História Os Vingadores e Eu - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Homem-Aranha, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Loki, Maria Hill, Mary Jane Watson, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker, Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Steve Rogers, Thor, Visão, Wade Willson (Deadpool)
Visualizações 27
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Salve, salve minha Galerinha do mal.... Como vocês estão? Espero que bem, bom estou na reta final da escola e estou torcendo para passar direito este ano, já que não tem mais provas finais.... Mas ha boatos de que ano que vem, as provas finais voltem, "mas porque irá voltar Scar?" simples minha Galerinha do mal, é que mais de 60% dos brasileiros reprovaram e isso é muito ruim não? Sim é sim... Mas enfim, vamos voltar ao que interessa, o capitulo novinho e quentinho pra vocês .... Espero que gostem!

Capítulo 28 - Não fale assim com o capitão - parte 2


P.O.V Madalena Moriarty

1 ano e alguns meses antes

A mais ou menos dois anos, desde o dia em que a S.H.I.E.L.D me descobriu, meus poderes vem me atormentando dia após dia, noite após noite, sem alguma brecha no tempo para mim respirar e descansar, não é fácil ter poderes, em Vahala meus poderes estavam controlados por um tempo, mas depois senti uma força maior entrando no meu mundo, era como se aquilo fosse a chave para descontrolar e deixar meus poderes mais evoluídos do que já eram. Mas enfim, depois desses dois anos, volto a ter contato com a S.H.I.E.L.D eles me ajudam a ter controle de mim mesma e a dominar totalmente meus poderes, tudo estava indo bem até sentir aquela força maior que a minha, por pura raiva, acabo congelando todo o meu castelo, sim sou a princesa de Vahala, mas vamos passar isso mais a diante!

Meu irmão Midoroyel, o rei legitimo de Vahala havia acordado do coma, ele já sabia de tudo que acontecerá durante o período em que esteve naquele estado, então resolvemos procurar a pesmemórias, naoa de tamanho poder e a culpada por despertar muitos antigos de seu sono. Na Vila das Flores de Carmim estava uma mulher caída no chão, cujo os seus aspectos, características físicas iam mudando de acordo com o sol tocando em sua pele, parecia uma borboleta saindo se dentro de seu casulo sufocante, três meses depois de tirarmos a garota da Vila, a levamos pro castelo, cuidamos dela e depois desses três meses a garota havia acordado, se levantando com uma rapidez que dava de perceber que estava assustada, ninguém chegava perto por causa da temperatura de seu corpo que estava elevado.

-Ei, calma! Ninguém aqui vai machuca-la. -Após alguns minutos tentando acalma-la o que era em vão, meu irmão aparece na sala em que estava e a garota o olha meio surpresa ou emocionada em ve-lo.

-Pietro? Por Odin, não acredito que está vivo. -Ela completamente havia se emocionado ao ve-lo, mas porque ela o chamou de Pietro? Então ela corre na direção dele e o abraça forte.- Pensei que nunca mais iria te ver.

-Desculpa, mas quem é Pietro? - Pergunta meu irmão e eu juntos, ela havia nos confundindo com Pietro e Wanda do seu planeta, segundo Valentina.

Bom depois de tudo isso, tudo explicado a ela, e a garota ter nos falado seu nome e ter falado o porque de ter chamado meu irmão de Pietro foi esclarecido, nós a ajudamos em tudo, nos seus poderes, nas formas malucas dela mudar sua aparência, mais a única coisa que ela não conseguiu foi, voltar para a sua aparência antiga.

Ela tinha ido embora e depois de duas semanas recebemos a notícia de que ela havia sido sequestrada e com isso o cara que a sequestrou mudou completamente a cabeça dela, ou em outras palavras fizeram lavagem cerebral nela e nesse meio tempo descobrimos que ela e o irmão são os destinados rei e rainha de Vahala e Sollarya e isso significa que os dois são os legítimos responsáveis de guardar e cuidar da magia do Castelo de Bronze e o Castelo de Prata. E foi nesse tempo que entramos em contato com a S.H.I.E.D pela primeira vez, aprendemos muitas coisas com eles e hoje vivemos bem e em paz.


Dias atuais


-Eu não acredito....! -Eles estava parado me olhando, então involuntáriamente sorriso enquanto continuava olhando o garoto e resolvo falar.

-Oi capitão, é bom vê-lo novamente! Creio que já sabe o porque estou aqui, não sabe? -Pergunto ainda olhando para o rapaz que havia jogado contra a parede. -Ele vai sentir dor no corpo por um bom tempo

-Não me importo muito com isso agora! -Dizia em um tom frio e um pouco rude, estranharia isso de primeira, mas já sabia que era por causa de Valentina que ele estava assim. -Mas por que você veio aqui? E ainda mais sozinha?

-Não vim sozinha, meu irmão veio junto só que ele é muito cabeça dura e quis se aparecer e acabou se perdendo na viajem e deve aparecer aqui daqui a pouco. -Após eu ter falado, uma luz aparece junto ao meu irmão que cai no chão e mais alguns blocos de gelos, ja sabia onde ele teria ido, ultimamente ele meio obcecado por uma princesa de gelo, mais não para o amor e sim para prende-la, é isso é meio confuso mas fazer o que. -Parece que alguém foi para o pólo atrás de alguém, mas se deu mal!

-Cala a boca Madalena, ou você vai ver! -Falava enquanto se levantava e arrumava suas vestes e ia na direção do Capitão. -E ai Rogers! Soube que sua garota esta de volta, quero dizer não literalmente, mas voltou!

-Isso não lhe diz a respeito Moriarty, mas se estão aqui por causa dela vão em frente para procura-lá! -Parece que alguém não está muito feliz com isso, mas não posso culpa-lo, meu irmão se parece com o antigo amor da Valentina.


P.O.V Steve Rogers


-Eu não acredito...!- Estava parado estático e muito surpreso em ve-la, não acredito que ela voltou, mais  como ela voltou?

 Após ouvir ela falar e responder ela, me afasto de todos e vou para a sala de treinamento ocupar a minha cabeça um pouco. Já fazia um bom tempo que estava marcando esse cabeça de teia, tudo bem que ele pode ser amigo da Valentina, mas sei muito bem que tem algo a mais em toda essa encenação que ele faz quando está perto dela. Logo deixo isso de lado e começava a pensar em como poderia ajudar Valentina a recuperar suas memórias, estava meio que na cara que alguém havia feito isso com ela, aquele sequestro não foi pra pedir um resgate, estaria quase concluindo meus pensamentos quando o irmão de Tina, Nathaniel entra na sala me chamando.

-Estão chamando todos os vingadores na sala de reunião. -Ele falava meio ofegante o que deixava claro que ele estava correndo pela S.H.I.E.L.D.

-Já estou indo, e fale pro Fury não incluir o Parker nisso OK? -Arrumavá as coisas em seu devido lugar e pegava uma toalha, saia da sala de treinamento e me encaminharia aonde estaria ocorrendo a reunião sem deixar Nathaniel responder algo, paro em frente a porta da sala de reuniões após ouvir um trondo e ao me virar, algo aparece batendo em mim e jogando nos dois pata dentro da sala. -Hoje não é o meu dia! - Escuto uma outra voz masculina falando junto comigo, por impulso o jogo pro lado e me levanto.

-Me desculpem a demora e desculpa capitão por te atingir.

Depois de tantas desculpas e agitação, Fury começa a falar sobre como ajudar Valentina a recuperar suas memórias e infelizmente Peter Parker estava fazendo parte de tudo, então a unica coisa que poderia fazer é aturar ele de algum modo, Bruce explica a todos sobre um projeto que estava trabalhando com Stark e com Nathaniel, todos prestavam atenção e em algumas horas questionavam sobre como seria, como funcionaria, e se aquilo não fazer com que Tina se machuca-se, estava prestando tanta atenção que al sentir a mão de alguém em meu ombro, acabo por apenas me levantar involuntariamente e suspirar meio alto, agradecia por todo mundo ainda continuar prestando atenção, olho para a pessoa e sorrio ao ver que era Tina, a garota me abraça me deixando sem qualquer reação naquele momento.


Notas Finais


Hey hey hey Galerinha do Mal, novamente mil desculpas por demorar taaaaaantooooooo a postar este capítulo, mas como sabem é por causa da escola e blá blá blá ..... Enfim espero que tenham gostado deste capítulo.

Mais uma coisinha, eu amo descendentes, não sei se vocês também amam, mas o que acham de euzinha aqui fazer uma fanfic de descendentes? Espero ver os comentários de todos, kisses kisses e até mais Galerinha do Mal!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...