História Ouch. - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bring Me The Horizon
Personagens Jordan Fish, Lee Malia, Matt Kean, Matt Nicholls, Oliver Sykes, Personagens Originais
Tags Bmth, Bring Me The Horizon, Oli Sykes, Oliver Sykes
Visualizações 6
Palavras 1.423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo fresquinho pra vocês. Não sei se tem alguém acompanhando por isso as vezes fico meio desmotivada de postar. Portanto saibam que o feedback de vocês é muito importante pra mim.
Espero que gostem e logo logo tem mais!

Capítulo 9 - Aquele que a minha irmã descobre tudo


Eu não preguei o olho a noite inteira, na verdade só consegui dormir por umas 2 horas no MÁXIMO! Mas quando meu despertador tocou nem sono eu sentia, só ansiedade e animação. "Caralho tenho um encontrinho com o Oliver". Quer dizer, não é bem um encontro, mas eu posso fingir que é! Aliás ele mesmo disse que gosta de ficar comigo, não sei muito bem o que isso quer dizer, mas só pode ser coisa boa.

Sento na cama e imediatamente procuro meu celular. "Será que tem alguma mensagem dele?", bom, sem mensagens por enquanto. Confesso que achei que teria uma mensagem de bom dia ou algo assim. Eu só posso estar confundindo as coisas, o Oliver só quer mostrar uma música para uma fã, apenas isso! Eu não posso ficar pensando nele desse jeito afinal ele é uma estrela do rock e eu não sou absolutamente ninguém especial.

"Okay Mariana, chega de pensamentos idiotas." Vou pro banho pra afastar as paranóias, tenho muita coisa pra fazer até às 15h. Nem sei o que vestir ainda. E tenho que dar um sinal de vida pra family já que a noite ontem não consegui, pois o Oliver veio até meu quarto, só de lembrar disso meu coração dispara. É sério, isso só pode ser um sonho! E eu jamais quero acordar.


---


Depois do banho, coloco uma roupa qualquer e entro no Skype pra falar com a minha irmã. Assim que eu fico online já aparece uma solicitação de conversa por vídeo.

– Eai lesada, como tá Nova York? 

– Ah tá incrível, tô amando esse lugar.

– Tô vendo, nem entrou ontem (rsrs) … já encontrou um gatinho novayorkino pra chamar de seu? 

(Na verdade ele é inglês) – Nem.. eu só tô trabalhando demais, nem tenho tempo pra sair do hotel. O fuso horário tá me matando!

– O pai já tava surtando aqui, falando que você provavelmente tava com garotos no quarto e por isso não ligou ontem.

(Hahaha e não é que eu tava mesmo) – Claro que não.. eu não conheci ninguém, só aquela francesa que eu te falei, mas não era com ela que eu tava ontem. 

Nessa hora ela arregala os olhos e eu não entendo muito bem a cara dela.

– Pera… então você realmente tava com alguém no seu quarto ontem?

QUE?? FALEI BOSTA! Vish como eu vou contornar isso jesus??

– Nnao, eu não tava com ninguém, saiu errado… er.. eu tava sozinha.. só eu e Deus sabe como é.. 

Ela me conhece muito bem, eu não vou conseguir escapar dessa vez. Nesse momento eu vejo ela fazendo o caminho do nosso quarto, escuto a porta fechando e a cara dela aparece na tela falando meio sussurrando.

– Desembucha!

– Tá, tá bom, mas não é o que você tá pensando, tá. 

Eu não vou mais conseguir segurar esse segredo, vou ter que contar pra ela. Eu suspiro e falo muito rápido e eufórica 

– EUTAVACOMOOLIVERSYKES! 

A cara dela vai de desentendimento, estranhamento, até confusão.

– Não sei se entendi direito, você tava com quem?

Falo mais calma dessa vez – Com o Oliver Sykes.

Ela fica pensativa olhando pra cima repetindo o nome Oliver até que arregala os olhos

– Quando você diz Oliver você tá falando daquele Oliver? O que você tem milhões de pôster na sua parede? – ela para rindo do absurdo que eu disse e continua – Do Bring?

– Sim, o Oliver tava no meu quarto ontem. Mas a gente não fez nada, só comemos pizza e ficamos conversando. Aliás eu vou ver ele daqui algumas horas e ..

Quando eu olho pra tela vejo que minha irmã tá com a cara mega confusa, sério ela tá literalmente assim :o .

– Olha, eu também não acreditaria se eu fosse você mas é verdade.

Ela fica me olhando tentando formular as palavras, até que finalmente abre a boca – Ccomo? Eu nem sei por onde começar a te fazer perguntas. Como ele foi parar aí? O que você fez? Você tem alguma foto pra provar?

– Na verdade não tenho (por incrível que pareça, sou lesada demais pra pedir), eu não sei o motivo de nunca ter pedido mas eu juro que é verdade.

– Mas como? 

Vejo a confusão no olhar dela, melhor começar do começo.


---


Conto tudo pra ela, desde quando nos conhecemos, o celular novo, o joelho ralado, o jantar de ontem e o pseudo encontro na gravadora mais tarde. Ela fica quieta só ouvindo, só quando eu termino ela parece começar a entender um pouco.

– Nossa Ma. Eu tô perplexa. De verdade. – ela arregala os olhos – Meu, isso é genial! Você conhece o Oliver Sykes! Aí meu deus ele é bonito?

– ELE É MARAVILHOSO! Nossa Dan (apelido da minha irmã) ele é tão cheiroso e quando ele sorri eu quase desmaio toda vez – coloco a mão no coração meio teatral – Acho que eu tô apaixonada! 

– É eu tô vendo, mal posso esperar pra contar isso pra Nica (Nica é nossa melhor amiga de infância), ela vai surtar!

Eu rapidamente corto ela – Não! Você não pode contar pra ninguém, é um segredo! Ninguém sabe que eu vou ouvir a música e não sei se isso for cair nas redes sociais pode acabar fazendo ele de afastar. Eu não sei muito bem como funciona essas coisas então você tem que prometer que não vai falar nada pra ninguém até eu saber o que é que tá rolando entre a gente.

– Nossa tá tá, eu não conto, mas eu vou sufocar com esse segredo.

– Então se sufoque, você que quis saber o que tava acontecendo, agora tem que aguentar! Ah e eu nem preciso falar que nossa família não pode saber nada disso né!

– Claro, eu jamais contaria. O pai faria um escândalo pro João Carlos. Imagina só a cena "meu bebê tá de curtição com um cantor de uma bandinha que eu nunca ouvi falar, só pode ser golpe. Traz ela de volta" – Ela falou imitando meu pai e rindo da situação.

Eu por outro lado estava rindo de nervoso – É sério Dan, ninguém pode saber! Enfim eu preciso desligar, tenho que terminar umas cotações do trabalho e arranjar algo pra vestir hoje

– Vai com aquela sua calça jeans clara, ela deixa suas curvas bem definidinhas , o Oliver vai gostar!

– Olha só, quando você quer você presta pra alguma coisa.

– Cala a boca 

– haha bye loser

– Bye mocreia.

Fecho o note e deito na cama perdida em pensamentos, espero de verdade que ela não abra o bico sobre o Oliver! Mas foi tão bom falar disso com alguém, parece que é real mesmo. Me sinto muito aliviada e (olho pro relógio) prestes a ficar atrasada.



---



Terminei de fazer tudo que precisava do trabalho e estava me maquiando quando ouvi um blep vindo do meu celular 

**TEXT OLIVER: Espero que não tenha esquecido do nosso compromisso hoje. Daqui a pouco estou passando aí**

Aaah meu coração, como esquecer disso garoto, eu quase nem dormi só pensando nesse dia!

**TEXT MARIANA: Eu estava quase me esquecendo, obrigada por me lembrar lol. Já estou quase pronta, me avisa quando chegar**

Não demorou muito tempo até ouvir o blep de novo.

**TEXT OLIVER: Assim você me magoa, para de se fazer de difícil e só assume que você também estava ansiosa por isso**

Que eu também estava ansiosa por isso? Ele ficou ansioso por me ver? Tô ficando zonza.

**TEXT MARIANA: Então quer dizer que o Sr Sykes ficou ansioso pra ver essa mera mortal?**

Eu estou quase roendo as minhas unhas esperando uma resposta, a luz do celular acende e a mensagem faz meu coração disparar.

**TEXT OLIVER: Fiquei, e ainda estou. Daqui 10 minutos estou aí. Me espere no saguão**

Eu nem sei o que responder, isso significa alguma coisa? Eu não sei se respondo. Acabo só responder com um emoji de piscar e outro de beijo. Confesso que tô em choque com isso! 

Termino de me arrumar, passo um perfuminho, e quando pego o celular vejo que já tá na hora de descer, pego minha bolsa e saio do quarto correndo pro elevador. Depois de alguns segundos (que pareceram séculos) o elevador chega. Me sinto mega nervosa e ansiosa. Olho no espelho e fico treinando meu oi pro Oliver, escolho um Oi firme e seguro, pra mostrar que sou uma pessoa mega centrada e controlada. Mas tudo isso desaparece quando as portas do elevador se abre e eu vejo o Oliver me olhando do saguão. Ele me abre um sorriso enorme e vem em minha direção, eu só consigo sorrir e sentir minhas bochechas corarem! 





É eu acho mesmo que eu tô ficando apaixonada de verdade por ele.







Notas Finais


Espero que tenham gostado, garanto que tem muita coisa por vim!
Até a próximas baby's!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...