História Our Destiny - ChuuVes - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias (G)I-DLE, Loona
Personagens Choerry, Chuu, GoWon, HaSeul, HeeJin, HyunJin, JinSoul, Kim Lip, Olivia Hye, Personagens Originais, Shuhua, Soyeon, ViVi, Yeojin, Yuqi, Yves
Tags 2jin, Chuuves, Híbrida, Loona, Yuri
Visualizações 358
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Científica, Fluffy, Hentai, LGBT, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Tudo vai melhorar.


Fanfic / Fanfiction Our Destiny - ChuuVes - Capítulo 3 - Tudo vai melhorar.



Acordo e vejo que estava sozinha na cama, procuro por Yves em todos os lugares até em baixo da cama. Olhei tudo mas não a achei, meu coração já estava a mil por hora eu estava com medo, odeio ter a sensação de estar sozinha era como estar abandonada de novo. 

Senti receio de abrir a porta do quarto e não a encontra-lá ali na cozinha, eu sei que ela poderia ter saído para comprar algo ou saí lá, mas de qualquer forma meu medo era evidente.

Juntei todas as minhas forças e abri a porta com certa força e rapidez. 

Assim que abri eu queria gritar, chorar, correr, me bater de raiva.. Eu tive a pior visão do mundo, lá estava ela, a única que me ajudou sem querer algo em troca, caída no chão com a barriga cheia de sangue e ao seu lado tinha um homem. Eu mais que ninguém sabia quem era ele, o maldito homem que me prendeu e me fez de brinquedo por duros 11 anos da minha vida. Podia ver seu sorriso diabólico em minha direção e sua faca muito bem afiada cheia de sangue de minha protetora. 

Eu estava congelada, ele se aproximava cada vez mais, em passos lentos  e dolorosos.

Naquele momento eu já sabia meu destino, ele dizia que se eu fugisse ele iria me achar até no inferno porque eu era dele, somente dele. Seus passos lentos me alcançaram e agora ele estava bem na minha frente, seu sorriso cada vez maior e assustador.

Senti sua mão esquerda em minha cintura que me puxava para mais perto de si, logo o mesmo levantou seu braço direito que se encontrava a faca. Levou ela até meu rosto a passando de uma forma leve, como se quisesse fazer um "carinho" antes de qualquer outro ato.

Novamente olhei para seu rosto e vi que o mesmo iria falar algo mas antes ele passou sua faça com certa força em meu rosto, senti uma ardência no local de minha bochecha e fechei os olhos. 

Pude sentir uma respiração se aproximando do meu ouvido e então ele se pronunciou pela primeira vez.


Olá meu anjinho, você me preocupou mas agora está tudo bem. Você não sentiu minha falta? - falou quase que em um sussurro que me assustava cada vez mais.

 Eu não senti, se quer uma vez. - ditei no mesmo tom de voz que ele, e vi que seu sorriso se desfez no mesmo momento. 

Ele não falou nada apenas se afastou por centímetros de mim, e logo voltou, mas dessa vez ele voltou com sua faca em direção ao meu peito. Em fração de segundos ele a cravou ali, eu apenas dei um único grito de dor que eu podia naquele momento.



— CHUU ACORDA! CHUU POR FAVOR ACORDA! CHUU!! 

Abri meus olhos de uma vez ainda gritando e me de batendo, logo sinto braços finos e quentes me envolvendo. Abri meu olhos assim que parei de gritar e olhei para quem me abraçava com tanta força, era ela, minha salvadora mais uma vez me salvando de um pesadelo. 

Não aguentei e a abracei com muita força, acabei chorando em seus ombros e senti que ela passava suas mãos em meus cabelos, pude ouvir ela sussurra um " está tudo bem " bem próximo ao meu ouvido.

Ficamos assim durante uns 5 minutos até eu me acalmar e recompor meu fôlego. 

— Você está bem? O que houve? Você quase me matou de susto. - disse logo após afastar seu rosto do meu e me encarar ainda me acariciando.

— Eu estou bem agora.. Eu tive um pesadelo, sonhei que meu antigo dono matava você e vinha me buscar, mas eu o recusei e ele me acertou uma facada na barriga. Me desculpa por te assustar. - naquele momento eu já me encontrava choramingando, Yves apenas me puxou e me abraçou novamente. 

— Esta tudo bem, meu anjo. Volte a dormir, eu estou aqui com você sempre, ninguém vai te fazer mal de novo.

— Obrigada! 

— De nada, minha boneca. - sorriu.

— Yves.. Eu gosto muito de você, você gosta de mim? 

— Eu gosto sim pequena, agora volte a dormir.

Concordei com a cabeça e deitei mais uma vez naquela cama macia e a vi deitar juntamente a mim, senti que ela me puxou fazendo nossos corpos se juntarem como um só, e então me acalmei.







Notas Finais


Desculpa a demora pra postar, minhas aulas voltaram e eu estou cheia de coisas para fazer, então mil desculpas.
Vou tentar postar com mais frequência, eu jurooooo!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...