História Ouça seu coração - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Aiolia de Leão, Aioros de Sagitário, Albafica de Peixes, Aldebaran de Touro, Asmita de Virgem, Aspros de Gêmeos, Camus de Aquário, Defteros de Gêmeos, Dohko de Libra, El Cid de Capricórnio, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Jabu de Unicórnio, June de Camaleão, Kanon de Dragão Marinho, Kanon de Gêmeos, Kardia de Escorpião, Kiki de Appendix, Manigold de Câncer, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miro de Escorpião, Misty de Lagarto, Mu de Áries, Regulus de Leão, Saga de Gêmeos, Sage de Câncer, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaina de Ofiúco, Shaka de Virgem, Shion de Áries, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Shura de Capricórnio, Sísifos de Sagitário
Tags Afrodite, Aiolia, Aiolos, Aldebaran, Camus, Dohko, Hentai, Hyoga, Ikki, Kanon, Lemon, Máscara Da Morte, Milo, Romance, Saga, Saint Seiya, Saori, Seiya, Shaka, Shion, Shiryu, Shonen-ai, Shun, Shura, Yaoi
Visualizações 142
Palavras 1.868
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!

Olha eu aqui de novo. Como estão?

Hoje terá sequência para a tal sonhada viagem. 🌚🌚🌚

Agradeço a todos que estão acompanhando e comentando a fic. Muito obrigada, meus xuxus.

Espero que gostem!

Até as notas!

Capítulo 10 - A viagem


Fanfic / Fanfiction Ouça seu coração - Capítulo 10 - A viagem

Na primeira van, estavam sentados na ordem: Aldebaran, Aiolia e Shaka. De frente para eles, Milo, Mu e Camus.


Aiolia e Shaka estavam sentados bem perto um do outro, devido ao tamanho do Aldebaran que estava sentado no canto encolhido. Mu estava incomodado de ver Shaka do lado de Aiolia, mas disfarçou bem o seu ciúmes. Camus não gostou nada de ver Milo sentado ao lado de Mu, após os rumores acerca deles no dia anterior.


— Acho que essa festa vai aproximar muita gente.– disse Milo quebrando o silêncio.


— Eu pra ser sincero, nem estava muito afim de ir. — Mu comentou ao olhar a paisagem pela janela.


Shaka ouviu aquilo e abaixou a cabeça. Aiolia pôs o braço por trás do ombro do virginiano e o abraçou. O louro permitiu o abraço e acabou encostando a cabeça no ombro do leonino. Mu viu aquilo e respirou fundo. Cruzou os braços emburrado e Aiolia notou ao olhar para ele, provocando-o ainda mais.


— Hmm... Vejo que não precisou começar a festa para o Olia e o Shaka se assumirem. – disse Milo maliciando a cena.


Mu ouviu aquilo e ficou em silêncio. Desejava que chegassem logo para não ter de presenciar mais cenas de carinho entre os dois. Shaka ouviu aquilo e tirou o braço de Aiolia de volta dele. O louro olhou para Mu e viu que estava com uma expressão no rosto de que não tinha gostado do que ouviu e se sentiu mal por isso.


— Você não deveria falar o que não sabe… O Olia é só meu amigo.


— Conta outra Shaka.


— Não vou perder meu tempo discutindo com você!


— Vocês deviam estar se divertindo, ao invés de brigarem. – disse Aldebaran ao ver o que estava acontecendo ali.


— Estaria melhor, se o Milo não abrisse a boca pra falar besteiras. – Camus finalmente se pronunciou.


— Vai ficar contra mim agora? – olhou para o ruivo.


— E desde quando eu sou a favor de qualquer coisa que você faça? – respondeu seriamente.


Após a resposta de Camus, Milo acabou ficando silêncio, assim como todos os outros que fizeram o mesmo, pois o clima pesava dentro da van.


Na segunda van, Afrodite e DM estavam abraçados curtindo a ida até o aeroporto. Aiolos conversava com Shura e Saga puxava papo com Saori a todo tempo. A deusa parecia estar longe em seus pensamentos.


Após algum tempo, as vans chegaram no aeroporto e os doze cavaleiros tiraram suas malas das vans para se dirigirem até o saguão. Saori que estava com eles, se lembrou que havia esquecido sua bolsa e voltou correndo até a van para ver se ela não havia partido. Quando estava prestes a entrar pela porta, esbarrou num certo cavaleiro.


— Seiya?


— Saori?


Os dois se olharam surpresos por um instante, até que Misty apareceu logo atrás. Marin estava com ele.


— Atena???


Saori olhou surpresa.


— Marin, Misty! Como vão?


— Vamos bem… eu acho. – disse Marin, olhando para o marido de canto.


— Os cavaleiros estão lá dentro. Vocês querem se juntar a nós?


— Sim! – respondeu o casal.


— Não! – respondeu Seiya.


Saori ficou surpresa com a resposta do pégaso e  Marin deu uma cutucada em seu pupilo, mas o mesmo ignorou.


— Acho melhor nós ficarmos com o Seiya. Ele… tem umas coisas pra resolver antes de partir.


— Ah, entendo. – respondeu desanimada. – Bom... Vejo vocês no avião. – sorriu e acenou, indo de encontro onde estavam os doze dourados.


Seiya ficou emburrado de ver Saori perto dos cavaleiros e cruzou os braços.


— O que foi aquilo, Seiya?


— Ah, Marin… Eu não quero ficar perto dela. Só de estar perto, fico enojado.


Misty revirou os olhos com a reação do mais novo e acabou vendo um certo leonino se aproximando deles para o seu azar.


— Marin!!!


— Olia!!


Os dois se abraçaram e começaram a conversar animados. Desta vez, o francês é que ficou emburrado.


— Seiya, você quer dar uma volta? Preciso comprar algo pra beber.


— Tá! Vamos sim… Marin! Nós vam… – interrompeu ao ser puxado por Misty que o arrastou para longe dali.


Marin e Aiolia olharam para ambos, mas ignoraram, seguindo com a conversa.


— Cara, você precisa parar com isso… Eu ia avisar a Marin…


— Não ia fazer diferença. Quando aquele prego tá por perto, ela parece esquecer do mundo. – respondeu irritado.


— Nossa… Você realmente tem ciúmes do Aiolia… – comentou, achando aquilo estranho.


— Não sinto ciúmes. É que ela me irrita com essa intimidade toda pra cima daquele sujeito. – retrucou.


Imagina se tivesse… – pensou.


Os dois foram até um bar e pediram duas bebidas.



Saori estava sentada pensando no encontro com Seiya, quando Saga se aproximou, pegando o lugar ao lado dela.


— Oi.


— Oi, Saga. – olhou para ele e sorriu.


— Tem alguma coisa preocupando você?


— Não. – desviou o bar sem jeito. — Está tudo bem.


— Ok.


Ambos ficaram sem jeito e optaram pelo silêncio.



Shaka estava conversando com Camus, enquanto Mu o observava o discretamente. Shaka pôde perceber que estava sendo observado por ele, mas não daria o braço a torcer depois do que houve no quarto de Mu. Pensava ainda na possibilidade de dar uma chance para Aiolia, vendo que o leonino gostava muito dele, mas ainda não estava certo disso.


Milo se aproximou de Mu, chamando atenção de Camus que estava falando e sorriu.


— E aí, Mu! O que faz aqui sozinho?


Sozinho? – pensou o ruivo ao erguer uma sobrancelha.


— Ah… – sorriu sem graça. — Estava conversando com Camus na verdade. Estava falando pra ele que não estou muito animado com essa viagem.


— Hum… É por causa do Shaka? – perguntou e Camus revirou os olhos.


Tão sutil…


— Hã? Shaka? Tá doido Milo?


— Ah, Mu, todo santuário sabe que vocês são afins um do outro. Isso não é novidade.


— Não é bem assim, Milo… O Shaka tá com o Aiolia agora…


— Não acredito muito nesse lance deles. O Aiolia gosta do Shaka, mas acho que só vê ele como amigo.


— Bom. Isso não é problema meu. E você e o Camus? Por que não se assumem logo?


Camus corou e Milo soltou um riso.


— Se ele não fizesse jogo duro…


— Bom. Eu não posso falar nada. Isso é com vocês.


— Com licença. – Camus se levantou e saiu dali.


Ambos ficaram em silêncio com a saída do ruivo.


— As vezes acho que é melhor eu ser sozinho mesmo. – Mu comentou.


— Mu, senão se importa… vou dar uma volta. Tchau! – disse e saiu dali para ir atrás do ruivo.


Mu assentiu e balançou a cabeça para os lados, voltando seu olhar para seu amado.



— E aí, Marin. Como ficou com Misty, depois do que me contou?


— Ai, amigo... Nem tive tempo de falar com ele ainda. Você viu que ele saiu que nem louco quando você chegou perto de mim.


— Ah, vai dar tudo certo… você vai ver. – sorriu.


— E você o que me conta? Teve progressos com o Shaka?


— Não sei dizer… Sabe, antes de virmos pra cá, peguei ele chorando no caminho pra Virgem.Provavelmente deve ter falado com o Mu.


— Chorando? Coitado… mas o que aconteceu?


— Ah, ele não me disse… eu não quis perguntar. Só sei que fiquei ao lado dele o tempo todo pra não deixar ele ficar triste de novo.


— Ai, que amor, Olia!! Você tá amando!!!


— Eu o amo muito, Marin. Minha vontade era de abraçá-lo e beijá-lo. Ficaria para sempre do lado dele se ele quisesse.


— Ai, meu zeus!!! Que lindo esse amor!!


— Mas eu não sei se ele me quer, Marin. – baixou o olhar.


— E por que não iria querer? Você é um amor de pessoa e ainda é lindão, né?!


— Ah…boba! – cutucou a cintura dela.


Os dois continuaram fofocando por alguns minutos, enquanto esperavam pelo voo.


Assim que viu Camus parado próximo de uma loja, Milo resolveu se aproximar.


— E aí, Camyu!


Camus se virou para Milo e olhou seriamente.


— Que você quer agora?


— Adoro quando você fica assim comigo… – sorriu maliciosamente.


— Tá me gozando é Milo? Vá lá falar com o Mu e não me enche!


— Ah, então é isso? Tá com ciúmes dele?


— Não seja ridículo. Por que eu teria ciúmes dele?


— Não sei. Me diga você. – se aproximou mais.


— Não me amola, Milo… Olha, eu vou dar uma volta e nem ouse me seguir!


Milo pôs a mão sobre o braço  do ruivo e sussurrou em seu ouvido:


— Vou sentir saudades, meu picolé. – disse e deu um tapa discreto na bunda do aquariano que corou no mesmo instante.


— Você ainda vai se arrepender por isso. – puxou o braço e saiu dali nervoso.


Milo pôs um sorriso nos lábios, enquanto olhava para o bumbum do francês.


Ainda te pego.



Assim que chegaram na mansão Kido, os irmãos Amamiya foram levados por Tatsumi até um dos quartos de hóspedes. Shun entrou no quarto e olhou em volta impressionado.


— Nossa, que quarto grande! Pensei que seria um quarto pequeno quando ele falou pra nós que seria um quarto de hóspedes.


— Pois é, Shun… Bom, eu vou tomar um banho.


— Está bem.


Shun se deitou na cama e ligou a tv. Pouco tempo depois, acabou dormindo com o cansaço da viagem. Após alguns minutos, Ikki saiu do banho e viu o irmão dormindo. Balança a cabeça para os lados, vendo que apesar do mais novo ser agora um homem, não havia abandonado seu jeito de menino. Assim que se aproximou, retirou os tênis dele e o cobriu com a coberta.


Ikki viu um frigobar junto do roupeiro e se aproximou para abrir. Assim que viu algumas bebidas, pegou uma lata de cerveja e se sentou na cama, procurando por algum programa na TV.



Saori foi informada que o avião já havia chegado e pediu para Saga avisar a todos se reunirem na sala de embarque.


Após alguns minutos, o geminiano conseguiu reunir todos a tempo e fizeram o check in, seguindo para onde Saori estava.


Os cavaleiros separaram a passagem, se encaminhando para o corredor de embarque  e entraram no avião procurando, cada um, pelos seus lugares. A confusão então estava feita.


Saori foi a primeira a entrar e pegar seu lugar. Em seguido Saga, sentando na quarta fileira, ficando no corredor. Milo se sentou na outra fileira paralela a de Saga. Aldebaran, se sentou na segunda fileira, atrás de Saori. Mu se sentou na terceira fileira na janela. Aiolia na segunda fileira paralela à de Aldebaran. Shaka, procurou sua fileira e para sua surpresa, era a poltrona do lado de Mu, o que lhe deixou um pouco nervoso. Shura se sentou na quinta fileira, ficou com a poltrona do corredor. Aiolos ficou na mesma fileira paralela a de Shura, no corredor também. Afrodite ficou na quinta fileira, do lado de Shura. DM ficou do lado de Aiolos na janela. Tentou trocar de lugar com Shura, mas esse o mandou longe, ao ver o canceriano alterado e falando baixarias, chamando atenção dos outros passageiros. Atena foi falar com o canceriano e o mesmo acabou concordando, jurando a si mesmo que depois daria uma lição em Shura. Camus era o próximo e se sentou ao lado de Milo, que abriu um sorriso ao ver o aquariano. Marin se sentou ao lado de Aiolia. Misty se sentou ao lado na sexta fileira sozinho, o deixando mais furioso ao ver Marin rindo junto com Aiolia fileiras a frente. E finalmente Seiya que se sentou ao lado de Saori.


O avião começou a taxiar pela pista e recebeu a autorização para decolagem. Agora a próxima parada seria no Japão.


Notas Finais


Algo me diz que vai ter mt confusão nessa viagem. E vocês, acham o mesmo?

Obrigada por acompanharem, meus lindos!

Beijão


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...