História Other Side (Interativa) - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 16
Palavras 1.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente desculpa a demora, mas é que esse capítulo foi meio grandinho e eu queria dar um pouco em face a questão de sobrevivência deles por isso demorei um pouco. Bem na imagem a cima está mostrando os líderes das equipes/tropas que foram criadas para melhor desenvolvimento da histórias e dos personagens. Assim vocês já conhecem a nova aparência do Touma e o Sekki!!! Boa leitura.

Capítulo 3 - Acampamento


Fanfic / Fanfiction Other Side (Interativa) - Capítulo 3 - Acampamento

Sora:

Depois de cuidar da planta e me certificar de coletar todo o veneno que ela tinha dentro de si me direcionei até a dupla ao lado do lago. Parece que Naoki já cuidou de tudo! Cara como ele consegue se preocupar tanto assim com ela?!... Bem, acho que de alguma forma faz bastante sentido todo esse cuidado, afinal os dois estão juntos desde pequenos.

Acho que eu ficaria da mesma forma! Espera… Eu meio que já fico assim todo o santo dia que merda eu tô falando!

— Obrigado Sora, por vir atrás dela! — Agradece o garoto pegando a menina em seus braços e certificando se ela estava completamente confortável. Ele disse que são apenas grandes amigos de infância, quase como irmãos. Mas então por que sinto uma aura diferente nesses dois. Parecem um casal bem fofo na realidade!

— Imagina eu fico feliz que tenha conseguido chegar antes que algo ruim acontecesse, vamos é melhor agente ir para o abrigo. Tenho certeza que nenhum de nós deseja escutar os berros altos da Ha Eun e do Yato no nosso ouvido, certo? — Em minhas palavras dou um olhar expiatório para os dois e apenas Naoki demonstrava certo desconforto, já a Yakko estava mais para: "que porra tá acontecendo alguém me explica?"... Haha que fofa!

— Quando chegarmos no abrigo eu te conto tudo, tá bom?! — Ela concorda e sem nenhuma dificuldade guarda a faca de volta dentro de sua bota. Interessante! Agora que me lembro ela não existiu nem um pouquinho em apontar a arma para mim, e não parecia com medo de tirar uma vida. Me pergunto se é pelo fato de sermos desconhecidos que isso acabou aumentando a falta de exitasão em seus movimento?... Humm?! O Naoki também, quando o conhecemos ele não existiu nem um segundo sequer ao atravessar a flecha no corpo daquele cara em fase de transformação. Mas talvez seja por ele estava protegendo a Yakko de início então isso deu como um rápido gatilho para ele não se importar em matar!... Bem de toda forma tem pessoas bem interessantes aqui!...

{...}

— Família! Cheguei… — Grito e a primeira coisa que recebo é uma faca vindo em minha direção o que não deu muito certo já que esquivei. Fazendo assim a mesma ir na direção da dupla, mas foi parado por Yakko que segurou a lâmina com apenas uma mão. Nossa que reflexo assustador!

— Vocês demoraram onde estavam? A patrulha acabou a duas horas seus baka! — Disse Ha Eun contento seus gritos de líder. Fato é que ninguém votou nela, ela só simplesmente se colocou como líder o que não acabou nada bem já que o Yato também se auto proclamou líder. Agora é dois cabeça quente para me dar dor de cabeça! Por sorte a Chou-chan meio que coloca ordem na cabeça desses dois e os impede de se matar!

— Desculpa Hana-chan, mas se você estiver boa de vista vai conseguir notar que estamos com uma ferida então será que dá para reclamar menos, por favor?... — Neste momento o lugar inteiro ficou em silêncio. Ahhh eu fiz merda!!! Muita merda mesmo!!!... — Desculpa saiu da boca pra fora, não leve nada que eu disse a sério ok, pera… Talvez a parede da garota ferida você possa levar a sério, mas o resto… Por favor, não me mata!… — Antes que a mesma pudesse me matar com seu poderoso chicote saio correndo para dentro da caverna. Tinha quase me esquecido que tenho que cuidar dos ferimentos do Haruki-kun!

Chou:

Com cuidado vejo Naoki colocar sua amiga em cima da confortável cama da cabana. Foi uma sorte termos achado uma base militar abandonada perto da floresta. Estranhamente ela estava coberta de mantimentos de acampamentos o que se tornou bem útil.

— Como ela está? — Naoki olhou para mim com um sorriso gentil e me deixou avaliá-la, e bem, não é difícil de prever que ele cuidou muito bem do veneno da planta e do corte da faca. — Acho que minha ajuda não é muito necessária, vou pedir as meninas para me ajudarem a preparar algo para você comer e umas roupas novas para vestir, ok? — Digo para a garota que apenas concorda em silêncio me deixando ouvir antes de sair que eu parecia um pouco com uma mãe. Bem não é primeira a dizer isso. Desde que conheci o pessoal me coloquei a me acostumar com o apelido, já que eu não fui a única… Touma também foi pego nessa brincadeira e todos dizem que ele é bem como um pai cuidadoso e habilidoso!

— Nayka, Yue podem me ajudar com a comida da Yakko?... — As duas assentem em acordo e me seguem até barraca de cozinha.

— Hanami será que você poderia ver se tem alguma roupa do tamanho da Yakko sobrando? — Ela balança a cabeça e junto com Emi as duas saem correndo até a barraca de vestimentas. Sim nós temos barracas para tudo aqui. Mesmo que estejamos abrigados em uma base de alta proteção achamos que seria melhor prevenir qualquer tipo de ataque e construímos barracas dentro de algumas áreas escondidas da caverna. Caso sejamos atacados pelo menos teremos dois lugares para nós abrigar, sem contar que Haruki, Nayka, Yue e Touma tem procurado por outros locais para fazer de abrigo. Enquanto que Sekki, Hanami e Emi tem cuidado da procura de alimentos e ervas medicinais em lugares perto da base, A equipe de Ha Eun, Yato, Kauri e Nikko tem se concentrado em matar os monstros perto de nosso esconderijo. Ainda não ousamos sair da floresta e explorar o que tem mais ao longe, mas segundo as vigias de Sora, Naoki, Hiroki e Sayuki parece haver uma cidade um pouco mais ao norte. No entanto só iremos ir até ela quando estivermos fortes tanto em corpo físico quanto em conhecimento deste mundo. Pelo menos essa foi a única coisa que nossos intitulados líderes concordaram.

… Com a comida pronta e com a ótima ajuda de Nayka e Yue retorno para a barraca de descanso de Naoki, Hanami já tinha trazido uma muda de roupa para a mesma e agora seu amigo de infância estava a contar tudo que sabíamos sobre o local desde que chegamos. E ouvindo atentamente cada explicação não demorou para perceber que ela era o tipo de pessoa que sabia aceitar as difíceis situações de forma rápida e lógica. E como já previsto Hacker agora aparecia do nada no estabelecimento para oferecer a Yakko suprimentos de sobrevivência como havia feito por todos nós.

— Prazer Yakko meu nome é Hacker sou a amiga que vai te fornecer ajuda em armas e roupas, com um pequeno bônus de habilidades, está pronta para minhas perguntas?

Quando ela iria responder Ha Eun apareceu de frente para a cabana com um olhar nada bom.

— Desculpa atrapalhar, mas temos visitas… Preciso da ajuda da equipe de patrulha agora! — Com sua cara seria a garota daí da cavada seguida de um suspiro cansado de Naoki que olha por um tempo para sua amiga e diz que irá voltar logo e assim saí da barraca.

— O que está acontecendo? — Pergunta Yakko brevemente preocupada. Dou um sorriso calmo para a mesma ver que não era muito preciso que se preocupasse e assim que acabou de comer a comida que havia lhe dado incentivei que se preocupasse apenas em ganhar seus tributos com Hacker que logo Naoki estaria de volta. E assim a mesma se fez me permitindo assim sair mais tranquila da barraca. Ela realmente é alguém de mente firme.

Ando até a barraca de reuniões me colocando junto com o pessoal. Para todo o tipo de situação a apenas uma na qual Ha Eun e Yato chamam pela ajuda de todos incluindo a tropa de exploração. Um ataque conjunto de duas espécies diferentes de monstros completamente poderosos pode ser o único motivo raro até agora!…

— Vamos nos dividir dois grupos, aqueles que têm mais capacidade de lutar e os que são mais capazes de projetar uma barreira de proteção. — Disse Yato e isso só aumentou a curiosidade.

— O que vamos enfrentar exatamente Yato? — Interrogou Touma com um olhar sério provavelmente já querendo bolar uma boa estratégia para derrotar o inimigo. Yato encarou Ha Eun antes de nós e com um suspiro forte não exitou em classificar nosso perigo como classe SSS, em outras palavras poucos que estavam aqui poderiam matar seja lá o que estava vindo até nós.

— Vamos matar ceifadores e Titãs.

Que???... Mas dá última vez que enfrentemos essas coisas quase morremos e olha que da primeira vez era só ceifadores, agora vai ser com os titãs também. Monstros insanos de nível S, isso é completamente uma grande loucura!


Notas Finais


Bem esse foi o capítulo, espero que tenham gostado e até o próximo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...