História Our Dream - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, RenJun
Tags Chensung, Markhyuck, Menção Noremin, Noren, Remin
Visualizações 223
Palavras 676
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Antes que as noremin shippers caiam em cima de mim, e as renmin shippers façam a mesma coisa

Vai ter noremin, vai ter Jaemin feliz então NÃO ME MATEM!

E Arthur, eu espero que não fique triste, porque isso vai partir meu coração

Mas como eu tinha dito, a história já estava pronta e se eu mexesse em algo, ia estragar o final, que eu (particularmente) acho que ficou muito fofo

Acabando as enrolações, bora ler esse capítulo

Ps: Desculpa a demora

Capítulo 24 - No Love


Jeno estava tão nervoso esses dias que acabou faltando na escola pelas dores de cabeça. Renjun, como um garoto muito preocupado, decidiu que faltaria também e ficaria com o namorado.

Sendo assim, os meninos quase não treinaram a dança, mesmo faltando quatro dias para a apresentação.

— Vamos sair e comer algo? – Mark pede enquanto Haechan seca seus cabelos, o rapaz acabara de chegar do treino de basquete e seus cabelos recém lavados ainda estavam molhados.

— Pode ser – Jaemin diz, já tinha dado o horário e os alunos já estavam indo embora.

— Vamos comer em alguma lanchonete – Jisung pede – eu quero muito comer batatas fritas!

Os meninos acatam o pedido do amigo e saem da escola, indo direto para uma lanchonete não tão longe dali.

Cada um fez seu pedido, depois concordaram em pedir batatas separadas, já que assim, poderiam escolher se virão com cheddar ou não. E Jisung estava quase chorando para que escolhessem com.

— Então – Chenle solta depois de dar uma mordida no lanche – vocês estão sabendo que o Jeno pediu o Renjun em namoro ontem?

Mark cuspiu o refrigerante que estava tomando pela surpresa.

— Como assim? – Haechan pergunta – por que não estamos sabendo disso? Não era para ser esse final de semana?

— Pois é – Chenle fala – o Jeno  pediu ontem mesmo.

— Por que só você sabe disso? – Jisung solta.

— Porque eu fui ontem na casa do Renjun e ele me contou. Disse que ia falar hoje mas ele faltou, então, finjam surpresa quando ele contar – o chinês solta.

— Você não devia ficar falando isso para a gente se o Renjun que queria falar – Jisung revela e Chenle cora.

— Eu só queria falar essa novidade, porque Renjun estava muito contente! – O chinês se protege. Embora a verdade é que ele só queria deixar Jaemin pronto para quando Renjun contasse.

O Na se levantou e colocou algumas notas na mesa, o equivalente a sua parte... Depois, ele pegou a mochila e a jogou nas costas.

— Até amanhã – ele solta, saindo da lanchonete.

— O que vocês acham que o Jaemin tem? – Mark pergunta e todos o encaram – ele vem agido de forma estranha esses dias.

— Como assim você não sabe? – Haechan solta.

— Alguém me passa as batatas? – Jisung pergunta mas é ignorado.

— Eu não sei – o canadense solta confuso – sei que eu o conheço a mais tempo e blá blá blá, mas o Nana nunca ficou assim.

— As batatas – Jisung pede.

— Acha que ele gosta do Jeno? – Mark solta e Chenle engasga com essa pergunta.

— Amor, você é burro? – Haechan diz rindo – ele gosta do Renjun.

— Quê? – O mais velho solta indignado – como assim?

— Gosta, no sentido de estar apaixonado – Chenle explica – que nem a sua relação com o Haechan, mas Jaemin não pode ficar com Renjun.

— Sabe o que mais é amar? – Jisung solta emburrado – passar as batatas.

Chenle pegou a droga do prato e entregou para o mais novo, que sorriu agradecido.

— Bem – Mark solta – o que podemos fazer? – O canadense pergunta.

— Como assim? – Haechan fala confuso.

— Jaemin é nosso amigo – o mais velho diz o óbvio – acho que ninguém aqui quer vê-lo triste.

— Renjun está com o Jeno, Mark – Chenle fala – quer fazer os dois terminarem? Aí o Jeno fica triste e fazemos o Renjun e o Jaemin terminarem, aí o Jaemin fica triste e ficamos nesse looping sem fim.

Mark nega.

— Então o quê? – Jisung solta – não podemos fazer nada hyung – ele brinca com as batatas – Jaemin vai ter que lidar com essa. Sozinho.

— Olha – Haechan diz – espero que entenda que isso não nos transforma em amigos ruins – ele acaricia os cabelos do mais velho – mas há coisas que não podemos fazer...

Mark suspira. Ele sabia que Jaemin ficaria com ciúmes de Jeno, e sabia que ele guardaria para si, porque os dois são melhores amigos. Jaemin e Jeno se conhecem desde que nasceram, e o mais novo não estragaria uma amizade de tantos anos por algo assim.

— Só não quero ver meu amigo sofrendo de amor – o canadense solta.

— Você sabe que todo mundo sofre de amor pelo menos uma vez na vida – Jisung diz.



Olivia O'Brien - No love


Notas Finais


ME DESCULPA!

AMO VOCÊS

NÃO ME MATEM

ATÉ AMANHÃ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...