1. Spirit Fanfics >
  2. Os Sete >
  3. Cabelos Rosados

História Os Sete - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Cabelos Rosados


Fanfic / Fanfiction Os Sete - Capítulo 2 - Cabelos Rosados

Desceu do trem com duas malas, uma de rodinha grande e outra mediana de mão, presa em cima da maior. Arrastava a mala pela estação, as pessoas andavam apressadas para dentro e para fora do lugar. A calçada da estação era ponto de espera por táxi, ali ficou ao lado de Ino.

- Tem certeza que eles vão vir nos buscar?

- Meu pai só faltou gritar de alegria por eu dizer que estava voltando, ele com certeza vai mandar alguém nos buscar.

Foi questão de dez minutos após um delicioso sorvete até um carro estacionar ali, na frente das duas. A loira já bem conhecia o motorista, o chofer fiel a família. Senhor Charle era um simpático idoso de sessenta anos, que trabalha com a família Yamanaka a pelo menos quarenta anos.

-Bem vinda de volta, senhorita Ino.

-Obrigada Charle!! Aah, você continua tão fofinho!! -falava se apoiando no banco -Essa é Sakura, minha melhor amiga.

-É um grande prazer em lhe conhecer, senhorita.

-Muito prazer, Charle.

Sakura sorriu pela simplicidade do senhor no volante, olhando a paisagem da capital, se perguntava como todos queria estar lá, as ruas eram estreitas, tinha prédios de até cinco andares, sem somar o térreo, claro. Casas luxuosas, comércios, tinha até uma rua só de feira, isso Sakura gostou, além das inúmeras árvores espalhadas pela cidade, numa tentativa falha de trazer um aspecto menos horrível. Para rosada o melhor lugar era as cidades pequenas, o campo, não tinha nada melhor do que viver em meio a natureza, ter uma vista incrível para olhar todas as manhãs e dons de tarde, longe de agitação. Konoha era bonita, mas estava longe ser o melhor ligar do mundo como todos diziam, e isso Sakura iria provar naquele momento, assim que desceu do carro e colocou os pés na calçada da Ambu. Local conhecido por treinar e formar os melhores ninjas de todas as nações, fossem Bentos ou não, apesar que os bentos tinham vantagem em questões de poder, sabedoria e facilidade em algumas coisas.

-Esse lugar é horrível.

-Você se acostuma, pode parecer horrível mas durante a noite costumava ser perfeito- falou a loira sorrindo e pegando a mão da amiga- Hoje vou te levar a torre Sul, tem a melhor vista e você vai amar.

-As estrelas costumam ser mais intensas durante a primavera, as senhorita retornaram numa boa época -falou Charle pegando as malas.

- Eu ajudo, não precisa carregar tudo...

- Francamente, meu pai tem que arrumar alguém para pegar as malas, não quero meu adorável Charle fazendo esforço!

A Ambu era uma enorme fortaleza, cercada por cabanas rústicas e pequenas, quatro torres supervisionava tudo na cidade e na Ambu, colocadas ao norte, sul, leste e oeste. Como uma bússola. Os prédios e casas, comércio e o restante da população, ficam mais distantes, umas três ruas de distância. Ambu era um castelo enorme, atrás dele ficava as enormes árvores da floresta sombria, onde diziam habitar as piores criaturas que se escondiam por medo dos Bentos.

Andando pelo pátio da Ambu, a notícia de que Ino Yamanaka estava decolar já tinha se espalhado, junto da notícia da novata esquisita de cabelos rosas. Sakura estava longe de ser uma mulher feia e desajeitada, ela tinha cabelos naturalmente rosados e longos, com ondas que iam até abaixo de seus quadris, os olhos verdes esmeraldas eram tão chamativos quanto os de sua mãe foram um dia, o corpo delicado e magro não significava que não tinha curvas, ou que fosse menos feminino. A cintura era fininha e bem marcada pela cinta de couro preta, a bunda era grande e as pernas bem definidas, os seios era pequenos, mas ainda sim, eles estavam ali e podiam ser notados pelo discreto decote do vestido rose em cetim que usava por baixo da cinta, era longo e folgado no corpo, a longa fenda permitia que parte das coxas da rosada aparecessem, além da longa bota preta de couro de salto fino. Sakura usava luvas de couro nas mãos, assim como Ino, que diferente da rosada, usava um vestido no mesmo tecido porém muito mais chamativo pelo tom azul escuro, além das notas mais curtas e quase toda a perna de fora co forme andava, e claro, o decote destacava os seios fartos.

-Ai. Meu. Deus! -a ruiva gritava correndo com os braços abertos até a loira -Loira!!!

-Ruiva ordinária!!! -gritou abraçando a mulher, a olhando de cima a baixo - Meu Deus, você tá muito melhor!

- Cala a boca, anta loira -fez careta rindo -Oi, sou Karin!

- Sakura... -sorriu meiga, olhando ao redor e suspirando -Hum...Chegou mais alguém aqui, além de nós?

-Ah, claro, a rainha cor de rosa, aquela vadia da Haruno tá fazendo um arrastão nos homens, e não tem nem dois dias que chegou -a ruiva fez careta e revirou os olhos -Até mesmo Sasuke já ficou com ela, e Naruto, acredita? E ela é noiva!! Puta merda, aquele casal é problemático, não sei quem põe mais chifres no outro...

- Meu Deus....Ela está acabando com sua reputação de anjo...-a loira murmurou encarando a ruiva fixamente, a usurpadora claramente estava se divertindo com tudo, e enquanto não era julgada, se aproveitava de tudo e todos -Vamos resolver isso logo!

- Eu sei que você não se importa, mas até seu noivo ficou com ela, bom, você fugiu, ainda são noivos? -a ruiva estava pensativa e a rosada olhou Ino um tanto chocada pela cara de ódio dela, ela fugiu, tudo bem, mas não significa que ele poderia ter colocado chifres na linda cabecinha dela, ao invez de acabar com a merda de um noivado.

- Sakura, vamos para o quarto, esse lugar vai entrar em colapso essa noite!!!

-Pensei que eu era louca e hoje íamos ver a melhor vista da cidade..

-Que se dane a vista da cidade, retiro tudo o que eu disse antes. A gente vai acabar com essa vadia!

-Vocês estão estranhas, o que está havendo?

Ino olhou para Sakura, depois para Karin, não, definitivamente nao podia abrir a boca antes só tempo. Mesmo Karin sendo amiga de infância, ela abriria a boca facilmente sobre pressão. O que se resumia a álcool, drogas e um homem sexy.

A espada afiada na bainha presa a suas costas, era longa de cabo prateado. Os braços estavam expostos pelo fato de usar uma regata, por cima estava o longo sobretudo preto de lã, nas pernas a bainha onde carregava um dos punhais e nos pés um par de coturnos. Aquela era imagem perfeita de um dos maiores Bentos que existia na Ambu, o sangue da realeza corria em suas veias, o herdeiro caçula da família Uchiha.

Quando passou pelos corredores da Ambu, eram mais de sete da noite, a cerimônia de iniciação já tinha começado e desta vez era especial, a herdeira do Trono escarlate estava ali, reivindicando seu status e poder. Mas como todos os Bentos, ele sabia que a garota era uma usurpadora, isso pelo fato de um dos ninjas da elite da Ambu ser o filho do antigo general da família Haruno, e lembrar perfeitamente da verdadeira herdeira da coroa. O plano era julgar a garota e o noivo essa noite, diante de todos e desmascarar ela, descobrir seu real propósito.

-Se liga só teme, a maluquinha voltou e trouxe uma amiga -O louro falou, andando ao seu lado -Dizem que ela também se chama Sakura, e parece ser um pedaço de mal caminho.

-Hum....-murmurou pensativo - Sakura?

-É, bizarro né, primeira a farsante agora uma novata com o mesmo nome -O louro sorriu e parou -Puta merda....

Sasuke olhou em direção a enorme entrada da Ambu, pela porta passava duas pessoas que lhes chamaram atenção em meio rodas as outras. Uma delas era Ino, com um vestido preto de manga longa, decote em "v" profundo, ousado e sexy. Era longo e pouco justo ao corpo, a fenda deixava toda a perna esquerda a mostra ,assim como o par de coturnos de saltos altos e finos. Ao seu lado estava a garota de cabelos rosas, não era um rosa chiclete como o da usurpadora, era suave como algodão, longos e com ondas. O vestido verde musgo era de cetim, o decote sutil que dava um ar elegante e sexy não passava despercebido, na verdade chamava ainda mais atenção ao seios, as alças finas do vestido eram trançadas, a cintura marcada novamente pela cinta de couro, o vestido tinha uma curta fenda, que ainda sim revelada a bota de salto fino.

-Nossa, ela é gostosa -O louro falou colocando as mãos no bolso -Puta merda, olha aquela bunda.

Sasuke mantinha o olhar na garota, vendo ela erguer calmamente o braço enquanto algumas minúsculas pétalas surgiam como um nevoeiro, fazendo aparecer uma espada de lâmina mediana, prateada com cabo curto todo envolvido numa fita vermelha. A garota a colocou nas costas, por baixo de seu vestido, deixando apenas o cabo aparente, mas logo foi coberto pelos longos cabelos rosados. Por breves segundos a garota olhou para o moreno, mantendo os olhos firmes e expressão amena. Virou de costas saindo junto da loira, que era notável que co tomava tagarela como sempre, concluia o Uchiha.

-Vamos. - falou andando em direção a porta, por onde as duas acabava de sair. Sasuke gostou dos olhos da garota, a forma como eram tão gentis, tão cheios de pureza mas ao mesmo tempo misteriosos e intimodadores. Ela havia despertado curiosidade no Bento, uma sensação que nunca sentiu antes na vida. Sasuke sabia que aquilo tinha um motivo afinal, um Bento sempre tem intuições e extintos mais aguçados. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...