1. Spirit Fanfics >
  2. Os Uchihas da minha vida >
  3. Capítulo 3

História Os Uchihas da minha vida - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura 💕

Capítulo 4 - Capítulo 3


Hinata Hyuuga


 Saímos do andar de cima e os dois me olhavam emburrado , oras além de eu ter que me resolver com um tenho agora dois ? Me diz o que eu fiz vida? … Saímos pela porta e os olhares todos estavam em nós , Naruto coçava a cabeça nervoso se desculpando silenciosamente , Sakura me olhava preocupada , enquanto os restantes tentavam resistir a tentação de perguntar o que estava acontecendo , suspirei , aquilo iria me dar muita dor de cabeça isso eu sei , tivemos uma distância segura da casa do Naruto e então Sasuke decidiu quebrar o silêncio .


- Vocês vieram como? - Ele perguntou e antes de eu responder Daisuke atropelou minhas palavras.


- Com as pernas , aliás elas servem pra isso - Arregalei os olhos e Sasuke olhou para o filho com raiva .


- Ora seu … - Ele ia completar mais eu deti a tempo .


- Parou vocês dois , vamos pra casa , lá conversaremos melhor - Eu disse e Sasuke nos levou até o carro dele.


 - Tsk , irritante - Falaram em uníssom um com o outro .


 Falei o endereço pra ele e fomos a viagem toda em silêncio , eles se encaravam mais desviavam os olhares , esses dois são como água e óleo , confesso que estou com medo , medo da reação de Sasuke quando esclarecermos as coisas , medo deles dois juntos , conheço cada um como a palma da minha mão , não quero que o primeiro encontro real deles dois acabem eu tentando separalos por tentarem se matar … Quando finalmente chegamos Daisuke quase quebrou a porta do carro e Sasuke nesse momento se segurava para não esgana-lo .


- Aprendeu a fazer porta muleque? - Ele disse e Daisuke cruzou os braços e riu sarcástico .


- Você não é rico Uchiha? Pode muito bem comprar outra com seu dinheiro - Falou e Sasuke se aproximou dele é o coloquei atrás de mim .


- Não se atreva - Apontei o dedo na cara dele é o mesmo passou a mão nos fios negros .


 Entramos pela portaria do prédio e comprimentei Kiba o porteiro , andamos alguns metros até chegarmos no elevador , caí entre nós esse apartamento que antes era da Sakura e bem chique , depois de alguns minutos ferro daquele elevador ouvindo bufos e trocas de farpas finalmente chegamos no corredor do meu apartamento , levei eles até lá e entramos , Daisuke logo se jogou no sofá , o que era estranho por que a sala e o lugar da casa que ele mais odeia .


- Então , me explica logo isso porque​ minha namorada deve estar me esperando em casa - Há claro , a namorada vem em primeiro lugar .


- Olha vou ser direta , nem queria que você descobrisse isso , não quero de maneira nenhuma estragar sua vida perfeita , muito menos te prender a mim ou ao meu filho - Eu disse e ele arqueou a sobrancelha .


- Seu filho? - Claro que ele é meu filho , criei ele sozinha oras .


- Sim meu - Suspirei e sentei no sofá e ele ao meu lado - Quando você me disse que precisava se mudar de país por causa do seu sonho eu não poderia questionar , aliás seria egoísmo da minha parte e te ver feliz sempre me alegrou .


- Hinata … - Ele disse e eu ri baixo .


- Lembra daquela noite em que pela primeira vez eu me entreguei pra você? Foi ótimo adimito - Olhei para Daisuke e ele dormia no meu colo - Mais também ouve erros , erros mínimos que mudaram minha vida , não poderia te contar sobre isso , aliás não queria que você achasse que eu queria te enganar ou algo do tipo .


- Hina eu … - Ele ia falar mais Daisuke se levantou do meu colo e foi pro quarto dele - Por que não me contou ? - perguntou e eu ri de novo .


- Acha que eu queria ganhar a fama da garota que deu o golpe do baú no namorado? - Ele me olhou sério - Nunca Sasuke , preferi eu mesma resolver meus problemas do que envolver você ! 


- Ele é meu filho também sabia? - Ele elevou o tom de voz , já sabia que ele ficaria assim .


- Errado , ele é meu filho - Eu disse e ele me olhou incrédulo - Sabia que seria um erro - Me levantei e ele me puxou pelo braço me fazendo sentar de novo no sofá - Arregalei os olhos com essa atitude .


 Ele fixou os olhos em mim como se buscassem a verdade , ele sorriu , por que ele sorriu? Minhas mãos já suavam frio , será que eu estava doente? O local a onde ele apertava estava doendo , gemi involuntariamente quando tentei me soltar .


- Não faz isso por favor - Ele disse com os olhos fechados .


- S-sasuke - Porra por que gaguejar agora ?


- Você errou comigo Hinata - Olhei incedula e empurrei ele é fiquei em pé finalmente .


- Eu errei com você? - Perguntei e ele apenas me encarava .


 Andei até a pratileira e me abaixei pra pegar algumas coisas , por um momento esqueci que estava de vestido , droga ! Meus saltos bateram no chão com força quando finalmente achei o que eu queria .


 Sasuke Uchiha


  Hinata dizia que o pestinha , quer dizer o Daisuke era apenas filho dela , okay eu não deveria ter sumido , deveria sim ter ligado pra ela pra saber das coisas , poderia até ter ligado pro Naruto já que aquele é um fofoqueiro de marca maior , talvez uma parcela de culpa seja minha mais por que ela me escondeu uma coisas dessa de mim ? Ela iria se levantar mais eu puxei ela pelo pulso e a fiz se sentar ela bateu a bunda e eu só pensei que sofá sortudo … Fixei os meus olhos nela atrás de alguma pontada de mentira , e acabei me perdendo naquele mar de olhos cor pérola , ela soltou um gemido quando te tou se afastar de mim , essa garota me tira a sanidade .


- Não faz isso por favor - Eu disse contanto até dez com os olhos fechados .


- S-sasuke - Ah garota não gagueja por favor , não aqui , não agora .


- Você errou comigo Hinata - Ela me olhou incrédula , me empurrou e finalmente conseguiu se soltar das minhas mãos.


- Eu errei com você? - Perguntou e apenas a observei .


 Ela andou até a prateleira da sala e se abaixou , talvez ela tenha se esquecido , mais tive uma bela visão das poupas da bunda dela okay talvez eu tenha virado um tarado , mais a vontade de dar um tapa naquela região corria pelo meu corpo , meu pau latejou só com a fantasia que eu estava criando naquele momento , os sons que os saltos dela fizeram ecoaram pelo piso da sala , tendo minha atenção só pra ela , até que ela jogou uns papéis em cima da mesa e eu encarei aquilo é ela estava com os olhos marejados lembrando de algo .


- Sasuke , o primeiro presente que o Daisuke me pediu , foi para o pai dele pelo menos uma vez na vida por ele pra dormir - Ela disse aquilo é meu subconsciente me julgou .


- A culpa foi sua - Soltei essa , eu não sabia o que fazer .


 - MINHA? - Ela gritou - Então me explica por que durante anos Daisuke te mandava cartas e elas sempre voltavam? - Ela disse chorando - Ela aprendeu a escrever com o intuito de te mandar uma carta Sasuke - Peguei uma carta e abri , depois me perdi naquela caligrafia desajeitada .


 Papai eu sei que não sou o filho perfeito , mais eu tento sabe ! A mamãe estava chorando ontem , não sei bem o por que , mais tudo seria melhor se o senhor estivesse aqui com a gente , mesmo que eu nunca tenha te visto , você é meu herói … 

                                        Daisuke Uchiha


- Daisuke... Por que não recebi essas cartas? - Falei enquanto ela enchugava as bochechas que agora ganharam um tom rosado .


Notas Finais


Até o próximo capítulo ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...