História Our Destiny - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, Seventeen
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Jihun "Woozi", Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Soonyoung "Hoshi", Youngjae, Yugyeom
Tags Jenkook, Jenlisa, Liskook, Namjin, Sope, Vminkook, Yoonseok
Visualizações 14
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem
Curtem e comentem
Amo vcs

Capítulo 2 - Capítulo 2


DIAS DEPOIS

POV. SEOKJIN

Desde aquele dia em que chegamos a Daegu, minha nova omma me ensinava em casa, pois ainda não podia ser matriculado numa escola por ser final de ano. Nesse período os dias foram mais animados, sendo mimado pelo meu Appa, minha omma e também por meu novo Dongsaeng, TaeHyung.

Todos os dias eram animados, acordava cedo e dessa vez não era pra irmos ao parque para eu ser abandonado. Íamos pro restaurante do lado de casa onde conhecemos nossos atuais amigos, Min YoonGi, um pequeno irritadinho que fica me chamando de Omma Jin, Jeon Jungkook, o mais novo de todos nós, nosso Golden Maknae que todos mimamos, e nosso Park JiMin, o nosso pequeno mochi que vivia agarrando no Maknae que sempre fazia careta e tentava o empurrar, mas nunca conseguia e acabava cedendo e abraçando o mais velho.

Semana passada minha omma me colocou na escola de Tae, onde também estavam matriculados nossos amigos. No primeiro dia de aula eu fui muito bem recebido pelos meus novos amigos e passamos o dia brincando, até que no final da aula eu tinha visto um garotinho encolhido no chão com mais dois meninos e volta chutando ele. Corri até eles e Tae foi junto de mim empurrando os meninos que saíram correndo, me abaixei e levantei o rosto do garotinho.

-Está tudo bem? Eles te machucaram?-perguntou TaeHyung que também se abaixou do lado do garoto o abraçando de lado- Hobi Hyung, por que eles estava te batendo?...

Os olhei confuso e tombei a cabeça pro lado e fiquei os olhando.

-E-eles disseram que eu era um cavalo feio de aparelhos e começaram a me bater- soluçou abraçando TaeHyung também e começou a chorar baixo- eu não sou um cavalo, não sou...

Fiquei com raiva daqueles meninos e me levantei indo trás deles e só pude ouvir um “JINNIE HYUNG, NÃO!!” vindo do pequeno Tae que ainda estava abraçado ao garoto.

Corri até os garotos e os puxei pela orelha enquanto os alunos que estavam ao redor riam dos garotos que faziam expressões de dor e seguiam aonde eu os levava. Com as orelhas já vermelhas os fiz ficarem de frente ao garotinho.

-Peçam desculpas, os dois!-disse alto e o garotinho, no qual o Tae havia chamado de Hobi Hyung, saiu um pouco do abraço e encarou os meninos que sentiam dor pela puxada de orelha.

-Desculpa a gente Hoseok, desculpa!-disse um dos meninos.

-Isso, a gente promete nunca mais mexer com você- falou o outro.

Eu os soltei e eles saíram correndo, mas antes deles irem embora eu posso jurar que eu ouvi um “Você nos paga Kim SeokJin, você nos paga”. Não liguei e me abaixei perto dos dois. Hoseok abriu um sorriso que formava um coração e sorri de volta.

Aquilo seria o começo de uma boa amizade...

MESES DEPOIS

Era meu aniversário e hoje seria o primeiro aniversário que eu passaria com a minha nova família. Eu estava ansioso pra saber como seria, já que todos optaram por não me contarem nada sobre onde e como seria.

Dentro do meu quarto eu andava de um lado pro outro curioso e quando tentava sair, TaeHyung me empurrava de volta e fechava a porta, suspirei e optei por usar uma voz fofa pra tentar convencer TaeHyung de abrir a porta pra mim.

-TaeTae-ssi, abre a porta pro seu hyung? Por favorzinho...

Fiz a cara mais convincente que sabia, mas foi em vão. TaeHyung trancou com a chave a porta e gritou do lado de fora do quarto recém-reformado:

-Não vou abrir a porta hyung, omma disse que era pra você ficar no quarto enquanto eles arrumam algumas coisas e ME deixou encarregado de te plender!

Fiz bico e cruzei os braços andando pelo quarto, indo e vindo, muito curioso.

MINUTOS DEPOIS

A porta finalmente foi aberta e eu sorri aliviado. Taehyung sorrio e segurou minha mão me puxando devagar para o andar de baixo, colocou uma venda em meus olhos e me guiou até a parte onde seria a minha festa, mordia os lábios, nervoso e ansioso,

Ao chegar ao nosso quintal, Taehyung tirou a venda e meus olhos arregalaram e cobri minha boca. Lá estavam: Omma, Appa, a vovó e o vovô Kim, Jungkook que estava abraçando Jimin e Yoongi, um Hoseok escondido atrás de sua omma, mas ainda assim sorrindo, e mais alguns amiguinhos da escola. Olhei mais e vi o resto da minha nova família. Tia Seulgi, Tio Kwan e outros tios até que a minha visão parou nos meus tios favoritos. Tio Jihoon e Tio Soonyoung, ou Tio Woozi e Tio Hoshi como eu os chamava. Eles eram casados a 5 longos anos.

Eles me contaram que os pais não os aceitavam então fugiram e acabaram encontrando a minha omma e meu Appa, que os abrigaram e os ajudaram com tudo, até pagaram seu casamento, claro que depois de várias brigas por que o tio Hoshi dizia que não queria ser um incômodo à eles.

Eles se casaram quando o tio Woozi fez 18 anos, e o tio Hoshi 19. Com muito custo o padre aceitou fazer o casamento dos dois.

Eu queria ter conhecido meus novos pais antes, queria ter visto o casamento, eles me falaram que foi muito lindo.

Sai correndo até eles que me abraçaram de forma apertada e os apertei ainda mais.

-Parabéns meu pequeno, está animado?-perguntou tio Woozi sorrindo de forma doce como sempre dando um singelo eyesmile, que eu aprendi a pouco tempo que é quando você sorri e seus olhos acabam fechando.

-Estou sim tio Woozi, fico muito feliz por vocês estarem aqui!-sorri de forma fofa e animada enquanto tio Hoshi o abraçava por trás, me abraçando junto.

Eu os amava muito por eles serem assim, carinhosos um com o outro mesmo a maioria da sociedade não aceitando aquela forma de amor. Essas pessoas devem estar loucas, vai me dizer que eles não eram lindos juntos?

Segurei na mão de cada um e segui pra festa, abraçando os outros convidados e rindo constrangido quando os mesmos me entregavam presentes em caixas grandes. Eu nunca recebia presentes nos meus aniversários, no máximo um “parabéns” e um cupcake no café da manhã. Sim, isso mesmo que você leu.

Nesse dia eu tive a melhor festa da minha vida e muito animada, brinquei muito com meus amigos e principalmente com o Hoseok, que tinha se tornado um dos meus melhores amigos desde que eu tinha acabado com aquela briga entre eles.

Espero que essa família nunca me abandone. Muito menos os meus amigos!


Notas Finais


:3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...