1. Spirit Fanfics >
  2. Os sentimentos do garoto errado. >
  3. Os problemas do passado.

História Os sentimentos do garoto errado. - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo gente,espero que gostem ❤ beijos da Elly

Capítulo 21 - Os problemas do passado.


Fanfic / Fanfiction Os sentimentos do garoto errado. - Capítulo 21 - Os problemas do passado.


Elizabeth on

-Você vai ou não pra escola?-Pergunta Diane vindo mais uma vez no meu quarto.

-Eu não quero ir,estou com Sono.-Digo fechando os olhos.

-Você vai sim,tem que encarar as pessoas,aquela vadia e o Meliodas.-Diz Diane me puxando e me levantando a força. 

Ela tem força pra caramba.

-Ai mulher.-Digo pelo fato dela ter apertado meu braço. 

-Foi mal,agora vai logo tomar banho.-Diz ela.

Vou até o banheiro e tomo um banho quente bem rapidinho e me arrumo.

-Vem logo comer!-Diz Diane.

Vou na cozinha e me sento na cadeira,ela já botou meu café.

-Estou gostando de ser tratada como uma bebê.-Digo rindo brevemente e mordendo um pedaço do sanduíche. 

Como rapidinho e vou ao banheiro escovar os dentes.

-Vamos.-Digo abrindo a porta de casa a qual saimos. 

Elizabeth off

Meliodas on

-Eu quero falar com ela.-Digo parando na frente da casa da Elizabeth. 

-Cara é melhor não.-Diz Zeldris me puxando. 

Chegamos na escola e fico com Zeldris e Ban no corredor.

-Oi meu pedacinho de estresse.-Diz Gelda parando na frente do Zeldris.

Eu e Ban começamos a querer zoar ele.

-Parem de ser bestas.-Diz Zeldris enfiando a cabeça no meio dos peitos da Gelda que começa a rir também. 

-Parece que a fascinação por peitos é de família irmão.-Digo rindo.

Paro de rir ao ver Elizabeth passando com Diane pelo corredor,ela sequer olha pra mim.

-Eu vou indo.-Diz Zeldris pegando na cintura de Gelda e saindo com ela.

-Capitão?-Diz Ban.

-Ela nem olha pra mim Ban.-Digo voltando o olhar pro chão. 

-Cara....vamos mudar de assunto pra você parar de pensar nisso.-Diz ele.

-Eu acho que estou gostando de uma pessoa.-Diz ele.

-A irmã do King?-Pergunto Brincando. 

-Não,tá doido.-Diz ele encerrando o assunto.

Elaine on

Trouxe uns biscoitos pro Ban,vou falar como me sinto.

-A irmã do King?-Ouço Meliodas falar. 

Me escondo atrás da parede e escuto a conversa. 

O alarme soa e precisamos entrar na sala.

-Oi Elaine.-Diz Ban depois que me sento na cadeira.

-Oi Ban...-Respondo.

-E esses biscoitos?-Pergunta ele ao sentir o cheiro. 

-Fiz hoje.-Digo mostrando a ele que pega um e come.

Elaine off

Elizabeth on

Vou segurar vela depois da escola pra Diane e pro King.

Sinto o olhar fixo do Meliodas em mim. Isso é tão doloroso...

No intervalo das aulas

-Elizabeth !-Diz Zeldris me puxando.

-????

-Olha.-Ele me mostra o celular dele que contém um print de converda da Melascula afirmando que beijou o Meliodas a força e o motivo.

-Ela fez isso porque queria se vingar dele por ele não ter ficado com ela?-Indago surpresa.

-É.-Diz Zeldris.

-E eu nem esperei ele me dizer nada....-Digo me sentindo culpada. 

-Relaxa,agora você sabe a verdade.-Diz ele saindo ao ver Gelda.

Preciso achar o Meliodas!

-Oi.-Diz um moreno alto e com cabelos cumpridos.

-Oi?-Respondo educada.

-Meu nome é Ludociel,o Meliodas que falar com você pra te explicar algo,disse pra o encontrar em 5 minutos na ponte do pedágio. -Diz ele.

-Obrigada,eu queria muito falar com ele agora.-Digo enquanto saio correndo.

Minutos antes. 

-É a chance perfeita pra se vingar.-Diz Galand no telefone.

-Mas tem certeza de que ele iria atrás da garota?-Pergunta Ludociel.

-Ele é louco por ela.-Fala Galand.

-E se ela não for pro lugar em que vamos a pegar?-Pergunta Ludociel.

-Eu levo ela de outro jeito até vocês,aquele loiro desgraçado tem que pagar por ter nos humilhado naquele dia no bar.-Diz Galand desligando o telefone.

Agora mesmo.

-Meliodas??-Digo olhando ao meu redor.

Tem uma van preta se aproximando daqui.

-Ludociel?-Pergunto vendo ele descer da Van.

-Você vem comigo.-Diz ele colocando uma sacola na minha cabeça e me amarrando. 

-Paraa! Socorro!!-Grito dsesperada.

Apago depois de sentir um cheiro forte de álcool. 

Me acordo sentada em uma cadeira a qual estou amarrada.

-Foi mal ter mentido pra você garota,mas só você pode atrair o Meliodas até aqui,não se preocupe não faremos nada com você.-Diz Ludociel. 

Elizabeth off

Diane on

Vejo que a Elizabeth me mandou uma mensagem dizendo que saiu da escola e não pretende voltar hoje.

Eu e King saimos juntos. 

Diane off

Elaine on

-É que eu gosto de você sabe Ban...-Digo envergonhada.

-Eu também Elaine,mas o King me preocupa.-Diz ele.

Elaine off

Meliodas on

Chego em casa e me jogo na cama,mensagem desconhecida?

-Estamos com sua namoradinha,se você não vier iremos a matar.

Bloqueio o contato desconhecido.

Deve ser trolagem.

Elizabeth on

-Ele bloqueou.-Diz um loiro alto.

-Liga pra ele.-Diz Ludociel. 

Ele me dá um tapa no rosto e tira a fita da minha boca.

-Melhor você chorar garota.-Diz ele.

-Mesmo que você me bata,me mate ou seja o que for eu não vou chorar nem pedir pro Meliodas vir,vocês não vão machucar o homem que eu amo.-Grito.

Ele dá outro tapa e puxa meus cabeloa enquanto o outro cara tira a foto.

Elizabeth off

Meliodas on

Vejo a foto da Elizabeth e me levanto da cama.

Que porra é essa?!

-Soltem ela.

-Venha sozinho pro endereço que irei enviar,se falar a alguém ela morre,entendeu?

Olho o endereço enviado e saio descendo s escadas com pressa até chegar no carro da Merlin e o ligar saindo.

-Eeeeeei! Como eu vou pro trabalho?-Escuto Merlin gritando.

Pego o celular enquanto vou até o endereço dado e compartilho a localização com Zeldris,não tenho tempo pra explicar,mas espero que ele entenda.

Saio do carro e deixo o celular no banco do passageiro.

Dois homens me seguram pelos braços e me levam pra dentro daquele armazém que fede a sardinha.

-Vocês podiam ter arranjado um lugar menos fedido.-Digo olhando aqueles rostos.

-Você se lembra daquele dia no bar? O que fez com a gente?-Pergunta Ludociel. 

-Se vocês são os caras em quem eu dei uma surra sozinho é difícil lembrar,foram tantos. -Digo debochado.

-Meliodas sai daqui.-Diz Elizabeth tentando correr até onde estou e sendo impedida por Ludociel que coloca uma faca perto e sua garganta.

-Solta ela.-Digo cerrando os punhos.

-Se você revidar a algum golpe eu a mato e se chegar perto demais dela,passo a faca na garganta dela do mesmo jeito.-Diz ele rindo.

Agora eu me lembro desses filhos da puta.

- Elizabeth feche os olhos.-Digo olhando o rosto assustado dela que gotejava suor.

-Não Meliodas não...-Diz ela começando a chorar.

-Tá tudo bem meu anjinho....-Digo sendo impedido por um golpe no joelho que me faz cair.

Logo dois homens pegam bastões e começam a me bater com eles.

Cuspo sangue no chão mas volto a me levantar.

-Fecha os olhos Elizabeth!-Digo antes e ser atingido nas costas.

Ela fecha os olhps devagar e fica apenas ouvindo aquelas pancadas. 

Me levanto de novo.

-É sério que vocês só tem isso? Nem cócegas faz.-Digo rindo antes de ser acertado no rosto e cair mais uma vez no chão. 

M-MELIODAS!-Grita Elizabeth. 

-Parem! Por favor parem,vocês vão o matar.-Diz ela chorando.

-Querida esse é o intuito.-Diz Ludociel. 

Não chore Elizabeth...não posso lidar com você triste.

Ela dá um golpe com o cotovelo na barriga do Ludociel e morde o braço dele se levantando.

Caio de joelhos no chão e um cara vai me dar um último golpe na nuca o qual o bastão possui um prego enferrujado virado o contrário. 

-Nããaao.-Diz Elizabeth correndo.

-Elizabeth para de correr.-Digo ao ver Ludociel erguer um revólver. 

Ela fica na minha frente e o bastão com preto a acerta no rosto o que a faz sangrar.

Ainda de joelhos a seguro.

-Me desculpa,Meliodas eu...não acredit...-Diz ela chorando.

-Ei,tá tudo bem,esses babacas não sabem nem brigar,mas o que me preocupa é ver você chorando.-Digo sorrindo embora tudo meu esteja doendo.

Ouço a sirene de uma ambulância e de um carro de Polícia de longe.

-Temos que ir!-Grita Ludociel fazendo os homens sairem correndo.

-Mas antes eu mato essa mulher!-Diz ele.

Ouço o disparar de uma arma e me levanto.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...