História Our crazy obsession - Capítulo 43


Escrita por:

Postado
Categorias IKON, WINNER
Personagens Bobby, Junhoe, Lee Seunghoon, Mino
Tags Bobby, Ikon, Junhoe, Our Crazy Obsession
Visualizações 16
Palavras 1.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo para me redimir
Hannah e Bobby para vocês.
Curtam a leitura!

~Luna

Capítulo 43 - Sei que você me quer.


Fanfic / Fanfiction Our crazy obsession - Capítulo 43 - Sei que você me quer.

HANNAH ON~

Bobby e eu fomos para um quarto. Megan e Junhoe para outro.
Dei um semi sorriso. Lembro muito bem desse quarto. Das sensações e de como eu me sentia aqui. Quase pulei em Bobby e o beijei. Mas sei que não é assim que as coisas funcionam.
Me virei para olhar pra ele.
Bobby esta encostado na porta, com os olhos menos dilatados e tristes. Isso não pode ser verdade. Já sofri muito por ele.
Respirei fundo e disse.
- O cenário entre nós dois já desapareceu para mim. Eu acordei do sonho. - Caminhei até ele. 
- Mas e as promessas, e as noites que ficamos acordados? Sei que você ainda se lembra de tudo.
E eu lembro. De tudo. As  noites em claro, dos beijos, das risadas, conversas e carinhos trocados. E até das promessas que ele mesmo deve ter esquecido.
- Dizem que você não sabe como algo é precioso até que você o perde. – Bobby falou. - Eu realmente não sabia. Achei que seria mais fácil. Pensei que era apenas uma grande onda. Mas, agora todo o meu mundo esta em colapso.
Ri fanho. Queria poder chamá-lo de mentiroso. Mas seus olhos não estão mentindo. Isso que dói mais. Estava preparada para mentiras, não para isso.
- Nós estávamos apaixonados. Nos tornamos uma lembrança que não pode ser esquecida. Foi um melodrama louvável. ­– Abaixei a cabeça. – Mas acabou.
Ele chegou mais perto. Perto demais. Senti sua mão no meu rosto e a outra me puxou pela cintura. Não, não ia me soltar. Senti tanta falta dele. Uma lagrima caiu em meu rosto. Agora mais perto vi que ele estava com maquiagem. Passei os dedos nos seus olhos e me assustei com o que vi. Parece que ele não dorme a meses.
Então, ele declarou uma grande verdade.
- Seus olhos ainda me dizem que sou amado por você. Em você, preenchi minha outra metade. Você é preciosa demais para ficar apenas no passado.
- Pensasse nisso antes. Você disse que me amava e depois fez tudo sem se importar com os meus sentimentos.
Bobby me puxou para mais perto. E mais perto. E então, o que temia aconteceu.
Nossas bocas juntas de novo. Se isso for um sonho, por favor, não me acorde. Agora, nada parecia ter mudado. Meu coração magicamente esta completo de novo. Sua boca, seu toque. Não podiam ser comparados. Nem o frio na barriga que eu sinto quando o vejo. Ele foi feito para mim. Mesmo com todos os defeitos. Ele era meu.
Logo que eu consegui voltar em sã consciência. Parei o beijo e me afastei.
- Não! – falei. – Você não pode simplesmente apagar tudo o que você fez com um simples beijo.
- Tem razão. – ele veio na minha direção tão rápido que não deu nem tempo de correr.
Ele me puxou de novo, e reiniciamos o beijo. Mas quente, nossas mãos passando rápido em cada parte um do outro. Até as minhas mãos estavam com vontade de tocar em seu corpo, e o pior é que não posso culpá-las. Esse homem é maravilhoso.
Mas não. Isso não pode acontecer. Minhas mãos vão ter que esperar mais um pouco. Ele tem que sofrer um pouquinho antes de ter meu corpinho em sua cama de novo.
Parei o beijo e sai correndo subindo em cima da cama. Peguei um travesseiro para me proteger.
- Fica longe de mim! Ou eu vou gritar.
Ele veio caminhando em minha direção devagar, com aquela cara de safado que só ele sabe fazer.
- Qual é, Hannah! – estava com um sorriso de canto. – Eu sei que você me quer.
Ele tirou seu moletom e o jogou no chão. Estava de regata por baixo.
Respira Hannah. Ele esta muito gostoso? Obvio. Não poderia ser diferente. Mas você disse todas aquelas coisas e fez um verdadeiro drama a pouco tempo atrás. Isso não pode terminar com você transando com ele. Ou pode? Não, não pode.
- Você sai daqui. – fiquei em pé na cama.
- Não negue o que esta estampado em seu rosto. Você me quer. Assim como eu te quero.
Ele subiu na cama. Fui indo para trás. Desci correndo da cama. Ainda me protegendo com o travesseiro.
- Você não vai ter esse corpinho tão cedo, meu querido.
Ele desceu da cama e tirou a regata.
Ai meu Deus! Me ajuda! Eu quero pular em cima desse homem.
- Mas um passo e eu grito. – falei.
Ele parou.
- Você não faria isso.
Lá vamos nós.
- SOCORRO! TEM UM HOMEM SUPER GOSTOSO SEM CAMISA NA MINHA FRENTE. EU QUERO TRANSAR COM ELE, MAS EU NÃO POSSO. ALGUÉM ME AJU...
Bobby veio correndo em minha direção. Tirou o travesseiro da minha mão e o jogou num canto, tapando minha boca para abafar meus gritos.
- Para de gritar, sua doida.
Ele me segurou por mais alguns segundos antes de me soltar.
- Droga de travesseiro. Não serve nem para proteger uma mulher de homem gostoso. – cruzei os braços. – Por que não me manda calar a boca como você fez lá na corrida?
Ele deu risada.
- Aquilo foi engraçado. Achei que você ia dar um tapa na minha cara.
Dei de ombros com os braços ainda cruzados.
- Tinha que manter a classe.
Virei meu rosto e empinei o nariz.
- Você sempre mantém a classe, anjo.
Ele me segurou e me empurrou para a parede. Encostamos nossas testas.
Ele pegou uma mecha do meu cabelo com sua mão livre. Olhou e ficou acariciando.
- Adorei seu cabelo assim. Combinou com você.
- O-Obrigada. – agradeci sussurrando. – Também gostei.
- Não tira não.
- Não vou.
Ele deslizou a mão pela mecha até o final do meu cabelo. Com as duas mãos na minha cintura ele me puxou para mais perto. Perto demais.
Não sei se consigo ficar tão perto dele assim sem camisa. Não esta dando muito certo. Já estou toda molhada. Fechei os olhos, mas de nada adiantou. O calor de seu corpo não me permitia esquecer sua presença.
Sinto de novo seus lábios nos meus.
Eu quero ele. Eu preciso dele. Mas eu não posso. Não agora.
Meu corpo esta em chamas. Deve ter um enxame de abelhas na minha barriga. Já ultrapassou a fase das borboletas. Meu corpo esta ansioso pelo seu. Meus lábios querem mais.
O puxo mais para mim. Sinto suas mãos apertando minha cintura. Como se tentando ter a certeza que eu estou aqui.
Paramos o beijo, por falta de ar.
Nos afastamos poucos centímetros e ele sussurrou.
- Não vou me afastar de você de novo. Espero o tempo que for. Vou dar espaço e tempo para você. – seus olhos estão focados no meu.
- Obrigada!
- Me desculpe, Hannah. Por fazer você sofrer.
Seus olhos estão lagrimejando. Puxo ele para um abraço. Ele começa a chorar. Passo as mãos pelos entre cabelos. Acariciando. Escondo meu rosto no seu pescoço.
Ele volta a falar entre choros.
- Eu me lembro de tudo o que você disse sobre os outros e eu praticamente fiz o mesmo.
Ele pega meu rosto entre suas mãos.
- Eu te amo!
Uma lagrima escorre pelo meu rosto e ele a seca com o dedo.
Sim ele sabia tudo o que eu passei, e fez igual. Muito pior. Com certeza.
- Desculpa se eu falhei. Me deixa concertar.
Respirei fundo e disse.
- Eu preciso entender melhor isso tudo primeiro. Colocar as coisas no lugar.
Acaricio suas mãos no meu rosto.
Ele assentiu com cabeça. Sabia que era muita coisa vindo de uma vez só.
- Posso te fazer um pedido? – ele perguntou.
- Pode.
- Dorme comigo hoje?
Soltei um suspiro de alivio. Imaginei que isso aconteceria.
- Durmo.
Entrelaçamos nossos dedos. Ele me puxa para um abraço. Apoiando seu queixo na minha cabeça. Típico.
- Que bom que hoje não vai ser mais um dia que eu vou acordar sem você ao meu lado.
O abracei mais forte.
Que bom que não vai ser mais um dia assim pra mim também.
 

HANNAH OFF~


Notas Finais


Meu coração até bate mais forte com esses dois juntos.
Espero que tenham gostado.
Comentei aqui.

Até mais!
Beijos!

~Luna White


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...