História Our Destiny [ChanBaek - ABO] - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Abo, Alfa, Beta, Chanbaek, Chen, Hunhan, Kai, Kaisoo, Kris, Lay, Luhan, Ômega, Sebaek, Sehun, Suho, Sulay, Tao, Taoris, Xiuchen, Xiumin
Visualizações 359
Palavras 1.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi bolinhooos! Voltei no dia certo essa semana :v

Espero que gostem desse capítulo e não me matem no final dele ahswdw

Até as notas finais! ^^

Capítulo 15 - Capítulo XII


Capítulo XII 

 

"Cuidado com o destino, ele brinca com as pessoas." 

 

P.O.V'S Autora 

 

 

 

 

 

Corte do bolo, sessão de fotos, pessoas os obrigando a se beijarem a cada cinco segundos, mais e mais fotos. 

Já fazia uma hora que a festa havia começado, e Baekhyun já estava contando os minutos para que terminasse. O casamento era dele! Queria poder se divertir, nem que fosse só um pouquinho. 

Já haviam acabado todo o cronograma, segundo Suho, agora era apenas para o casal se divertir. Porém um rapaz veio na direção de Baek com uma câmera em mãos e um sorriso no rosto, o ômega já estava se preparando para gritar que não tiraria mais foto alguma, quando viu o marido sair de perto de si de braços abertos.  
 
- Hyung! - Se abraçaram e o alfa andou o menor.  

- Anyoung, Baekhyun-ssi! Desculpe não ter me apresentado antes, sou Seungri, irmão do Sehun. - Estendeu a mão para Baek, que o cumprimentou lentamente.  

- Desculpe comentar, mas vocês não são nada parecidos... - Riu baixo e envergonhado. - Seungri é adotado, seu sobrenome é diferente do nosso.  

- Sim, eu sou um "Lee" não um "Oh". - Dessa vez riram todos juntos. 

 

Começaram uma conversa descontraída e divertida, Baekhyun estava se sentindo confortável no meio dos dois irmãos. Além de que Seungri se mostrou muito educado e gentil, diferente de Sehun, quando ninguém estava olhando. 

Baek pediu com licença por alguns segundos e andou até um garçom que estava próximo, o baixinho pegou uma taça com coquetel de morango, depois disso saiu andando por aí enquanto cumprimentava algumas pessoas. 

Parou para conversar por alguns segundos com Tao que procurava desesperadamente pelo namorado, quando pôde ver de relance, Chanyeol. 

Ele havia retirado o smoking ficando apenas com a blusa branca e a gravata, conversava animadamente com alguém que Baekhyun não conseguira identificar, talvez amigo do alfa. Ficou encostado em uma parede de longe enquanto observava o rapaz, não poderia negar que ele estava extremamente delicioso, além de que parecia mais forte e musculoso.  

Quase derrubou o próprio copo no chão ao ouvir uma voz lhe chamando ao seu lado, virou a cabeça lentamente e deu de cara com um ômega moreno que nunca vira na vida.  

- O que tanto olha ali? - Perguntou se encostando na parede também.  

- Ahm, eu? Nada... Estava apenas observando um velho amigo... Que ainda não veio me cumprimentar e me dar os parabéns pelo casamento... - Riu baixo sabendo que aquilo não aconteceria.  

- Chanyeol? - Ele riu também. - Tenho certeza que ele não irá fazer isso. Pode esperar sentado. - Disse dando de ombros.  

- Quem é você afinal? - Incrédulo, Baekhyun o encarou.  

- D.O Kyungsoo, prazer. Sou quase irmão de Chanyeol, então acredite, eu sei TUDO sobre vocês dois. - Neste momento o mundo de Baekhyun começou a girar mais devagar.  

- Você... Não vai contar nada para o Sehun, vai? - Depois disso recebeu um belo tapa na cabeça. - Ai! 

- Você acha que eu vou falar para o Sehun, matar meu irmão e ainda fazer essa porcaria de guerra voltar? - Riu alto dando-o alguns tapinhas no ombro. - Não. Eu não sou retardado.  

- Hey hey Satansoo!! - Baek virou o rosto e viu outro ômega se aproximar dos dois, ele era um pouco mais alto, e muito bonito.  

- Me chama assim de novo, JongDae. Que eu arranco suas bolas e depois as costuro no lugar. - Disse Kyung. 

 

Okay, D.O definitivamente não se parecia NADA com um ômega.  

 

- Delicado como sempre. - O tal JongDae falou ficando lado a lado com os dois. - Prazer, sou Kim JongDae, mas pode me chamar de Chen. - Estendeu a mão e Baekhyun o cumprimentou assim como fez com Kyungsoo.  

- Porque Satansoo? - Baek perguntara curioso.  

- Não viu a forma que ele falou comigo? - Ambos riam enquanto D.O apenas os fuzilava com os olhos. - E por vários outros motivos também.  

- Já vi que se enturmou com os ômegas da casa. - Ouviu aquela voz melodiosa que tanto amava, sorriu e olhou para frente dando de cara com Chanyeol. Ele tinha aquele sorriso quadrado encantador no rosto, seu cheiro era exatamente igual ao perfume que ele havia lhe dado.  

- Já vi que não irei ficar sozinho com Sehun naquela mansão gigante. - Todos riram.  

- Ah acredite, sozinho você não fica. Tem tanta gente morando ali que é impossível não ter ninguém em casa em algum momento. - Disse Kyung tomando o copo de Whisky que estava nas mãos de Chanyeol pra si.  

- Hey! - Questionou o alfa. 

- Você já bebeu demais. - Deu de ombros e saiu puxando Chen pela manga do Smoking. 

Baekhyun e Chanyeol riram, agora se encaravam sorrindo e Baek pode jurar por um momento que todos os seus problemas haviam desaparecido.  

- Você está lindo... - Pronunciou sorrindo enquanto puxava o menor para andar lado a lado consigo.  

- Obrigado... Digo o mesmo.  - Chanyeol estava se segurando, mas não conseguiu conter a vontade de abraçar o ômega. Fingiu que estava apenas o cumprimentando enquanto aproveitara para sentir o cheiro de suas madeixas. 

Se sentaram em uma mesa junto com mais algumas pessoas, conheceu outro alfa chamado Minseok, ou Xiumin como preferia. Também do Clã de Chanyeol. 

No meio de seu casamento havia feito vários amigos, e estava gostando disso, já que não teria mais Suho para pegar no seu Pé, Lay para encher de volta, Kris para xingar e Tao para o fazer companhia.  

 

( ... ) 

 

 

Por volta das 05:00 da manhã, o casamento já estava por terminar. Baekhyun quase caia no chão de tanto sono, tendo como sustento, ninguém menos que Chanyeol. Todos já haviam ido embora menos as pessoas que moravam na mansão.  

Estavam esperando que os últimos pertences e outras coisas fossem colocados nas carruagens, e logo estariam prontos para irem embora.  

Baekhyun foi em uma carruagem sozinho junto com Sehun, quase dormia sobre o ombro do marido. 

Chanyeol foi junto de Xiumin e Jongin – Alfa que estava conversando com o Park quando Baekhyun o encontrou. 

Na outra iriam D.O, Chen e JongDae. 

Como a família de Baekhyun não pôde ficar muito tempo na festa, combinaram de se encontrar no dia seguinte na própria mansão dos Oh, o que por hora, não estava sendo problema para si. 

 

( .... ) 

 

Ao chegar na mansão, parecia que todo o sono do castanho havia ido embora de uma vez só. O lugar era simplesmente gigante, facilmente se perderia ali dentro. Sehun o guiou pelas escadas mostrando pelo menos o caminho do quarto de ambos.  

Baekhyun prometeu para si mesmo que não ficaria impressionado ao chegar no quarto, porém quando a porta foi aberta a sua promessa interna foi instantaneamente quebrada. 

O lugar era quase quatro vezes maior que seu próprio quarto, as paredes eram de veludo azul, no chão havia um carpete também azul, só que este um tom mais claro. A cama era centralizada e redonda, havia uma televisão gigante em frente a mesma, esta ficava pendurada em uma parede. 

O quarto era repleto de móveis, estantes e prateleiras. Baekhyun pôde notar que em várias delas haviam quadros que antes residiam em seu próprio aposento.  

- É gigante... - O pequeno disse enquanto andava até o closet observando o local com suas roupas de um lado e do outro, as de Sehun.  

- É mesmo. Gostou? - O alfa perguntou enquanto retirava a roupa deixando a jogada pelo chão mesmo.  

- Sim. - Foi apenas o que Baekhyun respondeu. Não ousou se virar, não gostaria de ver Sehun sem roupas nem tão cedo, portanto decidiu apenas retirar as suas e colocar por cima um de seus sobretudos.  

Baek passou a retirar o terno peça por peça, começando pela gravata, em seguida desabotoando a blusa e a deixando cair no chão. Por último o cinto e a calça. 

- Será que você pode para de me secar? - Perguntou já ficando incomodado com o olhar do alfa queimando sobre suas costas enquanto o mesmo colocava o sobretudo.  

- Porque está colocando essa roupa?  

- Não é uma roupa, é um sobretudo... - Suspirou se virando e dando de cara com o alfa na porta do closet apenas de boxer.  

- Eu sei o que é isso, mas, porque? - Aquele rapaz já estava começando a tirar a paciência de Baekhyun, e foi aí, que o ômega resolveu rebater.  

- Você acha que eu vou dormir assim? Ainda por cima do seu lado? - Cruzou os braços apontando para o corpo musculoso a sua frente. 

Para a surpresa de Baekhyun, o alfa simplesmente riu. Lambeu os lábios e apagou a luz deixando o ambiente totalmente escuro, com apenas os primeiros raios de luz do sol entrando pelas frechas da cortina.  

- Eu acho... - Começou se aproximando. - Que você vai dormir sem roupa alguma, amor... - Assim que estava perto o suficiente do rapaz, ele puxou lentamente os dois cordões que prendiam a peça ao corpo do menor. - Porque hoje eu irei de levar a loucura... 


Notas Finais


#NaoRevisado

NÃO VAI TER LIMÃO


TCHAU


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...