxima a eles. Como um convite para a morte. Sasuke sentiu algo semelhante ao medo correr pelas suas veias.


 


Notas Finais


GALERA PRESTEM MUITA ATENÇÃO AQUI! AVISOS!
ACHARAM QUE ELA NÃO IA APARECER? HAHAHA até parece né. Gente se vcs acharam esse com treta, o próximo tem muito mais, vai tá pesadoooo.

Ok agora vcs devem tá se perguntando sobre os poderes e o que eles fazem certo? geralmente eu colocava eles nos finais dos capítulos, mas eu estava começando a achar ruim e então fiz uma parada muito doida e quero saber o que vcs acharam sobre isso.

As informações que antes eu colocava no finalzinho do capítulo, serão disponibilizadas pelo DOCS que eu fiz, o que vcs acham? Eu vou colocar o link do docs aqui e vcs vão ver como que funciona, aí vcs me falam o que vcs preferem se vcs acham melhor pelo DOCS ou colocar no final do capítulo mesmo.

LINK das informações: https://docs.google.com/document/d/1Cnu1ZdJ-8C1UZTS5FcQulkgHjQL3UdnGEsHK3QpY6yM/edit?usp=sharing

E aqui está o link do jornal onde contém todos os DOCS dos personagens, do internato e de tudo: https://www.spiritfanfiction.com/jornais/os-semideuses-informacoes-da-historia-19166307

PS: Quem está pelo celular é só entrar pelo google que o jornal aparece direitinho.

Eu modifiquei os docs dos personagens e do internato, podem dar uma olhada lá é só clicar no jornal que tem todos os links resumidos.

Gente eu amo demais essa fanfic e acabo viajando, mas quero agradecer a todos que estão acompanhando e entrando nessa loucura comigo rsrsrs novamente quero agradecer a Duda gente, se pelo menos 90% do capítulo ficou bom, foi graças a ela. Ela me ajuda demais com essa história. @Damesis te amo muito amiga, obrigada.

Me perdoem se tiver algum erro galera!

Fiz com carinho, espero que vcs tenham gostadooo! Qualquer dúvida podem mandar ai nos comentários e também estou disponibilizando informações adiantas e bastante coisas de semideuses e outras fanfics minhas no instagram. Se quiserem me seguir para saber mais:

https://www.instagram.com/miihs.j/

Quem quiser me dá biscoito na minha fanfic nova, eu dou um beijo:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/habitos-18978272

Beijoss e até o próximoooo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...