História Os Sete - Imagine Jeon Jungkook e Min Yoongi - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


volteeeeei aaaaaaa

gente, eu to escrevendo aqui pra garantir a minha vida desde já, por favor não me matem por causa do final do cap oks?


acho q dps dessa to sujeita a levar tijolada na rua huahuahua help ;-;


boa leitura e perdão se houver erros


Capítulo 4 - Chapter Four


Fanfic / Fanfiction Os Sete - Imagine Jeon Jungkook e Min Yoongi - Capítulo 4 - Chapter Four

Já estávamos na sala que Luhan nos guiou, o clima apresentava-se tenso por todos encontrarem-se ansiosos, o que fez com que o professor Baekhyun ficasse um pouco nervoso.


Eu os ajudava a abrir a caixa e quando finalmente conseguimos destrancá-la, um cheiro horrível subiu em nossas narinas, aquele cheiro fez com que sentisse náuseas


Ao abrir a caixa por completo, observamos o que tinha por dentro, Suho estava certo, haviam corpos alí! No total, sete restos mortais de homens, eles ainda estavam em decomposição ㅡo que era relativamente estranhoㅡ e seus rostos, por mais que mostrassem mais os ossos que a pele, eram idênticos aos dos quadros que estavam expostos na caravela...Eram apenas garotos novinhos!


Luhan e Baekhyun avisaram o diretor da Universidade algumas horas antes de processo, então poderíamos analisar este caso o tempo que fosse necessário. Tiramos os sete corpos da caixa de prata e os deitamos em macas diferentes.

-Ah, alguém pode pedir para ligar a merda do ar condicionado?! -Baekhyun diz irritado


-Eu peço para ligarem -Mark fala saindo da sala.

O ar condicionado da UBS ficava nas tubulações e nas salas de estudo chegavam até 18 C°, já nas salas de autópsia, como esta, poderia chegar até -60 C°.


Observamos os corpos enquanto sentíamos o clima ficar mais geladinho, então Mark aparece na sala e conversa com a gente. Esperamos um tempo antes de analisarmos todos, até que o corpo que se encontrava em melhor qualidade que os outros estava estranho.


De seu nariz saíra uma gosma que tinha a cor de sangue e sua bochecha, onde se encontrava um enorme buraco por conta da decomposição estava se fechando.

-Peguem a seringa, vamos analisar essa gosma! -exclamou Luhan vendo um dos professores passar o objeto para o mesmo


-Eu pedi para ligarem o ar condicionado e não para nos transportarem para o Polo Norte! -comentou Baekhyun em relação ao frio que fazia na sala, pois realmente estava fria.


-Calma, precisamos dessa temperatura para analisar o que sobrou desses rapazes -Luhan tentou acalma-lo

Enquanto os professores faziam os exames na misteriosa gosma, fiquei observando mais uma vez os sete corpos enquanto percebia que a sala estava ficando cada vez mais fria.


Eu não poderia comentar, afinal, nunca presenciei uma autópsia, sabia que o frio era essencial, mas não o grau exato.


Olhei para o canto da sala onde se encontravam os professores pasmos, eu andei até os mais velhos confusa.

-O que aconteceu para ficarem assim? -pergunto preocupada

-Não sou perito em biologia, mas os resultados são impossíveis - Chanyeol fez referência a gosma


-Qual foi o resultado? -pergunto mais uma vez


-Aquela gosma, realmente era sangue, mas não sabemos de onde surgiu sendo que são todos de cinco séculos -Baekhyun me explica -Mas essa não é a única coisa estranha, ao analisar o suposto sangue, encontramos os glóbulos se multiplicando! -completa


-Isso é impossível! -afirmo -Se os glóbulos estão se multiplicando, significa que o corpo dele está se regenerando! -completo sentindo meus batimentos cardíacos aumentarem


-Queria dizer que você está errada, mas olhe aquilo -diz o professor olhando o corpo que começamos a analisar


-O nariz dele! -digo incrédula vendo seu nariz que antes não existia por causa da decomposição ficando completo, como se a ferida tivesse se fechado -Vocês acham que ele pode acordar? -pergunto


-Como assim? -pergunta um dos professores


-Não sei, como ele está se regenerando, talvez ele possa acordar, não é? Mas essas mudanças são...Impossíveis


-Acho que não, S/n, uma vez li em um artigo sobre uma substância usada para regenerar corpos, talvez haja uma substância parecida na caverna -Lisa se pronuncia


-Mas isso não é possível, quando um animal morre, precisamos expor em uma substância que o manterá, entende? Não significa que será uma fonte rejuvenescedora, que é o caso desses corpos -digo -Além disso, quando estavam na caverna, estavam se decompondo, quando os tiramos de lá começaram a ficar inteiros de novo -completo


-Um só, S/n -Baekhyun me corrige -Apenas um dos sete está apresentando mudanças


-Ah, sim -o olho


-Puta que pariu, não da 'pra viver em um frio desses, por favor, alguém desliga a merda desse ar condicionado -o professor estava nervoso


-Eu já pedi duas vezes para desligarem -Mark o encara -Falando nisso, o técnico 'ta alí -o garoto aponta para a porta fazendo Baekhyun dar passos apressados até a saída da sala. Segundos depois, o técnico estava na sala junto de nós.


-Estamos quase congelando aqui, pode desligar o ar condicionado da sala B-21? Pedimos várias vezes e nada! -o professor tentava conter sua raiva


-Mas senhor, o ar condicionado está desligado -o técnico se pronuncia


-Como assim? Esse frio vem de onde então? Do meu cu? -solto uma risada ao ouvi-lo dizer tal palavra


-O ar condicionado está com defeito desde o mês passado, arrumarão esse fim de semana, se não me engano -explica


-'Ta, mas de onde vem a porra do frio? -pergunta irritado


-Bom, dos tubos de ar é que não vêm -o técnico sai da sala deixando-nos em um silêncio assustador, todos nós estávamos boquiabertos com a notícia


-De onde 'ta vindo essa merda? -CL pergunta, nos corpos, podíamos ver uma finíssima camada de gelo.

O único corpo que sofria mudanças físicas parecia uma pessoa normal apenas desacordada, nem parecia estar morto, nesta hora consegui prestar atenção em sua aparência, aparentava ter minha idade, sua pele era pálida, o formato de seu rosto era pouco arredondado, deixando-o fofo, seus cabelos, que estavam com finas camadas de gelo, eram fios louiros bem claros, puxada para o platinado.

Pode parecer necrofilia, mas não negarei que este rapaz é um gatinho...

-S/n, tem alguém em casa? -Jackson me sacudia dando a impressão que havia repetido a ação algumas vezes -O que te intriga nesse pedaço de ossos? -se referia ao corpo


-N-nada, eu estava apenas analisando-o -tento disfarçar com uma risada pouco forçada


-Gente, não quero preocupar ninguém, mas a pulsação desse cara 'ta... -Lisa olhava pasma para os aparelhos que ligavam ao cadáver


-Fodeu tudo -Chanyeol ri de modo desesperado


-Se acalmem, 'ta em uma frequência bem fraca, significa que podem ser curtas cargas elétricas que ocorrem quando...Alguém acaba de morrer -fala a última frase num tom baixo -Merda -sussurra


-'Ta, mas é impossível ele acordar, certo? -Mark pergunta


-Tecnicamente, sim -Luhan o responde

No momento, Suho tentara abrir a porta para pegar um termômetro na sala ao lado, porém estava emperrada por conta do gelo. Começamos uma curta discussão desnecessária por conta do desespero de estarmos presos em uma sala com sete cadáveres, com a temperatura caindo sem parar e um dos mortos se regenerando, tendo uma possível chance que acordem.


-Onde raios estou e por que meus irmãos estão desta forma horrenda? -uma voz desconhecida ecoa na sala, fazendo-nos parar de falar e olhar para trás de maneira calma


-V-você acordou -Suho olha para o cadáver cujo os olhos eram vermelhos como sangue, penetrantes e hipnotizantes


-Oras, como ousara se dirigir de maneira tão coloquial à um rei? -o homem disse, sua linguagem era diferente ㅡformalㅡ realmente parecia ser de outro tempo


-Desculpe-me, Vossa Majestade, este infeliz não quis desrespeitar-te -tento deixar o desconhecido confortável, dando-lhe um sorriso acolhedor


-Tudo bem, minha jovem, tu não precisas pedir desculpas por um humano tolo, ele morre... -percebo que o homem me notara no momento por conta do breve silêncio, nossos olhos se encontraram e um sorriso de satisfação se forma em seu rosto -Qual o seu nome, minha dama? Tu tens a beleza de um anjo, perfeita para ser minha rainha, lhe trarei as jóias mais preciosas e caras, gostaria de governar ao meu lado? -pergunta com um sorriso esperançoso, não estava entendendo nada


-E-eu...Eh... -sou interrompida


-Ela não será nada sua! -Jackson diz


-Seu infeliz, como ousas falar desta maneira com Inverno, o rei do frio e das neves?! -se levantara fuzilando Jackson com os olhos -Isto não importa agora, matarei todos vocês -destrói a porta com uma força sobre-humana, fazendo com que, minutos depois, um forte vento acompanhado de neve entrasse na Universidade.


(...)



Meia hora depois do incidente, os policiais se encontravam na UBS, estavamos todos pasmos com o que acabara de acontecer, uma nevasca rodeava a cidade...em pleno verão. Dois policiais estavam parados em frente a porta da sala de autópsia, eu me encontrava em estado de pânico.


Sentimos uma brisa pouco mais gelada que o ambiente, fazendo-nos prestar atenção no que estava havendo. Logo, os policiais estavam jogados no chão da UBS, uma enorme poça de sangue coagulada ㅡbasicamente congeladaㅡaparecia no chão, em seguida, o monstro, Inverno, cujo as trajes antigas e rasgadas estavam sujas com o sangue dos homens, assim como o que escorria pelos seus lábios, adentra no local, deixando-nos assustados. O loiro olha para mim, ele realmente havia se interessado...


Inverno pega dois dos seis cadáveres e anda até a porta


-Voltarei para lhe buscar, minha futura rainha -o homem piscara com um sorriso no rosto


-Não vai buscar ninguém sua besta! -Mark apontara uma arma para o monstro


-Mark, não! -eu grito, mas logo, ouço o som ensurdecedor, a bala perfura o peito de Inverno, que parecia estar furioso. Soltara os cadáveres e correra com uma velocidade anormal em direção ao moreno que o insultara e o machucara -MARK! -repito, o mesmo estava no chão, o homem sumira com os cadáveres em questão de segundos. Corro até seu corpo desfalecido, minhas lágrimas encharcavam seu rosto, agora, pálido. Inverno drenou seu sangue por completo, deixando-o...Morto.


Meus amigos me puxam para longe do garoto, todos encontravam-se abalados, aquele maldido iria ver!


Continua...




Notas Finais


pse gente, foi isso, TRISTE A MORTE DELE NEH? FOI MAL, NÃO QUERIA A MORTE DO NOSSO PITICO MAS EH ISTO 😔😭✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...