História Os três reinos de Arestia - NamJin - ABO - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, Got7, Jay Park, Monsta X, Red Velvet, Stray Kids
Personagens BamBam, Bang Chan, Byun Baek-hyun (Baekhyun), Cl, Do Kyung-soo (D.O), Hyun A, Hyung Won, Irene, Jackson, Jay Park, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Jong-dae (Chen), Kim Jong-in (Kai), Kim Jun-myeon (Suho), Kim Min-seok (Xiumin), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Lu Han (Luhan), Mark, Min Yoongi (Suga), Oh Se-hun (Sehun), Park Bom, Park Chan-yeol (Chanyeol), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Seulgi, Wendy, Yeri
Visualizações 18
Palavras 1.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, FemmeSlash, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Slash, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então né... tô começando mais uma fanfic, dessa vez de reinos, mas ainda é uma NamJin ekaajisnsjsnsjskaksns
eu espero muito que vocês gostem dela, pois tô fazendo com muito carinho pra vocês, e tô caprichando nos capítulos, por que meu... uma ideia tão boa pra fazer 300 palavras? não né... então.. mais uma vez, espero que gostem

Capítulo 1 - Prólogo


– Eu ordeno guerra! – Após ouvir aquelas palavras o ômega saiu correndo pela entrada lateral do castelo, em poucos minutos podia ouvir-se o trote dos cavalos que saíram montados por seus cavaleiros prontos pra guerra. Em passos rápidos chegou ao riacho que costumava se encontrar às escondidas com seu namorado. E lá estava o mesmo antes citado, observando as águas calmas e claras mesmo com tanto barulho acima do barranco.

– N-Namjoon-ah... O que você tá fazendo aqui? – Falou pouco preocupado vendo o mais novo sozinho ali. – Não é seguro, você deve voltar ao castelo, a rainha vai dar falta de você...

– Sim... Provavelmente... Mas com essa guerra ela está mais preocupada em bolar uma estratégia, ao invés de cuidar do próprio filho. – A irritação na sua voz era bem clara, o príncipe não concordava em guerrear contra os outros reinos, e viera ao riacho depois de brigar com a mãe, pois a mais velha queria a todo custo que o filho fosse comandar os cavaleiros do reino alfa. A verdade, era que em meio dessa guerra, ele tinha medo que alguém machucasse seu ômega, e o pior, não podia falar pra ninguém sobre ele, pois a rainha não consentia de jeito nenhum que o filho namorasse, afinal, sua história não era das boas, e isso resultou em os reis do reino alfa e beta romperem com seus companheiros, e agora a regra era bem clara, ninguém da realeza poderia engatar um relacionamento com um ômega, beta ou alfa também da realeza, e muito menos algum plebeu. Apenas os plebeus poderiam se relacionar com outros plebeus.

– Nam... – O Kim mais velho senta ao lado dele apoiando a cabeça no seu ombro direito. – Pode não parecer... Mas eu estou com medo... – Falou abraçando de lado o mais novo.

– Não precisa ter medo... Sempre que eu estiver aqui, pode apostar, não precisa ficar com medo. Eu te protejo, meu amor... – E depois de citar aquelas palavras puxou o mais velho para um beijo delicado, e que em só alguns segundos se tornou algo mais selvagem, a fins de acabar em sexo.

– N-Namjoon... – Falou tentando recuperar o ar depois de quebrar o ósculo. – Seu louco! E se alguém vê isso?!

O mais velho sorri de lado e logo levanta, dando a mão pro ômega que logo entende e segura a mesma, sendo puxado pra cima. E sem enrolação eles atravessam a ponte do riacho, correndo, entrando em meio às árvores, só poderia ouvir-se ao longe o som do trote dos cavalos e as espadas dos cavaleiros ômegas dançando contra as dos cavaleiros alfas. A cada passo poderia se ver mais perto a cabana antes feita por NamJoon, quando eram mais jovens, afinal, estavam escondendo um relacionamento há no mínimo dois anos. Já na varanda estavam aos beijos, apenas tentando procurar a maçaneta da porta para abri-la, e quando acertou abriu a porta com tudo, caindo no chão e o ômega ficando por cima, mas não durou muito pois eles trocaram de posições, logo o alfa estava por cima atacando os lábios do ômega.

– Nam... – falou meio receoso. – Eu não sei se devíamos... Você sabe...

– Ninguém vai perceber, amor... Confia em mim... Se algo der errado, quero que enfie uma espada no meu coração, ok? – Falou brincando, tentando tirar aqueles pensamentos da cabeça do ômega, deixando depois um leve riso escapar.

– Bobo... – Falou sorrindo e sendo levantado com ajuda do alfa, que logo foram para cama, a fim de começar logo a parte mais esperada por eles.

[...]

Três meses depois...

– E foi assim Taehyung... Sinceramente, eu não sei como contar... – Falou tomando mais um gole do chá quente que seu amigo o tinha servido.

– Uau... Taehyung mantenha a calma... – Falou consigo mesmo. – Mas você nem pode se relacionar com alguém da realeza... Como você escondeu por tanto tempo?

– Nem eu sei... Mas isso não é o pior, Tae... – Falou deixando o chá de lado.

– E o que é? – Prestou mais atenção no Kim mais velho.

– Taehyung... – Falou sério tentando segurar as lágrimas. – Eu... Eu tô grávido... – Falhou em tentar segurar o choro, mas o ômega mais novo logo foi o abraçar, tentando tirar aquela preocupação do mais novo grávido.

– E-Ei... Calma... Vai ficar tudo bem... Se você quiser, eu vou junto pra você falar com o rei. – Tentou procurar uma solução. Mas foi em vão.

– Meu pai não vai aceitar Taehyung, e eu não falei com meus irmãos por causa disso, eles nunca me entenderiam... Talvez Jimin, mas ele só liga em treinar a guarda real. – Separou o abraço e limpou as lágrimas que insistiam em escorrer.

– Vai dar tudo certo... Eu prometo.

[...]

– Você vai a todo custo pra cavalaria! Essa guerra como muitos pensam ainda não acabou, ela nem começou! E se você acha que vai sair no meio da guerra, pode apostar que não! Eu deixarei dois guardas na sua cola, e se você sair, eles irão me contatar, e você vai sofrer da pior forma! – A rainha já estava irritada com tanta insistência do filho em não participar da guerra, seus irmãos todos iam participar, mas ele não queria, e nunca iria participar daquela perda de tempo, poxa, eles apenas podiam acertar as contas do passado agora, por que fazer de tudo um inferno na terra?

– Enfia sua guerra no meio do... – A porta é aberta com tudo, três guardas vieram avisar que metade dos cavaleiros foram abatidos, e agora só os restava mandar os magos e bruxas pra guerra.

– Escale o mago Luhan como comandante... Talvez aquela flauta sirva pra alguma coisa ao invés de... – Foi interrompida pelo filho.

– Eu já vi Luhan tocando, a flauta dele é mágica, eu vi quando ele estava tocando pra algumas pessoas e elas desmaiaram ali mesmo... Eu quase desmaiei, mas eu o interrompi. – Um dos guardas falou falou.

– Hm... menos mal... E quem iremos escalar de bruxa comandante?

– Eu sugiro Hyuna, senhorita Hwasa.

– Preciso ver as magias que ela sabe, e caso sejam da mais alta classe, poderei escalá-la.

– Sim senhora, os iremos chamar. – Por fim saíram da sala.

– Ótimo... Agora que eles saíram... Kim Namjoon, você vai participar dessa guerra a todo custo! E não vai discutir comigo... Ou irei te atingir da pior forma! – Falou usando a voz de alfa.

– Nem tente! – Fez a mesma coisa igual a antes citada.

– Vá para o seu quarto, Namjoon! – Falou rígida. – Sem "mas"!

– Eu não vou ir pra essa guerra! – Saiu, deixando o lugar silencioso e solitário novamente.

[...]

– C-Como?! – Falou aos prantos enquanto levantava do trono. – Grávido?! S-Seokjin...

– Seu irresponsável! – Suho, como gostavam de chamar, repreendeu o mais velho.

– Suho, não precisa falar assim com ele... – Jimin tentou proteger o irmão, mas foi em vão.

– Ah Jimin, se fosse com algum de nós você não nos protegeria! – Irene falou indignada, era possível perceber o tom de deboche e raiva misturados na sua voz.

– Senhores! – Taehyung gritou, ganhando a atenção de todos na sala. – Não é melhor nos acalmarmos e conversarmos me... – O precioso momento de silêncio logo cessou, pois todos estavam brigando novamente.

O clima já não estava dos melhores naquela sala, e se descobrissem quem era o pai daquela criança, seria pior ainda, SeokJin já não aguentava mais tanta pressão. Eram tantas perguntas e xingamentos, que em meio deles saiu um "Aposto que o filho é de algum alfa da realeza!", e aí, já não tinha mais jeito, encheram Jin de perguntas, mais do que já estavam perguntando, e já sem paciência, ele gritou:

– Se vocês querem tanto saber... Sim! O filho é de alguém da realeza! – Percebendo o que havia falado, saiu correndo da sala, indo para seu quarto, deixando todos presentes com uma reação de surpresa, exceto Taehyung, que sabia antes de todos eles. E assim, foi atrás do grávido, tentando o confortar.

[...]

– Seu tolo! Como pode engravidar o primeiro filho do rei ômega?! – Falou irritada.

– Sinceramente, maninho... – Yoongi disse em reprovação. – Achei que nunca ia usar o cérebro em nada, agora, tenho certeza.

– Fique quieto Yoongi! Nós nos amávamos, e eu não teria como evitar! – Usou a voz de alfa.

– Pois esse amor nunca deveria crescer! Você sabe bem as regras, Namjoon... Se você acredita mesmo que era amor...  Levantou do trono e pegou seu livro de magias, reservado apenas para as pessoas da mais alta classe da realeza. Folheando-o, parou em uma página entitulada "Amor, encantos do a ao z", logo procurando a palavra "Término", onde achou uma página mostrando todos encantos de como acabar com o amor de alguém. – Agora você terá como sofrer, NamJoon! – Após o adverter, recitou as palavras do livro, em voz alta, e naquele momento, todos, sem exceção, todos habitantes do reino ômega já não sentiam mais nada por ninguém, eles já não poderiam amar. O que a rainha não sabia, é que recitou o feitiço com uma pronuncia errada, e assim, sem perceber seu deslize, isso aconteceu. Mas como todo problema tem uma solução, o encanto só seria quebrado... Com um beijo de amor verdadeiro vindo da parte do casal que fizera isso acontecer.


Notas Finais


uau, agora acabando... tenho certeza de que não conhecia essa escritora dentro de mim 👏👏👏👏 sksjdjdjshd espero muito que gostem dessa fic, porque eu fiz com muito carinho e muito esforço wksjsjsnsk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...