História Os Sonhos. (Imagine Jeon Jungkook - BTS) - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags @yoonminishot, Bangtan Boys (BTS), Hetero, Imagine, Imaginejungkook, Jeonjungkook, Jungkook, Jungkookxvocê, Kiss, Kook, Sex, Você, Youxjungkook
Visualizações 795
Palavras 3.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - 34- Você não seria capaz em deixar SN por Rosé, né?


Fanfic / Fanfiction Os Sonhos. (Imagine Jeon Jungkook - BTS) - Capítulo 35 - 34- Você não seria capaz em deixar SN por Rosé, né?

 

Fiquei tão chocada com aquilo que ouvi que fiquei olhando para um lugar fixo apenas deixando as lágrimas percorrerem por meu rosto, obviamente engoli em seco enquanto fechava a minha destra em punho com mais força após a Rosé passar ambas as mãos em meu rosto enxugando as minhas lágrimas e com isso ela sorria.




Rosé: Não chore, meu bem! Pense pelo lado positivo, você ocupou por um curto período o meu espaço no coração de Jungkook e isso é uma vitória. Mas sinto muito, agora eu cheguei e você deve se retirar do coração dele.



 

Pressionei os meus lábios enquanto respirava fundo e depois a garota tirou as suas mãos do meu rosto seguindo em direção a saída enquanto sorria debochado, mas antes da mesma sair, chamei a atenção da Rosé a chamando pelo nome.




S/N: Rosé.
Rosé: Fale, meu bem! Estou ouvindo.



 

Arqueei minhas sobrancelhas enquanto ia até a garota enquanto respirava fundo e com isso umedeci os meus lábios por ver que a expressão da Rosé havia ficado séria e pude sentir hesitação em dizer, mas acabei dizendo depois de lutar comigo mesmo em meus pensamentos.





S/N: O que te faz pensar que Jungkook ainda gosta de você? Se ele te amasse, você não acha que ele teria feito de... Espera, eu não sei o que vocês tiveram no passado e isso por agora não me diz respeito, mas de uma coisa eu te garanto, Jungkook está muito feliz comigo...
Rosé: O que você disse?
S/N: Você acha que só porque é uma princesinha que vive respirando dinheiro, não quer dizer que pode ter tudo o que quiser. Jungkook não é um objeto que tem dona.



 

Tombei a minha cabeça enquanto sorria ladino forçado olhando fixamente para a garota, a expressão dela havia ficado ainda mais séria e pude sentir novamente aquele olhar matador sobre mim, mas continue a dizer o que eu achava.





S/N: Não somos nós que devemos dizer quem ele ama ou com quem ele deve ficar, eu estou dando espaço para Jungkook pensar sobre tudo o que está acontecendo calmamente e diferente de você, eu fico feliz em saber que tive a oportunidade de amá-lo e ser amada. Então, não me importa com quem ele vai ficar, porque se ele estiver feliz e realizado, eu estarei feliz
Rosé: Voc..
S/N: Shiu, eu não terminei.



 

Ergui a minha cabeça enquanto engolia em seco depois de interromper a fala da garota e com isso, olhei para o lado por um momento para respirar fundo.




S/N: E você tem certeza do que diz? Que eu sou a pessoa de nível baixo aqui? Olha para você, se rebaixando a tal nível apenas para conseguir o amor do jungkook novamente? Ele é o seu brinquedinho? De uma coisa eu posso afirmar, você é a pessoa de baixo nível aqui e não eu.
Você sente pena de mim? Eu que sinto pena de você por ser rebaixar a esse nível, você é uma garota tão linda e sucedida na vida para ser assim.



 

Pude ver o quão insultada estava a garota por conta da respiração da mesma estar ofegante e por estar feliz com o que disse sorri ladino, mas logo fui surpreendida por um tapa com uma certa força vindo da garota e com isso arregalei meus olhos por ter dado um passo para trás por conta do desequilíbrio.

Sorri forçado enquanto negava minimamente a minha cabeça e em seguida olho para frente vendo a Rosé se aproximar enquanto umedecia os seus lábios e o tom da voz da garota estava baixo próximo de meu rosto.





Rosé: Nunca mais ouse em dizer essas palavras para mim. Sabe por que? Eu sou uma pessoa do poder e você sabe o que as pessoas do poder fazem com pessoas como você? Destruímos por não valer nada para a nossa sociedade.



 

Arqueei uma de minhas sobrancelhas sentindo o lado esquerdo do meu rosto arder por conta do tapa e com isso vi a garota segurar com sua destra uma mecha do meu cabelo enquanto franzia o cenho minimamente.




Rosé: Você atualmente, está trabalhando na maior empresa de Seoul, está recebendo um salário que muitos gostariam de estar recebendo, trabalha ao lado do homem mais desejado de Seoul e de qualquer outro lugar do mundo e você está muito bem estabilizada com tudo isso. O que você faria se isso tudo sumisse do nada? Tipo, você voltaria à estaca zero da sua vidinha de merda.



 

Sinto a mecha do meu cabelo ser solta enquanto a garota suspirou fundo arqueando suas sobrancelhas em forma de deboche me olhando fixamente, eu apenas fiquei imóvel com meus lábios pressionados enquanto engolia em seco.





Rosé: Espero que tenha entendido o que eu disse.



 

Respirei fundo assim que a garota se virou em direção a saída do banheiro e com isso apoiei a minha destra na pia por estar de costas para mesma e quando ia questionar algo em meus pensamentos, vejo Rosé vira-se novamente para mim.





Rosé: Ia me esquecendo de algo. Eu não vou pedir para que você termine com Jungkook, afinal de contas, vocês tem apenas um lance idiota, eu vou conquistá-lo novamente e ouvir sair da boca dele que não quer mais nada contigo e depois disso, para o seu bem, eu quero que se afaste dele e suma da vida dele.



 

Após a saída da garota me viro ficando diante do espelho com minhas mãos apoiadas na pia e com isso respirei fundo sentindo lágrimas percorrerem por meu rosto, mas em seguida ligo a torneira molhando novamente o meu rosto me mantendo calma e logo depois o enxugo com o papel erguendo a minha cabeça.

Diversas coisas estavam passando por meus pensamentos que eu não conseguia pensar em nada, apenas ficava nervosa pelo fato do que ouvir antes e viro meu rosto para o lado direito vendo o vermelho claro que ficou em meu rosto por conta do tapa que recebi e por sorte, havia levado a minha base e daria para esconder mais ou menos aquilo.

Depois de alguns minutos me acalmando assim que finalizei de passar a base deixando em tom natural sorrio para mim mesmo respirando fundo, por fim pisquei meus olhos várias vezes seguidas.




S/N pensa: “Está tudo bem, S/N. Desde que Jungkook fique feliz está tudo bem para você, não pense em se rebaixar a tal nível por atenção, pois você não é assim.”



 

Peguei a minha bolsa que estava na pia com minha destra e sigo em direção a saída do banheiro sorrindo minimamente de lado e em seguida, depois de respirar fundo vou em direção a mesa que estávamos e volto a me sentar ao lado do Jungkook. Obviamente recebi olhares de todos, mas apenas bebi um gole de água generoso sem dar importância aos olhares.





Jennie: Está tudo bem com sua barriga?
S/N: Hã?
Jennie: Rosé disse que você estava ruim da barriga, por isso demorou no banheiro e depois te deu um remédio para que ficasse bem logo.
S/N: Ah, eu estou bem.
Rosé: Eu tive que insistir para que ela aceitasse o remédio.



 

Olhei para o prato que estava a minha frente depois da fala da garota e com isso sorri forçado por ouvir a risada alta da mesma, engoli em seco respirando fundo.




Lisa: Temos de voltar ao trabalho, já passou do horário.
S/N: É verdade, esqueci desse detalhe por um momento.



 

Lisa junto de Jennie se levantaram da cadeira enquanto sorria largo forçado por terem que ir e fiz o mesmo de me levantar enquanto arqueava minhas sobrancelhas, de relance vejo Jungkook se levantar e em seguida Rosé que estava com aquele sorriso largo de antes.

Segurei com firmeza a minha bolsa seguindo primeiro para porta de saída, mas antes de ir sinto o meu braço esquerdo ser segurado por Jungkook que estava com uma expressão nada agradável. As garotas seguiram para saída depois de nos despedimos.

Olhei fixamente para Jungkook que me olhava com atenção enquanto franzia o seu cenho, pude ver que ele estava preocupado com algo, mas não podia deixar a tensão tomar conta de mim e por isso acabei sorrindo largo.




S/N: O que foi seu bobo?
Jungkook: Você está bem? Está com uma aura de tristeza, se é por....
S/N: Isso deve ser só impressão sua, eu estou bem.



 

Arqueei minhas sobrancelhas olhando de relance para trás onde se encontrava Rosé com suas sobrancelhas erguidas e depois olho para Jungkook ainda sorrindo, mas antes dele dizer algo à mais, me aproximei dando um selar demorado nos lábios alheios sem me importar com o que as pessoas iriam dizer.

Depois de alguns segundos me afastei enquanto sorria sem mostrar os dentes e me viro para ir em direção a saída após olhar de relance para Rosé que estava com seu cenho franzido e expressão séria.









 

Já estava tarde da noite e faltava poucas horas para poder dar o horário de saída e por estar exaustas e sobrecarregada por tanto trabalho, dou uma pausa indo em direção a cozinha para tomar um café. Enquanto bebericava o café aos poucos olhava fixamente para um lugar da cozinha enquanto minhas costas estavam encostadas na cadeira, para ficar mais confortável.

No entanto, uma batida sem muita força na mesa me fez sair do meus pensamentos enquanto arqueava as minhas sobrancelhas respirando fundo, olhei para frente e vi Hoseok com seu café na mesma e logo sorri ladino por ele sorri.




Hoseok: Alguma coisa está acontecendo para que você fique tão distraída assim?
S/N: Não, não está acontecendo nada. Eu estou apenas cansada de algumas coisas.
Hoseok: Devia ir embora mais cedo para descansar.
S/N: Tudo bem, eu não posso largar o meu trabalho na hora errada. Meu salário não vai mudar se isso acontecer, e eu quero estar recebendo esse dinheiro de forma justa, trabalhando como todo mundo no horário certo.



 

Deixei o meu copo de café apoiado na mesa depois de finalizar a minha fala e olhei para frente vendo Hoseok com seu cenho franzido, ele umedeceu os meus lábios me olhando fixamente e pude sentir um olhar estranho.





Hoseok: Por que você está dizendo isso? Se você sair mais cedo estará fazendo o seu trabalho normalmente como todo mundo.
S/N: Não, eu estarei me desrespeitando se eu fizer isso.
Hoseok: Hã?



 

Hoseok inclinou a sua cabeça enquanto entreabria a sua boca sem entender nada enquanto me olhava, abaixei a minha cabeça por um momento enquanto pensava sobre algumas coisas e por fim dei uma explicação ao garoto.




S/N: Recentemente, eu recebi um conselho que me fez pensar melhor sobre diversas coisas. Alguém me lembrou que eu trabalho na maior empresa de Seoul, na empresa mais sucedida e recebo um salário na qual a maioria das pessoas queriam receber. E não consigo parar de pensar em uma coisa.
Hoseok: Sobre o que?



 

Umedeci meus lábios apoiando meu cotovelo esquerdo na mesa enquanto deixava a minha cabeça apoiada em minha mão, olhei de relance para Hoseok enquanto suspirava fundo e depois olhei novamente para o meu copo de café.




S/N: Eu vi meu currículo mais cedo, e não tinha nada demais. Não consigo achar um motivo sequer para ter sido contratada para trabalhar aqui, já que tentei diversas vezes conseguir trabalho e sempre recebia um “não” por não ter muitas coisas no currículo e o que eu tinha no meu currículo não era merecedor de nem trabalhar como gari.
Hoseok: S/N você está diferente! Tem certeza que está tudo bem?
S/N: Eu ainda fiz com que a garota que estava trabalhando aqui fosse mudada para o chão de baixo, sendo que deveria ter sido eu que teria de ir.





 

Suspirei fundo arqueando as minhas sobrancelhas enquanto umedecia os lábios desanimada, não sei o que estava acontecendo comigo, mas de alguma forma algumas peças estavam se encaixando em meus pensamentos e deixando muitas coisas claras para mim.




Hoseok: Olha S/N. Hoje em dia, as pessoas contratam outras por causa do currículo e de experiência. Mas desde que Jungkook te contratou, eu vejo que você sabe mais dessa área do que qualquer outra pessoa mesmo não tendo nada em seu currículo que explique o porquê de ter sido contratada, mas ainda sim, as pessoas gostam de dar uma oportunidade para pessoa sem ela ter experiência e no final das contas o contratador se surpreende.



 

Pressionei meus lábios enquanto escutava atentamente as palavras de Hoseok, conseguia acreditar um pouquinho no que ele dizia, mas em minha cabeça as coisas não faziam sentido.




Hoseok: Então, eu não sei quem te lembrou disso e do que à mais. Mas tire isso de seus pensamentos, porque a S/N que eu conheço dar sempre o seu melhor por ter conseguido esse trabalho e não fica se remoendo atrás de justificativas do porque está aqui trabalho. A S/N que eu conheço teria dito que conseguiu esse emprego porque Jungkook acreditou e acredita em seu potencial sem ter nada em seu currículo.



 

Hoseok se levantou da sua cadeira enquanto pegava o seu copo de café e saía da cozinha enquanto suspirava fundo. Depois de escutar atentamente o que ele dizia a mim, ergui minha cabeça pressionando os meus lábios por ele ter razão do que tinha dito e por um momento me peguei caindo na ladainha daquela garota.

Por fim, me levantei deixando café na pia após beber quase que completo o mesmo e vou em direção a saída da cozinha para voltar o meu trabalho.





POV Jungkook.



 

Antes de irmos ao restaurante me senti incomodado pelo fato da Rosé ter levado o que eu disse sobre o meu relacionamento com você, pro deboche. Obviamente me mantive calmo a todo calmo mesmo com os insultos da garota, eu estava feliz por você não ter agido de forma diferente comigo apesar de Rosé estar se atirando.

Como Lisa disse eu deveria pensar e é exatamente isso que estou fazendo, mas para pensar eu não devo me distanciar de você, por isso estou agindo normalmente. Mas o que me deixava com medo era o fato de depois de uma conclusão e depois não saber o que dizer, acima de tudo coloquei os nossos sentimentos e o que estamos vivendo durante esse tempo todo.



 

Após a sua saída para ir ao banheiro,  franzi meu cenho após a Rosé se levanta indo também no banheiro, eu fiquei com um certo receio do que ela poderia fazer com você, já que Rosé não tem piedade nem de um cachorro de rua.

Mas logo fui tirado dos meus pensamentos por Lisa conversar sobre algo que tínhamos planejado antes de chegada de Rosé.



Lisa: Eu não acredito que Rosé teve que chegar no dia em que você ia pedir S/N em namoro.
Jennie: Eu fiquei pasma depois de saber do que aconteceu no passado, por isso quero que essa vadia de quin...
Lisa: Amor, calma.
Jungkook: Teremos outras oportunidades para que eu possa pedi-la em namoro.
Jennie: Como? Se você ainda gosta de Rosé.



 

Sorri após Lisa cortar a fala de sua namorada por ela estar segurando uma faca enquanto dizia o seu ponto de vista. Mas logo inclinei a minha cabeça para trás por ouvir a fala da Jennie e isso me fez suspirar fundo.



Lisa: Jennie, pelo amor de Deus.
Jennie: Estou mentindo? Você não negou quando S/N perguntou e agora Jungkook não negou o que eu disse.



 

Franzi meu cenho enquanto tombava a minha cabeça minimamente para o lado por ouvir o que Jennie havia dito, rapidamente as peças se encaixam em meus pensamentos por você ter agido daquela forma e dentre outros momentos.




Jungkook: S/N perguntou?
Jennie: Sim, perguntou.
Lisa: Ai meu pai, Jennie por favor! Você quer....
Jungkook: Lisa, deixa ela dizer.



 

Arqueei minhas sobrancelhas enquanto respirava fundo depois de ouvir novamente a fala de Lisa fazer-se presente na tentativa de fazer a sua companheira não dizer nada, mas estava curioso para saber o porque S/N tinha perguntado.





Lisa: Só que S/N soube que você teve um caso inacabado e depois de ver vocês se olhando daquela forma ela soube que era Rosé a garota.
Jennie: Ela chorou por ter visto você olhar apaixonadinho para aquela escrota.
Lisa: E aí ela perguntou se eu também acreditava que você ainda sentia algo por Rosé....
Jennie: Lisa não disse nada e você deve saber o que isso resultou em uma resposta.



 

Apoiei meu cotovelo esquerdo sobre a mesa enquanto passava a minha canhota por meu rosto por ele estar abaixado, céus, senti uma sensação desconfortável tomar conta de meu corpo e apesar de tudo isso, eu estava preocupado sobre o que você teria pensando sobre aquele momento.



Jennie: Mais cedo eu liguei para ela.



 

Jennie me contou tudo que tinha conversado com você mais cedo e meu maior desejo naquele momento era te contar a verdade, mas eu ainda não estava preparado para mostrar esse meu lado para você, por isso hesitei enquanto respirava fundo.







 

Após alguns minutos vejo Rosé chegar na mesa e sentar-se ao meu lado como antes, Jennie e Lisa olhou desconfiado para a mesma que estava sorrindo largo.



Lisa: E S/N?
Rosé: Ah, ela estava muito ruim da barriga e fiquei por alguns minutos a ajudando e demorei pelo fato dela não querer tomar um remédio que dei para mal-estar.
Lisa: Sei.
Rosé: Olha, lá vem ela.



 

Ergui minhas sobrancelhas após ver você aproximar da mesa enquanto pressionava os lábios, porém algo estava estranho em seu rosto, um tom avermelhado se fez presente em seu rosto no lado esquerdo e vários pensamentos se passou em minha cabeça. Mas naquele momento, preferi acreditar que seria o calor.

Rosé não agrediria alguém assim por causa de algo bobo, mesmo que isso fosse possível eu gostaria de acreditar que não seria possível.





 

Era cerca de 17:30 quando senti minha garganta ficar seca por conta do trabalho pesado e quando ia encher o meu copo de água, vejo que o jarro de água estava seco e respirei fundo indo em direção a saída da minha sala para ir à cozinha.

Olhei ao redor e não te vi, mas pude ver que os funcionários estavam todos trabalhando fixamente e concentrados e isso me fez sorri ladino por conseguir fazer algo assim pela primeira vez depois da briga com meu pai. No entanto, paro de andar após ouvir sua voz vindo da cozinha junto de Hoseok.

Sei que era errado, mas acabei escutando a conversa de vocês por completo e a cada palavra era um suspiro que você dava. Pude ver o quão exausta e abatida estava com a chegada de Rosé a Seoul e só conseguia me sentir culpado naquele momento.

Porém, Hoseok soube bem como dizer as palavras certas para que você ficasse bem, algo que eu não conseguia mesmo que eu pensaria por cerca de horas. Pressionei meus lábios sentindo meus batimentos cardíacos aumentarem por pensar em algumas coisas e depois de ver Hoseok sair da cozinha sigo em direção ao banheiro de ambos os sexos.



 

Respirei fundo depois de fechar a porta do banheiro e ir em direção a pia enquanto piscava meus olhos várias vezes seguidas. Engoli em seco enquanto apoiava minhas mãos na pia me olhando fixamente no espelho e pude ver minha vida desde os começos passar diante dos meus olhos por sensações que sentia explodir dentro de mim.

Abaixei a minha visão enquanto ligava a torneira e via a água descer pelo ralo abaixo e em seguida me abaixei pegando em minhas mãos uma quantidade de água e logo depois jogo em meu rosto o refrescando por sentir uma tensão e tanto sobre mim, com a torneira ainda ligada volto a me olhar para o espelho.




Jungkook: Você não pode fazê-la sofrer.



 

Engoli em seco afrouxando a minha gravata com minha destra passando a minha língua por meus lábios que estavam úmidos pela água, por fim, volto a me olhar suspirando fundo com as sobrancelhas erguidas.




Jungkook: Você não seria tão idiota ao ponto de acreditar nas palavras de Rosé, certo?



 

Pisquei meus olhos várias vezes seguidas passando a minha destra por meu rosto por conta dos pingos de água estarem escorrendo por meu rosto.




Jungkook: Você não seria capaz em deixar S/N por Rosé, né Jungkook?


Notas Finais


Clã, estou sem estrutura alguma para lidar com tudo isso que está acontecendo na vida do nosso casal.
O que vocês estão achando? Comentem aqui para eu saber.


Qualquer erro ortográfico ignorem e, não desistam de mim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...