1. Spirit Fanfics >
  2. Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung >
  3. It's a long history

História Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - It's a long history


Fanfic / Fanfiction Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung - Capítulo 11 - It's a long history

 Eu me jogo na cama assim que chegamos no hotel e fico caída ali por uma hora até criar coragem para levantar, me movo para o banheiro, meu corpo inteiro pesava, quando entro no chuveiro a água quente me anima um pouco, as lembranças da noite tomam minha mente, o toque de Taehyung, ele dizendo que tinha que me proteger, eu deveria realmente acreditar naquilo? ele realmente queria algo comigo? Ele se sentia da mesma maneira? Eu termino o banho rápido e me troco decidida a ir até ele

Bato na porta e ninguém abre, escuto alguns sons e a mesma mulher de cabelos brancos de antes aparece, ela estava enrolada em um lençol branco e comprido, meu coração dispara, eu começo a dar alguns passos para trás

Taehyung: quem está ai?

Xx: é uma garota, você a conhece?

Ela me olha dos pés a cabeça e Taehyung se aproxima parando atrás dela encostado na porta, ele me olha mas eu não consigo manter seu olhar

Xx: é a mesma do banheiro!

Taehyung: está tudo bem?

Eu olho para ele meio perdida em tudo aquilo, as respostas para as minhas perguntas estavam respondidas, eu já tinha entendido o que ele queria

Eun: Sim, eu apenas me confundi, foi apenas isso

Xx: estranha

Ela sussurra se agarrando no pescoço dele enquanto eu saio em direção ao meu quarto novamente, mas não abro a porta, fico apenas parada, segurando a maçaneta

Nam: Eun?

Eu não me viro, eu não conseguia

Nam: está tudo bem?

Eu balanço a cabeça afirmando, ele caminha até mim

Nam: Jungkook me contou sobre a balada, você quer conversar?

Eu fico parada por alguns instantes, seria uma má escolha falar com ele? Eu já estava cheia de má decisões que se voltavam contra mim 

Eun: entre

Ele entra em meu quarto logo depois de mim, eu me deito na cama e ele se senta ao meu lado

Eun: Não sei o que estou fazendo, eu jurei não me envolver com vocês

Eu respiro fundo, a quantidade de problemas que eu tinha só aumentavam

Eun: Não sei o que aconteceu lá, ou na noite da festa, eu não queria que aquilo acontecesse, assim como eu não queria ter ido até ele

Eu coloco as mãos no rosto, Namjoon me fazia sentir confortável em sua presença, eu sentia que ele tinha todas as respostas como um tipo de sábio, mas eu sabia que tinha algo em cada um deles, algo escuro, e era isso que os fazia tão atraentes, ele se deita ao meu lado e fecha os olhos, eu o observo com cuidado, sua feição era séria

Nam: eu sei que Taehyung é um babaca agora, assim como o resto de nós

Ele diz de uma forma tão sincera, e com um tom de tristeza

Nam: mas ele não era assim, éramos todos unidos, como uma família de verdade

Eun: Jin me falou sobre isso

Eu me sento na cama, e ele nem mesmo abre os olhos

Eun: ele me disse que todos vocês eram diferentes, e que mesmo assim eu também não iria gostar daquela versão

Nam: nós éramos apenas garotos desafiando a vida e nossos pais, fugimos e vivemos longe deles e de tudo isso, éramos livres

Eun: o que aconteceu, Namjoon?

Nam: mortes e responsabilidades

Eun: mortes?

Nam: você não sabe de toda a história

Ele suspira e recomeça 

Nam: Yoongi, Jungkook, Jimin e Hoseok não são adotados, são filhos ilegítimos, meu Avô os procurou por todo o mundo ainda quando eram pequenos foram tirados de suas mães

Eu sabia como perder a mãe poderia doer, mas ser arrancado dela, saber que ela estava em algum lugar e não poder estar com ela, deveria doer tanto quanto 

Nam: a mãe de Yoongi morreu em um incêndio, a mãe de Jungkook se suicidou

Ele diz suspirando, aquilo parecia doer nele, as mães deles estavam todas mortas?

Nam: a mãe do Hoseok tem narcolepsia e é tratada em um hospital muito longe daqui, a de Jimin morreu, afogada

Eun: e a de vocês? Quer dizer, a de Taehyung eu sei que está viva

Namjoon fica em silêncio por alguns momentos e continua

Nam: a minha mãe e a de Taehyung estão vivas, a de Jin não, ela morreu em um acidente de carro

Eun: então alguns de vocês não tem mãe, e nem pai

Eles não eram tão diferentes de mim, mas eu tive a minha avó, e eles não tiveram ninguém

Eun: por que falam que os quatro são adotados?

Nam: meu avô nunca confirmou nada sobre eles, mas quando perguntam é o que ele fala, acha que é mais fácil para ele do que admitir que arrancou eles de suas mães para ter mais herdeiros

Eles eram garotos ferrados, eu sabia disso, ele estava se abrindo comigo, nada mais justo do que eu fazer o mesmo

Eun: minha mãe morreu de câncer, quando eu tinha quinze, meu pai se foi no mesmo ano um pouco depois dela, ele morreu em um incêndio

Eu digo com a cabeça baixa, me lembro do dia em que recebi a notícia, lágrimas rolam pelo meu rosto e eu apenas as deixo cair assim como naquele dia

Eun: ele tinha acabado de entrar em uma empresa de imóveis, subiu muito rápido de cargo, e então eliminaram ele

Eu solto um suspiro pesado, quando olho para Namjoon ele estava sentado me observando

Nam: sinto muito

Eun: também sinto muito por vocês, parece que não somos tão diferente quanto eu pensei, apenas lidamos com nossos problemas de forma diferente

Nam: somos muito diferentes Eun, você deu o seu melhor para passar por tudo isso, nós nos afundamos até o pescoço

Eun: eu ainda não entendo, se vocês eram tão unidos, o que aconteceu?

Nam: é uma longa história, e você vai preferir não saber

Ele diz se levantando da cama

Nam: meu conselho é você sair para pensar, não vou te dizer sobre quem você tem que gostar, apenas faça o que acha que é certo, e sinta isso de verdade

Eu observo enquanto ele sai, ele era um bom conselheiro, não posso imaginar por tudo o que eles passaram, e sobre o quão ferrados estavam na vida, prefeririam obedecer o avô e se tornarem pessoas diferentes para se livrarem do luto, enquanto eu me ocupava até o último com trabalhos e maneiras de me deixar ocupada apenas para eu não sofrer, para eu não passar pelo luto, era isso, nenhum de nós tínhamos passado pelo luto, nós o tínhamos evitado

Eu pego um casaco grosso e coloco um tênis saindo nas ruas, eu caminho até ver um parque, ele estava bem iluminado e eu resolvo sentar em um banquinho

A minha vida antes de tudo era tão fácil, amigos me rodeavam, passeios com meus pais, presentes, momentos alegres, após a morte dela alguns amigos se foram, eu tentava ajudar meu pai da melhor forma possível, e me dedicava até o último na escola, depois dele eu não tinha mais tempo, e então todos os meus amigos se foram, tudo parecia ter ido embora, aquela criança brincalhona e sorridente parecia ser uma pessoa totalmente diferente de quem eu sou hoje, ela se agradaria de quem se tornou? Meus pais se orgulhariam de onde eu estou hoje? Da pessoa que me tornei? eu estive totalmente perdida, sendo puxada cada vez mais para um mundo onde eu não queria viver, até conhecer eles, eles me deram emoção, apesar de tudo, eles me deram alegria, alegria para viver novamente, e não apenas existir

Hoseok: o que está fazendo aqui? Está tarde

Eu sou tirada dos meus pensamentos por Hoseok, como ele tinha ido parar ali?

Eun: eu te pergunto o mesmo

Eu me levanto e cruzo os braços em uma tentativa falha de me aquecer

Hoseok: vim pensar, Yoongi e eu estamos sem idéias para a música, então vim absolver toda essa energia

Eun: energia?

Hoseok: olhe em volta, existe tantas coisa, tantas pessoas, eu queria dar um único significado para tudo, mas é impossível, cada um tem sua particularidade, sua diferença, sua energia

Eu olho para algumas pessoas que passavam, Hoseok tinha uma energia fantástica, talvez ele devesse se inspirar nele mesmo, ele realmente era esperança, ele transmitia isso

Eun: acho melhor entrarmos, está congelando aqui

Ele sorri para mim e me acompanha para dentro do hotel

Hoseok: eu não deveria dizer isso

Ele começa a falar enquanto estávamos no elevador e eu observo o mesmo

Hoseok: você tem feito de tudo por nós, você parece como uma luz que iluminou nosso caminho, quando precisávamos, odeio admitir isso

Ele coça a nuca envergonhado, e eu sorrio

Eun: essa é uma otima letra

Ele olha para mim e parece pensar um pouco, então dá o melhor sorriso do mundo, a coincidência de pensarmos do mesmo jeito era enorme, talvez seja  isso, talvez estávamos destinados a ajudar uns aos outros.


Notas Finais


Oii meus amores, vocês estão gostando?? Comentem para eu saber o que estão achando 💜, me falem se vocês gostariam que alguma coisa acontecesse na história


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...