1. Spirit Fanfics >
  2. Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung >
  3. Broken hearts

História Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - Broken hearts


Fanfic / Fanfiction Os Sete Herdeiros- Kim Taehyung - Capítulo 19 - Broken hearts

Após voltar do hospital apenas com as mesmas notícias sobre ela, tudo só ficava pior, a cada dia eu ia perdendo ela, até o dia em que ela não estaria mais comigo, de nenhuma maneira

Entro na mansão, colocando a chave do carro de Taehyung em cima do balcão, ele havia me emprestado o carro, para eu poder ver ela sem que ninguém ficasse me acompanhando, eu precisava fazer isso sozinha

Jin: Eun?

Ele diz me tirando de meus devaneios

Eun: Jin, sim?

Ele olha para mim confuso

Jin: como ela está?

Eun: nada bem, o quadro só tem piorado

Ele concorda em silêncio

Jin: Não tem nada que o hospital possa fazer?

Eun: Não, tudo o que eles poderiam fazer já está sendo feito

Ele fica em silêncio, escuto a porta de um dos quartos ser aberta e me viro, vendo Taehyung, escuto outra porta batendo e vejo Jin saindo da casa

Taehyung: como foi lá?

Ele caminha até mim se sentando ao meu lado no balcão da cozinha, eu encosto minha cabeça no seu peito e fico em silêncio ele parece surpreso com minha atitude

Eun: vamos ficar assim, apenas por um tempinho 

Sinto que ele hesita em encostar em mim, ele fica apenas parado, algo estava estranho, eu levanto minha cabeça para o olhar

Eun: se não se importar não quero falar sobre isso

Ele concorda rapidamente com a cabeça e seu olhar de preocupação e cuidado sobre mim, mas tinha algo a mais, eu sentia isso, sentia que ele tentava me evitar

Taehyung: certo

Ele diz olhando em volta, ele parece se lembrar de algo rápido, seu olhar se torna escuro e frio

Taehyung: quer jantar comigo hoje a noite?

Ele diz e eu concordo 

Eun: onde?

Taehyung: eu te mando o endereço

Eun: Não vamos juntos?

Pergunto confusa, morávamos juntos então era a coisa mais fácil de se fazer

Taehyung: não, eu já vou estar por lá, pode pegar meu carro, eu vou com outro

Eun: ah certo

Eu digo colocando meu cabelo atrás da orelha e então uma ideia surge

Eun: vamos ao parque!

Taehyung: o quê?

Ele diz frio e desanimado, ele parecia tão distante 

Eun: vamos, Taehyung!

Ele me observa por um tempo e então se vira caminhando até a porta

Taehyung: Você vem ou não?

Eu sorrio e corro até ele e então saímos, o parque era próximo da mansão, na verdade era mais como uma praça, uma praça grande e cheia de crianças brincando

Assim que chegamos lá, ele começa a correr e eu corro ao seu lado, me cansando no primeiro minuto de corrida 

Eun: pare! Eu não fui feita para esportes

Digo ofegante, ficando de joelhos e depois sentando no chão

Taehyung: vamos! você não queria vir aqui para praticar?

Eun: eu queria vir para andar! Andar!

Ele estende a mão para mim e eu nego continuando sentada no chão, quando percebo ele estava me carregando e me colocando sentada no banco da praça, eu me sento em silêncio processando o que tinha acabado de acontecer

Taehyung: por que queria vir aqui?

Eun: Você parecia bravo, então te trouxe para te animar

Digo me virando para ele sorrindo, sua feição continuava séria, vejo algo vindo na direção da sua cabeça e me levanto rápido batendo minha mão na bola, mas acabo me desequilibrando e caindo no chão

Taehyung: Eun?!

Eu me viro para ele rindo, passo a mão em seu cabelo de leve

Eun: salvei sua cabeça!

Taehyung: aish!

Ele diz segurando minha mão, eu olho e vejo que estava ralada, eu nem mesmo tinha sentido

Taehyung me fez voltar as pressas para a mansão, eu estava sentada no banquinho na cozinha e Taehyung limpava o meu machucado, isso me lembra quando achei que ele estava machucado e era apenas maquiagem para seu ensaio fotográfico, eu sorrio com o pensamento, ele me olha

Taehyung: do que está rindo?

Ele tinha um cuidado excessivo com minha mão, como se eu pudesse me quebrar a qualquer momento

Eun: parece que se eu encostar em você, você pode chorar

Taehyung: não se machuque, nunca mais, me ouviu? deveria ter deixado a bola me acertar

Eun: ei, como eu poderia deixar a bola te acertar?! 

Ele solta um sorriso amarelo, vejo uma corrente em seu pescoço, eu nunca tinha reparado naquele colar, ele tinha uma pedrinha vermelha, ele parece perceber para onde eu olhava e resolve falar

Taehyung: era da minha avó

Ele sorri, ele tira do pescoço e o separa, ele se torna em dois, um com uma pedra e o outro sem, ele entrega a pedrinha para mim e a pendura em meus pescoço

Eun: eu não posso aceitar, é algo muito importante para você, posso ver isso

Taehyung: apenas, fique com ele

Ele coloca o curativo em minha mão e eu desço do banquinho e ele se levanta, hoje ele realmente parecia bravo, talvez fosse alguma coisa que eu fiz?

Eun: foi alguma coisa que eu fiz?

Taehyung: o quê?

Eun: está bravo por minha causa? 

Taehyung: não

Ele diz sério, ele coloca a bolsinha de curativos e remédio em cima da bancada e saí, eu fico parada pensando, talvez eu realmente tivesse feito alguma coisa para o deixar assim?.

Jimin: oh! Ele te chamou para jantar?!

Ele repete o que eu havia acabado de falar, Jimin tinha um senso de moda que eu não tinha, e eu sentia que deveria me vestir bem para a noite de hoje, e a animação de Jimin apenas me deixa mais esperançosa 

Eun: sim, vai me ajudar ou não?

Jimin: é claro que vou, vem, vamos ver o que tem em seu armário

Ele me puxa e me faz sentar na cama, após horas e da bagunça que Jimin fez no quarto ele finalmente escolhe um vestido e sapato, o vestido era azul claro, como o céu, era tão lindo eu nunca tinha o visto ali, depois de meu cabelo e maquiagem estarem prontos da maneira que Jimin queria, ele finalmente parecia ter terminado

Jimin: hoje deve ser muito importante, já que ele te chamou para comer fora

Eun: Você acha?

Jimin: será que terá um pedido oficial de namoro?!

Ele diz animado, eu dou risada

Jimin: você está linda, boa sorte

Eun: obrigada, Jimin, por tudo, você é um grande amigo

Ele sorri, aquele sorriso puro e verdadeiro, eu saio do quarto indo até a cozinha e pegando a chave do carro de Taehyung e saindo.

Ao chegar no restaurante fico impressionada, parecia ser um lugar caro, era tudo muito bonito e sofisticado, uma escadaria enorme me levava até o lugar em que Taehyung tinha reservado, ao entrar o vejo sentado, mas havia mais duas pessoas ao seu lado, eu sabia quem eram, Park Seo Joon seu melhor amigo, e Park Hye Ji, ela inventou para a mídia que eu era uma prostituta, e que trabalhava no clube, eu estranho tudo aquilo, mas mesmo assim me aproximo, Taehyung bebia, e pelo o que vejo na mesa já era a terceira garrafa dele

Hye Ji: chegou rápido, sente-se

Ela diz animada com um sorriso no rosto, eu me sento, de frente para Taehyung, ele nem mesmo olha direito para mim, eu estava confusa

Hye Ji: ah, Seo Joon e eu viemos a pedido de Tae

Ela se refere a Taehyung com seu apelido, nunca ouvi ninguém o chamar assim, eles deveriam ser íntimos

Hye Ji: parece que ele preparou algo muito especial

Seo Joon: Hye Ji você não é a personagem principal de hoje, pode ficar quieta?

Um clima pesado surgia pouco a pouco, e cada vez me deixava mais desconfortável

Hye Ji: Lee Ji Eun, está bonita

Eun: obrigada

Eu passo a mão pelo meu ombro ainda desconfortável

Hye Ji: você nos chamou aqui Tae, diga alguma coisa, Ji Eun está linda, não está?

O silêncio mais horrível que eu já tive foi esse, eu mexo no colar, o colar que ele me deu hoje de manhã

Hye Ji: Tae, diga, ela está bonita, não é?

Eun: Não, está tudo bem

Eu digo sem graça, a cada minuto que eu passava ali eu só imaginava que eu preferia ter ficado em casa

Taehyung: sim, está bonita

Ele diz colocando o copo em cima da mesa

Taehyung: não sabia que ela era tão bonita

Ele estava mais sério do que antes, sua voz pareciam facas me cortando por dentro, agora ele olhava para mim, mas eu acho que eu preferia que não o fizesse

Taehyung: mas ela parece estar muito desconfortável, você não está? Nesse lugar? Com essa situação? Com essa roupa e sapatos, com meus amigos, com tudo isso?

Hye Ji: Taehyung, o que há de errado

Ela sorria friamente, como se gostasse de cada palavra proferida

Taehyung: sou eu que estou desconfortável

Ele encosta a cabeça em sua mão, a apoiando, eu observo tudo aquilo, um grande nó começava a crescer em minha garganta, o que ele estava fazendo?

Taehyung: ver você aqui Lee Ji Eun, me deixa desconfortável, quando pedi para vir jantar comigo eu pensei que pela primeira  vez diria que não, e perguntasse o por quê, mas não fez nenhuma pergunta, e veio correndo

Eun: porque você me pediu para vir, não por causa dos outros, apenas porque você pediu, não estou desconfortável

Taehyung: sério? Nós somos realmente muito diferentes, por qual diferença eu devo começar?

Eun: Taehyung, Não aja como uma má pessoa

Eu imploro para ele com meus olhos, imploro para que pare, mas naquele momento, Taehyung não estava me olhando nos olhos, ele estava apenas me observando

Eun: o que está tentando fazer comigo agora?

Taehyung: não estou agindo mau, sempre fui uma pessoa má, cansei de agir como uma pessoa decente, vamos parar com isso

Eu respiro fundo, juntando tudo, todas as forças que eu conseguia, e as segurando para não o bater ali

Eun: Taehyung, eu sei o motivo de estar assim, vamos conversar

Eu não sabia o motivo, e no momento eu não queria entender ou ouvir o motivo, nada que eu tenha feito justificativa isso

Taehyung: você sabe? Qual é o motivo?

Eun: Não posso falar aqui, vamos para outro lugar

Taehyung: pode falar aqui

Na verdade eu sabia exatamente o motivo, Taehyung era um babaca, e ele queria de todas as formas me afastar, eu disse que ele não conseguiria, mas eu estava errada, eu me levanto, olhando para ele

Eun: Você não gosta mais de mim?

Taehyung: é

Eu olho pela última vez para ele, coloco a chave de seu carro sobre a mesa e saio, desço as escadas calmamente e volto caminhando para a mansão, lágrimas desciam pelas minha bochechas fazendo cócegas, cada palavra que ele tinha dito havia quebrado algo dentro de mim, e eu continuava a me sentir uma idiota por achar que a culpa era minha, se eu te desapontei de alguma forma, eu sinto muito.


Notas Finais


Oii anjos, hoje terá dois caps, esse que é a visão da Eun e o outro que será tudo da visão do Taehyung, desde o início do dia, eu espero que gostem, comentem para eu saber o que estão achando de tudo isso 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...