1. Spirit Fanfics >
  2. Os Warren >
  3. 07

História Os Warren - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá jujuba!

Capítulo não revisado!

Capítulo 8 - 07


Fanfic / Fanfiction Os Warren - Capítulo 8 - 07

Roger- Nos a compramos em um leilão do banco. Nem sabemos quem morou aqui.

Ed- Lorraine e eu sentimos que sua casa está precisando de uma purificação. De um exorcismo.

Roger- Em? Exorcismo? Eu pensei que isso fosse uma coisa que só se fizessem com pessoas.

Lorraine- Não necessariamente.

Carolyn- Nós temos que sair daqui.

Ed- Infelizmente,não vai adiantar. Lorraine viu uma coisa,conta,conta pra eles.

Lorraine ficou um momento em silêncio até que começou a falar.

Lorraine- Eu vi a entidade das trevas que assombra sua casa e as suas terras. Eu vi assim que passei pela porta. Estava grudada em suas costas. Depois eu vi de novo com as meninas quando entramos na sala de estar. E não importa a onde vocês vão, porquê essa entidade está grudada a sua família e está se nutrindo de vocês.

Carolyn- Mesmo se fomos embora?

Ed- Às vezes,ser assombrando é como pisar em uma goma de mascar. Ela vai com você.

Lorraine- Eu preciso alertá-los,de que há muitos espíritos aqui,mas no momento esse é o que mais me preocupa, porquê ele é cheio de ódio.

Roger- E o que a gente deve fazer? Chamar um padre?

Ed- Quem dera fosse tão fácil. Realizar um exorcismo é um procedimento muito antigo. Requer anos de treinamento. E, mesmo assim,já vi da terrívelmente errado.

Falou Ed olhando para Lorraine na última parte.

Ed- Mas,antes mesmo de chegarmos tão longe,a igreja precisa autorizar primeiro. Temos que investigar, reunir indícios e apresentar provas,essa é a parte difícil.

Carolyn- E agora? Como fica?

Ed- Nós vamos cuidar disso,mas agora precisamos ir.

Roger- Acompanhamos vocês até a porta.

Lorraine e Ed passaram na sala e se despediram das meninas.

Ed- Suas crianças foram batizadas?

Roger- Não,essa nunca foi a nossa prioridade. Nós não somos muito de ir a igreja.

Ed- Mas é melhor pensar no assunto. Nossa presença aqui,pode piorar as coisas.

Carolyn- Por quê?

Ed- Somos uma ameaça. Seja lá o que for,não vai gostar da gente. Até agora não fez nada violento,e isso é um bom sinal. Vamos pedir a um assistente que faça uma pesquisa sobre a prioridade para vê o que estamos enfrentando.

Roger- Agradecemos!

Ed- Votamos o mais rápido possível.

Carolyn- Obrigada!

🦇

Assim que chegaram em casa, Ed tratou de ligar para Drew enquanto Lorraine subia para tomar um banho quente.

Ed aproveitou e ligou para um de seus amigos o policial Brad.

Quando chegou no quarto Lorraine estava escovando os sedosos cabelos em frente ao espelho.

Ed- Poderia ter me esperado para o banho.

Lorraine- Ed!

Ed sorriu se aproximando da esposa e abraçando a mesma por trás.

Ed- Bom, oportunidades não faltaram.

Lorraine sorriu enquanto Ed beijou seu pescoço e se afastou seguindo para o banheiro, para tomar seu banho.

Como sua mãe e Judy estavam na igreja, Lorraine começou a preparar o jantar,as vezes sentia falta dessa vida simples onde não tinha que se preocupar com alguma entidade,onde ela era apenas uma mãe de família Normal.

🦇

Lorraine- Judy,tá aprontando o que?

Perguntou Lorraine vendo a filha animada e escondendo algo embaixo do travesseiro.

Judy- Comprei um presente pra você.

Falou Judy levantando o travesseiro.

E claro que Lorraine não conseguiu conter sua surpresa ao vê dois pingentes,onde você poderia colocar fotos.

Judy- Eu e a vovó compramos num bazar na igreja.

Lorraine- Querida...

Judy- Um pra você e um pra mim.

Lorraine abriu o seu revelando uma foto de sua pequena filha.

Judy- Ela colocou uma foto sua e do papai no meu. A vovó disse que assim sempre vamos estar juntas. Você vai está comigo e eu com você. Saudades suas e do papai.

Aquilo tocou o coração de Lorraine. Se odiava por não passar tanto tempo assim com sua filha,também sentia muita falta de sua pequena filha,já que nos últimos dias ela e Ed estava bastante ocupados com palestras e viajavam para alguns lugares deixando ela com Georgiana.

Lorraine- Prometo que depois que resolvemos esse caso,vamos passar muito tempo com você,está bem?

Judy- Está!

🦇

Já se passava da meia noite, quando Ed e Lorraine investigavam sobre o caso dos Perron.

Lorraine observava seu pingente que ganhou e Judy, enquanto pensava no que sua filha tinha falado.

Ed- Amor?

Lorraine fechou seu pingente.

Lorraine- Oi?

Ed- Não vai acreditar. A voz da Carolyn não gravou.

Lorraine- Como assim?

Ed arrumou o gravador para que a esposa pudesse escutar.

Ed- Escuta.

Ed ligou o gravador e tudo que apareceu foi apenas sua voz.

Ed- Nada,até o fim. E você? descobriu alguma coisa?

Lorraine- Muitas. Não é atoa que estão passando por tudo isso. Essa é a casa da fazenda original. Foi construída em mil oitocentos e setenta e três por Jedson Sherman, que era casado com uma mulher chamada Bathsheba. Ed,ela é parente da Mary Towne Estey,uma das mulheres acusadas de bruxaria em Salém e condenada a forca.

Ed-Puxa...

Lorraine- E depois que Bathsheba se casou com Jedson,eles tiveram um filho. Quando o jeje estava com sete dias, Jadson pegou ela sacrificando a criança em frente a lareira. Ela correu pra árvore perto do píer, subiu, declarou o amor dela por satã, amaldiçoou qualquer um que tentasse tirar a terra dela e se enforcou. A hora da morte que consta aqui é três e sete da madrugada.

Ed- É,isso explica o relógio.

Lorraine- É,e isso também.

Lorraine pegou tipo de um caderninho com fotografia de uma mulher e uma criança.

Lorraine- O sobrenome dela era Walker. Morou lá nos anos trinta. Teve um filho chamado Rory,que sumiu misteriosamente na mata. Depois ela se matou no porão. E isso não é tudo.

Lorraine pegou um mapa.

Lorraine- O que era a princípio uma fazenda de 80 hectares, foi loteada e depois vendida. Teve um outro garoto que se afogou no lago aqui,olha...- Mostrava Lorraine os lugares a Ed no mapa.- Ele morava numa casa aqui. E uma mulher que trabalhava de empregada numa casa vizinha cometeu suicídio também.

Ed- Pessoas que tomaram a terra dela.

De repente o gravador se ligou novamente e em vez da voz de carolyn uns sons horríveis começaram a soar, deixando o casal sem reação.

Lorraine olhou no relógio.

Lorraine- Três e sete da madrugada.

O gravador parou de novo e quando Ed o ligou tudo o que mostrava era sua voz e o resto era silêncio total.

Lorraine- Nos precisamos reunir provas o quanto antes,não podemos deixar essa situação piorar Ed.

Ed pegou a mão da esposa a acariciando

Ed- Eu sei amor e não vamos.



Notas Finais


Esperem que tem mais daqui a pouco hihi

Espero que gostem!

Bjs!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...